Vou contar como comecei a estudar idiomas e como faço para manter a fluência nas três línguas que falo atualmente (caminhando para a quarta). Acompanhe!

Como comecei a estudar idiomas

 

Você que já é seguidora do blog sabe que trabalhei na Argentina, Inglaterra e Israel.

Além disso, tive a honra de palestrar na Universidade Harvard, em 2014, na conferência “Success: The only choice” (foto abaixo).

 

 

Muita gente me pergunta o que fiz para começar uma carreira internacional, onde estudei, como consegui os contatos etc.

Mas a verdade é que, se eu não falasse inglês teria perdido todas essas oportunidades, com exceção do trabalho em Buenos Aires.

Minha maior dificuldade era o tempo, porque sempre trabalhei muito.

Ter que ir a uma escola em um determinado horário, uma ou duas vezes por semana, não era possível para mim.

Então, lá estava eu sempre adiando…

Pior: eu achava que o meu “inglês de escola” era o suficiente e aí que eu adiava as aulas mesmo!

Até que, na minha primeira viagem a Israel, passei uma baita vergonha…

Entrei em uma loja comum de shopping – em Jerusalém – para comprar um sapato.

Comecei a falar o “meu inglês” com a vendedora achando que estava arrebentando, mas ela não entendia nada…

Cheguei a pensar que a vendedora não falava inglês, mas ela começou a falar um monte de coisas – em inglês – e eu que não entendi nadinha!

Até que ela perguntou três vezes, em inglês, de onde eu era.

Quando finalmente consegui entender e respondi “Brasil”, ela começou a me atender em espanhol.

Vergonha monsteeeeer!!

Eu que achava que estava arrasando passei dois carões:

  1. Descobri que não falava inglês coisa nenhuma e que mal entendia o que os outros falavam;
  2. Vi que uma pessoa do outro lado do mundo falava espanhol, enquanto eu, que vivia em um continente cercado de países de língua espanhola, mal falava “Buenos días” y “hasta luego”!

 

Como comecei a mudar o jogo

Quando voltei de viagem prometi a mim mesma que iria falar espanhol nem que fosse na marra!

Estávamos em 1996 e não havia a possibilidade de cursos online como temos agora, infelizmente.

Então, eu comprava CD-Rom (gente, que arcaico!) e aprendia espanhol no computador de casa.

Eu estudava as lições, lia livros e revistas, assistia a CNN en Español e ouvia os CDs do Luis Miguel… hahahaha….

Ao contrário do que se pensa, aprendi estudando por conta própria nas minhas horas vagas.

Por isso, posso dizer que quando a gente se empenha, funciona!

Fui contratada por uma editora em Buenos Aires e trabalhei nela por 6 anos incríveis.

Mas eu sabia que o idioma que realmente abre portas é o inglês e aí foi mais fácil, pois eu já conhecia o caminho!

Eu não queria uma escola com lições padronizadas para todo mundo e não estava a fim de ficar presa a horários.

Novamente fui em busca de um método eficiente e, mais uma vez, ganhei fluência através do meu empenho.

Se eu pude, você pode!

Ainda mais hoje que você tem a internet a seu favor.

Por isso, não perca mais tempo.

 

Como você pode começar

Conheci o professor Rhavi Carneiro, criador do Fluency Masters, que é a semana de aulas gratuitas.

Nela, o Rhavi vai ensinar técnicas de fluência para você aprender como eu: por conta própria.

Foi isso que me chamou atenção a ponto de eu indicar para minhas “blindetes”!

Aprender por conta própria é o melhor jeito de, finalmente, destravar e alcançar a fluência.

O Fluency Masters é 100% online e 100% gratuito e fala sobre como aprender inglês.

Todas as aulas da semana e os materiais são totalmente gratuitos e você vai conhecer um método para aprender inglês sozinha.

Quando começa

O Fluency Masters começa dia 04 de fevereiro, mas você já pode garantir a sua inscrição agora mesmo.

Achei muito bacana a iniciativa do Rhavi Carneiro de criar um semana para liberar conteúdo gratuito, então não vai perder!

INSCREVA-SE JÁ CLICANDO AQUI!

Siga também o Rhavi no Instagram: https://www.instagram.com/rhavicarneiro/

 

Pesquisa rápida!

O que você acha de começarmos a trazer aqui no blog dicas de cursos e oportunidades como essa?

Deixe o seu comentário para que eu saiba se seguimos com esse formato.

Quero saber a sua opinião, OK?

Nos vemos!

 

Jornalista especialista em finanças, autora do best-seller Bolsa Blindada, colunista do programa Mulheres, TV Gazeta e youtuber.

  • Eu sinceramente acho ótimo!
    Acho que você deve continuar publicando essas dicas sobre cursos e oportunidades.

  • Oba! Oba!

    Já me inscrivi, ainda que trabalhe numa escola de línguas, que fale inglês, francês, espanhol (portunhol rsrsrs) e crioulo, não me canso de aprender novas línguas. Quero aprender arabe e chinês! Isso é um grande desafio, mas valerá a pena.

    Obrigada pela dica.

    Beijos

  • Bom dia Patrícia.
    Excelente dica. Eu também estava a procura de algum curso para destravar o meu inglês.
    Mais uma vez você arrasou com informação de qualidade. Gostaria sim de ver mais dicas
    de cursos e oportunidades no seu blog.

  • Ótima dica querida Patrícia! Você se supera a cada dia… além dos mais variados conteúdos que trás em seu blog, ainda adicionar dicas de cursos… acho muito bacana. Nós, suas leitoras, não temos como agradecer tamanha disposição em compartilhar. Deus te abençoe cada dia mais. Beijos.

  • Ah, aprender espanhol ouvindo Luís Miguel faz bem para o relação conjugal… Amo!!!

  • Ola Patricia, obrigado pelas dicas. Também estudo inglês e espanhol em escolas convencionais e percebo que estou gastando um bocado. Escolas/cursos on line são boas opções. Se puder dar indicações de cursos de línguas e de outros também será ótimo . Um abraço. Marcos

  • Sim, essas dicas são incríveis. Paty uma curiosidade, você nunca fez um curso em uma escola de idiomas?

    • Eu fiz em duas escolas com um intervalo enorme entre uma e outra. Não aprendi muito e aí acabei me desencantando com os métodos. Mas alguma coisa sempre fica de aprendizado!

  • Patrícia, bom dia!

    Adorei o post de hoje, pois um dos meus objetivos é voltar a estudar inglês. Perdi muitas oportunidades por não ser fluente.
    Já tinha feito a inscrição no curso do professor Rhavi, e após a sua indicação fiquei mais empolgada. 😄
    Uma dica legal para melhorar a pronúncia é o app Elsa. Estou usando a achando muito bom, pois as lições são bem lúdicas.
    Quero que tenha mais posts sobre esse assunto.
    Obrigada por tudo! Te admiro muito!

    Beijos!😘

  • eu simplesmente amei… é tudo que estou precisando…

    Vou amar mais estas dicas.

  • Muito legal a maneira que você aprendeu idiomas!
    Estava a um tempo tentando aprender espanhol por conta, vi vídeos na internet, músicas em espanhol, séries em espanhol, até a configuração do celular havia deixado em espanhol! rs.
    Realmente não temos desculpas com o que temos á disposição hoje na internet.
    Obs: ainda não falo espanhol fluente, porém, estou a caminho! 😀

  • Oi Paty, que bom esse seu post. Trabalhei por três anos como professora de inglês e sei o quanto é um diferencial para o currículo o idioma. Todas as excelentes oportunidades de trabalho que tive como viagens e eventos foram graças ao idioma. Foi o maior investimento que meus pais fizeram na minha educação. No entanto, assim como você, conheço muitas pessoas que aprenderam inglês sozinhas. Tenho dois primos que aprenderam através de jogos on line e video game. Um deles morou no Canadá e lá aprimorou a fluência, mas não fosse a base que a escola e os jogos deram talvez ele não tivesse a oportunidade de ter ido. Hoje em dia com a internet as ferramentas são ainda maiores pra quem quer se dedicar!

  • oi Patricia tudo bem ? Nossa quando eu vi esse post de curso e principalmente ingles, eu me entusiasmei. quero mt mt mt aprender pq tenho uns propositos futuros e esse post foi um achado, acho super válido trazer essas dicas pa gente kkk quanto mais conhecimento melhor , obrigada 🙂

  • Gratidão Patricia que bom que você existe para ajudar e somar as nossas vidas curto e compartilho sempre teus vídeos e-mails e livros para todos em minha volta te descobrir também é ver que tu és excelente profissional.

  • Patricia eu acho maravilhoso você dar dicas como essa, contribuindo para o crescimento das pessoas e consequentemente o crescimento do país. Pois, somente investindo em desenvolvimento pessoal, profissional e educacional conseguiremos um futuro melhor para as futuras gerações.Parabéns pela iniciativa!

  • Perfeito, Patrícia!! Adorei a dica.. Já estou me inscrevendo no Fluency Master.. Sempre adio, justamente por causa da dificuldade de conseguir conciliar, trabalho, família, esporte , enfim.. Este ano eu prometi alcançar algumas metas e uma delas é aprender uma outra língua.. Agora vai…

  • achei incrível essa dica, estou a tempos procurando uma chance de falar inglês e coreano(já ate comprei om curso on line).

  • Ótimo, temos muitas variedades no mercado de cursos, mas com sua indicaçao será melhor.
    Cada uma de nós iremos escolher o curso que nos adaptamos e tanto queremos aprender.
    Parabens!

  • Bom dia, Pati. Eu acho uma excelente idéia você escrever mais sobre este tema. Preciso muito estudar e aprender outro idioma. Sempre achei Inglês muito difícil e também não gosto muito. Mas mesmo não gostando, sei da necessidade, e aprendi que não devemos fazer apenas o que sentimos vontade, mas tenho certeza que depois que começar, a vontade e o gosto pelo aprendizado virá. Ah, e parabéns pela sua dedicação, sempre nos inspirando. Beijos.

  • Eu amei, nada mais ligado a finanças do que desenvolver habilidades para aproveitar as oportunidades.

    Gratidão, Patricia!!

  • Bom dia💖🌷😍
    Eu acho a ideia ótima 💖
    Parabéns pela sua humildade vc é incrível e muito simpática 💕

  • Bom dia, Pati!
    Sou professora de inglês e no final do ano passado iniciei um canal do YouTube justamente para sanar dúvidas relacionadas a como investir tempo e dinheiro na aprendizagem de uma nova língua.
    A primeira dica que dou é: descubra como você aprende melhor antes de escolher um método ou escola.
    Amei o post de hoje!
    😘😘

  • Dona Patrícia, muito obrigada por esse post. Eu comecei um curso de inglês presencial gratuito ano passado, e teríamos continuidade esse ano, fiquei sabendo nesta última semana, que não haverá mais. Então, esse post veio na hora certa. Que Deus a abençoe grandemente. Abraços:-)

  • Eu amei esse post! Muito bom! Confesso que tinha um pouco de receio em aprender inglês sozinha pelo fato de pensar que as empresas só valorizam o aprendizado com um certificado e tudo mais. Mas, tenho aprendido que na maioria das vezes aprender pelo nosso empenho é melhor do que ficar preso nas eternas lições o verbo to be das escolas tradicionais. O segredo é ter disciplina para aprender um idioma.
    E sobre seguir nesse formato: seria muito bom ter dicas como essa aqui no blog.

    • Hoje em dia as empresas estão mais interessadas em testar na prática do que confiar apenas no papel. Comigo foi assim! Bjs

  • Hi Patricia. Are you ok? Pois é, tenho 61 anos e me dedico bastante no aprendizado do Inglês. Tenho uma “sede enorme” em aprender a língua. Penso que estou em o nível intermediário. É legal que seja publicado cursos aqui. Thank you.

  • Seria uma ótima ideia! E tb apresentar opções pra quem tá sem ideia do que fazer pra decolar a carreira ou renda extra, ou porque não o próprio negócio.
    Foi através de você que conheci a Eduk, e hoje o que faço aprendi lá.
    Bjos e obrigada!

  • Mulher de garra !! 😍
    Consigo minha querida é só para a frente !!👍
    Beijinho

  • Oi Paty! Sou farmacêutica e já trabalhei como English Teacher tb! No aprendizado de qualquer língua, nós precisamos do “input” = “entrada” da língua, que são por meio da leitura e da audição e temos o “output” = saída da língua, que são a escrita e a fala. Cada habilidade é movida por uma parte diferente do cérebro. Ou seja, se vc precisar escrever, precisa desenvolver essa habilidade. Não adianta ter só as outras, ainda mais por causa da ortografia. Se até no Português erramos, imagine em um outro idioma! rsrsrs Detalhe MEGA IMPORTANTE – sem mudança de hábito, não tem jeito de aprender a entender uma língua falada. Com o advento da dublagem em todos os canais (pagos e não pagos), internet, etc, mais do que nunca as pessoas preferem assistir um filme em Português. Eu aprendi inglês sozinha e meu listening é excelente, pq só assisto programas em inglês. Só falta agora melhorar o vocabulário para compreender determinados tipos de linguagem. Mas é possível SIM aprender um idioma sozinho! Bjs!!

  • Que idéia maravilhosa Paty, super amei…. Fica curso de inglês, mas por não praticar e ter sido uma aluna mediana, já esqueci quase tudo que aprendi.

  • Oi, Patrícia!
    Acho a ideia “very good”, “wonderful”! 😁 Aliás, soube do Rhavi através de vc, no início da semana, e me inscrevi no curso logo. Estudo Inglês há 6 meses e já percebi q minha maior dificuldade tem sido a fluência, então não vejo a hora de começar o Fluency Masters!
    Parabéns por todo seu trabalho! Gosto da forma direta como vc fala e da força q passa através das palavras. Eu me sinto assim: super encorajada quando leio seus textos, vejo seus vídeos… Aprendi a não olhar para as condições contrárias quando quiser começar algo e a perseverar. Foi assim q comecei a estudar Inglês. Vivia adiando, olhando pra o tempo quente, pra chuva, pra distância… Quando decidi q ia estudar veio a insatisfação de sair da zona de conforto e eu quis desistir, mas aí lembrei de ser insistente e pus na cabeça q não só ia continuar como tbm seria a primeira da sala. E aconteceu! Terminei o semestre como aluna número 1. É um exemplo pequeno mas q me deu mais força ainda pra ir atrás de outras coisas que sonho. Aprendi o segredo. Todo mundo pode, eu tbm posso! 💪
    Gratidão eterna a vc! 😍

  • Paty!! Ideia super maravilhosa!!!
    Inglês falo fluente, tive a oportunidade de aprimorar morando pouco tempo fora, mas quero muito aprender Francês e Alemão…

  • Estimada Patricia, excelente el contenido de éste artículo, muchas gracias y me parece muy buena su idea de colocar “dicas” de cursos. Muchas gracias

  • Achei ótima ideia ,estou fazendo faculdade a distancia por conta do horário ,e estou lutando para apreender inglês também ,gosto orientações que possam ser utilizadas no dia a dia .Até comecei a fazer cursos ,porém como não tenho condições financeiras e nem tanto tempo disponível, vejo cursos online ,no youtube ,graças a isso consigo ,ouvir alguns vídeos ,curtos em inglês e entender, que tenho que analisar o contesto ,e não devemos ficar com vergonha ,de falar ,não nascemos sabendo nada .O próximo passo e tirar o passaporte e o visto ,e ir durinha ,viajar para falar inglês .

  • Vou adorar receber dicas de cursos e oportunidades como essa! 😍

  • Patrícia acho maravilhoso ter conteúdo de curso,o conhecimento gera poder. Muito obrigada . Beijos

    • Vc se inscreveu no link aqui? As aulas não são pelo Instagram!

  • Considerando que o Blog é muito mais que ajudar a consertar/mudar nossa vida financeira, Mas também nos ajuda a pensar diferente, a agir diferente, a acreditar em somos capazes e a sermos nossas melhores versões, eu sou totalmente favorável à que o blog também possa dar dicas para nossa educação. Para mim, faz parte do “pacote completo” que você com todo seu altruísmo nos oferece!
    Obrigada! E que venham mais dicas!
    Já me inscrevi no curso! 👏🏼👏🏼

  • Patricia adorei esse post. Você foi usada como um instrumento de Deus na minha vida hoje. Um direcionamento por onde começar, já tenho curso há anos e sempre há um bloqueio, que só será vencido se houver um empenho da minha parte. Continue postando dicas de cursos estou em constante aprendizado e tudo é muito válido.

  • Legal Patrícia! Poste mais dicas dessas sim! O crescimento pessoal é muito importante e contribui para o crescimento financeiro!

  • Adorei a fica já me inscrevi e adoraria matérias como essas dicas de cursos gratuitos. Adorei obrigada

  • Patrícia, me tira uma dúvida: Como você faz pra manter fluência? Eu estou terminando agora um curso de inglês na wise up, aprendi bastante mas sei que ainda tenho que praticar muito para chegar na tão sonhada fluência, o problema é que eu não tenho com quem praticar. O que você costuma fazer?

    • Eu leio e tb assisto filmes em inglês. Falar é mais difícil mesmo, mas você pode manter contato com seus colegas da escola e conversarem entre vcs.

  • Boa noite, Patrícia! Excelente dica…vai ser ótimo termos essas dicas…😊😘😘

  • Oi Paty. Amei as dicas, posta mais pra gente sobre cursos, principalmente os online. Tenho muito interesse e creio que ajudará muita gente!

  • Tem o ITALKI, não sei se conhece, é uma rede social com pessoas do mundo todo interessadas em aprender e ensinar idiomas, no caso nós podemos ensinar português e eles nos ensinam outros idiomas. No próprio site ou app tem um chat, mas você pode combinar de conversar pelo skype, claro, com todo cuidado porque sempre tem uns “engraçadinhos”.
    Lá também você consegue contratar professores por hora aula ou um tipo de tutores que não são professores oficiais do site mas também dão aula por um preço bem acessível e via skype, ou seja, você consegue praticar falando com nativos.

  • Simplesmente Maravilhoso … Já vou fazer a minha inscrição nesse!

  • Ola Paty muito boa tarde,
    já vou me inscrever , e sim é maravilhosa a ideia
    alias tudo aqui no blog é top top.

    obrigada por tudo
    Deus continue abençoando grandemente
    Abraço

  • Patrícia, achei ótima essa idéia, gosto de aprender sempre algo novo!

  • Que bacana!
    Sinceramente, assim q li sua experiência, tendo em vista que não foi pra nenhum blog, para mim fazer isso, acho algo utópico rsrsrs. Arranho um pouco do espanhol por ouvir musicas. Mas como você mesmo falou (me refiro ao inglês agora), se você conseguiu, eu posso conseguir 😀

  • Patricia eu assisti o vide o até o fim mas RHAVI compra esse curso..onde é gratuito?

    • A Semana Fluency Masters (de 4 a 8 de fevereiro) foi gratuita. O curso que ele dá (aliás, ele dá vários), não é gratuito. O que nós divulgamos aqui foi a semana gratuita, mas ela acabou 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *