Não são poucos os casos de familiares que têm abusado financeiramente de um ou outro membro da família que se vê sobrecarregado por ter de se responsabilizar pelo sustento de todos. O que fazer para não ser abusado?

carteira_cropResolvi gravar em áudio o post de hoje para explicar bem de que se trata o abuso financeiro e citar alguns casos que tenho recebido. Além disso, dou a minha opinião sobre como sair da situação e deixo meu convite para que todas as pessoas que estão enfrentando qualquer tipo de violência entrem em contato com o Projeto Raabe. Não deixe de ouvir (são 20 minutos) e de enviar a todas as pessoas que necessitam.

Uma dica: para não mandar diretamente para alguém que esteja precisando, mas que possa se ofender com a sua intervenção, compartilhe no seu Facebook, Twitter ou Instagram, assim essa pessoa vai acabar vendo de uma forma indireta e talvez se abra com você!

Screen Shot 2016-03-14 at 13.00.38

Para quem deseja entrar em contato com o Projeto Raabe basta clicar aqui ou mandar seu e-mail para [email protected] Lembrando que o sigilo é absoluto.

mixcloud_1

 

 

 

 

00Para ouvir a mensagem, clique aqui.

E para não perder nada aqui do blog…

{} Subscription_form

Nos vemos!

Jornalista, especialista em finanças e autora de 5 best-selleres. Colunista do portal R7 e apresentadora do JR Dinheiro, no Jornal da Record.

  • Muito bom. Adorei o áudio. É isso mesmo. Quando marido diz q não pode pagar conta pq salário está comprometido com sabe lá o q, a gente se sente na obrigação de pagar e ele se aproveita disso. Não enfrentamos p nao brigar. E passa a ser rotina todo mês. As vezes a única conta q ele pagava q era p plano de saúde da nossa filha eu pagava. Nunca questionei p ele p q fazia com dinheiro. Mas no fundo eu sabia q era com ele, com vícios e lazer dele. E por ganhar menos q eu, achava q era minha obrigacao pagar. A depressão quando chegou tb ajudou com os remédios caros q as vezes eu mesma pagava. Tudo isso resultado de um não planejamento financeiro dos dois. Quando separamos ele disse (q eu achei o cúmulo ja q ele nunca anotou gastos, mas hj fico rindo): é, agora vão ser dois pescados (ele e a amante de 18 anos ) colocando tudo na Ponta do lápis. Ainda saiu de casa tb me dando fica de diminuir valor da TV a cabo de eu ameaçasse a TV de sair. Calhorda! Ainda bem q me livrei disso e agora separada me sinto livre de dizer NÃO Quando o irmão dele (outro q suga ) pedir algo. Mas só digam pq a gente deixa. E minha energia preocupada com a depressão dele juntamente com meu dinheiro eram drenados q eu não gastava um centavo comigo. Chegou a ponto de eu dar meu cartão antes de descobrir a traição, o ele comprar jogo de todas p o carro dele q fui eu q paguei tb kkjj. Hj percebi como fui cega. Como fiz tudo p esse homem. Não fui mulher. Fui mãe. Mas aprendi a lição. Nunca mais deixar alguém fazer isso comigo. Primeiro eu, segundo eu, terceiro minha filha. Pq se eu não tiver bem ela pequena tb não estará. Chega de ser boazinha com os outros! Isso so faz mal. Temos q aprender a dizer não é nos organizar com o parceiro de modo a não nos prejudicar. ??

  • Nossa Paty…
    Você explicando melhor sobre esse tipo de abuso, eu pude perceber que já sofri com isso quando era mais nova.
    Desde os 15 anos eu trabalho, e com 16 fui morar com meu pai. Morando com ele eu tinha as responsabilidades (financeiras) da casa, mas era quase tudo…
    Eu pagava net, Tv, Telefone (na época era separados), conta de água e muitas vezes luz… O que sobrava? NADA
    Mas como achava que, como eu morava na casa do meu pai, era minha obrigação pagar.
    Hoje entendo que era sim minha obrigação ajudar, mas não bancar a casa que tinha apenas 3 pessoas morando nela …
    Obrigada pelas explicações 🙂 deveria ter você na minha vida naquela época kkkkkk

  • Olá Paty tudo bem! Espero que sim?. Paty eu estou com uma revenda de biquinis e quero investir em modelos com a parte de trás maior como americano, sei que aqui no Brasil a cultura é outra mais acredito que nem todo mundo gosta, gostaria de saber se você gostaria de ver o produto e quem sabe ajudar na divulgação de algo muito bonito elegante e discreto. Super beijo e obrigada

  • Muito bom o áudio , mas um aprendizado, Deus continue te abençoando para nós ensinar como solucionar os problemas do dia a dia. Beijos. ..

  • Olá dna Patricia, eu sofro desse abuso indiretamente, porque moro com meus avós que são aposentados, e eu trabalho. Mas também mora um tio junto conosco e ele não consegue trabalhar porque sofreu um acidente e quebrou a perna, ele trabalha fazendo bico aqui e ali. Então, ele já tem o nome sujo, e sempre faz empréstimo em vários bancos, mas não consegue pagar, e quem acaba pagando as dividas dele é meus avós, e além de pedir dinheiro emprestado de várias pessoa inclusive de mim. Ele não se sustenta e não ajuda a pagar nenhuma conta, fica dormindo o dia inteiro etc… e ainda sustenta a mulher dele! Mas ele não mede suas consequencias e não para de gastar e comprar coisas que ele nem consegue pagar.
    E não somente isso, ele faz ameaças, briga, fica bravo se alguém não ajudar ele! Eu não emprestei mais dinheiro pra ele, então ele diz que não presto, me faz sentir como seu eu fosse ruim..
    Mas meus avós aceitam tudo isso, e não querem que eu fale nada, porque ele é filho deles.

    • Eu creio que vc não deve falar na da mesmo, aliás, quanto menos se envolver melhor. E continue não emprestando seu dinheiro, vc tem motivos para não fazer isso, então não se sinta mal! Bj

  • Gostei muito, meu problema é minha mãe e meu padrasto, eles sempre pedem dinheiro emprestado e não pagam, por que acham que por que eu moro com eles tenho a obrigação de ter pra ajudar e quando não tenho eles fica indiferentes comigo sabe? Me tratam com frieza e nem me sinto a vontade, mas meu padrasto trabalha e sempre pede dinheiro não entendo como pode, uma época eles ficaram desempregado, e tipo eu dava dinheiro como sempre dei mensalmente, e ainda fazia compras de casa até água eu já paguei pq eles deixam atrasar 3 contas, mas sempre vão. Club de piscina q são sócios, e sempre tem algo novo, reformaram a casa e queriam meu cartão eu não emprestei usaram da minha a vó e até hj não pagaram, e são da igreja dizem q uma HR Deus vai abençoar e tudo vai dar certo sabe? Eu não consigo entender como pode não se tocar, meu padrasto liga até pro meu noivo pedindo dinheiro, mas devolver q é bom raramente acontece, eu ajudo em casa e ainda tenho q ficar dando dinheiro a parte pq se não eles nem olham na minha cara. E detalhe eu mal fico em casa trabalho 14h por dia todos os dias pois abri algo próprio com meu noivo, aí quando pedem dinheiro e eu digo q não tenho eles pedem da loja nossa eu fico com um ódio, mas claro que digo não. Mas me irrita sabe, ela ( minha mãe ) não trabalha por que e sem vergonha se formou em pedagogia e nem assim quer trabalhar meu padrasto trabalha e sempre faz bico por fora de reforma e pintura e mesmo assim nunca tem um p…. Me revolta muito viver lá com eles

    • Entendo totalmente a sua frustração e o que eu faria no seu lugar seria limitar uma ajuda mensal e mais nada. Tenha uma conversa séria e estabeleça um valor para ajudar, já que vc mora lá e eles fazem questão. E deixe claro que não vai contribuir com mais nada, pois vc precisa construir a sua vida. Se vc está noiva, entendo que deseja se casar e, para isso, vai precisar de dinheiro, não é mesmo? Beijos

  • cresci ouvindo minha mãe dizer que quando completássemos 18 anos (meus irmãos e eu ) ela pararia de trabalhar .Cresci com a responsabilidade de tirar minha mãe do aluguel.Sempre dei a maior parte do meu salário em casa,as vezes dava tudo e nunca sobrava nada para mim,passei em um concurso e então se intensificou a responsabilidade de tirar minha mãe do aluguel, sempre ela fazia planos com meu salário (uma parte pagar uma casa para ela e a outra pagar uma faculdade boa para meu irmão )então conheci um rapaz e começamos a planejar casamento mas eu me sentia culpada de casar e deixá-la no aluguel,meu namorado concordou Em eu após casada ficar dando parte do meu salário em casa mas eu não aguentava a culpa e o remorso de ver minha mãe orando em voz alta pedindo a casa dela, me jogando indiretas a todo instante.Meu namorado e eu tentamos financiar nosso ap mas eu não prossegui pois não aguentei o remorso da minha mãe dizendo q estava idosa e não tinha a casa dela (idosa com 46 anos ), então além do meu emprego comecei a fazer vendas online e ficava madrugadas acordada arrumando anúncios ,vendo produtos , comecei a confeccionar e vender PersonalizDos em Eva tbm e assim consegui guardar dinheiro,além disso fui comprando as coisas do meu casamento aos pouquinhos,me abri com minha mãe e no final das contas dei todo o meu dinheiro para ela rsrs estou há poucos meses de completar 30 anos e não tenho nada na vida,nem casar eu consegui ,minha nomeação está prestes a sair mas metade do meu salário já está comprometido com o ap da minha mãe q conseguimos comprar.Minha mãe está há anos desempregada e sempre me conta casos de fulano ou ciclano q disse q a mãe não precisa mais trabalhar… eu choro sem ngm ver , choro nas madrugadas.As vezes jogo umas indiretas de maneira sútil para não magoar mas ela se sente humilhada.As vezes digo q me sinto triste pois já vou fazer 30 anos e não consegui me casar e ter minha família pra ver se ela se toca mas ela diz q tudo é no tempo certo.

    • Olha, Tattiane, ninguém tem obrigação de realizar os sonhos dos outros. A sua mãe descobriu o seu ponto fraco e vai dominar a sua vida se vc permitir. Eu vou completar 48 anos e vou atrás dos meus sonhos. Vá atrás dos seus e esqueça esse sentimento de remorso. Isso vai acabar com vc…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *