Vida cor de rosa só no Facebook…

Uma pesquisa apontou o descontentamento dos jovens em relação ao Facebook e o principal motivo que declararam: “perco tempo para ver que a vida dos outros é melhor que a minha”. Será que é melhor mesmo?

facebook

Um estudo feito na Universidade de Utah, nos Estados Unidos, entrevistou mais de 400 jovens estudantes para saber como usam o Facebook. As respostas apontaram frases como “eu era mais feliz antes de usar, porque agora perco tempo para ver que a vida dos outros é melhor que a minha”.

O que me chamou a atenção aqui não foi o fato de que os jovens estão migrando para outras redes sociais e o Facebook tende a ser coisa de “gente velha”, nem mesmo o fato de se aborrecerem ao saber que a vida dos outros é melhor do que a deles, embora isso seja de doer… Mas o que me chocou mais no momento que soube da pesquisa é que jovens universitários com acesso a um estudo de primeira acreditam que a vida que as pessoas mostram no Facebook é realmente verdadeira

Uma ex-colega de trabalho postou um tempo atrás diversas fotos de sua viagem ao exterior tendo como fundo paisagens maravilhosas. Quem vê as fotos pode pensar que a vida dela é mais cor de rosa do que a da Sula Miranda, afinal, ela está navegando por aí afora enquanto o país todo está em crise. Aliás, fica aqui o registro de que a vida da minha querida amiga Sula Miranda é uma guerra!

Porém, quem conhece essa amiga sabe que ela enfrentou um câncer sozinha, pois o namorado a abandonou assim que soube da doença. Quem a conhece sabe que a empresa onde ela trabalhava faliu e deixou todos os funcionários sem nenhum tostão. Quem a conhece sabe que essa viagem é uma questão de tentar dar sentido à vida depois de levar tantos tombos seguidos… Essa parte escura da vida não aparece no Facebook, então é como se, simplesmente, não tivesse acontecido!

Não, a vida de ninguém é cor de rosa. É fácil postar uma piada e digitar “kkkkkkkk, rindo litros” quando na verdade a pessoa está como na foto abaixo, afinal, ninguém está lá para ver…

Eu mesma já digitei 😀 😀 😀  no comentário fofo que uma amiga postou na minha página, mas na verdade eu estava 🙁 🙁 🙁 Creio que você deve ter feito algo parecido, não para enganar alguém, mas só para não demonstrar sua tristeza…

A verdade é que a vida no Facebook é como as pessoas gostariam que fosse e não como ela de fato é. É fácil fazer uma linha do tempo super feliz escolhendo a dedo as fotos e frases que serão postadas. Basta postar os momentos alegres (ainda que durem frações de segundos) e ignorar os dias tristes, onde tudo dá errado e você não está bem… Não estou dizendo que você deve postar suas agruras, mas sim, que você não deve acreditar que só você sofre!

Quando vejo postagens felizes dos meus amigos, fico feliz por eles. E quando vejo postagens que parecem felizes, mas sei que não são, considero positivo, pois vejo que estão se esforçando para superar uma adversidade e seguir em frente. Isso, porém, não me faz pensar que minha vida é uma enorme injustiça e que, enquanto eu enfrento altos perrengues as pessoas navegam num mar de rosas. Não, ninguém navega num mar de rosas, ainda que pareça.

Alegre-se com a alegria dos outros e não pense que você não é tão feliz quanto todo mundo parece ser. É isso 🙂

Nos vemos!

 

Jornalista com atuação no Brasil, Inglaterra, Argentina e Israel. Autora do best seller Bolsa Blindada e palestrante na Universidade de Harvard.

  • Gabriela Nunes diz:

    Olá, Paty. Tudo bem? Concordo com você.
    Te desejo sucesso sempre e a proteção do nosso Deus sobre a sua vida. Beijinhos 😉

  • Amanda diz:

    A algum tempo deixei de seguir a maioria dos meus “amigos” no Facebook. Estou seguindo somente páginas que eu acho importantes e que tem a ver com a minha profissão. Sigo somente quem é meu amigo mesmo, e não passam de 5. Na verdade tenho pouquíssimos amigos na face, acredito que sejam 100, desses, 50 são colegas de aula que só estão lá para facilitar a comunicação em relação a faculdade. O restante são família, amigos, vizinhos e colegas de trabalho. Acabo compartilhando fotos somente da minha filha para que o padrinho dela que mora em outro estado possa acompanhar o crescimento dela. E com relação aos amigos que eu realmente sigo, eu percebo isso, que as fotos ou mensagens que eles postam são uma tentativa de superar as próprias dificuldades, e eu sempre curto com um coraçãozinho de amei e fico realmente feliz por elas, porque eu sei que não é fácil, pra ninguém na verdade.

  • Daniela diz:

    Bom dia,Muito Bacana seu Post De Hoje,Achei bem Interessante Patricia,Pois já me senti assim,como se a vida dos amigos fossem melhor.

  • Diana diz:

    Showwww…
    Bjos

  • Ana Carla Saud diz:

    Que grande verdade. Cresci lendo que “se você tem problemas, não conte para as pessoas porque muitos ficarão felizes por você tê-los”. E um empresário muito bem sucedido, meu cliente, certa vez me disse: “a vida é permeada por momentos, tanto desagradáveis, quanto bons. Daí que as pessoas são livres para escolher o que postar em seus perfis sociais, mas ninguém gosta de lembrar do que é desagradável, não é? E há pessoas que ficariam até felizes de ver alguém em má situação por vários motivos. Eu creio que é positivo quando alguém posta fotografias de momentos felizes e prósperos, porque demonstra algo bom. Se uma pessoa (jovem) acredita que não possui nenhum momento bom e agradável para postar, é até possível que esteja deprimida e não sabe dar valor às coisas boas que ocorre em sua vida. O simples fato de ser jovem e estar viva, é bom.

    • Amanda diz:

  • Flávia Luiza diz:

    Gostei!E penso a mesma coisa. Deus abençoe sua vida. Um abraço.

  • Vanessa diz:

    Olá,

    Acho que muitos registros no face são de momentos felizes. E tais momentos realmente aconteceram e deixaram a pessoa feliz pelo menos aquele instante.
    Não é o caso de ficar postando só coisas tristes e nem a sua rotina. Também não é o caso de achar que só a vida dos outros é boa. São momentos.

  • Sonia diz:

    Devemos manter a nossa positividade seja aonde for mesmo nas redes sociais mesmo que o mundo pareça despencar na nossa cabeça.

  • Michele Flores diz:

    É Patrícia precisamos entender que a vida tem altos e baixos para todos e o Facebook não é lugar de lamúria.

  • alessandra diz:

    pois e a verdade e nua e crua na vida real

  • Janaína diz:

    Sim, há que se ter maturidade para entender que numa rede social as pessoas querem mostrar o que estão fazendo de legal, momentos bons com a família e amigos, lugares que ela sonhou a ir e agora esta tendo a possibilidade, programas que gerem cultura, opiniões positivas sobre educação dos filhos e etc… ninguém é obrigado a postar planos que não deram certo e frustrações, embora tenhamos que ser conscientes que TODOS passem por isso. Não podemos comparar o nosso bastidor com o palco do outro, quem se compara o tempo inteiro, sempre perde…

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*


Carreira Profissional

Cartão de Crédito

Investimentos

Pagamento de Dívidas

Faça uma busca no site:

Acompanhe também a Bolsa
Blindada nas redes sociais:


Receba todas nossas novidades!

Livros Bolsa Blindada:

Desenvolvido por: