Aqui no blog recebo sempre sugestões de conteúdo – e eu agradeço SEMPRE todas elas. Mas a pergunta hoje é para você: o que você pode fazer?

O que você pode fazer, faça

Primeiramente quero agradecer a todos os leitores que investem parte de seu tempo mandando sugestões de conteúdo para nós.

Isso ajuda – e MUITO – o desenvolvimento do nosso trabalho, portanto: continuem!

Mas o que quero destacar hoje é a forma como algumas pessoas encaram a si mesmas no que se refere ao seu potencial.

 

 

Há pessoas que escrevem coisas como:

“Se eu tivesse um blog como o seu falaria disso e disso”.

“Se alguém fosse ler o que eu escrevo, eu falaria sobre isso e aquilo”.

Percebe como as pessoas se subestimam ao achar que apenas os outros podem fazer algo, mas elas não?

Saiba que, se hoje esse blog existe, é porque nove anos atrás eu investi em criá-lo do zero, sem saber se teria um leitor sequer.

As coisas geralmente não começam grandes, mesmo para quem tem muito dinheiro (o que não era o meu caso).

Assim  como você, eu também não sei o que vai acontecer no futuro.

Porém, o que eu fiz nove anos atrás foi implementar uma ideia na qual eu acreditava.

Se alguém ia ler, se eu ia gastar dinheiro à toa, se seria criticada, ridicularizada etc., eu não tinha como saber e nem como controlar.

Então, eu fiz o que eu podia fazer. Ponto.

E a pergunta de hoje para você é: o que você pode fazer diante das coisas que você quer que sejam diferentes?

 

Você pode, desde que queira

Quando você vir que há algo que deveria ser diferente do que é, analise o que você pode fazer – e não o que o outro deveria fazer.

É claro que, se você tem acesso a alguém que pode ajudar nessa tarefa, ótimo!

Sugira, dê dicas, envie links e, com isso, você já estará ajudando.

Porém, não espere apenas que os outros façam.

Não se julgue incapaz de fazer as coisas para mudar o que precisa ser mudado, pois todo mundo  que faz algo novo começa do nada.

É o que eu sempre digo:

“Se cada um varrer a sua calçada, a rua inteira ficará limpa!”

 

Nos vemos!

 

Confira o post anterior clicando aqui.

 

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

 

Jornalista, especialista em finanças e autora de 5 best-selleres. Colunista do portal R7 e apresentadora do JR Dinheiro, no Jornal da Record.

  • Só quero agradecer seus posts são inspiradores

  • Diva amei esse texto e tem tudo haver com uma ideia que tive ano passado, mas que só ontem coloquei em prática e deu certo.

    Depois te envio um e-mail porque tem haver com o seu canal no YouTube.

    Grande abraço.

  • Obrigada, Patricia,pelo incentivo!

    Confesso que às vezes me sinto insegura para fazer algumas coisas que eu gosto e que poderia acrescentar na vida do outro. Além da timidez, temo críticas e não sei se saberei lidar com elas.

    Um abraço!

  • Olá Patrícia, bom dia! Excelente abordagem do post de hoje trazendo essa frase “ Se cada um varrer a sua calçada, a rua inteira ficará limpa!”. Não sei se é verdade, dizem que nos EUA, há pessoas que, quando um trecho da rua na qual moram, precisa de algum tipo de reparo ou manutenção, ao invés de esperar que o gestor da cidade ou da área o faça, elas se reúnem e fazem ou providenciam o conserto por elas mesmas! Pegando esse “gancho” do post de hoje, aqui em casa, sempre digo para minha família que, por exemplo, se cada um fizer uma tarefa doméstica, seja lavar a louça, aspirar o pó, guardar as roupas lavadas, manter a arrumação da casa diariamente, todos se beneficiam e não sobrecarrega uns aos outros. Bem, na prática isso “funciona” na maioria das vezes (rs…rs…). Registro que pensava não ser capaz de escrever qualquer tipo de comentário, tanto no Blog quanto no YouTube, para expressar minha opinião, o que tenho feito com regularidade e, procuro dedicar atenção para fazer os meus comentários de forma educada e respeitosa. Estou amando acompanhar os posts do Bolsa Blindada, pois traz dicas valiosas para o nosso crescimento pessoal, abordagens relevantes, conteúdos variados e informações interessantes. Estou “treinando” para criar um blog e chamar de “meu” também (rs…rs…). Obrigada pela oportunidade. Abraços!

  • Boa tarde querida! As vezes falta só um incentivo, mas é através desse seu trabalho e de mts outros que muitas pessoas criam coragem e começam a fazer. Um abraço! Um ótimo Domingo p vc e td família. Hj estou com visitas em casa (sogro e sogra), ñ vou conseguir estar no Clube da Leitura. 🤗🤩

  • Finalmente, criei o meu LinkedIn. E estava vendo como criar um blog. Tava me confundindo com esse negócio de voltar para as redes sociais. Não é isso o que eu quero. Quero um .com.br para chamar de meu. Me animei com seu post sobre os leitores do blog. O Google continua forte, é onde as pessoas perguntam coisas e não nas redes do Mark Zuckerberg. Aliás, grandes grifes estão deletando suas contas nas redes. Sinal dos tempos.

    • Muita gente que não tem nada a dizer está gritando alto, logo, quem tem conteúdo e propósito, não deve se calar!

  • Que post maravilhoso =)))!

    Sou tímida, sentia vergonha de responder a qualquer coisa, apenas pelo fato de colocar a minha opinião e de certa forma achar que não tinha nada a ver ….. muitas vezes sabia sobre e não sentia segura de opinar !!! Porém tenho evoluído muito e cá estou respondendo a quase todos os seus post, meu Deus !!!!
    O ano passado, estava correndo na rua (adoooro), para mim é uma terapia, as idéias clareiam =)))!

    O ano passado em uma das minhas corridas matinais, me veio a idéia de montar um grupo onde eu pudesse dar dicas de organização, dicas simples que pudesse ajudar as amigas, e para minha surpresa, foi um sucesso, todas adoram e até depoimentos de que se tornaram uma pessoa mais organizada \o/, é gratificante, confesso =)), pois o intuito de criar foi apenas de compartilhar aquilo que faço tranquilamente …. e em Abril fará um ano!

    É isso, as vezes é só seguir a intuição, ouvir a voz do coração e ir…. \o/.

    E obrigada, a cada post, é uma lição, agradeço imensamente!

  • Oi Patrícia é verdade. Todos nós somos capazes de fazer algo diferente, mas o que precisamos é sair da zona de conforto e ir em busca no que é novo, sei que realmente coisas novas nos assustam, mas se nós não tomarmos nenhuma atitude nada em nossa vida mudará. Eu me sentia muito insegura em algumas coisas, mas hoje percebo que posso muito mais do que imagino, já fiz muitas coisas que jamais imaginava fazer, sei que posso ir muito além. Agora resolvi entrar na área virtual, criei um canal no you tube, confesso que no início pensei que ninguém fosse assistir meus vídeos, mas hoje em dia já tenho inscritos que são fiéis, que me acompanha sempre no meu canal, e mais, já fiz até amizades através da plataforma youtube, isso é ótimo né kkkk. Sei que tenho muito a trabalhar para que o canal cresça, não é fácil, mas é algo que quero investir, pois sei que para ter sucesso é preciso dedicação e muito trabalho.

  • Boa noite querida
    Quando a pessoa identifica as suas prioridades, fica mais fácil conseguir delegar as tarefas do dia a dia.
    Reconheço que sou uma pessoa tímida e por isso me sinto sozinha ; aprendir na raça a fazer um pouco de cada coisa a ser realizada.
    Seus posts são maravilhosos e tenho aprendido bastante.
    Tenha uma boa noite⭐🌟

  • Olá Patrícia!
    Obrigada pelos seus textos, são inspiradores e tem me ajudado muito.
    Realmente nenhum projeto começa grande e as vezes tudo que precisamos fazer é acreditar para colocar os nossos planos em prática. Aquele que não teme a rejeição e se lança com fé e coragem em executar suas ideias com certeza mais cedo ou mais tarde será bem sucedido.

  • “Se cada um varrer a sua calçada, a rua inteira ficará limpa!”
    Esta sua citação, Patrícia, diz muito a respeito de uma outra: “o exemplo arrasta!”
    A escola que me formei em 2020 é organizada e o papel dos monitores sempre me atraía…. desde o início gerei expectativa em desempenhar esse trabalho (lembrando que enquanto aluna não me era permitido fazer porque afinal, cada um no seu quadrado,rsrs).
    Porém, como o próprio regulamento reza, como aluna eu seria observada além da sala de aula.
    Hoje, tenho a grata satisfação de estar entre os monitores. Semana passada, numa reunião, vários colegas mencionaram o “Mauro”, cujo serviço de vários anos como monitor, serviu de exemplo para nós, também, querermos trabalhar com “EXCELÊNCIA”.
    Assim, não é minha praia ser blogueira (lembro do seu início na página do “Casamento Blindado”), mas, seguindo o seu exemplo e também o exemplo do “Mauro”, é que eu cheguei até aqui!
    Muito obrigada,

    • É fazer parte da minoria, afinal, só tem UM Mauro e UMA Vânia. Os outros nem têm seus nomes registrados.

  • Pati, como sempre mais um assunto ótimo! Adoro ler seus conteúdos, são sempre de relevância! Seremos muito melhores quando fizermos a nossa parte e da melhor maneira possível!

  • Excelente colocação: “Se cada um varrer a sua calçada, a rua inteira ficará limpa.”, cuidando de fazer o que somente eu tenho que fazer e não depender da aprovação de ninguém, mas somente de Deus.
    Temos que fazer a nossa parte e Deus fará aquilo que não podemos fazer, sendo obediente e fiel à Sua palavra com certeza Ele irá honrar, conforme está escrito: “Aos que me honram, eu honrarei.” (I Samuel 2.30)

  • Olá Patrícia. Perfeito! Precisamos realmente acreditar mais em nós mesmos, e agir. Começar, dar o primeiro passo e Deus fará o restante do caminho aparecer.

  • Sabe, Patrícia, esse post vem de encontro a coisas que penso a meu respeito. Devagar e de forma ordeira estou tentando levantar hipóteses e ações para cada vez mais fazer mais e falar menos. Como bem diz minha vozinha: “quem fala demais dá bom dia ao cavalo”… e quem “trabalha, não dá trabalho”… é isso que penso e seu texto consolida o que acredito

    parabéns

  • Obrigado Paty, parei hoje para ler os desafios atrasados. Um pouco angustiada confesso, pois iniciei recentemente algumas coisas pensando no futuro e as vezes fico na ansiedade de já querer ter resultados.

    Lendo mais uma vez sua trajetória aqui do BLOG percebo que estou no caminho certo, agora e continuar sem perder as raízes, fazendo o que tem que ser feito, com muito foco e disciplina.

    Comecei a ler seu livro Virada Financeira, estou amando praticar. Meu computador nem parece mais o mesmo S2 depois da “limpa”.

    abraço

  • Olá Patrícia!
    Estou aproveitando tudo que tenho de bom e me esforçando para as coisas que posso fazer, parei de olhar os outros e achar que só eles podem. Essa mudança se deu lendo a bíblia, certo dia pensei, se Davi foi o homem segundo o coração, porque eu também não posso ser uma mulher segundo o coração de Deus? Será que só as pessoas do passado foram bem-sucedidas?
    Hoje, se tenho vontade de fazer algo, faço mesmo, quando não sei corro atrás, estudo, vou buscar conhecimento e todas as possibilidades para realizar aquilo que quero. E o impossível? Enquanto for possível eu faço e quando vejo que realmente é impossível, peço para Deus resolver.

    Obrigada por ter criado o blog!

    Grande abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *