Ser fiador é uma roubada?

Muitas pessoas estão enfrentando problemas financeiros por terem emprestado seu nome a alguém que usou seu crédito, mas não honrou o compromisso, deixando, além da dívida, muita dor de cabeça. O que fazer?

roubadaSe isso aconteceu com você, leia este post. Se não aconteceu e você não quer que aconteça, leia duas vezes!

Emprestar seu nome é a pior operação financeira que você pode fazer, pois se a pessoa precisa do seu nome é por que já sujou o dela…

Mas como dizer não? Há algum manual de instruções para não cair nessa? Sim, há um manual: a Bíblia! Há milênios a Bíblia já advertia nossos ancestrais de que ser fiador de alguém é uma furada…

Filho meu, se fores fiador de teu amigo, se empenhaste tua palavra a um estranho, se te enredaste com as palavras da tua boca, e ficaste preso nas palavras de teus lábios, faze isto agora, filho meu, e livra-te. Já que caíste nas mãos de teu próximo, vai, humilha-te, importuna teu amigo. Não dês sono a teus olhos, nem repouso às tuas pálpebras. Escapa-te como a gazela da mão do caçador, e como a ave da mão do que arma laços.” Provérbios 6:1 a 5

E tem mais:

Não sejas daqueles que fazem tratos rapidamente, nem dos que saem por fiadores de dívidas. Se não tens para pagar, por que arriscas tua cama de debaixo de ti?” Provérbios 22:26 e 27

Veja que Deus nos ensina a não sermos fiadores. É um mandamento. É melhor você emprestar dinheiro – mesmo correndo o risco de nunca receber de volta – do que emprestar o seu nome.

Se a pessoa não dá valor ao próprio nome, o que você acha que ela fará com o seu? Em vez dessa pessoa estar preocupada em recuperar o próprio nome, ela quer usar o seu para fazer mais dívidas? Que raciocínio é esse? Se a pessoa não pode saldar a dívida que sujou o nome dela, como poderá saldar a que fará no seu nome?

Fuja desse tipo de armadilha, pois quem aconselha é a Palavra de Deus, eu só estou repetindo…

Nos vemos!

Jornalista com atuação no Brasil, Inglaterra, Argentina e Israel. Autora do best seller Bolsa Blindada e palestrante na Universidade de Harvard.

  • Flávia Priscila diz:

    Muito bem Patrícia, esta parte eu não conhecia, obrigada pelas informações. Linda!

  • Rosângela do Nascimento Candinho diz:

    Preciosos conselhos…Bjs.

  • Rosana diz:

    Olá Patrícia,
    Já passei por isso no passado. Comprei uns móveis numa loja para uma pessoa e ela não pagou. Confiava tanto que só descobri o problema quando recebi uma carta dizendo que meu nome estava com restrição no SPC. Corri lá no mesmo dia, quitei a dívida da pessoa e limpei meu nome.
    Hoje, não faço mais nada às cegas. Tenho uma dúvida, porém, tem o caso de ser fiador para alugar um imóvel, que a pessoa solicita não porque tem o nome sujo, mas porque precisa para fazer o contrato. A orientação seria a mesma? Em 2008 uma colega de trabalho do meu esposo foi nossa fiadora no aluguel de um imóvel. Fizemos questão de mantê-la informada dos pagamentos e no final do contrato encaminhamos um cópia do documento de quitação. Hoje em dia o custo do seguro fiança onera muito as despesas. Mesmo assim, fico pensando se esse seguro é a única opção.
    Obrigada. Que Deus continue abençoando seu trabalho.

    • Patrícia Lages diz:

      Oi, Rosana. Ser fiador de imóvel é ainda pior… Isso porque vc vai ter que dar um imóvel seu como fiança e, caso a pessoa não pague, vc perde o seu imóvel. A melhor opção é que a pessoa faça o seguro e não arrisque a propriedade de outros. Bjs!

  • Priscila diz:

    Bom dia Patricia!
    Uma amiga me procrou para ser fiadora dela, segundo ela e o esposo compraram um imóvel e para pegar as chaves teriam que ter um fiador, isso procede

    • Patrícia Lages diz:

      Em alguns tipos de contratos são exigidos fiadores sim, porém, seus amigos deveriam buscar outra forma s vc não deveria arriscar o que possui para que outras pessoas tenham o que querem. O melhor conselho que posso te dar é: entre nessa.

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*


Carreira Profissional

Cartão de Crédito

Investimentos

Pagamento de Dívidas

Faça uma busca no site:

Acompanhe também a Bolsa
Blindada nas redes sociais:


Receba todas nossas novidades!

Livros Bolsa Blindada:

Desenvolvido por: