Resiliência é uma palavra que está na boca de muita gente, mas na atitude de pouquíssimos. Será que você tem resiliência suficiente para desatolar a vida?

Resiliência, tenha ou perca

Primeiramente vamos ver o significado da palavra:

Resiliência é a capacidade de se recobrar facilmente ou se adaptar às mudanças

Agora que vimos o conceito, vamos analisar passo a passo.

Em que momento alguém tem de se recobrar?

Depois de perder algo, de ter sofrido um golpe, de enfrentar uma decepção.

Pois bem, quem não tiver essa característica vai acabar ficando com a vida atolada.

Isso porque perdas vêm para todos, assim como golpes, decepções, lutas etc.

Mas não se trata apenas de se recobrar, mas sim, de se recobrar facilmente.

Não basta se recuperar, é preciso fazer isso rápido.

Podem parecer palavras duras, mas você já ouviu muitas vezes que a vida é dura e, talvez, não tenha entendido ainda.

Talvez você reclame diante das injustiças.

Talvez você se deprima quando as pessoas não compreendem as suas dores.

Talvez queira desistir de tudo quando alguém ataca você gratuitamente.

Mas se você quer mesmo desatolar, tem de ir além de ter as contas em dia.

Quando você demora a se recompor depois de um revés, o mundo continua girando e alguém vai passar na sua frente.

Não estou dizendo que você deve passar na frente dos outros, mas sim, que não deve perder o seu lugar para os outros.

Você sabia que a maioria das pessoas não tem o que quer porque desiste?

Sim!

Não é porque outra pessoa tomou, mas porque ela mesma desistiu do que era para ser dela.

Falta resiliência, falta se recobrar rapidamente e falta se adaptar às mudanças.

Se você me segue aqui a mais tempo sabe que gosto muito de fazer as coisas com planejamento.

Porém, mesmo planejando não podemos achar que tudo vai acontecer como colocamos no papel.

Sempre haverá mudanças e quanto antes nos adaptarmos, melhor.

Por isso, se você quer mesmo desatolar, seja resiliente.

E para saber se você tem essa característica, espere o próximo revés, mudança ou golpe da vida.

Não há como desenvolver resiliência quando se navega em mar calmo.

Nos vemos!

Jornalista, especialista em finanças, autora de 5 best-selleres, colaboradora dos programas Mulheres (TV Gazeta) e Escola do Amor (Record TV). Colunista do portal R7 e youtuber.

  • Verdade! Teoricamente eu penso e quero recobrar, mas na prática ……demoro. Pois fico com o sentimento de frustração por ter que reagir assim, então tenho essa difículdade. Mas estou perseverante! Vou conseguir!!!!

  • Vou desenvolver a Resiliência em mim. É inteligente fazer isso. 😘😘❤️.

  • Oi Paty! Finalmente consegui assistir suas aulas e ler seus posts. Tinha que encontrar soluções justamente para as mudanças (não planejadas) que estão acontecendo e lutar contra a sensação de incompetência, frustração e desânimo. Ou seja… hoje, este post combinou exatamente TUDO sobre a minha vida. Estou colocando tudo no papel, mas achei interessante compartilhar contigo. Adoro mudar de lugar móveis e objetos na minha casa, mudar de visual… mas, pq tenho tanto problemas com mudanças? HOJE é que caiu a ficha: mudar o que desejamos e planejamos é uma delícia. O problema é lidar com as mudanças que não desejávamos ou não imaginávamos que aconteceriam… Vc não faz ideia (ou faz??) do quanto esse “cair de ficha” foi importante para mim! Muito obrigada por me dar mais essa ajuda! Bjos e até o próximo post!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *