Dizem por aí que todo esforço compensa, mas isso não é verdade, pois somente o esforço empregado corretamente compensa.

Esforço empregado corretamente compensa

É provável que você já tenha ouvido – e até dito – que todo esforço compensa.

Porém, essa é mais uma daquelas coisas que as pessoas falam sem pensar.

Afinal, quanto esforço você já empregou em alguma coisa que não deu certo, não é verdade?

E eu gostaria de citar como exemplo o esforço empregado aqui no blog, pois o saldo tem sido positivo.

 

Estava pensando aqui o quão chato está se tornando acompanhar as redes sociais…

Aliás, acredito que essa sensação não seja só minha (gostaria até de ouvir a sua opinião a respeito nos comentários).

Mas aqui no blog, conseguimos manter um ambiente verdadeiramente colaborativo e diverso.

Quando se fala em diversidade, a sociedade entende que trata-se apenas de cor e opção sexual. Que tédio!

Porém, diversidade mesmo nós temos aqui, afinal, onde você vê os perfis abaixo convivendo harmonicamente?

  • Faxineiras que leem livros e valorizam o conhecimento
  • Manicures que conseguem poupar e viver melhor do que muito engravatado
  • Gerentes de banco que saíram das dívidas, pois só sabiam cuidar do dinheiro dos outros
  • Brasileiros que moram em diversos países, mas escolheram este espaço para informarem-se todos os dias
  • Professores que aprendem
  • Alunos que ensinam
  • Porteiros de edifício que usam o tempo livre para aprender sobre finanças
  • Juíza trabalhista que não perde um post há anos
  • Médicos, recepcionistas, advogados, babás, jornalistas, confeiteiros, acadêmicos, copeiros, executivos…

É uma gama de pessoas das mais diferentes, mas que têm objetivos parecidos.

E tudo isso sem as divisões ridículas que tentam nos empurrar goela abaixo.

Afinal de contas, ninguém sabe se as pessoas que comentam aqui são brancas, negras, ricas, pobres, cultas etc.

 

O que une é mais forte que o que separa

Essa reflexão sobre o público que temos aqui me mostrou que estamos na contramão da sociedade.

E graças a Deus por isso!

Hoje em dia o que dá audiência é a “lacração” de perseguir a fala dos outros, de apontar erros e de dividir cada dia mais as pessoas.

Eu não quero saber se quem me segue é negro, branco, baixo, alto, feio ou bonito.

O que eu quero é passar uma mensagem clara para quem tem o desejo de crescer.

E tenho visto que as pessoas que acompanham esse trabalho têm o mesmo interesse.

Ao contrário do que o povo da “lacrolândia” diz, aqui ninguém se importa se sou “branca de cabelo liso”!

Aqui, ser branco não é uma ofensa, enquanto ser negro não é problema.

E isso se aplica igualmente a toda e qualquer divisão que queiram nos impor.

Quem dera víssemos assim em todo lugar!

Vamos nos esforçar para que esses discursos de ódio sem pé nem cabeça jamais entrem na nossa cabeça.

 

Nos vemos!

 

Quer começar agora o Desafio da Disciplina? Clique aqui para ler o primeiro post.

 

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

 

Jornalista, especialista em finanças e autora de 5 best-selleres. Colunista do portal R7 e apresentadora do JR Dinheiro, no Jornal da Record.

  • Bom dia Patricia, tenho acompanhado esse desafio, gosto muito do conteudo, e da forma como aplica o seu conhecimento e entendimento sobre os assuntos, obrigada por compartilhar e tenho tirado bastante proveito!

  • Com certeza, Patrícia! Encontro aqui no blog um espaço abençoado no qual o objetivo sempre é agregar valor com sabedoria em nossas vidas! É muito bom acompanhar diariamente seus posts e os comentários da família BB.☺️🙌

  • Bom dia Patrícia, acompanho você já alguns meses, e tenho gostado muito. Mas dobre redes sociais, está muito ruim as pessoas estão falando muito bobagem e te gente que segue, eu creio que esses seguidores não tem vida própria estão sempre falando de a ou de b nunca delas, por que será. Um grande abraço e obrigado por todos os dias ter uma palavra sua. Eduardo Almeida.

  • Sinceramente Patricia, eu concordo com você.

    Eu cancelei minha conta no Facebook há muitos anos atrás e fiquei um bom tempo sem, e não me fez falta.

    Criei outra este ano mas porque tenho um objetivo com ela e não é pra postar fotos da minha vida pessoal como eu fazia antes.
    O Instagram é a mesma coisa, eu não tinha e só abri porque tenho um objetivo também com ele.

    Chega um ponto que cansa mesmo.

    Gosto do seu blog, aqui podemos nos expressar, compartilhar experiências, ler a opinião de outras pessoas, mas sem confusão, sem discórdias…. cada pessoa tem o seu ponto de vista e a gente se respeita.

    Fiz um comentário lá no YouTube em um vídeo seu, e houve alguém que foi lá pra falar um monte de asneira, eu nem me dei o trabalho de ler tudo o que a abençoada escreveu e nem quis rebater com ela, não vale a pena.

    Até me veio a vontade de não comentar mais nada, mas eu pensei depois e não vou deixar de me expressar, de deixar meu comentário por causa dos outros.

    Esses dias eu estava conversando com meu esposo sobre essa questão de como essa geração de hoje está muito sensível e fraca.

    Querem mudar o nome de tudo:

    empregada doméstica virou ofensa, agora o certo é secretaria do lar!

    Mecânico já não se diz, agora é mecatrônico!

    Cabeleireiro…. uiii não fala assim que é um crime, agora é engenheiro capilar!!

    Não se diz que alguém é faxineira, ela é personal organizer ou especialista em limpeza!

    O professor agora é Mestre da Educação!

    Aff tanta baboseira, tudo que você fala vira um problema, dá processo, tudo ofende!

    Olha se eu fosse processar tudo o que eu ja ouvi falar de mim, eu não fazia outra coisa da vida!

    O problema maior está dentro das pessoas, infelizmente poucas se enxergam.

    Grande abraço pra você!

  • Bom dia Patrícia! Amei o “Lacrolândia” 😁! Isso mesmo as redes sociais estão um horror, pensando seriamente em desativar meu face, quase ñ entro. Prefiro no tempo livre, assistir alguns vídeos. 😍😍

  • Realmente independente de tudo como dizia meu avô, o conhecimento ninguém te tira pois ele agrega o desafio de buscar cada vez mais e te ensina a trilhar o meu caminho .

  • Olá Patrícia, Bom dia! Acompanho todos os dias o desafio da Disciplina. Não posto nada em Facebook e Instagram há um mês, tenho tido esta percepção também. As postagens refletem que as pessoas pensam de forma unificada, como vc já disse o pensamento de manada, são postagens de famosos que lacram e tentam polemizar. Me sinto perdendo tempo e não tenho vontade de acompanhar e perder tempo com isso. Também não sinto vontade de postar e fazer a diferença ali, pois, me parece uma tentativa bem inútil. Ainda mantenho os perfis, pois, acompanho conteúdo útil como o seu. Parabéns pela reflexão. Amo o blog. 😍👏🏻

  • Também me cansei das redes sociais. Parece que são sempre as mesmas pessoas postando as mesmas coisas. É gente que conta tudo o que o filho fala ou faz, outros que só postam fotos de si mesmos fazendo biquinho e mostrando decote e tem ainda os festeiros e os viajantes que postam todas as fotos de onde vão. Parece que as pessoas usam as redes sociais para se sentirem mais importantes.
    Também não tem como esquecer daquelas pessoas que sempre postam conteúdos ideológicos políticos, raciais e sociais… Enfim, bem cansativo essa galera que só quer ser popular e chamar a atenção, mas não tem conteúdo nem nada para ensinar.
    Facebook e Instagram viraram app esquecidos no meu celular. Não faz falta mesmo.
    Adoro suas postagens.
    Abraços

  • Bom dia, Patrícia, esta é primeira vez que escrevo no seu blog, mas sou sua fã a muito tempo, estou encantada com seus post diários, são inteligentes e mostra que temos que pensar por si só, não ir como rebanho nas redes sociais, com preguiça de pensar e seguir tudo que os outros dizem que é certo, que é politicamente correto.

  • Bom dia, concordo com você, rede sociais está difícil. Por isso e muito difícil eu entrada no blog de alguém para dar opinião, as pessoas se ofende muito facilmente. Por isso faço como numa mensagem que postaram no Instagram,
    Quando eu não concordo com a publicação de alguém
    ✔️ Não curto
    ✔️ Não comento
    ✔️ Não ofendo
    ✔️Deixo quieto e vou cuidar da minha vida!
    Simples assim, mas pessoas preferem complicar.

  • Olá, Patrícia! Essa abordagem sobre ser o esforço empregado corretamente, o que realmente compensa, trouxe à tona aquelas “palavrinhas mágicas”, a eficiência e a eficácia. Esta, significa fazer o que precisa ser feito enquanto a outra, trata-se de fazer um trabalho bem feito. Então, os perfis listados no post de hoje, cuja diversidade nos seus respectivos contextos, faz com que a vida possa fluir naturalmente e todos se beneficiam dessas relações em convivência harmônica. Quanto a acompanhar as redes sociais, não tenho mais acessado o Facebook, Instagram, WhatsApp… observe que é algo inacreditável nos tempos atuais! Optei por dar um tempo e “tô sobrevivendo” (rs…rs…). Para ignorar esses discursos de ódio descabidos, tomo a liberdade de partilhar a linda música Conheço Um Coração (Padre Zezinho), que me acalenta em várias ocasiões: “Conheço um coração tão manso, humilde e sereno. / Que louva ao Pai por revelar Seu Nome aos pequenos. Que tem o Dom de amar, que sabe perdoar, e deu a vida para nos salvar! / Jesus, manda Teu Espírito, para transformar meu coração (2x) / Às vezes no meu peito bate um coração de pedra. / Magoado, frio, sem vida, aqui dentro ele me aperta. / Não quer saber de amar, nem sabe perdoar, quer tudo e não sabe partilhar. / Lava, purifica e restaura-me de novo. / Serás o nosso Deus e nós seremos o Seu povo. / Derrama sobre nós, a água do amor, o Espírito de Deus nosso Senhor! Abraços!

  • Olá Patrícia! Sou dona de casa e estou ousando na costura criativa e costura de roupas, uma empreendedora iniciante, tenho te seguido e aprendido com você desde que conheci o seu livro bolsa blindada, sempre gostei de ler, e estou lendo seu post sobre disciplina diariamente, concordo com você sobre as redes sociais, eu só as tenho por motivo de divulgação do meu trabalho de costura, porque sinceramente as redes sociais estão um nojo. Eu vejo esse espaço como um lugar super democrático, e realmente eu nem vejo a sua cor kkkkk, mas vejo sim o conteúdo com qualidade que você nos passa, que as bandeiras sejam só para identificação de territórios kkkkkk.

  • Vixe, vou tentar escrever pouco mas, talvez, vire um textão, rsrsrs.

    Sobre esforço. Tava conversando com uma amiga esses tempos sobre o seguinte: ler tudo “até papel de bala” ou ler com qualidade? Aquelas pessoas que leram a revistinha do horóscopo do João Bidu, lá nos anos 90, hoje, elas leram algum clássico ou melhoraram a qualidade da leitura só porque lêem tudo, até papel de bala? Podemos ficar ocupadas lendo tudo mas nunca ler o essencial, como a Bíblia, a história e a literatura brasileira, por exemplo.

    Sobre redes sociais. Falei ontem. Saí em 2016 mas não a uso para trabalho. Tudo muito superficial, raso, ostentação, chatice, conclusões precipitadas (lembro que acharam que eu estava triste numa foto e, ao invés de me procurarem no privado, ligaram pra minha mãe, que acabou ficando preocupada), divisão, diminuição das conquistas alheias, tudo é privilégio, nunca esforço da pessoa que batalhou e conquistou, incentivo ao consumismo, a uma vida fútil. Prefiro o texto mesmo. O blog me lembra a era de ouro do rádio em que havia a radionovela e você só ouvia a história e não sabia quem eram os atores.

    Uma coisa que vejo também é que as redes sociais estão virando um mundo paralelo. Passeando num shopping, indo ao cinema, noto as pessoas aproveitando, conversando, convivendo com os seus de boa. Tenho minhas bolhas da lacrolândia também mas estão no serviço, não em casa e nem na família. Identificar minhas bolhas, gente tóxica, bitolada que me rodeia foi importante para dar uma limpada e ajudar no discernimento. Normalmente, essas pessoas são mandonas e autoritárias, hoje, já estou mais vacinada.

    • João Bidu… hahahaha! Essa foi uma ótima reflexão mesmo, pois não adiantar ler muito se o conteúdo é nulo.

  • Obrigada por dividir sua sabedoria conosco, também penso que estamos vivendo num mundo muito chato, vejo que as pessoas não tem estabilidade emocional para defender seus ideais e aguentar as consequências dos seus atos e a falta de Deus no coração das pessoas.

  • vamos dizer que seus post são um refúgio da lacração que vemos todos os dias.
    as pessoas tão cada dia mais chatas isso sim.. tudo é preconceito, ofensa ou exclusão…

  • Olá! Eu venho transformando a minha vida nos últimos meses, acompanhando canais educativos e sérios como o seu, aprendendo muito e me tornando uma pessoa muito melhor!! Quando isto acontece, me parece ser natural ficarmos com preguiça de tanta baboseira que circula por aí, nas redes sociais. Me afastei de vez de algumas, e reduzi drasticamente o tempo que utilizo outras. Deixei de seguir muitos perfis que não estão alinhados com modo de vida, e estou me sentindo muito mais leve assim. Esta série sobre disciplina está maravilhosa e tem trazido ótimas reflexões!! Obrigada por tudo!!

  • Boa noite Patrícia!
    Semana passada coloquei na minha lista de inventário: encerrar Facebook, mas a minha página de trabalho está nela e tenho pessoas muito queridas que só consigo acompanhar por lá. Então, risquei.
    Mas, já me peguei diversas vezes nele e dependendo do que estava vendo falava para mim mesma: – Débora, o que você está fazendo aqui? e fechava. rsrs.
    O que mais me deixa apavorada é a quantidade de pessoas que utilizam as redes sociais como divã de psicanalista. Triste.
    Este espaço e o clube da leitura são tão ricos que neles além de aprender sobre finanças, empreendedorismo e desenvolvimento pessoal me proporciona fazer novas amizades.
    Beijos!

  • Eu andava em um estado meio deprê e olhando para minhas paredes percebi que a cor areia do deserto já não me agradava e como estamos em um ano de mudança interior e exterior na vida …Resolvi mudar algo de dentro pra fora e comprei alguns livros pra ler e comecei a fazer um desafio com a Patrícia Lages sobre disciplina ..Então o desânimo foi embora e começaram as mudanças e fui a procura de uma nova cor para a sala e depois de muita pesquisa decidi por uma cor que combine com um quadro que me dei de presente nos meus 50 anos ou seja em 2020 ….E que não coloquei na parede por estar deprê… e escolhi a cor luz da lua para essa nova fase na vida …Sempre gostei de cores acrílico semi brilho e ouço…mas sua parede está perfeita …E digo não…mas penso mas a parede e minha e sou eu a dona das marcas …assim como minha vida …vejo nessas marcas tudo que já passei e os caminhos que percorri até aqui ……choros …..alegrias ……….conquista……… desprezo..estou tendo oportunidades de olhar pra tudo isso e continuar caminhando com a certeza que Deus está guiando meus passos e cuidando de mim .Por esse motivo me lembrei de ti porque a cor ficou linda na sala um pouco escura ..mas cheia de vida ….brilho ….minha sala tem muita claridade e poucos móveis e a luz natural reflete….O piso laminado acolhe e da gostinho de casa de vó…andar descalça…Estou em uma fase que amo viajar e conhecer lugares bonito ..mas a minha casa e o melhor hotel….Hoje acordei feliz de ver a luz do sol refletindo nas paredes ..desse novo normal…Termino agradecendo pelo privilégio de ter te conhecido e por me ouvir meus sonhos …e me ensinar a buscar em mim o meu melhor e aprender com os erros do passado porque faz parte do nosso crescimento .

  • Bom dia Pati
    Por falar em redes sociais, realmente é muito triste qd algumas pessoas não se policiam em palavras desconexas que jogam nas redes; pessoas desocupadas e cabeça de vento, como falava as que tinham mais idade.
    Eu pessoalmente , prefiro ocupar meu tempo lendo bons livros, e a Bíblia que me edifica.
    Tenho TB assistido seus vídeos ,seus ensinamentos através dos desafios propostos todos os dias.
    Muito booooom!

  • Que delícia de post!

    Estava conversando com uma prima sobre isso. Sobre não suportar mais ficar tanto tempo nas redes sociais, por exemplo! As pessoas estão brigando por TUDO!

    Qualquer coisa é motivo para brigas,competições, indiretas e ataques. Até quem prefere o silêncio (não como omissão) é criticado. Como você mesmo diz: não somos obrigados a dar nossa opinião sobre tudo.

    E quando postamos algo sobre o amor fraterno, respeito, Deus, somos tachados como alienados. Parece que precisamos estar no modo defensivo e de ataque todo o tempo.

    Obrigada!

  • Boa tarde Patrícia,
    Eu também ando meio cansada das redes sociais, embora ainda passe horas nelas. Acho que é um pouco de vício, enfim preciso aprender a me controlar. A mesma coisa digo sobre os sites de notícias, me fazem mal mas as vezes não consigo evita-los.
    Alguma dica?

  • Olá, Patrícia!
    Há algum tempo tenho fechado minhas redes sociais durante a semana. Só abro em finais de semana, ou para pesquisas. Eu procuro seguir páginas relacionadas ao meu trabalho e crescimento pessoal.
    Estava ficando ansiosa demais com os excessos das pessoas e achei melhor me poupar.
    Tenho muitas coisas para aprender e não tenho tempo a perder.
    Preciso empregar meu tempo e esforço corretamente.
    Um abraço!

  • Concordo plenamente Patrícia!! Prossigamos na contramão desse mundo.

  • Olá, Patrícia!
    Excluí meu facebook em setembro de 2017 e confesso que nunca senti necessidade ou vontade de reativá-lo. Nunca fiz instagram. Ainda mantenho o whatsapp porque trabalho numa instituição de ensino, pois considero um canal rápido e eficiente de comunicação junto aos alunos e colegas de trabalho. Na minha opinião, nas redes sociais, por mais que sejamos seletivos…numa hora ou outra…estamos desperdiçando nosso tempo com conteúdo que não acrescentam ou não agregam valor algum as nossas vidas. E muitas vezes se tornam um ladrão de tempo da gente!!
    É preciso ter foco e sabedoria p extrair o melhor delas.

  • Olá, Patrícia, boa tarde!
    “E tudo isso sem as divisões ridículas que tentam nos empurrar goela abaixo.”
    Estou cansada de tanto “disse-me-disse” nessa competição ridícula de quem tem razão. Outro dia presenciei (e ainda bem que estava perto de desembarcar) o cobrador do ônibus e um outro rapaz mal dizendo nossos governantes! Notei ali uma leve ausência nos bancos escolares, ahahahah. Não estou desmerecendo a profissão de um deles (“pelamôr!!!”)…. mas que situação triste! Como minha mãe sempre falava: “o sujo falando do mal lavado”.
    Aqui é “bom de se situar”. Você explica com clareza, passa a tarefa de casa e feliz de quem aprende!
    Beijo

  • OI PAT!!

    QUERO EXPRESSAR O QUE PENSO SOBRE AS MIDIAS SOCIAIS SE VALEM A PENA OU NÃO. NO ANO 2020 ONDE FIQUEI MAI TEMPO EM CASA DEVIDO O DISTANCIAMENTO SOCIAL. CONFESSO QUE AS MIDIAS SOCIAIS REALMENTE TEM SIDO DE MUITO OUÇO INTERESSE MEU E MEUS FAMILIARES TEM DITO O MESMO. MUITAS VEZES ENTRAVA PARA LER ALGO DE MEU INTERESSE E VIRA PAGINAS E MAIS PAGINAS ATÉ DESISTIR PORQUE NADA ENCONTREI QUE VIESSE A SOMAR. ENTÃO SELECIONEI OS QUE PARA MIM VALE A PENA..VOCÊ FOI UMA DELAS.

  • Paty tenho meditado muito nisso ultimamente, as redes sociais estão muito tóxicas, causando dissensões aos montes, e o pior que se a gente não se policiar entra na onda, tudo tão cansativo, apelativo, superficial, nossa, cansa até de escrever, de fato tem me feito muito mal e somente com a ajuda do Espírito Santo pra saber discernir o certo do errado, saber usar de maneira saudável, creio que tudo tem que ter um propósito de Deus, tudo é pra Ele e por Ele, quando fazemos aquilo que O agrada as coisas se tornam leves mas quando não… o fardo se torna pesado demais…

  • Bom dia Paty,sempre te acompanhando que Deus ilumine seus caminhos a cada dia mais. bjuuu

  • Realmente! As redes sociais interiorizam as mulheres homens no geral!! Penso exatamente isso tédio total! Estou acompanhando o blog porque quero muito organizar minha vida em um todo! Aprender a lidar com finanças( Isso pra mim era falar grego). A senhora tem me ajudado bastante com os desafios da disciplina( É um sonho me tornar disciplina; achava impossível mas já estou dizendo achava pq creio que através dos assuntos aqui abordados irei co seguir! Preciso! Vida sem diciplina realmente não faz sentido! Quero agradecer muito por sua vida! Que Deus continue lhe usando! O mundo precisa de pessoas racionais , já que a emoção infelizmente ganha destaque no mesmo!! Obrigada por tudo!!

  • PERFEITO!!!! eu sou a professora que aprendo todos os dias nesse blog e desafios lançados por você, Patrícia.
    pessoas inteligentes ouvem, discutem ideias e compartilham saberes para modificar o mundo interior e consequentemente o exterior

    pessoas ignorantes fazem parte da lacrolandia!!1 eles não estão aqui, com certeza, porque preferem perder seu precioso tempo em outras questões.

    A VIDA É UMA ESCOLHA E UMA SEMEADURA, mas a colheita? ah, essa é justa!!!!!

  • Olá Patrícia!
    As redes sociais realmente cansam aff! Uso a minha a trabalho, no começo comecei a seguir as pessoas que me seguiam, mas quando fui vendo o conteúdo, cansei logo no primeiro post e deixei de seguir. Percebo nessas redes sociais um pouco de descontrole na humanidade, as pessoas não sabem ao certo o que falam, se perdem em meios as palavras, usam o emocional das pessoas para atingir seus objetivos, se para vender um produto ou serviço você mostra a necessidade do outro e a solução do problema, ótimo, sou de comum acordo, mas não é assim que estão fazendo a publicidade, está havendo uma cauterização sobre as necessidades das pessoas, e infelizmente as mesmas acreditam em tudo e no final o esforço investido foi um fracasso. A disciplina é essencial em tudo, ela mantém um equilíbrio do lado bom e ruim, as redes sociais são ótimas para aprimorar conhecimento, empreender e aprender, mas é como um remédio, se não tiver a dosagem certa, não funciona.
    Por isso é importante ter blog como este, aqui absorvemos conteúdos de qualidade, e aprendemos a ser seletiva em uma vasta gama de informação.

    Grande abraço.

  • Muito bom Paty. O que de fato muda a vida das pessoas tem sido deixado de lado e questões que não vão chegar a lugar algum tem tomado o lugar de conteúdos bons, como o seu. Se todos parassem de dar audiência e importância a certas militâncias erradas, o mundo seria totalmente diferente, cada um buscando o seu lugar ao sol, buscando melhorar, aprimorar e crescer!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *