Muito se fala sobre sair da zona de conforto, mas você sabia que existe um mito em torno dessa expressão. Confira o post de hoje!

Zona de conforto é mito

(Post 14 de 30 do Desafio 30 dias para crescer)

Surpreendentemente vamos falar para você não sair da zona de conforto!

Mas isso se você realmente estiver em uma situação confortável.

E é aí que entra o mito de em relação à expressão zona de conforto, pois, se você estivesse de fato confortável, por que sair?

A questão é que as pessoas que precisam sair dessa zona, não estão nela. Por exemplo:

Casamento

As pessoas reclamam do relacionamento porque caíram na rotina.

Com isso, dizem que precisam sair dessa zona de conforto.

Porém, a pergunta é: que conforto existe em estar vivendo uma rotina cansativa, enfadonha e que só prejudica?

Viver assim é confortável ou desconfortável?

 

Carreira profissional

A pessoa tem uma remuneração baixa, portanto, está descontente.

Então, ela diz que precisa sair da zona de conforto para poder receber mais.

Novamente surge a questão: essa situação é confortável?

Claro que não!

 

Vida financeira

A pessoa vive de crédito, mal consegue pagar as contas e nunca tem um tostão sobrando.

O que ela diz? Isso mesmo: que precisa sair da tal zona…

Igualmente vem a pergunta: isso é confortável?

 

Considerando esse raciocínio, todas as pessoas que chegam à conclusão de que precisam mudar NÃO ESTÃO vivendo em nenhuma zona de conforto!

Talvez essa expressão venha do fato de a pessoa estar confortável simplesmente porque não precisa fazer nada diferente do que está fazendo, mas será que é para isso que viemos ao mundo?

Nossa missão aqui é andar segunda a lei do mínimo esforço?

Eu não acredito nisso!

Portanto, ainda que você sinta vontade de fazer tudo da mesma forma que tem feito até hoje, saiba que é preciso passar pelo desconforto da mudança para se chegar à tão sonhada zona de conforto.

Faça o que deve ser feito, sentindo vontade ou não!

 

Para ler os desafios anteriores, clique nos títulos abaixo:

 

1 – Regras: uma relação de amor e ódio

2 – Por que não consigo mudar?

3 – Vivo sem dinheiro, o que faço?

4 – 10 segredos dos campeões quenianos

5 – Boa comunicação faz diferença

6 – O desafio de tomar água

7 – Sextou! Como aproveitar bem o fim de semana

8 – Boa convivência na internet

9 – Seu mês de janeiro teve 100 dias?

10 – Viver de crédito é a escravidão moderna

11 – Hábitos de fracasso levam ao fracasso

12 – Como fugir das fake news

13 – Comodismo só leva ao fracasso!

Nos vemos!

Jornalista, especialista em finanças, autora de 5 best-selleres, colaboradora dos programas Mulheres (TV Gazeta) e Escola do Amor (Record TV). Colunista do portal R7 e youtuber.

  • Eu procuro aproveitar as oportunidades que a vida me oferece para sair dessa zona, que realmente ñ tem nada de confortavel, como vc mesmo analisou. So ñ faco mais porque ñ sou sozinha. Aprender e colocar em prática é uma forma de fazer isso, pois se ñ colocamos em pratica ao menos o que aprendemos, melhor nem perder tempo. Bora levantar e sacudir a poeira. Beijos a todos.

  • É aquele negócio… depois que você conquista, entra em outra fase, a de manter e estabelecer essa conquista. Será que casar engorda ou são novos hábitos adquiridos após o casamento tão sonhado? Eu comprei meu ap financiado mas agora começou outra fase, a de abater mais rápido o saldo devedor, vou ficar comprando blusinha toda hora? Não.

  • Essa chamada ” zona de conforto” está mais para ” zona de acomodação”. As vezes acaba sendo mais fácil pra pessoa se vitimizar e reclamar da vida do que tomar uma atitude efetiva de mudança. Por isso é preciso empreender esforços, mobilizar energias e recursos íntimos para conseguirmos virar o jogo, assumir o protagonismo da nossa existência, mudar de cenário, desconstruir nosso sistema de valores e crenças, muitas vezes limitantes, e seguir em frente. Fácil? Não. Mas, necessário!
    Bjs, Patrícia!!!

  • “Faça o que deve ser feito, sentindo vontade ou não!”
    Patrícia, vou adotar essa sua frase como meu mantra pessoal! Amei a proposta do desafio de hoje!

  • Realmente nunca havia pensado dessa forma. parece mais é zona de conformismo!

  • Ainda preciso descobrir o que devo fazer para abandonar a solteirice e me relacionar com alguém.
    Acabei achando que é desculpa alegar que os homens são violentos coisa e tal, mas o que não quero mesmo é sofrer pela desconfiança de ser traída, novamente.

  • Boa tarde Patricia.
    As vezes penso q estou em zona de desconforto e ñ de conforto,pq quando penso q estou bem financeiramente ,dar tudo para tras.
    Com isso me sinto muito triste.
    Sou aposentada ,porém o salario ñ é o suficiente em relacão a crise q o pais esta passando .
    Mesmo assim eu ñ perco a fé em Deus.
    Abracos

  • Oi Paty! Depois de ter lido o post falando sobre comodismo, acho que “zona de conforto” é sinônimo de preguiça/comodismo. Não parece?

  • Bah show! Nunca tinha pensado assim… Sair da zona de desconforto!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *