Estudo sobre Daniel – Perseguição no trabalho (Final)

Você já foi – ou está sendo – perseguida no seu trabalho? O que fazer quando isso acontece? Confira no post de hoje qual foi a posição de Daniel quanto a isso!

UnknownJá recebi vários e-mails de pessoas – principalmente cristãs – relatando estarem sendo perseguidas no trabalho por diversos motivos. É claro que dentre todas, algumas estavam agindo de maneira a dar razão aos “perseguidores”, pois não faziam suas tarefas como deveriam e, portanto, sempre tinha alguém no pé delas cobrando resultados!

Mas a maioria estava enfrentando o problema por causa de sua fé cristã ou por não querer fazer nada de errado, como mentir, enganar etc. Daniel passou por isso, aliás, foi por causa de uma perseguição no trabalho que ele foi parar na cova dos leões, história que certamente você já ouviu falar.

mixcloud-logoReserve 20 minutos para ouvir este áudio em que faço uma análise do que aconteceu com Daniel e que pode nos ensinar o caminho a seguir no caso de perseguições. Se você está em um celular ou tablet pode ser que tenha que baixar o aplicativo gratuito do Mixcloud primeiro.

Compartilhe este e outros posts com seus amigos. Ao final de cada texto você verá os ícones das redes sociais, basta clicar e pronto!

Nos vemos!

Jornalista com atuação no Brasil, Inglaterra, Argentina e Israel. Autora do best seller Bolsa Blindada e palestrante na Universidade de Harvard.

  • Gislaine Sorocaba SP diz:

    Bem isso, Patrícia! Passei por uma perseguição no meu trabalho há uns anos atrás. Lembro que foi um período muito difícil, parecia não ter fim, mas valeu à pena continuar na Fé, pois Deus foi glorificado na minha vida e todos viram!!! Bjsss

  • Cidalia -Tunisia( Africa do Norte) diz:

    É verdade Patty.Boa tarde.
    Certas vezes somos colocadas em situaçoes bizarres ,sem sentido aparente mas Deus observa e um dia ou outro Ele mostra a verdade é assim que quem não queria ver é obrigado a reconhecer.
    Muito intenso este post muito obrigado e uma boa tarde .Bisous da Tunisia

    • Patrícia Lages diz:

      Bisous a todas as blindetes, ao blindado Nabil e a “blindetinha” da Tunísia!!!!

  • nadir carvalho diz:

    Que bacana esse estudo de Daniel! Acompanhei as 3 partes, e achei maravilhoso!
    Aprendi muito sobre como me comportar diante das injustiças e perseguições.
    E nessa última parte, vi o quanto temos que copiar o exemplo de daniel, mantendo a fé e confiança em Deus, mesmo que não entendamos o que está acontecendo, pois Deus nos honra qdo somos fiéis a Ele.

  • Monaisa diz:

    Oi D.Patricia fiquei muito feliz de ler este post,pois era realmente o que eu estava passando.A cada dia um aprendizado bjos ;*

  • geane diz:

    Oi Paty tudo bem, muito obrigada por tudo, suas dicas são muito valiosas e mais podemos aplicar em qualquer área de nossas vidas.
    Devemos sempre fazer o que é certo.
    Até mais…

  • Carolina diz:

    Não devemos também ficar com raiva da pessoa que nos persegue. Tem gente que não se revolta contra Deus, mas se revolta contra as pessoas. Daniel não era assim. Quando o rei mandou matar todos os sábios e Daniel interpretou o sonho do rei, Daniel pediu que não matasse nenhum sábio e não apenas ele e seus amigos. Quando ele saiu da cova dos leões, não foi ele que pediu para jogar na cova os que o tinham acusado, foi o rei que decidiu isso. Em nenhum momento Daniel orou a Deus para que os que o perseguiam fossem prejudicados. Porque a justiça pertence à Deus e não à gente. Tem muitas pessoas que pede a Deus para punir os outros e usam até versículos da Bíblia para justificar essa atitude. Em uma certa vez, Jesus pediu para os discípulos em uma cidade para prepararem pousada para Ele. Mas não O aceitaram na cidade. E dois discípulos perguntaram se Jesus queria que eles mandassem descer fogo do céu para consumir os que não aceitaram eles. E o senhor Jesus disse que Ele não veio para destruir as almas dos homens, mas para salvá-las (Lucas 9:51). E como Jesus mesmo falou: temos que orar pelo que nos perseguem.

  • Alice diz:

    arrebentou,muito bacana

  • Joselene Lima diz:

    Sim. Lembro que certa vez fui bastante perseguida por uma jovem que exercia o mesmo cargo que eu na empresa onde trabalhava. Sempre a considerei uma pessoa inteligente, ótima profissional, mas algo em mim fez com que essa moça ao me olhar me odiasse a tal ponto de ficar me esperando na escada do trabalho para observar a minha pontualidade, passava todo o expediente tentando encontrar alguma falha no meu trabalho etc. De tanto ela falar mal de mim para a chefe as duas resolveram entre si que eu sentaria em uma mesa do lado da chefe para que ela mesma visse o quanto “eu era má funcionária”… Só que não 🙂 O que acabou acontecendo foi que ela ao me observar viu o quanto eu era boa no que fazia (estas são palavras dela, não minhas) e então me deu um cargo de confiança e me enviou para trabalhar sozinha em um local distante de todos, inclusive da “perseguidora que tanto me odiava”. A última vez que vi essa moça foi na minha festa de formatura, dia muito feliz para mim, não sei se para ela, já que a mesma estava participando da festa apenas como convidada e não como formanda. Apesar de tudo não guardei mágoa dela, pelo contrário, ela me ajudou! E mesmo antes disso, nos momentos mais difíceis, eu já orava por ela e á algum tempo atrás eu soube que ela está muito abençoada já que passou num ótimo concurso e hoje trabalha em um banco. O que eu quero dizer com tudo isso: muitas vezes o diabo usa alguém para que nos sintamos injustiçados, maltratados, vítimas, etc. Quando isso acontece logo me vem á memória o quanto Jesus sofreu por amor a mim aqui nessa terra, Ele, O Próprio Deus foi ferido e humilhado sem sequer abrir a boca. Nos momentos difíceis procuro enxugar a lágrima dos olhos e me questiono: quem sou eu para me sentir assim? Não sou nada! Por isso a importância dessa palavra: Suportai-vos uns aos outros, perdoai-vos mutuamente, caso alguém tenha motivo de queixa contra outrem. Assim como o Senhor vos perdoou, assim também perdoai vós Colossenses 3.13. É isso que tenho procurado fazer e digo com toda certeza: Deus sempre tem me honrado, porque Ele sim É Fiel e sei que tem cuidado de mim, pobre e miserável pecadora!

    • Patrícia Lages diz:

      Sim, ela te ajudou mesmo!! Que legal 😀

  • Andréa Duarte diz:

    Estou sendo perseguida no trabalho. O motivo é qualquer. Não chego atrasada nem saio antes da hora, sou ágil e domino bem o que faço. Recebi novas tarefas e estou me adaptando. Mas a gerente me pegou pra judas e estou sendo massacrada com críticas pelas minhas costas. Tenho orado constantemente por ela e não trago mágos em meu coração. Aguardo pelo agir de Deus

    • Patrícia Lages diz:

      Oi, Andrea! Talvez a minha resposta seja totalmente diferente do que vc esperava ouvir, mas se vc está sendo criticada “pelas costas”, como vc está sabendo dessas críticas? O que se faz pelas costas, teoricamente, nós não ficamos sabendo. Será que as pessoas que estão de “leva e traz” merecem ser ouvidas? Será deixar as pessoas trazerem esse tipo de informação até você vale a pena? Não gaste suas energias com esse tipo de coisa. Foque no trabalho e em gente de bem. Gente de bem não faz fofoca! Beijos

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*


Carreira Profissional

Cartão de Crédito

Investimentos

Pagamento de Dívidas

Faça uma busca no site:

Acompanhe também a Bolsa
Blindada nas redes sociais:


Receba todas nossas novidades!

Livros Bolsa Blindada:

Desenvolvido por: