Desafio Detox 13 – Eu, eu, eu…!

Você não engana ninguém, não rouba ninguém e, se não pode fazer o bem, mal também não faz. Ah, se todo mundo fosse igual a você!

aproveitarEu e minhas histórias… Não tenho culpa, são as pessoas que falam alto, contando suas vidas sem se importar com quem está ouvindo. Aliás, sem nem mesmo se importar se estão incomodando.

Estava eu em uma sala de espera super zen, quando uma senhora sai do consultório médico, fazendo todo barulho possível para atrair atenção. Além de acabar com a “zenzisse” do ambiente, promoveu esta conversa (num tom desnecessariamente alto), com a recepcionista:

  • “Ai, menina… Preciso dar um jeito na minha vida” – diz a paciente.
  • “Tenho visto que você anda triste mesmo, o que aconteceu?” – pergunta a recepcionista.
  • Em tom quase eufórico e até com um sorrisinho, a paciente diz: “Sério que você percebeu? Nossa! Você acha que eu estou mesmo com cara de triste?”
  • “Acho, das outras vezes você estava alegrinha, falando do namorado e tal…”
  • “Ai, tá vendo? Eu sou tãããããããooooo verdadeira que não consigo esconder a tristeza, por mais que eu queira… – diz a paciente olhando para a sala toda – Eu realmente sou muuuuuuuito verdadeira!” 
  • “O que houve?”
  • “Ah, o de sempre… Eu sou tãããããããooooo boa que todo mundo abusa de mim. Eu sou tãããããããooooo generosa que não sei dizer não. Aí as pessoas se aproveitam…”
  • “Seja boa, não boba!”
  • “Não consigo, sou boa demaaaaaais!”
  • “Isso não faz bem…”
  • “Não importa, desde que os outros fiquem bem. Eu sou muuuuuuuito generosa! Só penso nos outros, nunca em mim.”
  • “E seu namorado, tá tudo bem com vocês?”
  • “Que nada… Ele só se aproveita, mas eu o amo demaaaaaaais. Acho que tô até meio deprê, minha autoestima está lá embaixo…” 
  • “Você é tão bonita, não devia estar assim.”
  • “De que adianta? Meus filhos vão morar no exterior e eu vou ficar sozinha. Eu me dei taaaaaaanto pelos meus filhos, me anuleeeeeei 100% e agora isso!”
  • “Fique contente por eles e pense que você vai passar férias se hospedando de graça!”
  • “Ah, jamaaaaaaais vou dar esse trabalho. Eu sou tããããããããããão na minha que jamais iria querer nada dos meus filhos. Eles vão me deixar sozinha aqui nesse lixo de país, enquanto vão desfrutar do ensino que eeeeeeu dei pra eles. Mas estou suuuuper feliz, ainda que não veja retorno nenhum de tudo o que fiz… Quer dizer, mãe é mãe, né? Eu nuuuuuunca espero nada de ninguém.”
  • “Assim você se coloca para baixo mesmo.”
  • “Ah, é que eu sou responsável demaaaaaais. Não tem ninguém tããããããããão ‘assim’ quanto eu, sabe ‘assim’? Eu sei que vim para servir… ‘Alguém’ já sabia que eu seria boa demaaaaaaais para esse mundo, entende? “
  •  “A-ham…”
  • Pois é, eu sou assim… Boa demais, generosa demais, sincera demais, verdadeira demais e faço tuuuuuuudo pelos outros. Mas você pensa que as pessoas são como eu? Não! Ah, se as pessoas fizessem 10% do que eu faço… Mas as pessoas não são boas como eu. Fazer o quê? Só tem uma eu, né? Até a semana que vem!” 

Desequilíbrio gera desequilíbrio. A pessoa se acha tão boa, mas tão boa, que o resto do mundo jamais chegará aos seus pés. A pessoa é tão generosa, mas tão generosa, que não sobrou generosidade para mais ninguém no universo. Ela é tão cheia de si, que se sente vazia!

Veja que interessante essa passagem de Lucas 18:10-14:

“Dois homens subiram ao templo para orar; um era fariseu (religioso) e o outro, publicano (pecador). O fariseu, em pé, orava no íntimo: ‘Deus, eu te agradeço porque não sou como os outros homens: ladrões, corruptos, adúlteros; nem mesmo como este publicano. Jejuo duas vezes por semana e dou o dízimo de tudo quanto ganho’. Mas o publicano ficou à distância. Ele nem ousava olhar para o céu, mas batendo no peito, dizia: ‘Deus, tem misericórdia de mim, que sou pecador’. Eu (Jesus) digo que este homem (o pecador) foi para casa justificado diante de Deus. Pois quem se exalta será humilhado e quem se humilha será exaltado”.  

As leis da natureza sempre vão promover o equilíbrio, por isso, quem se exalta demais, será humilhado demais. É uma lei fixa, não tem para onde correr…

Por isso, o detox desta semana é para que cada uma de nós venhamos buscar equilíbrio. Você não é melhor nem pior, você acerta em algumas coisas e erra em outras. Ninguém é perfeito ou imperfeito demais.

Vasculhe o seu pensamento (e seu Facebook) e veja se não há nada de “fariseu” na sua vida. É melhor que a gente escolha um lugar modesto à mesa e que depois nos deem um melhor, do que tomarmos o melhor assento e sermos tirados e humilhados comendo em pé, com o prato na mão.

Nos vemos!

*Ilustração Fariseu e publicano de Nelson Geraldo Ferronatto

Jornalista com atuação no Brasil, Inglaterra, Argentina e Israel. Autora do best seller Bolsa Blindada e palestrante na Universidade de Harvard.

Categoria: Desafio, Espiritual
  • Vânia Maria Gabriel de Souza diz:

    Detoxxxx….ando tudo isso!

    Obrigada, amiga Paty!
    Beijos

  • sonia diz:

    É uma reflexão muito interessante. Valeu para mim.Obrigada.

  • Charlene diz:

    Bom dia Paty

    Como sempre um post maravilhoso… Ah, preciso te contar que fiquei muito feliz com uma coisa que aconteceu aqui na minha pequena cidade: Um amigo meu abriu uma loja de consultoria empresarial mesclada com uma pequena biblioteca (sim, agora a minha cidade tem uma biblioteca!!! obaaaaaa) e me perguntou se eu tinha alguma indicação de livros pra ele vender. Eu disse a ele que tinha gostado muito dos livros Bolsa Blindada 1 e 2, que estes livros tinham me ajudado de uma forma extraordinária. Semana passada passei lá na empresa dele e ele todo feliz dizendo que minhas indicações deram muito certo e ele não estava dando conta de encomendar os livros, que as clientes que tinham comprado o BB 1 todas voltaram e encomendaram o 2 também… Fiquei feliz porque o bem que estes livros me fizeram poderá agora ser estendido para outras pessoas daqui também. Bjs.

    • Patrícia Lages diz:

      Muito legal!!!!

  • Cidalia-Tunisia diz:

    Bom dia Patty,

    Obrigada .
    Devemos sempre nos ” pesar e medir”.
    Detox bem profundo Querida.

    Uma linda semana para todas as Blindettes…e Blindados

  • Tamires diz:

    Deus sempre nos mostra, através de Sua palavras ou até de um post como o de hoje, como devemos ser para agradá-Lo. Isso nos fará melhor como pessoa, e mais agradável à quem está ao nosso redor, por que uma pessoa que é cheia de sí não agrada ninguém, tão pouco a Deus. Temos sempre que vigiar, pois nosso instinto já nos leva a querer sermos melhor que outras pessoas, porém o que agrada a Deus é sermos humildes de coração. Vou praticar isso!!!

  • Elisangela diz:

    Obrigado Paty por brilhar em minha vida através do seu blog….. Uma reflexão a nosso respeito sempre é bem vinda rsrsrs ……

  • Ana Claudia diz:

    Bora pro Detox da semana!

  • Fernanda Tavares diz:

    Reflexão interessante, Deus é equilíbrio e ordem, e honra só para Ele, nós vivemos de misericórdia, “a humildade precede a honra”.
    bjo e uma ótima semana para você.

  • Steffanie diz:

    Demais Paty! Muito bom o post!

  • Daiana Schemes (Rio Grande do Sul) diz:

    Boenas Pati!!!

    Tiro o chapéu pra ti guria, falou tudo mesmo incrível amiga, esses desafios são completos mesmo, obrigada por sempre abrir os nossos olhos.

    Um baita abraço pra ti, e até mais.

  • Fabi Moura diz:

    Realmente, para refletir. Perfeito! Boa semana pra nós Paty 😀 :-*

  • Joana diz:

    E às vezes a gente tem atitudes até piores e não se dá conta =/

  • Jaqueline diz:

    Vamos de detox até na alma!

  • Dani Chagas diz:

    Detox abençoado! Falou em meu coração!

  • Dani diz:

    Muito legal❗️

  • Patricia diz:

    Essa historia parece fictícia de tão “vergonha alheia” que ela é rsrs. Mas sei que se a gente não orar e vigiar, nosso ego pode fazer igualzinho ou pior.
    Outro dia estava vendo umas filmagens do meu casamento, que foi uma cerimônia super simples aqui onde moro na Noruega. Apenas eu, meu esposo e mais 8 familiares dele. Eu fiquei com vergonha de mim e anotei o que queria mudar: 1) comia na mesa com uma postura corcunda, 2) gesticulava demais ao falar, 3) achei que falei MUITO de mim desnecessariamente. O fato é que nunca tinha percebido isso, apenas naquele vídeo me dei conta. Quis parar de assistir, fiquei com vergonha, mas resolvi tomar a decisão de mudar a partir daquele dia. Me vigiaria mais.

    A mulher da sua historia talvez não tenha se “percebido”, se tocado e por isso fala como fala. Uma lente externa enxerga o que muitas vezes a gente não vê. Até aquele programa do SBT ” Esquadrão da Moda”, quando mostra à participante suas filmagens, ela muitas vezes fica horrorizada porque não tinha consciência de tão inadequada que ela era.

    Que Deus nos ajude a manter a vigilância sobre nós mesmos 24h por dia. Até debaixo d´agua e na hora de dormir rs.

    beijo

    • Patrícia Lages diz:

      É verdade, quando a gente se vê “de fora” consegue ter uma noção real de quem somos. Vale sempre a análise, pois sempre temos algo que pode ser melhorado! Bjs.

  • Izabel Flor diz:

    Muito bom!!!! “Descobri” você hoje e já li umas 4 matérias!

    Replicando para as amigas……um abraço!

    • Patrícia Lages diz:

      Bem-vinda!

  • Debora - Houston, TX diz:

    Dna Paty!
    Quase não acreditei que isso foi um diálogo real! Meu Deus!
    Ó mundo precisa mais da Universal!!! Caramba, aprendemos tanto lá! :)) isso me faz reconhecer que realmente há muito que tenho recebido.
    Tenho orado ainda mais é determinado que minha vida possa realmente refletir o Senhor Jesus! E que em breve, mais e mais pessoas possam ter essa alegria de viver para Ele!!

    • Patrícia Lages diz:

      Nem a ficção seria tão sem-noção!!! rs…rs…

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*


Carreira Profissional

Cartão de Crédito

Investimentos

Pagamento de Dívidas

Faça uma busca no site:

Acompanhe também a Bolsa
Blindada nas redes sociais:


Receba todas nossas novidades!

Livros Bolsa Blindada:

Desenvolvido por: