Inconscientemente temos crenças que acabam nos limitando de alcançar nossos objetivos. Conheça algumas e detox nelas!

O que são crenças limitantes?

Basicamente são pensamentos negativos que passam a ser considerados verdades absolutas e que impedem as pessoas de progredir.

Mas a verdade é que, quando nascemos, nosso cérebro é como um livro em branco, ou seja, nós não trazemos em nossa natureza nenhuma crença limitante.

Os limites que passam a povoar a nossa cabeça vêm de fatores externos que, se não tomarmos cuidado, vão impedir nosso crescimento.

Essas crenças vêm basicamente de 3 fontes: família, sociedade e experiências pessoais.

Crenças familiares

São passadas dos pais ou familiares para os filhos, tanto por meio de palavras como de atitudes.

Pais que não têm tempo para os filhos estão transmitindo a informação de que eles não merecem ou que terão sempre de lutar pela atenção dos outros.

Familiares que comparam irmãos, primos, amigos, sempre diminuindo a pessoa comparada.

É o típico “você deveria ser inteligente como o seu primo”, “você deveria ser educada como a sua irmã”.

 

Crenças sociais

São as que vêm basicamente das imposições da mídia ou da sociedade.

Como o exemplo que citamos no post de ontem sobre a riqueza ser sempre encarada como produto de desonestidade.

Ou, ainda, de que só as pessoas bonitas têm chance na vida, só quem tem duas faculdades pode ser bem-sucedido etc.

 

Crenças por experiências pessoais

São as que nascem a partir de experiências de vida encaradas de forma negativa.

Quando, por exemplo, a criança vai mal em uma prova e já se acha um fracasso.

Ou quando uma pessoa perde o emprego e acredita que nunca vai se dar bem profissionalmente.

 

O perigo das crenças limitantes

Quando você crê em alguma coisa, passa a agir de acordo com ela ainda que inconscientemente.

Se você acha que vai fracassar por se basear em alguma crença que a sua família transmitiu, que a sociedade impôs ou por uma experiência negativa, vai limitar suas ações.

Por isso, quero deixar uma tarefa para você no detox de hoje.

Pare por alguns instantes e pense em todas as crenças limitantes que você tem.

Faça uma lista relacionando uma a uma e analise que tipo de crença é: familiar, social ou pessoal.

Exemplos de crenças limitantes:

  • Todo rico é ladrão
  • Nunca vou ser ninguém na vida
  • Sou desorganizado desde criança
  • Não tenho facilidade para aprender as coisas
  • Fiz muitas coisas ruins na vida e não mereço nada de bom
  • Sempre fui teimoso
  • Preciso de ajuda para tudo
  • Não tenho mais idade para isso
  • Não consigo ser pontual
  • Trabalho é sinônimo de sofrimento
  • É melhor pingar do que faltar
  • Não me dou bem com dinheiro

Depois que fizer a sua lista de crenças limitantes e classificá-las conforme o tipo, você deverá escrever exatamente o contrário.

Por exemplo:

  • Posso ser rico sem roubar e enganar
  • Vou ser alguém na vida
  • Vou ser organizado a partir de hoje
  • Vou me empenhar para aprender as coisas
  • Posso fazer coisas boas no presente e no futuro
  • Sempre fui teimoso, hoje sou persistente
  • Se preciso, peço ajuda, mas tenho minhas próprias capacidades
  • Idade é apenas um número
  • Vou me organizar para chegar sempre na hora
  • Posso me realizar através do meu trabalho
  • Vou ter muito e ajudar a quem precisa
  • Vou melhorar minha relação com o dinheiro

Por fim, você vai criar um plano de ação para agir segundo suas novas crenças.

E sempre que você se deparar com uma crença limitante – seja nova ou velha – não aceite!

Rebata com o pensamento contrário e aja sem se limitar.

Só os persistentes vencem!

Nos vemos amanhã para o penúltimo detox desta série de desafios.

Quem está tendo resultados positivos? Deixe seu comentário!

Jornalista especialista em finanças, autora do best-seller Bolsa Blindada, colunista do programa Mulheres, TV Gazeta e youtuber.

  • Sou uma pessoa que falo vou fazer mas nunca faço Não consigo chegar num objetivo .começo paro
    Pode me ajudar.

  • Olá Patrícia! Realmente é um exercício desde sempre e para sempre enfrentarmos nossas crenças limitantes. Por outro lado, é uma maneira de nos tornarmos mais resilientes.

    Bjs,
    Adimara

  • Esse dias, mesmo sem ler o post de hoje, acabei decidindo me organizar para chegar cedo nos lugares. E agora essa tarefinha, vai arrebentar. Pq decidi ser diferente😊😊😉 Obg Paty 😙

  • Essa questão de chegar atrasada é um problema recorrente, já tentei muito! Tenho três alarmes no celular, já mudei os toques,os horários, tento sempre “enganar “meu cérebro, funciona um dia, outro não, mas não desisti! Vou continuar tentando! Estou aproveitando as férias pra tentar aprender a dormir mais cedo, é muito difícil, mas sigo tentando.

  • Nossa me encaixei nas 3 categorias. Me identifiquei com muitas frases. Vou fazer o exercício agora mesmo.Obrigada Patrícia

  • bom dia!
    cada dia vai abrindo a minha visao, de coisas que vamos deixando passar despercebido e são estas que tanto nos faz mal.
    Poderia me dá dicas ou até tem posts relacionado a isso, de como melhorar minha relação com o dinheiro, por gentileza.
    obrigada e Deus á abençoe muito mais para darmos direção de uma organização melhor em nossas finanças.
    abraços.
    Elisangela

  • Boa tarde Patrícia muito bom suas dicas, fico super ansiosa para ler todas. Que benção em nossas vidas, e colocarmos em prática seremos pessoas melhores. com certeza tem me ajudado muito. Obrigada bjsssss.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *