Desafio da Prosperidade #28 – “Mais uma milha”

14/07/2014

Desafio da Prosperidade #28 – “Mais uma milha”

Sabe quando você se depara com algo e logo pensa: “TODO MUNDO deveria saber disso”? Pois bem, o desafio de…

Sabe quando você se depara com algo e logo pensa: “TODO MUNDO deveria saber disso”? Pois bem, o desafio de hoje é bem isso!

BRC_CrisVocês já sabem que de vez em quando uso alguns posts do Renato Cardoso aqui no blog e hoje um deles vai fazer parte do nosso Desafio. Como mencionei no início, quando li esse texto pensei logo que ele não poderia ficar de fora do nosso propósito de termos em 2014 o melhor ano da nossa vida. Veja se você não concorda!

O dono de uma padaria estava procurando por um rapaz para começar a trabalhar e lhe ajudar no dia a dia do negócio. Três rapazes se apresentaram para o teste: Edinho, Maurício e João Carlos. O teste era entregar um bolo confeitado em uma linda caixa para a Sra. Maria Torres na Rua dos Arqueiros, 789.

Edinho foi o primeiro a sair, mas no meio do caminho telefonou para a padaria para perguntar se o número era 798 ou 897. Uma hora depois, ele finalmente voltou com a caixa de bolo dizendo que tal número não existia.

Maurício foi próximo. Saiu e voltou logo, trazendo a caixa de bolo. Relatou que Rua dos Arqueiros, 789 era uma igreja, e que a Sra. Maria Torres morava na verdade no 789 B, mas recentemente havia se mudado.

Era a vez de João Carlos. Ele saiu e levou mais tempo do que os outros rapazes, mas voltou sem a caixa de bolo. João descobriu o mesmo que Maurício, mas não parou por aí. Perguntando aos vizinhos, conseguiu descobrir o novo endereço da Sra. Torres e foi até lá. A Sra. Torres disse a ele (como era de se esperar) que não havia feito nenhum pedido de bolo. Mas João Carlos desembrulhou a caixa, mostrou o delicioso bolo para ela, disse-lhe o preço e convenceu-a a aceitá-lo e pagar pela entrega.

Qual o rapaz que o dono da padaria empregou?

“Andar mais uma milha” é um dos Pensamentos mais conhecidos de Jesus.

“Se alguém te obrigar a andar uma milha, vai com ele duas”.

Mateus 5.41

Mesmo assim, por ser tão pouco praticado, dois mil anos depois ainda nos surpreendemos quando alguém excede nossas expectativas. A maioria das pessoas não quer andar nem uma milha, que dirá duas. Agora imagine as oportunidades que esse fato lhe traz se você começar a andar mais uma milha em tudo o que faz? (Rima não intencional, mas até que soou legal.) (Rima não intencional, de novo.)

Aplicação: Prometa menos, entregue mais.

E então, meninas? Não é demais? O desafio aqui é sermos “profissionais mais uma milha”. No seu trabalho, o que você acredita que possa fazer para “andar mais uma milha”? Pense e pratique!

EduK

E para finalizar, não se esqueçam de fazer a inscrição para o

CURSO BOLSA BLINDADA GRÁTIS.

Para fazer a sua reserva e garantir o seu lugar, clique AQUI:

Lembrando: o curso é GRATUITO assistindo ao vivo

Dias 16, 17 e 18, das 19h às 22h

Depois disso, quem quiser baixar terá 0 custo de R$ 161,85 à vista (ou 12 X R$ 13,49)

Nos vemos!

14 comentários

    ANDAR MAIS UMA MILHA NEM SEMPRE SIGNIFICA RESULTADOS RÁPIDOS, MAS NOS GARANTE UMA COLHEITA FRUTÍFERA SOBRE O QUE SEMEARMOS AO LONGO DO CAMINHO! AMEI A REFLEXÃO!!!

    Olá Patrícia! Hoje estou voltando ao trabalho e esse artigo veio muito “a calhar”. Pois me impulsionou a andar mais umas milhas neste novo semestre. Um abraço de agradecimento! ;*

    Olá Patricia fiz uma junção aos meus desafios poxa esta fluindo as minhas tarefas estou muito feliz em fazer parte da bolsa blindada veja como estou blindado :
    #24 pintei meu estabelecimento , entreguei para cada cliente um numero para um sorteio dia de beleza com cha da tarde com todas estou impactando
    #25 no balanço de minhas conquistas eliminei boa parte do estoque estava no nivel conservadora sendo agora é superavit , entrando como investidora.
    #26 estou fazendo o curso de E A D fies da faculdade nas ferias com foco
    #27 salmos 119…105….;(Lampada para os meus pés é a tua palavra e, luz para os meus caminhos ) ainda que querem frustar meus sonhos não perco tempo em olhar para as frustaçoes e fofocas, é orar com ação ( oração ) tenho foco , minha missão de glorificar Deus através do testemunho.
    #28 sim mais uma milha , vou pedir para trazer indicações para as clientes onde trabalho , as indicadas que solicitar 3 vezes dos meus serviços (manicure ou cabelo ) a que indicou ganha serviços escova ou pé e mão .

      Divando!!

    Já tinha lido esse post no blog do Renato e logo linkei a uma mensagem se não me engano o último post e áudio da “prosperidade de José do Egito”. Esse desafio me lembra muito do que a sra falou nesse áudio sobre proatividade. Andar mais uma milha é como ser uma pessoa proativa.
    Já fiz minha inscrição no curso do Eduk viu! rs Agora só aguardando as aulas da sra.
    Bjos!

      Tb me lembrei desse áudio

    Olá Patrícia, gostaria de tirar uma dúvida, não tem muito a ver com o post mas vou aproveitar esse espacinho.
    Trabalho numa empresa pública e aqui não diferentemente das outras, é extremamente desorganizado. Venho de uma empresa privada em que tudo era extremamente organizado e calculado, porque tempo é dinheiro e cada um sabia bem o que devia fazer, então situações como essas eram mole de se resolver. Mas aqui os chefes só se mexem se algo ruim acontecer e se a reclamação vier de cima ou de alguém do mesmo cargo. Normalmente resolvemos qualquer problema que ocorre, entre a própria equipe, e nem chega ao chefe. Eu acho que sempre devemos fazer mais, porém tem coisas que, na minha opinião, não deveríamos assumir pois não é de nossa responsabilidade. A maioria acha que temos que resolver todas as situações para não termos problemas com o chefe. Eu já acho que tem que haver um limite, a pressão que está em mim tinha que estar nele, ou pelo menos nos dois, não só em mim porque começou a sair da minha alçada.

    Situação: o computador que eu trabalho parou de funcionar e só temos mais um, mas esse computador não é adequado e é bem inferior ao outro, até por questões ergonômicas e eu teria que dividir no mesmo horário com outra pessoa. Embora eu tenha chamado a manutenção, até agora não resolveram, já tem 4 dias. No primeiro dia passei para meu chefe, olha, aconteceu isso, isso e isso, se eles resolverem hoje, não teremos problemas, se passar de hoje começaremos a ter problemas pois vai atrasar a entrega dos programas. Mas ele não coloca pressão nenhuma no pessoal responsável, eu que ligo para cobrar. Todo dia vou na sala dele para informar a situação e ele “Nada ainda?”
    A questão é, me lasco no outro computador, trabalho a mais para entregar tudo sem muito atraso e não ter problemas com as produções e espero até Deus-sabe-quando resolverem, e nesse caso meu chefe não terá problemas porque darei conta de tudo, ou deixo atrasar forçando-os a resolverem mais rápido, fazendo meu chefe colocar a mão na massa assumindo sua responsabilidade? Qual seria a atitude correta a tomar?

      Oi, Camille. Empresas públicas são um mundo a parte mesmo, infelizmente… Fica difícil de dar uma sugestão, pois eu nunca passei por isso, mas, se fosse comigo, eu deixaria atrasar sim. Não é o certo, mas já que é a única forma de fazê-lo se mexer…

        😉 Parei de trabalhar! rsrs Me disseram aqui também para colocar um terror pscicológico, rs, ir pessoalmente e pedir o nome da pessoa que está responsável em resolver o problema e dizer que vai enviar um email para todo mundo envolvido falando que “fulano ainda não deu previsão de solução e há risco do programa não ir ao ar” hahahaha métodos para empresa pública…

    Olá D. Patrícia …
    Eu Detesto desorganização…e tento fazer mais que duas milhas onde eu trabalho…
    Já Tirei ate dinheiro do meu bolso pra pagar funcionário…vc acredita?
    sou funcionária também,mas,vejo que a dona não tem comprometimento de acertar datas de nada…é de fornecedores,funcionários,qualquer item que seja relacionado a pagamentos. Até fala que vai pagar tal dia
    mas,não cumpre.Simplesmente fala que não entrou dinheiro pronto e acabou. É Difícil…mas,vou continuar fazendo a minha parte!

    Deus ABENÇOE …

      Oi, Vilma. Eu sei como é quando queremos que a cois ande. Mas se alguém ficar pagando as contas dela (como vc pagou um funcionário) ela nunca vai se preocupar em mudar. E se vc acha que isso pode prejudicar sua imagem (o fato de trabalhar com alguém assim), busque outra colocação. Tenho certeza de que o mercado está de braços abertos para pessoas que andam uma milha a mais! Bjs

    Ate já pensei em fazer isso D. Patrícia,mas tenho uma cartela de clientes muito grande junto com a Própria dona que por ventura
    é minha irmã…Trabalhamos no salão de beleza,sou depiladora e designer de sobrancelha.
    Gostaria muito que ela mudasse,mas,ela põe o empecilho que não tem grana,fluxo de caixa pra fazer como mando ela fazer…
    Daí fico nesse em passe.
    Amo seus posts…cada um deles arde dentro de mim…tenho aprendido mais e mais…
    Muito Obrigada!!!
    Deus Te Abençoe Sempre.

      Entendi. Ficar com as contas em atraso constantemente é muito ruim para a imagem do salão. Que tal vc se oferecer para cuidar das finanças? Ou, até mesmo, propor uma sociedade onde vc fique no controle financeiro? Quem sabe é uma oportunidade de vc crescer? Converse com ela, se coloque à disposição, mas não deixe de colocar as suas condições. Ela precisa de ajuda e de alguém de confiança, mas não de pessoas para passarem a mão na cabeça dela. Seja dura, se necessário, pois ela pode estar confortável com a ideia de que vc não vai deixá-la nunca. Entende o que quero dizer?? 😀

    Boenas!

    Perfeito 🙂

Gostou? Comente aqui!

Deixe um comentário




Outras notícias


Produtos




TV Patrícia Lages




Não perca nada. Seu dinheiro agradece!

Digite seu e-mail no campo abaixo para se
inscrever em nossa newsletter.

Shopping cart

0

No products in the cart.