Veja neste post as medidas que o governador João Dória, do Estado de São Paulo está tomando para socorrer os paulistas durante a pandemia de cononavírus.

Medidas do governador João Dória para auxiliar os paulistas

Primeiramente quero me desculpar com você que é leitora assídua e sempre recebe uma palavra de ânimo e de reflexões positivas.

Mas a situação que estamos enfrentando no momento é fora do comum e temos de ficar atentas.

Há uma guerra POLÍTICA acontecendo neste momento onde os mais prejudicados somos nós, o povo.

E, dentre nós, os que mais vão sofrer são as pessoas mais pobres.

Aliás, todo político “ama” os pobres e se elege por força deles (porque são MUITOS) prometendo trabalhar por eles.

Mas tanto eu quanto você sabemos que basta subirem ao poder para esquecerem de todas as promessas.

Porém, parece que João Dória conseguiu ir mais além.

Então, vamos ver o que o governador do Estado está fazendo para socorrer o paulista a quem diz tanto amar.

Mas, antes, atenção: este texto contém sarcasmo e ironia.

João Dória está tão preocupado com os paulistas que tomou as seguintes medidas:

 

IPVA: NÃO haverá prorrogação de pagamento, descontos ou qualquer ajuda que seja por conta da pandemia.

Ora, quem tem carro é rico e tem dinheiro para pagar o imposto, não é mesmo?

A única “ajuda” que o governo vai dar são 90 dias de prazo para protestar quem não pagar em dia.

Em vez de protestar na hora, vai protestar depois de 90 dias. Se isso não lhe traz nenhum alívio, paciência…

 

Conta de luz: NÃO terá redução de ICMS.

As pessoas estão em casa, gastando mais energia, então, que paguem!

A Aneel determinou que os estados não podem cortar o serviço de quem não pagar a conta, então o governo terá que obedecer…

Mas o imposto que o governo do estado cobra de nós todos NÃO será reduzido.

 

Conta de água: NÃO terá redução de ICMS!

Mas tem que aumentar o uso para lavar as mãos porque esse é um governo limpinho, né?

Lavar as mãos ajuda a manter o coronavírus longe e, de quebra, ajuda o governo a aumentar a arrecadação do ICMS.

 

 

Combustíveis: sobre isso o governador foi enfático e disse:

“Estados não têm espaço fiscal para reduzir ICMS de combustíveis”.

(Fala citada em publicação da Agência Brasil em 05/04/2020).

Em outras palavras: o estado precisa desse dinheiro, não podemos ficar sem.

E quem pode ficar sem dinheiro? Ah, o povo! O povo pode ficar sem dinheiro sim. Estão acostumados a se virar.

 

Comércio: o governador decretou lockdown, fechamento absoluto do comércio, com exceção de alguns poucos considerados essenciais.

Ninguém pode faturar 1 centavo, mas irá arcar com 100% do ICMS porque não haverá redução alguma.

Essa medida me lembra muito a atitude do faraó em relação ao povo hebreu:

“Vocês não receberão mais palha, mas terão de continuar produzindo a mesma quantidade de tijolos todos os dias”.

 

Novamente a única “ajuda” a quem não recolher o ICMS será não protestar agora, deixando para protestar daqui 90 dias.

Você saberá a data exata que seu nome irá a protesto, não se preocupe com nada!

A ajuda aos empresários veio apenas do governo federal que prorrogou em 6 meses o pagamento do Simples, sem protestos nem multas.

 

 

Telefonia celular: adivinhe se haverá redução de ICMS nesse serviço?

Não! Não haverá. Está surpresa? A essa altura acho que não…

 

Ajuda para pagamento de salário dos funcionários de empresas privadas: Nenhuma. Zero.

Nem redução de encargos. Nada.

As empresas, quer sejam pequenas ou micro, terão de pagar os salários ainda que não tenham faturado 1 real.

A ajuda será a de sempre: nada!

Mas empresário é rico, né gente?

Quem tem uma empresa é porque explora as pessoas, então tem que pagar mesmo!

A medida incrível que o governo propõe aos empresários é que eles peguem um empréstimo com alguns bancos para continuarem pagando suas contas.

Se vai ter juros? Claro, né gente? Alguém empresta dinheiro a troco de nada?

 

Salários do alto escalão dos funcionários do governo: NÃO será diminuído em um centavo sequer.

O estado precisa de muitas coisas, principalmente na área da saúde, mas isso não é motivo para mexer nos supersalários.

Ora gente, uma coisa não tem nada a ver com a outra, né?

Aliás, sobre salários, tem mais uma coisinha que quero que você saiba.

Veja na imagem abaixo quanto ganha um garçom comum em São Paulo (pesquisa feita no Google, qualquer um pode acessar):

 

Mas você sabe quanto ganha um garçom na Assembleia Legislativa de São Paulo?

Provavelmente você não sabe, pois os salários dos servidores, apesar de estarem publicados neste link, não dizem quais são as funções de cada funcionário.

Se você lesse a linha abaixo (que copiei do relatório dos salários), não saberia, por exemplo, o que o Sr. Antonio Loureidinho faz.

Você verá o nome, o salário bruto, o líquido e os descontos:

 

Bem, o Sr. Antonio Loureidinho é garçom.

O salário bruto foi de R$ 15.576,96 em fevereiro de 2020.

Mas, puxa vida… Ele tem R$ 3.885,10 de descontos e recebe R$ 11.691,86 líquidos!

Ele recebe apenas 10 vezes mais que um garçom comum.

 

Viu só como  governo precisa do ICMS de todos nós? Sejamos compreensivos!

 

Parabéns, João Dória!

Nas eleições presidenciais não vamos esquecer de tudo o que você está fazendo por nós. Fique tranquilo!

 

 

Jornalista, especialista em finanças e autora de 5 best-selleres. Colunista do portal R7 e apresentadora do JR Dinheiro, no Jornal da Record.

  • To chocada! tem um Faraó aí em São Paulo também hein!!!

    Para as próximas eleições olhos bem abertos!!!

  • Ninguém aguenta mais esse Doria usando o corona vírus para aparecer o tempo todo na tv e fazer campanha!!!!!!

  • Olá Patricia,

    Realmente é revoltante.
    Na França tivemos muita ajuda, no geral guardamos 84% do salário líquido, dependendo da sua Convenção coletiva até 100% para alguns
    As empresas, principalmente as pequenas, foram as mais ajudadas, faturas de água, luz, aluguer, créditos podem esperar, cotizações sociais podem não ser pagas pelo momento, e aqueles que perderam pelo menos 50% das receitas podem ter uma ajuda até 1500€.
    As pessoas mais pobres vão receber ajuda para pagar a electricidade ( foi a empresa de electricidade mesmo que decidiu, não o estado).
    Para os que não podem trabalhar de casa por causa dos filhos, têm direito a um subsídio social de 50% do salário, assim como as pessoas consideradas de risco.
    Sei que alguém terá que pagar essa fatura mais tarde… Mas já é uma ajuda.

    Claro que eles não vou receber um salário mais baixo… (Os políticos) , mas estou aprendendo a valorizar o que tenho…
    Beijos e força

  • Esse Dória tinha que estar numa camisa de força, com esparadrapo na boca preso numa jaula….só isso que tenho pra dizer sobre esse miserável.

  • Adoreiiiiiiiii! Você foi incrível neste post. Quem tem ouvidos ouça e veja o que esse “ser” está fazendo com o povo. Uma lástima! Que Deus livre essa nação desses abutres!

  • Gente sugiro vocês darem uma olhada do porque ele está “armando” esse circo todo do corona vírus. Os estados estão quebrados por sua má administração e o governo federal terá que ajudá-los, por isso o Senhor Faraó está jogando sujo, para que o governo federal arrombe os cofres e pague o valor de 180 bilhões. Pouco né? Pois e , acontece que o governo só tem 93 bilhões para ajudar, sabe de quem vai sair os outros 93? Isso mesmo! Do povo! Dos alienados e ignorantes. Já passou da hora do povo cobrar esse Canalha . Ele está abusando do poder, tramando nas costas do povo, traindo seus eleitores. Sabe porquê? Por que nunca teve tanto Poder de destruir!

  • Paty, só fazendo uma ressalva ao texto. As empresas poderão suspender os contratos de trabalho e não vão pagar os trabalhadores que recebem até um salário mínimo, pois quem pagará integralmente o salário nesses casos será o governo.

    • Quem vai bancar isso é o Governo Federal e não o governo do Estado de São Paulo. Por aqui vão ter que se virar para pagar porque a ajuda que veio de João “Trabalhador” Dória foi essa que eu disse: nenhuma…

  • Dei risada na parte do Faraó kkk, to rindo mas é de nervoso rs, Parabéns Doria me lembrarei de você com louvor quando se candidatar a presidente!

  • Patrícia, já te admirava pelos vídeos e ensinamentos sempre tão sábios e que nos ajudam muito. Depois deste texto minha admiração triplicou. Só fico triste em ver que muita gente ainda está do lado errado e não enxerga. Boa sorte e DEUS Abençoe grandemente. Bjk

    • Sempre haverá discordâncias, mas temos que saber escolher o lado de quem faz algo com boa intenção, o que obviamente não é o cado do governador de SP. Mas vamos em frente, lembrando bem de tudo isso para as próximas eleições presidenciais. Ele está de olho nas eleições, não é? Pois nós tb estamos!

  • Curioso é que ninguém comenta sobre o perdão das dívidas dos bancos e grandes empresas que devem para a previdência…
    Para que este artigo seja imparcial, é necessário que você também fale dos demais Estados, pois você também tem seguidores no restante do país e as ações efetivas de cada deles. Vale também ressaltar que a pec da morte estrangulou os recursos para a saúde e os cortes das bolsas de pesquisa também contribuem para este cenário desolador.
    Seria interessante, ao invés de atacar o garçom , colocar também as pensões de filhas solteiras de militares ( tem atriz famosa que recebe), bem como auxílio moradia e outras regalias deo alto escalão do judiciário.

    • Amiga, se eu fosse colocar tudo precisaria escrever em 3 volumes. O meu texto não é imparcial, ele é totalmente contra essas medidas do governo de SP. Não ataquei o garçom, simplesmente republiquei (pois é publicado todo mês) o que ele recebe de salário (e que é absurdo). Então, se um garçom ganha isso, imagine o restante. Esse é o ponto de mencionar um garçom.
      Não tenho como falar de todos os estados. É aqui que eu moro e sinto na pele o que está acontecendo e o que este político está fazendo (e levando outros governadores a fazer como se já fosse presidente) não ia jamais passar sem este registro.

  • Estamos de olho! Isso não pode passar em branco nas próximas eleições! Cada ida à urna é uma limpa que precisa ser feita, todas as vezes.

    PS: e a sua lojinha, tá funcionando? Estou retomando a ideia de ter uma biblioteca e me arrependi amargamente de ter me desfeito dos meus livros para só ler no kindle. Um detox radical que me arrependi de ter feito. Então, estou recomprando os livros, aos poucos.

  • Amei seu post, e cá entre nós, a ironia com a qual você explanou o assunto me fez rir, acabou quebrando um pouco da tensão, não pelo covid-19 em si, mas pelo oportunismo escancarado do atual governador do nosso querido São Paulo… na maior cara de concreto (já que para a cara de pau existe o óleo de peroba). Dias melhores virão quanto a este caos, mas lembrarei desse “Pinóquio” nas próximas eleições. Seria mais aceitável que ele continuasse atuando como “Gasparzinho”, acho que ficaria menos feio!
    Parabéns pelo seu trabalho, Paty, sempre me ajuda muito.

  • Patrícia Lages vc tem se mostrado uma pessoa maravilhosa, sabia em seus posts. Fico feliz por uma amiga ter me dado um dos seus livros, adorei, e então comecei a segui-la, aprendo sempre. As vezes me sinto tão decepcionada e fraca com estes “ arbustres” que preciso me beliscar para saber se é verdade. Se arrependimento matasse estava morta por ter botado neste indivíduo que só pensa no poder, e não mede esforços para alcançar. Enfim, hoje e sexta feira, vou orar para Deus livrar o nosso país e o nosso Estado destes “ pragas” quanto a vc, continuou assim, parabéns.

  • Aqui no Rio de Janeiro também está essa guerra política. Moro há 180 km de distância da capital e trabalho lá, porém desde o dia 20 de março estou sem ir trabalhar, pois o Governador proibiu a circulação de ônibus entre os demais municípios e a Região Metropolitana, da qual o Rio faz parte. Sou funcionária pública e tenho compromisso com meu trabalho. Trabalho num hospital (ou seja área da saúde/serviço essencial), ou seja, devia estar indo trabalhar, mas não tenho transporte. Esse mês recebi meu pagamento integral, mas por não estar trabalhando desde o dia 20, sei que meu salário de maio sofrerá descontos. E não porque não quero ir trabalhar, mas por conta de uma decisão absurda do Governador. É querer proteger o povo? Piada né. Político nunca se preocupou tanto com a saúde do povo como agora. Estranho… Viu que o povo ficou desesperado por conta da pandemia e viram uma oportunidade de ganhar a confiança e tirar proveito (e dinheiro) da situação.
    Acho que os Governadores do Rio e de São Paulo estão querendo mostrar quem restringe mais, já que quando um toma uma decisão logo vai o outro e restringe algo mais. Só sei que chega a dar pena do comércio aqui da minha cidade, que é turística. Aqui a maioria do comércio é de pequeno porte. Outro dia entrei na padaria e escutei um senhor falando que teria de demitir 8 funcionários. O que será dessa gente? Como esse povo vai se levantar depois? O Governador aqui do Rio também só fala da ajuda que tem que vir do Governo Federal (e a gente imagina muito bem pra onde vai acabar indo esse dinheiro né), mas quando foi questionado se o Estado disse que tem como se manter, se tem dinheiro em caixa respondeu “temos que levantar isso, mas temos para abril, para maio, a arrecadação desse ano e do ano passado foi boa…” Esse ano mal começou e a arrecadação foi boa? Precisa da ajuda do Governo Federal mas tem dinheiro pra se manter? Esses políticos não prestam atenção nas incoerências que falam. Se você escuta 5 minutos de entrevista vê eles se enrolando nas próprias palavras.
    Enfim, desculpe o desabafo. Não estou muito preocupada com a minha situação, pois com você aprendi a fazer minha reserva de emergência. Espero que o povo durante e depois dessa crise possam aprender que a vida é incerta e que o Governo quando quer se dar bem, sacrifica o povo sem dó nem piedade.
    Ah, sem querer fazer alarmismo. Só acho que isso não acabou não. Toda essa dinheirama que está escoando por aí, estamos pagando as contas por agora e ainda pagaremos depois, mesmo não tendo desconto no ICMS e tudo mais.

  • Boa noite !
    Excelente texto!
    Mas que nunca, precisamos falar de política . Porque o que está acontecendo é politicagem. Dória, quer se promover com o corona vírus , para as eleições de 2022 !! Ele não está pensando na saúde do povo. Porque se ele tivesse mesmo preocupado , tinha suspendido o carnaval . Mas claro que não! Porque o carnaval rendeu para o estado de SP quase 4 bilhões , cerca de 15 milhões de pessoas estiveram aqui no carnaval . De forma nenhuma ele parou o carnaval, agora ele quer que ficamos presas dentro de casa sem poder trabalhar. Mas ele não vai dar nenhuma ajuda para nós ficamos em casa .
    Que se aparecer, e dizer que ele é um bom moço .
    Mas eu não vou esquecer desse faraó . Eu não vou esquecer ! Minha memória não é curta…
    Paty , um dia você comentou de falar sobre política aqui no blog para quem tivesse interesse. Caso você possa , faz isso. Agente precisa entender muito política .
    Esse texto maravilhoso.. Para mostrar que não somos bobas e estamos alerta para o que está acontecendo!
    Bjs 😘💕

    • Política é um assunto que ninguém quer discutir, a maioria diz que não gosta e nem quer ouvir falar. Mas são em momentos como esse que vemos quanto poder um político tem. Ele pode tirar nossa liberdade, invadir fábrica, confiscar produtos etc. É aí que vemos que precisamos entender esse “jogo” e escolher muito bem quem vamos colocar no poder.

  • Olá Patrícia,

    Li o seu texto e os comentários das leitoras. Você tem razão no fato de que ficamos desamparados e desamparadas.
    Contudo, precisamos ponderar alguns itens que são relevantes:
    a) quando a leitora cita a França temos que lembrar que a frança ocupa o papel da União Federal (fazendo um paralelo).
    O Estado de São Paulo seria uma província.
    b) a ajuda tem que vir da União para esses casos porque só a União pode emitir dinheiro ou emitir títulos para aumento da dívida pública. Os estados não têm como fazer tais emissões. Assim, neste momento de crise a União precisa entrar com o socorro porque ela apresenta as condições de emitir dinheiro ou títulos de dívidas. De outro norte, para os Estados da Federação não há essa possibilidade.
    Assim como na França a ajuda está partindo do Governo Francês e não das Províncias.

    Não obstante, vejo que o Governo João Dória tem cometido vários erros de gestão no tocante ao seu desalinhamento com a União neste momento de crise, embuído de pretensões políticas, o que é reprovável, por certo.

    • Oi, Lourdes
      Eu espero que a União não emita dinheiro porque, caso faça isso, teremos a volta da inflação e já sabemos o estrago que isso pode causar na economia de qualquer país, mais ainda no nosso onde as pessoas não sabem lidar bem com o dinheiro. Os estados estão quebrando a economia local, como vc menciona, por pretensões puramente políticas, não importando o que aconteça futuramente. Isso não só é reprovável como vai trazer uma enorme recessão.

  • Gostei bastante do texto Patrícia, acompanho seu blog a pouco tempo, espero aprender muito com vc a cada dia. Como uma leitora publicou, seria muito interessante também, além da gente entender de economia, entender de política também… Um forte abraço….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *