Quando perdi o emprego – Parte 1

Sim, amigas, eu também já fui demitida nesta vida! Mas vou usar essa experiência para mostrar que nem tudo é o que parece…

ingenua

Finalmente eu havia sido transferida para o departamento que mais queria: a assessoria de imprensa, o que me permitiria começar a escrever meus próprios textos! Você já pode imaginar a minha alegria, né? Só que a comemoração durou  pouco…

Como sempre fui organizada, o chefe do departamento entregou todos os trâmites administrativos nas minhas mãos. Até aí, tudo bem, eu dava conta das duas coisas de bom grado.

Um dos controles que eu tinha de fazer era dos reembolsos que esse chefe recebia. Era algo bem simples: eu tinha uma relação dos gastos autorizados (refeições com clientes e combustível para saídas de trabalho), recebia os comprovantes de gastos do meu chefe e solicitava a devolução do dinheiro.

No início eram valores baixos e bem esporádicos, mas com o passar do tempo, tudo foi aumentando além do normal. Para justificar aqueles gastos, só se ele passasse o dia levando clientes para baixo e para cima e fizesse todas as refeições convidando a marinha, o exército e a aeronáutica!

O fato é que descobri que esse ex-chefe nem sequer tinha carro e que todos os dias pedia um motorista da empresa, falsificando a assinatura de outras pessoas nos requerimentos. Também não foi difícil saber dos motoristas que o sujeito passava em vários restaurantes para retirar notas fiscais de refeições jamais feitas e em postos de gasolina que lhe forneciam comprovantes de combustível que ele nunca havia usado.

Depois disso fiquei esperando o camarada me entregar mais um “bololô” de notas fajutas para poder conversar a respeito. Quando isso aconteceu, não aceitei as notas, pois sabia que não eram verdadeiras. Fiquei pasma com a resposta dele: “Patricia, você tem muito que aprender na vida. Fica tranquila, porque isso aí é só o leitinho das crianças!”

 

Ai, que raiva! Contei tudo ao superintendente. Entreguei a pasta com todas as provas, ele analisou calmamente, me agradeceu e disse que as providências seriam tomadas imediatamente. Saí da sala com a certeza de ter feito a coisa certa. Roubar da empresa que lhe confiou um ótimo emprego era o fim do mundo!

Minutos depois, meu chefe foi chamado na superintendência e eu tive certeza de que ele seria demitido. Até que comecei a ouvir gargalhadas de ambos e concluí que havia entregado o ouro aos bandidos! Dias depois recebi a primeira carta de demissão da minha vida, acompanhada de uma desculpa esfarrapada justificando a minha saída…

Fiquei muito mal, pois vi que havia sido ingênua e que ambos eram corruptos… Enquanto fui para casa humilhada e sem trabalho, os dois permaneceram bem empregados, recebendo ótimos salários e levando para casa o “leitinho das crianças”.

Revoltante, né? Mas amanhã vou contar que ainda que pareça a maior burrice do mundo fazer o certo, um dia a recompensa vem. Fique ligada e não perca.

cadastre-e-ganhe-bolsa-blindada-2Aliás, você já se cadastrou aqui no blog? Além de receber um e-mail sempre que houver novidades por aqui, você estará concorrendo a um CD e a esse aparelho de som fofo (presente da Sula Miranda e da Yamaha).

 

Nos vemos!

Jornalista com atuação no Brasil, Inglaterra, Argentina e Israel. Autora do best seller Bolsa Blindada e palestrante na Universidade de Harvard.

  • Delândia Silva diz:

    Bom Dia Patty…Bom Dia Blindetes…
    A Patty…a maneira como você escreve dá gosto de ler, fora que é divertido…ate o que é trágico torna-se alegre a maneira que faz…
    Gosto muito de ti viu…aguardo a segunda parte.
    Ah…já li toooooooodo meu bolsa blindada 2…demais !!!

    • Patrícia Lages diz:

      Que bom que vc gostou do Bolsa 2. Foi muito legal te conhecer no workshop! Bjs

  • Nayana diz:

    Pois é, muitas pessoas tem receio de denunciar pois acaba sobrando para elas! É difícil, mas Deus é fiel!!!

  • Carolina Nogueira diz:

    Nossa! É revoltante mesmo.

  • Carolina Nogueira diz:

    É revoltante mesmo.

  • Suzana Cardoso diz:

    Ola, Patricia parabens por sempre nos trazer dicas maravilhosas, que Deus continue te iluminando cada dia mais…Aproveitando a oportunidade gostaria de informações quanto a Pedido de Aumento de Sálario como devo proceder, um abraços ate…

    • Patrícia Lages diz:

      Vou escrever a respeito. Ótimo assunto! Bjs

      • Karina diz:

        Ola Paty, adorei que está dividindo conosco sua experiencia que para muitos seria ruim, e poderia seguir o mesmo caminho errado, já que o que parece que quem vai coisa errada nunca tem punição.
        Aqui no meu trabalho já vi várias coisas erradas e contei para o diretor, porém faz vista grossa, prefere falar que o funcionário é ótimo de serviço e nunca viu essa atitude nele, claro eles sempre fazem quando ele não está por perto. É para ficar revoltada, e essa pessoas que tem aumento ainda.
        Também gostaria de saber como proceder para pedir o aumento de salário.

        Bjos.

  • Liliane Bispos dos Santos diz:

    Bom dia Patricia!!!
    Nossa eu precisava compartilhar isso com vocês. Eu passei por uma situação semelhante no final de julho deste ano… e num sábado chuvoso quando eu estava numa livraria eu descobri o Bolsa Blindada e a demissão pareceu ter sido uma saída para eu quitar a maior parte da dívida que eu tinha. Agora estou sem dinheiro mas também não tenho mais dívidas e ainda estou aproveitando o seguro desemprego que é meu por direito enquanto aproveito o tempo para melhorar meu inglês e ajudar minha cunhada a cuidar do meu sobrinho. O melhor de tudo: não preciso mais acordar de madrugada e passar o dia com pessoas corruptas e mal caráter. Sei que tem um bom emprego esperando por mim e não vai demorar muito. 😉

  • Ana Karolina diz:

    As vezes somos tão ingênuas que não vemos os erros, e quando vemos, tomadas do nosso senso de justiça queremos que providencias sejam tomadas, mais infelizmente as vezes somos prejudicadas por sermos honestas.

  • Gislaine Tavares diz:

    É revoltante mesmo, mas fazer o que né,o que nos resta é confiar em Deus fazer justiça.

  • Elisangela diz:

    Ai Patricia, isso eh realmente péssimo.

    Uma das licoes maravilhosas que meus pais me ensinou foi: so queira aquilo que for seu. E desde entao eu nunca esqueci dessas palavras.
    Hoje eu trabalho num cargo de confiança na empresa, mexo com o dinheiro que nao eh meu, extratos bancários, pagamentos, transferencias e acredito que essa confiança que eu passo eh graças a essa bela lição que meus pais me passaram desde muito pequena.
    Acredito também que “um dia a casa cai”, entao se eles ainda nao caíram, um dia essa sujerada toda sera descoberta.
    Bjus e adoro suas publicoes, so ainda nao comprei seu livro, mas aquela planilhinha de controle que vc passou no inicio do ano, sigo ela arrisca agora, nem uso mais minha agendinha rsrsrs.

  • Cristiane Nestor de Almeida diz:

    Gosto do blog, amei o BB1 e já adquirir o BB2 na pré venda, mas artigos com duas partes me deixam numa ansiedade para saber o final…na fé, Cris Nestor/BH.

  • Claudia Cirino Rodrigues diz:

    Bom dia, Patricia

    Comecei a ler o seu post hoje, então voltei aqui li primeiro este e agora vou ler o de hoje né pra entender a ideia real do seu pensamento, e refletir para minha vida e aprender com ele com certeza. Quando o errado parece certo.

  • Thais diz:

    Estou passando exatamente por isso, trabalho em um departamento que ninguem olha na minha cara, fazem bulling comigo, quando estou falando algo, pelas minhas costas alguém fica imitando um animal, fazem fofocas, inventam historias, fazem de tudo pra que eu saia da empresa e mais cedo ou mais tarde vou acabar saindo, tudo isso porque eles apesar do horário de entrada ser as 9:00 sem flexibilidade, eles entram as 11:00, 12:00 porque uns batem os cartões dos outros, ouvem musicas no ultimo volume e quando meu chefe entra na sala desligam o radio na hora, ou seja, fazem de tudo pra me infernizarem e se fazem de santos para o chefe, quando fui sequer comentar o que faziam comigo meu chefe ainda disse que era mentira, nem sei mais o que fazer ou pra quem falar,o próprio chefe do departamento pessoal não faz nada, um ambiente de trabalho totalmente hostil…..

    • Patrícia Lages diz:

      Oi, Thais. Vc tem direitos como funcionária e direitos como pessoa, faça-os valer. Se vc está sendo hostilizada, há leis que lhe garantem uma convivência digna. Busque seus direitos. Bjs

  • Aline Besteti diz:

    Olá Patricia!
    Acompanho seu blog há algum tempo e estou “devorando” o seu livro Bolsa Blindada.
    Senti um grande bem estar lendo este texto, pois você fez a coisa mais correta a se fazer e, mesmo assim, “sobrou” para você. Pessoas assim, como nós, que gostam das coisas certas, muitas vezes são consideradas idiotas pela sociedade. A gente costuma ouvir muito por aí: “-Você é boba? Faz o seu e o resto que se dane. Caindo meu pagamento no fim do mês tá ótimo.” Quantas vezes já ouvi isso por aí.
    Bom, sempre aprendo e me alegro muito ao ler seus textos. Me identifico com a sua maneira correta de ser e agir.
    Obrigada por dividir suas experiências com a gente. Bjos! 🙂

    • Patrícia Lages diz:

      Obrigada, Aline! Bjs

  • Karina diz:

    Olá li seu livro Bolsa Blindada em dois dias e achei muito bom, mudou muito minha visão em vários aspectos, agora vi que tem o 2 e já já vou providenciar um pra mim. Sobre o post, com certeza foi o melhor a ser feito, pois se você continuasse lá e sabendo de tudo seria cúmplice deles, e mesmo que ninguém visse ou soubesse, nossa consciência limpa e nossa fé inabalada é o melhor salário..
    bjs

  • Vânia Maria Gabriel de Souza diz:

    Puxa vida, Patrícia!
    Até nas aparentes tragédias é possível tirar excelentes lições!
    Obrigada!
    Beijos

  • joselene lima diz:

    Nossa,que injustiça héim?

  • Elaine diz:

    Olha

    Me identifiquei, não foi uma historia igual a essa sua mas trabalho com contabilidade e fui demitida, por querer ser justa! eu tinha que escolher ou eu andava com eles ou contra eles, falei com Deus e recebi minha demissão no mês seguinte hoje estou num emprego que é honesto 🙂

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*


Carreira Profissional

Cartão de Crédito

Investimentos

Pagamento de Dívidas

Faça uma busca no site:

Acompanhe também a Bolsa
Blindada nas redes sociais:


Receba todas nossas novidades!

Livros Bolsa Blindada:

Desenvolvido por: