Estamos sendo levados a tomar atitudes passivas, de espera, de acomodação. Porém, temos de fazer exatamente o contrário, pois a situação pede revolta!

É tempo de revolta, não de acomodação

“Estamos em casa descansando da loucura, pintando com nossos filhos. Está sendo ótimo! #FiqueEmCasa”, diz a artista famosa e milionária, gravando diretamente de sua mansão à beira-mar.

“Gente, estou aprendendo a cozinhar! Estou me divertindo muito!”, diz outra artista rica enquanto mostra sua cozinha de capa de revista.

#FiqueEmCasa como nós e divirta-se”, dizem as celebridades ricas e famosas, aquelas mesmas que não têm a menor ideia do que as pessoas reais estão tendo que fazer para colocar comida na mesa e tirar o nome do SPC.

A grande mídia tem trabalhado em duas frentes para públicos diferentes:

  1. Para quem ainda tem trabalho e dinheiro: fazendo campanha para que fiquem passivas, dentro de casa, como se estivessem de férias da própria vida, enquanto influenciam outras a fazer o mesmo, dizendo: aproveitem, desfrutem, divirtam-se como nós!
  2. Para quem não tem trabalho e nem dinheiro: incutindo um medo irracional para que pensem que, apesar de estarem em uma situação insustentável de escassez, fome e falta de tudo, é melhor viver assim do que morrer.

E o pior é que isso tudo funciona, pois a maioria das pessoas comprou a ideia que sair de casa é caminhar para a morte.

Porém, há exceções concedidas pelos próprios poderosos, aqueles que mandam em nós porque foram eleitos por nós:

  • Sair de casa para ir ao mercado pode.
  • Tomar ônibus e metrô lotado (coisa com a qual jamais se preocuparam) também pode.
  • Pegar seu título de eleitor e sair para votar em quem trancou todo mundo em casa, adivinhe: também pode!

Para terminar, vou publicar na íntegra o comentário muito inteligente de uma de nossas leitoras, a Marcela Peres:

“Fiquei revoltada!”

 

“Quando li sobre o que você fala Patrícia, sobre o Coronavírus, pela primeira vez, fiquei revoltada por ser tão manipulada, e não pensar sobre a imposição que estavam fazendo.

Se juntarmos as peças desse quebra-cabeça, é como a Caroline Costa [outra leitora] escreveu no comentário dela, como uma doença que pode ser combatida por álcool em gel e por máscaras feitas em casa por qualquer um, é tão letal que se eu sair na rua vou pegar e morrer?

E se você perceber, a medição de temperatura é feita na testa ou na mão, isso é muita coincidência!

O medo é a maior arma do diabo para controlar as pessoas, pois o medo inibe nossa capacidade de raciocínio lógico. O problema é que muitos não entendem isso e se deixam dominar pelas imposições sem pensar que até Deus, sendo quem é, Criador dos Céus e da Terra, me deu um poder chamado livre-arbítrio.

E Ele ainda nos deu Seu Filho para nos salvar, e mesmo assim Deus não nos obriga a nada, muito pelo contrário, Ele é gentil, atencioso e paciente em nos salvar.

A sabedoria da Palavra de Deus abala o poder dos poderosos e gananciosos desse mundo, pois nos faz pensar e assim nos tornamos livres das mentiras e enganos desse mundo.”

Eles têm medo de perder o poder e o dinheiro

Marcela continua citando uma passagem bíblica que tem tudo a ver com nossos tempos:

“Porque um certo ourives da prata, por nome Demétrio, que fazia de prata nichos de Diana, dava não pouco lucro aos artífices, aos quais, havendo-os ajuntado com os oficiais de obras semelhantes, disse:

Senhores, vós bem sabeis que deste ofício temos a nossa prosperidade;

Bem vedes e ouvis que não só em Éfeso, mas até quase em toda a Ásia,

este Paulo tem convencido e afastado uma grande multidão, dizendo que não são deuses os que se fazem com as mãos.

E não somente há o perigo de que a nossa profissão caia em descrédito, mas também de que o próprio templo da grande deusa Diana seja estimado em nada,

vindo a ser destruída a majestade daquela que toda a Ásia e o mundo veneram.

Ouvindo-o, encheram-se de ira, e clamaram, dizendo: Grande é a Diana dos efésios.” – Atos 19:24-28

 

“Os poderosos tem medo de perder seu domínio, então apelam para o medo e desordem.

E o pior é que o povo nem pensa e é levado como a boiada ao matadouro.”

Marcela finaliza o comentário com a passagem abaixo:

 

A assembléia estava em confusão: uns gritavam uma coisa, outros gritavam outra. A maior parte do povo nem sabia por que estava ali.
Atos 19:32

Bem parecido com o que está acontecendo hoje, não é mesmo? A Bíblia realmente é mais atual do que o jornal de amanhã!

Resumindo:

Os poderosos viram que as pessoas estavam se tornando “independentes demais”, ou seja, incontroláveis. Era preciso conter a revolta!

A internet deu a possibilidade de qualquer pessoa ter acesso a todo tipo de informação, instrução, educação.

As fronteiras foram desfeitas, pois as pessoas podem visitar outros países (presencial ou virtualmente) e ver que são melhores ou têm coisas diferentes do que seu país natal oferece.

Com isso, elas passam a querer mais, passam a exigir melhores condições e conseguem enxergar o quanto somos roubados e enganados neste país.

Essa atitude incomoda os “artífices” que lucram nas nossas costas e, obviamente, eles logo tomam atitudes para manterem seus luxos.

E a primeira atitude deles é tirar a atitude do povo, tornando-os passivos, como ovelhas caminhando para o matadouro.

O que estão fazendo é tirar a sua liberdade, o seu trabalho (para que dependa de ajuda do governo), sujar seu CPF, para que não tenha acesso a crédito e fique preso a uma série de restrições.

Tiraram até o seu filho da escola para que ele #fiqueemcasa sem estudo, sem instrução, sem conviver com os amigos.

Mudaram a vida de todos e muitos estão aplaudindo (a maioria nem sabe porque aplaude).

Querem que você se acomode enquanto deveria sentir revolta. Muita revolta!

O restante fica a cargo dos seus próprios pensamentos e conclusões.

Nos vemos amanhã!

Confira o post anterior clicando aqui.

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

 

Jornalista, especialista em finanças e autora de 5 best-selleres. Colunista do portal R7 e apresentadora do JR Dinheiro, no Jornal da Record.

  • Bom dia,
    Obrigada por me fazer pensar melhor a respeito.

  • Perfeito e esclarecedor este post, infelizmente o sistema se alimenta e enriquece de pessoas ignorantes, mal instruídas, alienadas. É como Platão fala no texto, alegoria da caverna: o povo vive na escuridão, são como hienas, tá comendo resto mas tá rindo… E é assim que o sistema gosta, quanto mais a população viver de manipulações e assistencialismo, mais dependente e menos condições de questionar. Vai aceitar os farelos…

  • Olá Patrícia,

    Desculpe minha ignorância mas não consegui depreender qual seria a solução proposta para a situação atual. Ignorar a covid e seguir a vida normal, sem máscara e sem nada? Já perdi 1 ente querido por esta doença que não era grupo de risco nem nada.

    A falta de educação no Brasil é um problema desde o império de Dom Pedro I. E é muito conveniente para quem manda no país ter uma manada de ignorantes.

    Um abraço 🤗

    • Nós temos de obedecer o que os governantes mandam e, infelizmente, politizaram uma doença, a vacina e tudo mais. A revolta a que me refiro é não aceitar nada disso como normal, pois não é.
      Não é normal ver pessoas dirigindo sozinhas e usando máscara dentro de seus carros fechados. Não é normal ver pessoas adoecendo de outras doenças sem direito a tratamento só porque não é covid. Não é normal ver prefeito soldando porta de loja para “salvar vidas”. Isso virou um circo e nós temos que dar o troco nas urnas. Isso é praticar uma revolta que funciona. Aceitar e se acomodar esperando “passar” só vai nos arruinar ainda mais.

  • Bom dia querida! Muito triste! Nunca pensei em passar por isso, revoltante, infelizmente ñ temos muito o que fazer😭, só Deus. Um grande abraço!

  • Só assino em baixo e fico feliz pq desde o início dessa pandemia pensei exatamente isso. Graças a Deus que não estava errada! Excelente dia a todos.

  • Nada me irrita mais do que a nova procrastinação, a chamada “depois da pandemia”. Tudo virou: depois da pandemia, isso. Depois da pandemia, aquilo.

    Também estou convencida de que não quero mais alimentar a indústria de celebridades.
    Aliás, deveria ter percebido certas coisas há mais tempo. Exemplo: paguei 40 reais pra ver um filme domingo passado e não dei nada de oferta na igreja.
    Comecei a pensar mais nisso e vi que não foi a primeira vez. Em casa, analisar o tempo de tv ligada vendo filmes inúteis também.
    Deveria ter notado antes mas tudo bem. Hora de corrigir isso daqui pra frente.

  • Boa tarde Patricia
    Sei que estou fugindo do assunto deste post, mais preciso te informar que ainda não recebir a encomenda que foi endereçada a mim desde terça feira passada.
    Realizei a compra de caderninho de seu blog ,fiz o pagamento e a compra foi realizada com sucesso;porém não sei o que acontece.
    Moro em Piritiba Bahia.
    Espero que vc reveja esse imprevisto.
    Agradeço e espero retorno.
    Bjs

    • Oi, Luzenir!
      Na verdade não há nenhum imprevisto e eu te respondi aqui ontem mesmo.
      Acessamos o código de rastreamento que enviamos para que você possa verificar o status do envio. Ontem o carteiro tentou entregar e não havia ninguém para receber. Ele vai tentar entregar mais uma vez, mas se não houver alguém no local não tem como fazer a entrega. É isso o que está registrado no site do Correio. Verifique o código de rastreio que vc recebeu por e-mail.
      Bjs

  • Boa tarde, eu também não acredito que uma máscara faça alguma diferença, principalmente porque e somente higienizar as mãos que realmente está limpo. Vejo muita gente de máscara, mas que não lava as mãos na hora que comprar lanche para consumir e acha que está imuno só por está de máscara. Pelo menos aqui aonde moro, povo estão agindo como se nada tivesse acontecido, os bares lotados, sem máscara, aglomeração e muita, estão como antes da pandemia. Só usam máscara mesmo porque tem lugar que não deixa entra. E sem fala que estão gastando como seu mundo fosse melhorar.

    • A comunidade científica ainda não concluiu 100% que as máscaras são eficazes e, segundo levantamentos do CDC (órgão americano equivalente ao ministério da saúde) mais de 80% das pessoas que foram contaminadas declararam fazer uso da máscara na maior parte do tempo. Enfim… somos obrigados a usar algo que, para mim, é extremamente incômodo, sem saber se realmente funciona…

  • É tudo muito revoltante. A única coisa que vejo de bom, se é que tem: ha gente facturando vendendo máscaras personalizadas. Nós temos um canal no YouTube, tinhamos as camisetas do canal, agora fizemos as máscaras. Ja que somos obrigados a usar aproveitamos para fazer propaganda do negocio. Aquí 30 días novamente fechados, más vira e mexe vemos noticiários de festas em que os vizinhos chamám a policia, denunciam. Só por Deus. Eles encontraram mesmo una forma de engessar a massa.

  • Oi Patrícia!
    Fico feliz que de alguma forma meu comentário tenha sido útil.
    Aqui no blog tem muito conteúdo que sempre nos acrescenta e fico feliz em poder aprender com cada post.
    O Covid, por ser algo desconhecido, de fato gera medo e desconforto, mas temos ao nosso redor fatos que podem nos ajudar a combater essa avalanche de terror. Acima de tudo temos uma fé inteligente no Deus Vivo!
    Que Deus te abençõe e use ainda mais para ajudar as pessoas a serem livres em suas mentes.
    Fique com Deus!

    • Creio que seu comentário já está ajudando muita gente a pensar!
      Bjs

  • Olá Patrícia! Mesmo sabendo que “nunca” é uma palavra considerada muito forte, estive pensando que, até parece que “nunca foram tão reais”, as palavras que estão em Romanos 12,2: Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus. Abraços

  • oi, paty, muito esclarecedor esse assunto de hoje, engraçado que pensei nisso tambem desde o inicio da pandemia e tudo isso e mais pura verdade. Ao longo dos meses fomos vendo as mentiras desabrocharem. Mais uma coisa e certa nao podemos nos acovardar, pelo contrario devemos lutar ate o fim e sempre com jesus do nosso lado seremos sempre vencedores. Beijos co carinho.

  • Muito coerente. Até hoje não entendo como as pessoas “se curvaram” tão facilmente a tudo isso. Realmente, a estratégia de colocar medo nas pessoas tem resultados terríveis.

  • Concordo, ótimo texto👏👏
    Desde a pandemia continuo trabalhando (graças a Deus) e pegando ônibus lotado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *