Como aprender um novo idioma

Com a globalização, a necessidade de aprender novos idiomas aumenta a cada dia. Mas como fazer isso com a agenda lotada, a cabeça cheia de preocupações e pouco dinheiro? Confira o post!

idiomas

Recebo muitas perguntas como a da Yasmin Farias:

“Gostaria de saber como foi seu processo no aprendizado do inglês, pois para mim tem sido uma luta… E como você vem fazendo para manter ou melhorar?”

Vou contar rapidamente minha história com idiomas (atualmente falo três). Minha primeira viagem internacional foi em 1996 para Israel, mas fizemos uma escala nada agradável em Atenas, na Grécia (foto abaixo com cara de acabada depois de 11 horas de voo num avião da finada Vasp!).

img_0628_athenas

Ficamos horas e horas esperando o voo para Tel Aviv e, durante a espera, as autoridades e lojistas do aeroporto de Atenas deixaram bem claro que brasileiros não eram bem-vindos.

Na época eu tinha apenas aquele “inglês de escola” e não sabia uma palavra em grego (bem, grego eu não sei até hoje!)… Não consegui entender muito bem o que estava se passando, mas logo vi que não era nada bom. Um casal de brasileiros foi expulso de uma lanchonete e um lojista baixou a porta de seu comércio na cara de outros 4 ou 5 brasileiros.

Eles conversavam em grego e gesticulavam muito, mas nós não entendíamos nada. Até que uma senhora nos disse, em inglês, que eles achavam que não éramos “good people”. Fiquei tão revoltada com aquilo que tive vontade de falar um monte de coisas, mas havia um problema: eu não sabia dizer nada!

Chegando em Jerusalém fui tentar comprar um sapato, mas de cara percebi que não sabia dizer meu número, nem o tipo de calçado que queria… Uma vendedora falou algo em inglês, mas não entendi. Ela chamou outra que falou algo em francês, mas aí que eu não entendi nada mesmo! A terceira falou em espanhol e eu entendi mais ou menos.

Não consegui comprar nada, mas a revolta maior não foi sair sem o sapato, mas sim, ouvir a seguinte frase da vendedora:

“Eu vivo no oriente médio, há milhares de quilômetros de distância de qualquer país de língua espanhola, mas sei falar espanhol. E você que vive em um país cercado de vizinhos que falam espanhol não sabe? Que curioso!”

Curioso? Vergonhoso, isso sim! Fiquei tão envergonhada que decidi que falaria espanhol ainda naquele ano (viajei em fevereiro e, portanto, me dei dez meses de prazo). Eu também queria falar inglês, mas sabia que tentar aprender os dois idiomas ao mesmo tempo não daria certo. Por isso, desenvolvi uma estratégia e quero compartilhar com você que quer falar outras línguas:

  1. DECIDA APRENDER – falar outros idiomas não pode ser um sonho ou uma vontade, mas sim, uma decisão. Eu só consegui aprender porque estava decidida e foi isso que me fez estudar mesmo sem vontade, cansada ou desanimada. Lembrava da minha decisão e do prazo e estudava mesmo sem querer.
  2. TENHA FOCO – geralmente as pessoas que me escrevem dizem que desejam aprender inglês e espanhol, como se fosse um “combo”. São duas línguas diferentes e você precisa focar-se primeiro em uma. Vai levar tempo? Vai sim. Mas se você não focar em uma por achar que está perdendo tempo em não aprender a outra, vai acabar não aprendendo nenhuma (e o tempo vai passar do mesmo jeito!).
  3. ENTENDA QUE O PROCESSO É CONTÍNUO – você fala e escreve em português 100% corretamente? Não? Nem eu! Estamos sempre aprendendo e você tem de entender que isso se dará em todos os demais idiomas. Você nunca saberá tudo, muitas vezes cometerá erros, mas isso é normal. Idiomas são formas de comunicação e sua prioridade deve ser conseguir se comunicar. Depois disso vem o aperfeiçoamento da comunicação. Não queira ser o ás do inglês da noite para o dia, pois isso não vai acontecer!
  4. PRATIQUE – muita gente diz que não tem tempo para praticar, mas tem sim. Você assiste filmes americanos? Então assista em inglês e acompanhe as legendas em português para ir treinando o ouvido e conhecendo o som das palavras. Você ouve músicas em inglês? Busque as letras na internet, imprima e vá acompanhando. Minha irmã lia a Bíblia em espanhol e conferia depois em português e isso a ajudou muito quando foi transferida para a Argentina sem saber falar absolutamente nada. Em questão de poucos meses ela já se virava muito bem. Detalhe: ela nunca teve um professor de espanhol e teve de aprender sozinha. Hoje ela é tradutora e ninguém acredita que jamais fez um curso oficial.
  5. NÃO TENHA VERGONHA – há pessoas que entendem outro idioma quando escutam ou leem, mas morrem de vergonha de falar. Amiga, você só tem um jeito de aprender a falar: falando! Foi assim que você aprendeu português e é assim que vai aprender qualquer outra língua. Fale falando e fim de papo! Ou melhor, começo de papo! 😀

youtube_inscrever

Estamos sempre criando novos conteúdos para levar informações relevantes sobre vida financeira, carreira profissional e empreendedorismo.

Por isso, quero convidá-la a se inscrever no meu canal no YouTube e acompanhar os vídeos que posto semanalmente.

abre_comprasEsta semana estou dando dicas para parar de comprar coisas desnecessárias e você pode conferir clicando aqui.

Aproveite esse conteúdo superbacana que preparei especialmente para você!

 

E para não perder nada aqui do blog, cadastre-se!

Cadastre o seu e-mail agora!
Cadastre o seu e-mail abaixo e receba todas as nossas novidades!

Nos vemos!

 

Jornalista com atuação no Brasil, Inglaterra, Argentina e Israel. Autora do best seller Bolsa Blindada e palestrante na Universidade de Harvard.

  • Marcia diz:

    Olá, Você sabe de algum site em que é possivel aprender on line? Bjs

    • Patrícia Lages diz:

      Oi, Marcia. Sei de um aplicativo chamado Babel que parece ser bem legal! Beijos

      • Carol diz:

        Patricoa conheço tambem um otimo professor online chamado Mairo Vergara

    • Jéssica Bragança diz:

      Bom dia Márcia!
      Conheço o site Duolingo, ele é muito bacana!
      Segue o link: https://pt.duolingo.com/
      Abraços!

      • Marcia diz:

        Ok, muito obrigada.

  • Eliana diz:

    Belo texto, Patrícia! Um incentivo com causa, consequência e ação! Gostei muito!

    • Patrícia Lages diz:

      😀

  • Camille Lago diz:

    Oi Paty!!!

    Trabalhando nessa olimpíada com gringos (metade da equipe era gringa), me fez ver que entender bastante de inglês não adiantava muito na hora de falar, foi a primeira vez que tive que realmente falar inglês e foi uma confusão na minha cabeça entre o inglês e o português, esquecia várias coisas na hora que ia falar…uma loucura! Vi que falar é essencial, o único jeito de realmente aprender. E vencer a timidez é uma parte importante e difícil, a vergonha de falar errado é grande, apanhei bastante no início, resistia muito na hora de falar, até a hora que você fica sozinha com uma pessoa que não fala português e você é obrigado a se virar! 😂😂

    Meu inglês está muito melhor, perdi a vergonha de falar, e estou tentando inserir mais ainda o inglês no meu dia a dia. Troquei a língua do app do Facebook, porque é o que uso mais, estou assistindo seriados que gosto com legenda em inglês e preciso começar a ler livros em inglês para alcançar a fluência. Não quero mais ficar frustrada por não conseguir ter uma conversa simples com as pessoas!

    Beijos!

    • Patrícia Lages diz:

      Arrasou!

  • Vanessa Faraco (China) diz:

    Oi Paty linda!!
    Sempre ótimas dicas!!!
    Beijão 😘

  • Yasmin Farias da Silva Fernandes diz:

    Oieeee Paty!Fiquei muito feliz em ver que respondeu à minha dúvida! Tenho certeza que as suas dicas me ajudarão bastante. Atualmente estou focada no inglês, mas depois que estiver bem, quero aprender outras línguas (francês e espanhol). Parabéns e gratidão por tudo! 😀

  • Luciana Bodini diz:

    Eu conheço um app de celular que chama Duolingo. É grátis, já usei e gostei! Recomendo! 🙂

  • Vania Maria Gabriel de Souza diz:

    Olá, Paty!
    Fica a dica para quem já tem alguma noção de inglês, que é acessar o site da BBC de Londres (http://www.bbc.co.uk/learningenglish/english/course/lower-intermediate)…. mas se a amiga for “more than lower intermediate”… dá prá ir até o avançado! Beijos

  • Vanessa Aparecida do Santos Souza diz:

    Gostei das dicas… Depois de fazer a pós, vou me dedicar ao inglês. Está decidido!!! Amos seus posts. Beijos

  • Jeanine Machado Moraes diz:

    Olá Paty depois desse post com certeza vou fazer um curso, e isso de falta de tempo é mesmo falta de prioridades rs esse ano vou fazer um curso de inglês online mesmo, ano passado fiz de espanhol e gostei muito e me aperfeiçoei; suas palavras de meu um empurrão para seguir em frente. Agradecida beijos

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*


Carreira Profissional

Cartão de Crédito

Investimentos

Pagamento de Dívidas

Faça uma busca no site:

Acompanhe também a Bolsa
Blindada nas redes sociais:


Receba todas nossas novidades!

Livros Bolsa Blindada:

Desenvolvido por: