10 equívocos sobre economia

Tenho visto vários equívocos sobre o que é economizar, por isso decidi resumir neste texto os 10 principais erros destacando o que NÃO é economizar. Confira!

avarento_2

Economizar NÃO é…

  1. …querer tudo de graça;
  2. …comprar porcarias só porque “tá barato”;
  3. …desmerecer o trabalho dos outros para conseguir descontos;
  4. …fazer tudo sozinha, mesmo não tendo ideia de como fazer;
  5. …contratar amadores em lugar de profissionais;
  6. …querer levar vantagem em tudo;
  7. …comprar produtos pirata (aliás, isso é crime);
  8. …viver em prol do dinheiro;
  9. …passar por cima dos outros para se dar bem;
  10. …dar um “jeitinho” de que alguém pague suas contas.

Se tem uma coisa que me faz sentir péssima é quando acabo uma palestra de 60 minutos e alguém vem me dizer:

“Puxa, comprei um projetor de última geração para minhas apresentações na empresa, mas se eu tivesse te conhecido antes teria comprado aquele bem arcaico que fica preso num tripé, assim economizaria centenas de reais!”

Minha vontade é de começar a palestra toda de novo… Outro exemplo de frase que funciona como um chute no meu estômago é:

“Fiz a festa do meu filho copiando tudo de uma artista super cara. Pedi um orçamento e fotos com referências do que ela faria, mas em vez de contratá-la, copiei tudinho! Claro que não ficou igual, mas deixei de gastar um dinheirão!” 

Tente imaginar a minha frustração aliada à vontade de responder: “querida, você foi desleal… Enganou a artista fazendo-a achar que iria contratá-la e ainda copiou seu trabalho. Que coisa feia… Que festa mais triste.”

E o que dizer desta então:

“Patricia, estou super feliz! Não tinha dinheiro para dar seu livro de presente para duas amigas, então tive a ideia de tirar xerox dele todo no meu trabalho, assim não gastei nada e elas também viraram blindetes!”

Você está super feliz? Bom pra você, pois eu e o seu chefe não estamos…

Mesmo que eu jamais tenha sugerido coisas semelhantes a essas é comum que as pessoas juntem o que acabaram de aprender com o conceito – errado – que têm sobre o que é economizar. Portanto, a primeira coisa que você tem a fazer quando aprende um conceito novo é esquecer o conceito velho.

Desprograme da sua mente tudo aquilo que não é certo, ainda que todo mundo faça errado, pois como já dizia a sua mãe: “você não é todo mundo”!

 

Screen Shot 2015-08-03 at 21.21.13Se você quer dar uma virada nas suas finanças, não deixe de pedir o livro Virada Financeira.

Nele você encontra um passo a passo com tarefas semanais para o seu crescimento profissional e, em consequência, financeiro.

Você vai se surpreender ao ver que medidas simples podem gerar grandes resultados! Pedindo neste link você recebe em casa autografado e com um marca-página exclusivo de presente!

 

E para não perder nada aqui do blog…

Cadastre o seu e-mail agora!
Cadastre o seu e-mail abaixo e receba todas as nossas novidades!

Nos vemos!

Jornalista com atuação no Brasil, Inglaterra, Argentina e Israel. Autora do best seller Bolsa Blindada e palestrante na Universidade de Harvard.

  • Alexandra diz:

    Bom dia Pati.
    Esse assunto me fez lembrar de algo. Pessoas que vendem seus benefícios (vale alimentação e refeição) para “aumentar” sua renda.
    Confesso que no passado já fiz isso poucas vezes e não fazia idéia do quanto estava errada, primeiro (isso eu não sabia) tanto quem compra os créditos quanto quem vende pratica crime, segundo (não me tocava) os juros cobrados são absurdos, terceiro (não tinha essa consciência) é uma falta de consideração com a empresa que te paga estes benefícios… Devem ter mais motivos, mas graças à Deus recebi essa direção e aprendi que quando passamos a obedecer a palavra Dele, nos tornamos mais sensíveis para captar erros que antes eram disfarçados de vantagens.

  • cristiane diz:

    Boa dia, paty!
    Nossa as pessoas perdem mesmo a noção. Eu que te acompanho desde o início e tenho seus três livros ( que aliás são super baratos, não mais que $20), já vi você falar sobre isso claramente. Quantas não foram as vezes que você disse que tinha uma roupa lá do passado, pq fez um bom investimento em um ótimo produto. E quando vc nos dá o conselho de que mesmo que algo esteja barato, não vale a pena fazer um grande estoque , se o uso não for tanto assim.
    Economia é saber fazer boas escolhas, não levar vantagem deixando de pagar o que se deve .

    PS. Eu não pude dar o seu livro de presente. Mas já o emprestei várias vezes.

    • Patrícia Lages diz:

      Legal vc emprestar os livros, pois o importante é difundir conhecimento, pois é isso que não tem preço!! Beijos

  • Bruna diz:

    Bom dia Paty
    Você esta coberta de razão.
    Ja tomei muitas atitudes erradas, achando estar “economizando” e no final saiu bem mais caro… A exemplo a construção da minha casa ou até mesmo uma roupa que aparentemente você paga super barato, mas que no final não dura nem 2 meses.
    Hoje depois de ter te conhecido e de sempre acompanhar seus post, tenho aprendido a dar valor as coisas, principalmente no “economizar”.
    Hoje eu peso na balança, PREÇO x QUALIDADE.

    Deus abençoe, bjos Paty

  • Dulcinéia diz:

    Olá Pati tudo bem
    Tenho algumas dúvidas sobre escola minha filha estuda em uma escola particular e queria saber se e obrigada nos termos que adquiri a agenda da escola por que e um abirsudo o valor que eles cobra na agenda , eu posso está comprando uma ou tem que ser da escola mesmo. E tem outra coisa a escola também pode passar o livros se estiverem com as mensalidades em dias sabendo que a criança pode ser prejudicada.???
    Por favor me ajude
    Obrigada e aguardo respista

    • Patrícia Lages diz:

      Sobre a agenda, você não é obrigada, mas a questão dos livros não entendi…

      • Dulcinéia diz:

        Por exemplo pati. Uma mãe está com uma mensalidade atrasada , e ela só pode pegar os livros se ela pagar a mensalidade que está em atraso sendo que as criancas já pegou os livro só as criancas que está em débito não pode pegar os livros
        E o valor do livro e cobrado juntos com a mensalidade para aqueles que não tem cartão e cheguei…..

        • Patrícia Lages diz:

          Acho que vc deveria pegar o contrato da escola, juntar todas as suas dúvidas e consultar o Procon da sua cidade. Vai valer a pena, ainda mais por estar no começo do ano. Bjs

  • Vanessa Cintra diz:

    Bom dia Paty,

    E quando passamos a fazer as unhas unhas e cabelo em casa, mesmo sabendo que não fica o mesmo resultado do salão, para economizar dinheiro e gastar com algo que preciso mais no momento, estou fazendo errado agir assim?

    • Patrícia Lages diz:

      Não vejo nada de errado nessa escolha. Vc está destinando seu dinheiro para algo que acha mais importante, então é válido sim! 😀

  • Gisele Roberta diz:

    Boa tarde Patricia.
    E isso mesmo.
    Adorei o bom seria que todos colocassem em prática o que vc ensina.
    Beijos Gisele

  • Regina Miranda diz:

    Olá Patrícia,
    É muito importante falar sempre sobre esse assunto, pois percebo que os brasileiros tem muita dificuldade em discernir uma economia inteligente de uma escolha errada que pode trazer muitos problemas futuros.
    Sou arquiteta e vejo cada atitude de clientes que me revoltam, pois desvalorizam o trabalho alheio. Alguns me falam que o Projeto é muito caro por ser apenas “papel”, e que o computador faz todo o meu trabalho. No início baixava meu orçamento para atender esse tipo de cliente, mas percebi ao longo dos anos que não adianta tentar provar valor para algumas pessoas que desvalorizam tudo a sua volta, olham apenas para seu umbigo e querem ser bem remuneradas no seu trabalho.
    Algumas vezes posso presenciar o arrependimento de alguns, que me contratam depois que toda a reforma já saiu dos trilhos e gastou o triplo do planejado, por não ter contratado um profissional qualificado no início. Outras pessoas preferem não aprender com os erros, e mesmo contratando um arquiteto depois de tudo ter dado errado, ainda ficam culpando o pedreiro por ter feito besteira na obra, perdido material, tempo e dinheiro, mas eu digo que normalmente ele não tem culpa, pois fez o que sabe fazer, que é EXECUTAR, e o cliente é que deveria ter contratado alguém para PLANEJAR E PROJETAR. Simples assim.
    O barato normalmente sai caro.
    Bjos.

  • ROSANA S DA HORA diz:

    Oi Patricia tudo bem quero te agradecer pela sua inciativa deste livro eu não li mais. entrei no site eduk estou aprendendo muito vou esta te enformando meus passo sou autônoma nunca fui registrada sempre tive problema com as organização e números estou toda endividada acabei fecha minha empresa estou parada em casa quero pedir se vc tiver um dica pra min como ajudar por favor

  • Deise Mendes diz:

    Isso mesmo Patrícia! Detesto o que chamam de jeitinho brasileiro, isso é uma vergonha para o nosso país, não é porque a maioria é desonesta que vou ser também!

  • Ana Carla Saud diz:

    É… Economia é agir com prosperidade, mesmo não dispondo de muito dinheiro. A mesquinharia e a sovinice passam longe da atitude próspera. Vejo os ensinamentos que transmite nos seus vídeos e artigos. São lições para mantermos os pés na terra, mas de forma honesta e digna. Não há problema em aproveitarmos os objetos pagos, reciclar, comprar menos, vendermos e comprarmos itens bons de segunda mão, utilizarmos um equipamento não tão contemporâneo em algumas situações, se esse aparelho satisfaz as exigências do momento.
    Mas ser desleal, cometer crimes em nome de uma “falsa economia”, comprarmos algo somente para fins de esnobação, isso é avareza, sovinice e falta de dignidade. É o oposto de economia.
    Temos que lembrar que “econ” é a “ciência que estuda os fenômenos relacionados com a obtenção e a utilização dos recursos materiais necessários ao bem-estar” (Disponível em: Acesso em 17/08/2016). E para conseguirmos o “bem-estar” não precisamos causar “mal-estar” nas outras pessoas.

    • Patrícia Lages diz:

      Obrigada por compartilhar essa informação!

  • Ana Carla Saud diz:

    Retificando o endereço do site de onde veio a citação sobre economia: “econ” é a “ciência que estuda os fenômenos relacionados com a obtenção e a utilização dos recursos materiais necessários ao bem-estar” (Disponível em: Acesso em 17/08/2016).

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*


Carreira Profissional

Cartão de Crédito

Investimentos

Pagamento de Dívidas

Faça uma busca no site:

Acompanhe também a Bolsa
Blindada nas redes sociais:


Receba todas nossas novidades!

Livros Bolsa Blindada:

Desenvolvido por: