Sabia que uma brasileira inventou o escorredor de arroz? Muito legal, né? Mas, mais legal ainda é saber de onde saiu a ideia. Confira!

 

O ano era 1959. Dona Therezinha, uma cirurgiã-dentista nascida no interior de São Paulo, estava cansada de chegar em casa e ver que sua empregada, mais uma vez, havia entupido a pia com arroz…

Tantos anos estudando para aprender, entre outras coisas, a extrair dentes, dona Therezinha teve que usar sua técnica para extrair arroz do ralo antes que seu encanamento fosse para o brejo…

TherezinhaMas, dona Therezinha estava cansada de reclamar (lembra do Desafio #13?). Ela queria resolver! Então, botou a cabecinha para funcionar e chegou à conclusão de que, usando uma peneira, o arroz não cairia da bacia. Mas, como usar uma bacia e uma peneira de uma só vez era complicado, surgiu a ideia de juntar as duas coisas.

E foi assim que a doutora formada em Odontologia pela USP, criou o escorredor de arroz. Seu marido, um engenheiro, a ajudou montando um protótipo que foi apresentado na época a uma fábrica de brinquedos, a Trol.

Vendo o potencial do produto, a Trol começou a produzi-lo e, em 1962, lançou o lava-arroz na Feira de Utilidades Domésticas. Foi um sucesso! Dona Therezinha, além de se livrar de uma conta altíssima com o encanador, ainda aumentou o orçamento familiar com o percentual que ganhava sobre as vendas do produto.

Ideias surgem quando estamos dispostos a mudar aquilo que nos incomoda e não apenas ficarmos reclamando. Os problemas e as necessidades podem ser grandes fontes de inspiração, basta estarmos atentas e dispostas a tomar uma atitude para mudá-los.

 

Gianne_TLSMeus recadinhos!

Procurando o livro Bolsa Blindada? Aproveite e pesquise aqui os melhores preços.

Curta a nossa página no Facebook clicando aqui!

Você sabia que nós temos uma coluna na revista The Love School? Corra na banca e peça a sua!

Nos vemos!

 

 

 

Jornalista especialista em finanças, autora do best-seller Bolsa Blindada, colunista do programa Mulheres, TV Gazeta e youtuber.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *