Confira a dica do JR Dinheiro do Jornal da Record. Em 2 minutos, veja como anda a relação das mulheres com o dinheiro!

Relação das mulheres com o dinheiro

Quase sempre a mulher é vista como a vilã das finanças.

Ou seja, aquela que não tem controle sobre suas vontades, que gasta além da conta e que copra tudo o que vê pela frente.

Mas o que as pesquisar mostram é que esse estereótipo não se aplica à maioria de nós.

 

Fazendo um levantamento sobre as mudanças no perfil de consumo das mulheres, reuni diversos dados surpreendentes e os apresentei na última segunda-feira no JR Dinheiro, quadro que apresento no Jornal da Record.

Confira!

 

Nos vemos amanhã, quando falaremos sobre outro tipo de relação das mulheres com o dinheiro.

Não vai perder!

 

Confira o post anterior clicando aqui.

 

{jetpack_subscription_form]

 

 

 

Jornalista, especialista em finanças e autora de 5 best-selleres. Colunista do portal R7 e apresentadora do JR Dinheiro, no Jornal da Record.

  • Bom dia Patrícia! Eu já fui a louca de gastar como se ñ houvesse amanhã, mas hj ñ mais, mudei meu mindset. 🤗🤩

  • Na minha casa, desde sempre são as mulheres que poupam. Meu bisavô perdeu a fazenda que tinha em jogos de azar e acabou assassinado. Minha bisavó foi se virar e montou uma pensão. Minha avó não trabalhava fora pra cuidar de mim, mas sempre tinha dinheiro, ela guardava parte do que meu avô dava pra manutenção da casa. Agora que sou casada e tenho filhos, sempre guardo e invisto parte do meu salário. Este mês mesmo socorri meu marido, que se embananou com o cartão de crédito. Aprendi com minha avó!

  • eu, graças a Deus e à mentoria da Patrícia Lages e Ben Zruel, fui abençoada e educada. Nunca tive isso do meu pai que me abandonou e nunca me ensinou nada sobre finanças. Minha mãe, infelizmente, não entendeu a importância de me ensinar o que sabia sobre isso, mas vi nela um exemplo – ela nunca devia nada a ninguém, mesmo em tempos muito complicados e de faltas que caberiam, por exemplo, um “empréstimo” ou coisa parecida.
    já casada, precisei lidar com a quebra financeira por duas vezes – desemprego do meu esposo e falência da empresa onde ele trabalhava. Tudo que eu achava que sabia, coloquei em pratica, mas parecia patinar e não sair do lugar.
    Minha amiga me apresentou a Patrícia e seu canal e maratonei. Entendi o que fazia de errado… enquanto a pandemia corria solto em 2020, eu organizava minha vida financeira de forma abençoada. Hoje estou muito feliz… já me tornei investidora e todos os dias vasculho os canais da Paty e do Ben em busca de aprendizado e já coloco em pratica. Deus tem me abençoado e minha vida financeira deu uma guinada de 180 graus. Estou muito feliz e agradecida.

  • Boa tarde querida
    Há tempos atrás eu era gastona ‘porém atualmente me conscientizei que tinha que economizar financeiramente; aprendir depois que assisto seus posts e também assistindo seus vídeos e lendo seus livros que tem me ensinado bastante.
    Então eu blindo sempre minha bolsa.
    💋❤️❣️💕

  • Boa tarde!
    Eu já fui gastona, mas hoje tudo já entrou na linha! Economia é comigo, mesmo!
    Ano passado aproveitei um ganho extra e comprei um fogão novo! Fiquei tão feliz que agora fico de olho em qualquer entradinha….. já tenho até anotada a próxima “troca” lá de casa! Mas gastar como se não houvesse o amanhã…. já não tem espaço na minha vida!
    Minha casa ficará lindinha, sim, mas com tudo controladinho! Assim não fico perdidinha ahahahah

  • Olá Patrícia, boa tarde! Amei os excelentes resultados dessa pesquisa!!! Então, por hoje eis a “coroação das mulheres” (…rs…rs…): Gênesis 2,18 “Então o Senhor Deus declarou: “Não é bom que o homem esteja só; farei para ele alguém que o auxilie e lhe corresponda”. Provérbios 14,1 “Toda mulher sábia edifica a sua casa; mas a tola a derruba com as próprias mãos.” Provérbios 31,10 “Mulher virtuosa quem a achará? O seu valor muito excede ao de rubis.” E, 1 Coríntios 11,11-12 “No Senhor, todavia, a mulher não é independente do homem nem o homem independente da mulher. Pois, assim como a mulher proveio do homem, também o homem nasce da mulher. Mas tudo provém de Deus.” Abraços!

  • Confesso que o ponto da mudança financeira foi começar a ouvir seus conselhos (risos). Às vezes estamos no piloto automático e precisamos de alguém para dar um “acordo e veja o que de fato você está fazendo”.

  • Oi, Patrícia!
    Apesar das mulheres ter mais despesas que os homens, principalmente as mães solteiras, sinto-me feliz com o resultado. Através da educação financeira na internet e em outras mídias, as mulheres melhoraram muito com as finanças, eu aprendi muito com você sobre controle financeiro, deixei de ser a louca de jogar dinheiro fora.

    Grande abraço.

  • Muito bacana esta análise… e é verdade.. a mulher tem mudado muito, e se ela soubesse do poder que está nas mãos, seríamos uma classe melhor…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *