Indecisa. Indefinida. Insegura. Inconstante. Essas são algumas características que definem as pessoas que nunca alcançarão o sucesso. Se você tem alguma delas, livre-se já!

A mensagem de hoje é curta e grossa. Se você é sensível, não leia!

Se você é indecisa e nunca sabe qual direção tomar, o mundo vai te empurrar para a esquerda ou para a direita, pois ele não para. Depois não reclame de estar num lugar onde não queria.

Se você é indefinida e não sabe o que quer, alguém decidirá por você. Depois não reclame que fica sempre com o resto.

Se você é insegura e está sempre pedindo a opinião dos outros para resolver suas questões, vai atrair um monte de aproveitadores. Depois não reclame que “a cigana te enganou”.

Se você é inconstante e está sempre voltando atrás no que faz ou no que diz, ninguém acreditará em você. Depois não reclame que nunca te dão uma chance.

Ou seja, o que você faz – ou não – refletirá no seu futuro. É a velha história: quem planta, colhe. Portanto, se você é assim, chegou a hora de tomar uma atitude.

  • DECIDA MUDAR
  • DEFINA O QUE QUER
  • ESTEJA SEGURA DE SI
  • FALOU? FAÇA!

É mais fácil falar do que fazer, mas você precisa sair dessa espiral e mudar sua vida agora. Não espere o amanhã, não espere por ninguém. Quem decide a sua vida é você. Não deixe esse poder de decisão nas mãos de quem quer que seja. Tome as rédeas da sua vida, pois sem isso, você não tem como prosperar. Nem com um milhão de desafios.

Nos vemos!

Jornalista especialista em finanças, autora do best-seller Bolsa Blindada, colunista do programa Mulheres, TV Gazeta e youtuber.

  • Olá Patricia, tá ligado temos que observarmos a nos mesmas e tomar atitude correta e partir para cima, um grande beijo amei esse post, obrigada.

  • Mensagem linda e forte. Concordo com tudo. Não sou da universal mas concordo com quase tudo que vocês falam e Deus. Que você tenha muita prosperidade na vida e que Deus te livre de tudo o que for ruim.

    Mil beijos

  • nossa infelizmente essa sou eu !mas eu vou mudar,pois sei que e preciso agimos assim no meu caso muitas vezes para agradar as pessoas,bjs amei

  • Patricia, seu post veio na hora certa, preciso decidir o que fazer!

    Em 6 meses me formo em Direito e estou super desgostosa… faço estágio na hora e não me vejo fazendo isso daqui há 10 anos.. mal remunerada, profissão ingrata.. Ao mesmo tempo, meu namorado que tem uma empresa me dá bastante liberdade e me apaixonei pelo empreendedorismo, minha cabeça está uma loucura! rs
    Enfim, preciso me decidir.. obrigada pelos ensinamentos!

  • É verdade…Precisamos Saber o Que Queremos,Se Não Fica Difícil Deus Poder Fazer Alguma Coisa.
    O Que Mais Me Corrói No Momento é saber Que Meu Nome Ta Restrito De Uma Tal Forma Que Eu Não Posso fazer Nada.
    E Me Privo De Ir á Luta Do Meu Próprio Negócio Em Questão Disso. Mas, Não Desisto,Pois Tenho Comprado Meus Acessórios
    para Minha sala. Ore Por Mim…Preciso De Muita Oração e De Um Verdadeiro Milagre.

    Deus Abençoe.

  • Falou e disse tudo!! A parte boa é que podemos mudar, se queremos, mas até que coloquemos em prática o que “decidimos” ainda não é decisão! Decisão exige atitude! To aprendendo 🙂

  • Oieeee Paty
    Essa mensagem falou muito comigo!!! … muito forte!
    Como Blindete de primeira vou ABANDONAR OS 4 “IN” agora mesmo!
    Eu ameeeeeei o post!!!
    Obrigada pelas dicas!
    beijinhos

  • é isso mesmo .eu to aprendendo a tirar as ideias da mente e praticar,um abraço.

  • Barbaridade tchê, bom demais ler isso!!! 🙂
    Abraço

    Dai.

  • Obrigada, é hora de mudar.. Vou fazer uma pergunta para a senhora. É erro eu querer fazer as organizações das minhas finanças com minha mãe, ela esta na mesma fé e no mesmo ritmo que eu ?

    • Oi, Bárbara. O melhor seria cada uma de vocês ter o seu próprio controle, mas vc pode agir como melhor lhe parecer! b js

  • Me desculpe pelos erros, é errado o certoo… e jáa passou da hora de mudar.
    😉

  • Parece que você está falando de mim.Me encontro assim neste momento,não sei o que fazer,pra onde ir,que decisão tomar,me encontro totalmente perdida e sem rumo.Tenho muitas ideias na cabeça pois queria trabalhar pra mim,trabalhar com artesanato.Que Deus me ajude.Obrigada por postar o meu retrato,para que eu levante e tente mesmo que dê errado.

  • Oi Paty, essa mensagem falou muito forte comigo, sempre trabalhei em escritório na área adm e financeira, mas nunca amei trabalhar com isso sabe, sempre fiz pq as pessoas me falavam que a área adm sempre tinha campo p trabalhar…,deve ser por esse motivo que eu nunca cresci profissionalmente dentro dessas empresas em que trabalhei, … me sinto um pouco perdida e frustrada, pois já estou com 35 anos e parece que não saio do lugar, ao mesmo tempo já pensei em abrir um negócio de depilação, estética, ou trabalhar como maquiadora que são coisas que eu gosto muito, mas ao mesmo tempo me acho velha p começar do zero…. será possível?
    Gostaria muito de uma opinião sua que é uma mulher inteligente, sábia e de Deus!
    Bjs

  • Eu tenho sido insegura, porque quero abrir uma gráfica mas meu marido não quer, fiz até o ponto na frente da nossa casa, mas não terminei, ele prefere colocar o carro no lugar. Então desde esse dia fiquei sem saber como agir, estou até sem vontade de abrir mais qualquer negócio. Às vezes penso em que não estou nem ligando para o que ele fala mas essa não é a realidade, continuo indecisa. Não quero mais trabalhar já estou me aposentando e quero mais é descansar e passear, viajar. É assim que eu estou.

    • Oi, Maria. O que eu te diria é que vcs precisam entrar num consenso. Ignorar o que ele diz não é a saída, vcs precisam se acertar, convergir os objetivos. Mas, por outro lado, vc diz que quer se aposentar, descansar, passear. Se vc abrir uma gráfica e realmente quiser ganhar dinheiro com ela, vai ter de fazer exatamente o contrário: trabalhar muito! pense bem no que vc quer antes de levar ao seu marido. bjs

  • Olá Paty, muito bom este post,foi um tapa com luva de pelica mesmo rs serve para mim por que falo q vou fazer vou mudar e fica so nas palavras, ta na hora de eu mudar de atitude mesmo.
    Bjs.

  • Não querendo abusar… Como escrevi acima gostaria muito que me respondesse minha dúvida… me sinto um pouco perdida e frustrada, pois já estou com 35 anos e parece que não saio do lugar, ao mesmo tempo já pensei em abrir um negócio de depilação, estética, ou trabalhar como maquiadora que são coisas que eu gosto muito, mas ao mesmo tempo me acho velha p começar do zero…. seria possível começar do zero e dar certo?

    Bjs

    • Oi, Valéria. Achei que tivesse respondido, desculpe! Querida, eu tenho 42 anos e lancei meu primeiro livro no ano passado, aos 41. Se você está se achando velha sendo 7 anos mais nova do que eu, então estou perdida!! hahahahaha… Vá na sua fé, faça o que tem vontade, o que ama. Estude, se prepare e vá sem medo, pois a idade não é problema para quem se sente jovem. Bola pra frente, vai arrebentar!! Bjs

  • Uau! É isso mesmo, já fui muito assim e só quebrei a cara! Quem vive assim, o círculo vicioso dos 4 “in”, anda em cículos, ou seja, se esforça e nunca sai do lugar, emprega força em coisa nenhuma. Amei, beijos.

  • Bom dia, Paty!!!
    Já tinha saudades de ler os teus posts 🙂
    Paty sai do trabalho porque estava tendo conflitos com algumas pessoas.
    Então pensei em fazer um curso de velas e pegar umas sandálias para revender pois são coisas que não vou precisar investir muito inicialmente.
    (pq gosto de bater perna e conversar com a mulherada rsrssrsrsrs)
    Gostaria muito muito que você me desse a sua opinião sobre o assunto.
    Beijos e mais uma vez obrigadinha pelas dicas são sempre de grande ajuda.

    • Se vc tem facilidade em vendas e gosta do contato com as pessoas, acho ótimo. Vai em frente e arrebenta!

  • Ui! Esta doeu. Mas eu precisava. Muitas vezes sou tudo isto junto. Não sei o que fazer e acabo não fazendo nada. Algumas vezes dependo de dinheiro para realizar algumas coisas, como cursos que quero e preciso fazer. Quero fazer minha pós em RH ( que vai me ajudar no trabalho que exerço hoje), mas também quero voltar a estudar idiomas (Inglês e Espanhol) e penso em fazer um cursinho para concurso público para ter uma salário melhor ( inclusive já saiu o edital da vaga que eu estava esperando). Mas não tenho dinheiro e tempo para fazer tudo. Estou pensando em fazer o cursinho preparatório já que a prova será em agosto. Depois faço a minha pós que é de 6 meses e depois os idiomas. Mas daí vem o dilema: Já estou com 36 anos e vai ficar mais difícil aprender um idioma conforme o tempo passar, preciso da pós para me especializar, e o concurso que eu estava esperando saiu o edital agora. O que fazer? Entende? Atualmente só poderia fazer o cursinho preparatório que é via web e custa menos. A pós é mais rápida mas a mensalidade é mais cara. E os idiomas sei que levará alguns anos para aprender. Eu e meu esposo estamos meio “apertados” e ele diz q não d´p/ fazer nada agora. Mas também não quero ficar parada vendo o tempo passar e continuar com a mesma “vidinha”, o mesmo salário não podendo ter uma vida melhor e realizar outros sonhos pois precisa-se de dinheiro. Estou certa em meus raciocínios? Preciso de ajuda. Bjs.

    • Sueli, seus raciocínios estão bagunçados! rs…rs… Vc quer fazer tudo e no fim, não faz nada. Vc tem que ser realista e pensar que é impossível fazer tudo. É necessário priorizar. Se vc quer prestar concurso, porque a pós em RH agora? Por que inglês e espanhol tudo de uma vez? Priorize o que vc quer. Ter 36 anos e dizer que já vai ficar mais difícil de aprender é quase absurdo. Eu tenho 42 e estou sempre estudando. Um idioma vc estuda a vida inteira e não alguns anos. Vc sabe tudo de Língua Portuguesa, por exemplo? Não se desespere, amiga. Calma! Respire fundo e veja o que quer fazer primeiro, por que quer fazer e se é possível fazer. Esquece essa bobagem de idade e de ter que esperar ter dinheiro pra fazer o que quer, OK? Bota a cabeça pra funcionar!!! rs…rs… Bjs

  • KKK Eu to igualzinha a Sueli, querendo tudo pq tenho 29 anos e me acho velhakkkkk, resultado estou ansiosa e travada acabo não fazendo nda, mas…. nada como uma pessoa iluminada para nos ajudar.
    Deus te abençoe Patricia!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *