As fake news, ou notícias falsas, têm se alastrado mais do que nunca e você pode estar sendo usado para disseminar mentiras sem nem mesmo perceber. Confira o post!

Fake news, será que você faz parte?

Já abordamos o assunto aqui no blog diversas vezes, mas acabo sempre voltando a ele.

Isso porque vejo que a luta contra as fake news não pode parar.

Por mais que todo mundo saiba que estamos na era da mentira, as notícias falsas têm se espalhado em alta velocidade.

Mas, porquê?

Porque talvez você esteja ajudando nessa divulgação e nem se dá conta!

Veja se você já fez ou faz algumas dessas coisas:

  • Compartilha links sem ler
  • Compartilha imagens que não sabe se são reais ou  montagens
  • Compartilha assuntos que não domina, mas que vieram de pessoas que “devem saber” o que dizem
  • Compartilha o que um grupo do qual você faz parte pediu, sem saber muito bem do que se trata
  • Compartilha notícias sem verificar a data que foram escritas

 

Evite disseminar fake news

Quando você compartilha um link sem ler, você está dando um tiro no escuro.

Mesmo que tenha vindo de um amigo, parente ou alguém de confiança, esse link pode ser de uma fake news.

Isso porque seu amigo que postou pode ter feito o mesmo: recebeu de alguém e compartilhou sem checar.

E esse alguém pode ter feito o mesmo antes de mandar para o seu amigo.

E sabe-se lá quantas pessoas fizeram o mesmo antes dela?

Por isso, ainda que a sua melhora amiga tenha postado algo, VERIFIQUE.

Eu faço isso 10 entre 10 vezes e posso afirmar com todas as letras que quase todas as vezes tratam-se de notícias falsas.

Estou sempre avisando minhas amigas que o que elas estão compartilhando é falso e vejo que elas compartilharam sem checar.

Muitas delas apagaram depois do aviso, mas já haviam sido usadas para disseminar mentiras.

Hoje em dia, manipular imagens é muito fácil, por isso, não acredite em tudo o que seus olhos vêem.

Se tudo o que vemos fosse verdade, haveria unicórnios andando pelas ruas e sereias nadando pelos oceanos mundo afora.

Pode parecer real, mas muitas vezes não é.

E se você não domina um assunto, por que se meteria nele?

Por que você colocaria a si mesmo em uma saia justa?

Nem você, nem eu e nem ninguém tem a obrigação de saber de tudo.

Mas todos nós temos responsabilidade pelo que publicamos.

Então, não se arrisque!

 

Seja o “quebra-correntes”

Quem me conhece já sabe que qualquer corrente ou pedido de divulgação acaba em mim!

Não adianta pedir que eu divulgue algo incerto, que eu compartilhe o link X ou que eu repasse correntes.

Perda de tempo, quebro todas!

Não divulgo pedido de dinheiro para tratamento de crianças que não conheço e não tenho como checar se são verdadeiros.

Sei que muita gente compartilha para ficar de “consciência tranquila”, uma vez que “pode ser verdade”.

Porém, eu ficaria com a consciência muito mais pesada se descobrisse que ajudei uma quadrilha a tirar dinheiro das pessoas.

Não voto em quem não conheço para “ajudar” o trabalho de fulano crescer.

Se eu não conheço, não voto e muito menos peço votos.

Por que eu faria isso?

Será que é ajuda mesmo?

Então, amiga e amigo, seja o quebra-correntes e sua vida será mais tranquila. Acredite!

 

Tempo produtivo

Esse será o tema de amanhã aqui no blog.

Não perca! 🙂

 

Nos vemos!

 

Jornalista especialista em finanças, autora do best-seller Bolsa Blindada, colunista do programa Mulheres, TV Gazeta e youtuber.

  • kkkk adorei … sou super quebra correntes.,,,, apago vídeos sem abrir porque sei é perder tempo…. só não saiu de certos grupos porque são da família… amoooo seus posts..

  • OI Paty… eu também quebro as correntes e muitas vezes silencio as notificações de gente que usa meu número pra mandar o “Feliz Dia do Amigo” (pra mim é td dia!)… Se eu assistir um vídeo em 10 é muito…. Agora, de matar mesmo é a frase começar assim:

    O “ZAP” vai pagar X centavos pra cada mensagem compartilhada…

    Ai….

  • Quebra correntes!!! ah,ah,ah,ah….. mais uma pro time: “Eu”!
    Beijos

  • showw
    Pattricia vc como sempre nos mostrando o melhor passo pro sucesso!!
    diga não as face news

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *