21 dias para crescer – Dica 21 – Ajudar ou prejudicar?

Socorrer aquela pessoa que sempre se mete em frias é ajudar ou prejudicar? Até onde devemos nos envolver com esse tipo de situação? Confira a post de hoje!

Screen Shot 2017-08-30 at 15.53.09 copy

As histórias se repetem e você certamente conhece alguma:

  • Filhos que vivem aprontando e pais que vivem tapando os buracos feitos por eles;
  • Colegas de trabalho que não dão uma dentro e chefes que vivem acobertando seus furos;
  • Maridos violentos (ou super folgados) e esposas que vivem envergonhadas, acobertando e defendendo o que fazem.
  • Esposas que torram dinheiro e maridos que vivem cobrindo seus estouros no cartão de crédito (e vice-versa).

Esses pais, chefes e esposas dos exemplos acima, agem dessa forma porque acreditam estarem ajudando pessoas que necessitam de auxílio. Geralmente não são má intencionadas, mas, mesmo assim, estão prejudicando ao invés de ajudar.

Veja o que diz o último Provérbio desta série de 21 dias para crescer:

“O homem de gênio difícil precisa do castigo; se você o poupar, terá que poupá-lo de novo.” – Provérbios 19:19

Quando você poupa alguém de colher os frutos do que plantou, ou seja, de sofrer os danos de seus atos, você está, na verdade, incentivando essa pessoa a repetir o seu erro.

Filhos de pais super protetores se tornam um peso para eles até o final da vida, pois são encorajados e correrem mais e mais perigos para serem mais e mais livrados. Colegas de trabalho que têm as “costas quentes” são um câncer numa empresa, pois são motivados a fazer cada vez mais bobagens para reafirmarem sua posição “acima do bem e do mal”. Maridos violentos se tornam machões de meia tigela, pois são incentivados a agredir mais e mais para se auto-afirmarem como “aqueles que mandam”.

Deixe que as pessoas ao seu redor sofram as consequências de seus atos, principalmente se forem filhos, pais, mães, maridos, esposas, irmãos etc. E não aceite mais ser manipuladas por esse tipo de pessoa, ainda que você os tenha ajudado a chegar no ponto em que chegaram. Quanto maior a sua ligação com essa pessoa, mais você deve colaborar para que ela assuma e enfrente o “castigo” de suas escolhas.

Mas se você preferir viver acudindo alguém que não toma jeito, prepare-se, pois vai ter que fazer isso muitas e muitas vezes.

Nos vemos!

Jornalista com atuação no Brasil, Inglaterra, Argentina e Israel. Autora do best seller Bolsa Blindada e palestrante na Universidade de Harvard.

  • Fernanda Maria Freitas de Souza diz:

    Super me identifiquei com o texto. Sempre ajudei uma pessoa muito próxima e me arrependo muito, pois isso custou-me muito caro (literalmente, caro). Mas, tudo mudou após assistir na Eduk os cursos “Saia do Vermelho” e “Bolsa Blindada” – que foram verdadeiros divisores de águas na minha vida. Confesso que continuo ajudando esta pessoa, mas a ajuda agora está dentro do orçamento e tem prazo para acabar. Obrigada Patrícia, seu trabalho – de fato – mudou minha vida nisto e em muitos outros pontos das minhas finanças.

  • Lidiane diz:

    …allttt essa foi pra mim ; agora já sei que caminho seguir , obrigado Paty por essa direção .Bjus ( No meu caso Chefe e funcionário )

  • CLAUDIANA DE SOUZA SILVA diz:

    Bom dia, muito obrigada pelas dicas preciosas, me ajudaram muito nesses 21 dias de Jejum de Daniel. Domingo abençoado para senhora! Abraço! 😘

  • Ysa diz:

    Bom dia Paty era exatamente eu que eu falei pra minha mãe hoje.Antes eu fazia isso hoje já não faço mais ,já tenho muitas lutas diárias para carregar pessoas sem responsabilidade e respeito com os outros chega desses abusos .

  • Sara diz:

    Excelente texto! Totalmente verdade, quanto mais você poupa os outros e não deixam eles colherem seus próprios frutos de suas ações, pior é, e vai virando uma bola de neve! Graças a Deus por eu não ter sido poupada e ter colhido o que eu plantei, pois através disso que melhorei como pessoa e caráter!

  • jaqueline diz:

    Nossa foi toda para mim esta postagem, fui casada 7 anos descobri que meu ex marido tinha uma filha… foi um baque mim hoje somos colegas mas tenho que me afasta dele para pois sei se eu fica com papo com ele não vai sentir o peso dos atos dele

  • Vânia Maria Gabriel de Souza diz:

    “para se auto-afirmarem como “aqueles que mandam”” – quando precisam declarar isso em alto e bom som é porque já perderam o respeito e a autoridade!

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*


Carreira Profissional

Cartão de Crédito

Investimentos

Pagamento de Dívidas

Faça uma busca no site:

Acompanhe também a Bolsa
Blindada nas redes sociais:


Receba todas nossas novidades!

Livros Bolsa Blindada:

Desenvolvido por: