Quando perdi o emprego – Parte 2 (final)

Continuando o post de ontem, hoje você conhecerá o desfecho dessa história!

Fiquei com muita raiva de ter sido ingênua e não ter tomado mais cuidado para resolver aquela questão. Mas a raiva maior era em relação à injustiça. Por mais que eu tivesse agido sem traçar uma estratégia mais segura para mim, eu sabia que estava certa em denunciar meu ex-chefe. Eu não esperava nenhum prêmio ou reconhecimento por ter feito denúncia, mas também não esperava ser demitida!

Busquei emprego na mesma área, mas foi muito difícil. Muita gente sabia o motivo real da minha demissão e ninguém queria contratar uma “língua solta”. Vi que o mundo corporativo não era não cor de rosa como eu pensava… De qualquer forma, eu acreditava no meu potencial e sabia que, cedo ou tarde, iria me recolocar.

Sem poder esperar pelo emprego ideal, aceitei trabalhar como secretária da diretoria de uma construtora de médio porte. O trabalho era bem fácil e as pessoas eram bacanas, mas o salário não era o que eu queria e aquela não era a minha área. Sabia que não permaneceria ali por muito tempo, então minha ideia era deixar a poeira baixar e tentar voltar para a comunicação.

Passados alguns meses vi no noticiário que toda a superintendência (da empresa de onde eu havia sido demitida) havia sido trocada. Foi descoberta uma grande fraude nas contas e todos os envolvidos foram imediatamente demitidos, entre eles, os dois que me demitiram. Fiquei contente por saber que foram pegos, mas continuei trabalhando na construtora normalmente.

Passado mais algum tempo, recebi uma chamada da  secretária da nova superintendência solicitando uma reunião comigo. Sem entender muito bem do que se tratava (e até pensando que pudessem achar que eu também estaria envolvida), fui assim mesmo. Eu não tinha nada a perder, além do que, poderia tentar salvar minha reputação e mostrar que eu não era apenas uma dedo-duro inconsequente.

Ao chegar lá, o superintendente me parabenizou por ter tido coragem de denunciar meu ex-chefe e se desculpou pela presidência ter permitido minha demissão sem ter me ouvido primeiro (na época eu tentei contar o meu lado da história, mas não havia conseguido).

Por fim, perguntou se eu aceitaria voltar para a empresa para trabalhar em um departamento maior e com mais responsabilidades (consequentemente, maior salário). Antes que as palavras sim ou não viessem à minha cabeça, o primeiro pensamento que veio foi: “a honestidade SEMPRE vale a pena”.

Voltei à empresa com o status de uma pessoa de confiança e, ao mesmo tempo, com mais experiência, tanto no mercado de trabalho como na vida em si. Então, amiga, ainda que agir com honestidade pareça a maior burrice do mundo, escolha seguir este caminho. Você pode até passar por desertos, mas no final, sempre vai valer a pena.

Nos vemos!

Jornalista com atuação no Brasil, Inglaterra, Argentina e Israel. Autora do best seller Bolsa Blindada e palestrante na Universidade de Harvard.

  • Carolina Nogueira diz:

    É maravilhoso quando a justiça é feita. Com certeza sempre vale a pena ser honesta.

  • Claudia Cirino Rodrigues diz:

    Bah arrebentou … na verdade ao começar a ler o seu post imaginei que essas pessoas iriam colher os maus frutos, porque o tempo mostra quem somos, e DEUS lhe honrou, por mais que na hora , quando o errado lhe parece certo.
    PARABÉNS que Deus a abençoe sempre. Obrigada por compartilhar suas experiências.

    • Monique Grimaldi diz:

      AMEI SABER DE MAIS UMA HISTÓRIA MARAVILHOSA. Você me incentiva todos os dias a lutar pelos meus ideais. bjs

  • Lívia Dias diz:

    Parabéns! A honestidade é uma grande qualidade!!! Beijos!!!

  • Delândia Silva diz:

    Bom Dia…
    Sem palavras…
    Beijos no seu coração !!!

  • Fernanda Xavier diz:

    Quem planta colhe, é isso aí.
    bjos bom dia

  • Alana Neves diz:

    Oi Patrícia, foi muito bom ouvir o teu relato. Quando li a primeira parte da história, havia acabado de chegar em casa após ter entregue o meu lugar em uma empresa que não estava me satisfazendo. Estava super arrasada por não ter recebido nada em minha recisão de trabalho, mas apesar disso, sei que fiz a coisa certa. Nesta empresa eu trabalhava operando o caixa e era muito comum ver colegas ‘roubarem’ clientes e fazer trambicagens. Um dia uma cliente me pagou R$ 100,00 a mais e, assim, que percebi o erro pedi ao gerente para localizá-lo e estornar o valor. Sempre trabalhei direitinho e busquei fazer o melhor. Mas confesso que me senti muito injustiçada por não ter recebido nada, mas eu creio que fiz o melhor ao sair daquele ambiente carregado de coisas ruins e péssimas condições de trabalho. Eu creio que Deus tem o melhor para e dar e Ele irá me honrar o quanto antes. Abraços!

  • Elisangela diz:

    Como eu disse no comentário da parte 1: Queira somente aquilo que eh seu! A gente nunca perde em ser honesto. Bjus

  • Maria Teresa - Obreira Cascais Portugal diz:

    Maravilhosa a sua história. Minh filha está a passar por um problema desses. De manhã houve uma confusão com ela e o chefe. Foram ambos levados ao Chefe maior, tudo parecia que estava a ficar do lado da minha filha. Depois do almoço desse mesmo dia, ela foi chamada e quase que obrigada a assinar uma carta de demissão e com uma recompensa. Não lhe deram oportunidade de se defender, nem de telefonar a ninguém para pedir ajuda. Resumindo, já lá vão 3 anos e ela não consegue emprego. Na sua área está a ser impossível e noutras áreas, acham que ela tem um Curriculum muito valioso para o cargo e não lhe dão oportunidade nenhuma.
    Mas eu creio que Deus é justo e fiel e ela será chamada para um cargo ainda maior, como lhe aconteceu a si.
    Obrigada por eu poder desabafar sobre este caso que me ttem trazido tristeza.
    Bjs. Sempre sua leitora assídua

  • alexandra galeazzi diz:

    Magnífico!! A verdade sempre prevalece!!!!

  • Nayane diz:

    Que história bacana, Patricia!
    Parabéns!!!

  • Carina Braz diz:

    Bom dia Patrícia!!

    Realmente o preço da honestidade vale uma recompensa de ouro. Deus é fiel, por mais que parece que demore mas a vitória vem na hora certa e no momento certo.

    Abraços.

    Carina Braz.

  • Pati Monteiro diz:

    Que exemplo hein Pati de honestidade!!!Arrebentou! bjs

  • Gislaine Tavares diz:

    Que história bacana, pode até demorar mas recompensa vem quando menos esperamos.

  • Viviane diz:

    Muito obrigada por seus conselhos Paty!
    bjs

  • Leda Gonçalves diz:

    Boa Tarde!

    È verdade Patricia também passei por essa situação em empresas que passei, e é muito dificil ver os desonestos se darem bem, mas sempre pensei como você que ser honesto e correto sempre vale a pena.

    Leda Goçalves
    São Paulo – SP

  • Karina diz:

    Ótimo desfecho,esperava uma “recompensa” boa mas nem tanto..rs
    Quando somos justos Deus que é a própria Justiça nos justifica!
    bjs

  • Marcia Germano diz:

    Tudo que plantamos, colhemos sejam coisas boas ou ruins. E lendo a história da senhora vejo como é bom plantar coisas boas, pois as colheitas vem acompanhada de justiças…honestidade sempre!!!

  • Vânia Maria Gabriel de Souza diz:

    Eu tinha certeza que boas novas viriam!!
    E você continua decolando, amiga!
    Parabéns e obrigada por ajudar tanto!
    Beijos

  • joselene lima diz:

    Muito bom! Deus É Fiel!

  • Erika Mello diz:

    Arrebentou RS…Temos que exalar a essência de Deus por onde vamos, e mostrar que nossas atitudes são diferentes das demais pessoas

  • Viviane Nunes Jacob diz:

    Muito bacana esse post, pois sempre passamos por situações, em que temos que escolher falar ou se omitir, as vezes por medo das consequências.

  • Catarina Lopes diz:

    Quão inspirador dona Patrícia! As suas experiências são inspiração e motivação para mim, o seu exemplo me faz uma estudante sonhadora, trabalhadora e motivada 😀 obrigado!

    • Patrícia Lages diz:

      🙂

  • Marcia Germano diz:

    Que desfecho maravilhoso, pais a justiça prevaleceu.

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*


Carreira Profissional

Cartão de Crédito

Investimentos

Pagamento de Dívidas

Faça uma busca no site:

Acompanhe também a Bolsa
Blindada nas redes sociais:


Receba todas nossas novidades!

Livros Bolsa Blindada:

Desenvolvido por: