Às vezes é necessário praticarmos o desprendimento daquilo que está atrasando a nossa vida para podermos receber coisas novas. Esse é o assunto de hoje!

Desprendimento: você está preso a quê?

No meu quinto livro, Sucesso não cabe na bolsa, uso a história de Abraão para ilustrar a importância do desprendimento.

O capítulo 6 do livro trata de várias atitudes do pai da fé que servem como exemplo de conduta para quem quer ser bem-sucedido, porém, neste post vou me limitar ao desprendimento.

Quando Deus chama Abrão (este era o nome dele antes de ser mudado), ordena que ele deixe sua terra, sua casa e seus parentes para seguir para um lugar que ainda lhe seria mostrado.

Mas Abrão levou a Ló, seu sobrinho, filho de seu irmão Harã, que já havia falecido.

Provavelmente ele estava apegado ao sobrinho e se sentia responsável por ele e, talvez por isso, acabou levando Ló consigo.

Se você ler a história no livro de Gênesis (a partir do capítulo 12), vai ver que, sem perceber, Abrão atrasou os planos de Deus por conta de Ló.

Aliás, seu sobrinho trouxe vários problemas que desviaram Abrão de seguir imediatamente o chamado de Deus.

Veja que interessante a passagem de Gênesis 13:14-15:

E disse o Senhor a Abrão, depois que Ló se apartou dele: Levanta agora os teus olhos, e olha desde o lugar onde estás, para o lado do norte, e do sul, e do oriente, e do ocidente;
Porque toda esta terra que vês, te hei de dar a ti, e à tua descendência, para sempre.

Deus fez a promessa a Abrão DEPOIS QUE LÓ SE APARTOU DELE.

Enquanto ele estava acompanhado de uma pessoa que só o atrasava, Deus não podia agir.

E quanto a você: será que você está apegada a algo que está lhe atrasando?

Pense nas amizades que não levam a nada, nas coisas que fazem apenas você perder tempo ou até mesmo no relacionamento que você já percebeu que não está nada bom e sem perspectivas de melhorar.

Enquanto estivermos presos ao que não agrada a Deus, Ele não poderá fazer muita coisa por nós!

 

Cadastre-se para não perder nada!

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

 

Confira o desafio anterior:

Você é uma pessoa difícil

 

Jornalista, especialista em finanças e autora de 5 best-selleres. Colunista do portal R7 e apresentadora do JR Dinheiro, no Jornal da Record.

  • Olá Patricia, concordo com tudo o que escreveu, mas como fazer quando o atraso está no casamento?

    • O casamento em si não é um atraso, mas sim, a maneira como ele é conduzido. Portanto, se vc muda a maneira como o conduz (começando por você), tudo vai mudar!

  • Hoje mesmo, na oração falei isso ao Pai, tantas coisas que tenho que decidir na minha vida, estou como era adolescente, no recomeço, onde tenho que decidir e descobrir os caminhos para vida financeiro, sentimental… ontem refleti nisso, estava no grupo Whatsapp que não conseguia acompanhar e não acrescentava em nada as conversas , perdia tempo ao ler, sai dele. Prestar atenção o que mais me prendo para desprender.

  • Bom dia querida! Que linda essa passagem da Bíblia. Pura verdade, as vezes escuto clientes falarem: ” oro tanto, peço tanto a Deus e a bênção ñ chega”, e eu digo: ” as vezes vc acha que está no caminho certo, mas Deus sabe tds as coisas, espera e tudo acontecerá no tempo certo”. Despreender e deixar o novo chegar. Um grande abraço 🤩.

  • Nossa forte ei…. caiu como uma luva..rs.. vou reler…

  • Olha Patricia…. Eu estava assim… Muitas coisas estavam me prendendo e me sufocando… Cheguei a ter por duas vezes sintomas de falso infarto… Desenvolvi sintomas de depressão, passei dias terriveis… Ate que troquei meu fardo pesado pelo fardo leve de Jesus e… Ele me preencheu. A partir daí, e com ajusa de mentores, comecei a ter consciencia do que me prendia e fui me libertando. A Quarentena foi uma bençao nesse sentido porque haviam coisas das quais nao conseguia me livrar… Com o confinamento tive tempo de me curar e ja me libertei!!! NAO EXISTE NADA MAIS PRAZEROSO QUE O SENTIMENTO DE ESTAR LIVRE!!!

  • Olá Patrícia! Ótima oportunidade de refletir sobre o desprendimento. Às vezes a gente pode não se dar conta de que manter relacionamentos com pessoas que só reclamam, só proferem palavras negativas, que ficam o tempo todo se queixando tipo “ó céus! ó vida!” e nada fazem para melhorar, acabam promovendo uma distância dos próprios objetivos e nos influenciando também. Mesmo lembrando das palavras em Gênesis 13,8 “E disse Abrão a Ló: Ora, não haja contenda entre mim e ti, e entre os meus pastores e os teus pastores, porque somos irmãos.”, é preciso se distanciar de relacionamentos que não contribuem com nosso bem-estar. Nada como uma boa conversa descontraída sobre amenidades e coisas que nos alegram e, é claro, não desejar o mal para outras pessoas. Obrigada!

  • “será que você está apegada a algo que está lhe atrasando” Eu vou ver isso agora…
    …não tinha parado para pensar nisso….
    Não quero estar presa,naquilo que não agrada a Deus.

  • Verdade eu era uma pessoa que só lembrava das coisas materiais ,era muito perfeccionista e vivia em função de tudo isso,porém minha vida tem mudado pra melhor desde quando tenho me baseado na palavra de Deus onde nós adverte sobre todos tipos de relacionamento.
    Atualmente seleciono meus amigos .
    Tenho aprendido muito com seus livros.
    Só tenho 3 ,
    Amo ler os 3 principalmente O Sucesso nào Cabe na bolsa que é um livro maravilhoso sempre baseado dizeres bíblicos,. Amoo
    💋❣️

  • Boa tarde, eu tenho que observar melhor meu tempo, pois perco muito tempo com coisas que não acrescenta nada na minha vida. Muito obrigada pela dica de hoje. 😀

  • Obrigada Patrícia.
    Estou numa luta constante comigo mesma,preciso me desprender de mim mesma,das minhas emoções,estou na fé e buscando novos rumos pra minha vida profissional…não está sendo fácil,pois vivi quase 40 anos fazendo a mesma coisa.
    Os meus caminhos entreguei a Deus…vai dar tudo certo.

  • Olá Patrícia! Lendo suas postagens e refletindo vejo que tenho que trabalhar meus pensamentos pautados no que Deus sonhou para mim, pois toda vez que isto ocorre minha vida flui

  • Olá Patricia, também estou com problema no meu casamento, nesta quarentena pude ver, aquilo que antes não tinha tempo para observar, mas a sua resposta para a Aline me vez observar que tenho que tomar algumas decisões que são necessaria, meu muito obrigada. E continue sendo esta pessoa abençoada.

  • Boa tarde!
    Você está certa! Que tema excelente para reflexão, em especial no que diz respeito à relacionamentos infrutiferos.

  • Excelente assunto a abordar, eu particularmente acabei de desapegar coincidentemente de uma sobrinha, que é filha da minha irmã a qual tive que me afastar, pois se trata de uma pessoa totalmente tóxica que a vida toda demonstrou inveja, interesse e desrespeito a minha fé, atributos estes que ela não limitou só a mim como a varias outras pessoas inclusive à sua própria filha, a qual eu solidária aos sentimentos dela me apeguei demais.Sem eu perceber e talvez inconcientenente minha sobrinha me envolvia no mesmo ciclo tóxico da mãe, sendo assim peça chave de muitos conflitos que tive com a mãe dela,porém percebi somente agora recentemente após desmanchar uma “sociedade” de apenas 2 meses a qual ela entrou com o pé e eu com o bumbum,após por mensagem fazer um discurso maravilhoso, mas que de atitude zero palavra, se eu fosse um pouquinho mais sentimental tinha me acabado de chorar, o que definitivamente não cola comigo, só me fez enxergar que estava com apego a estes relacionamentos usando de desculpa que eu tenho como cristã sempre que dar a outra face, vi o quanto estava sendo ingênua e porque não dizer tonta, e quanto tempo estava perdendo não me posicionando, o bom é que para Deus um dia é como mil, e assim que detectei, passei a bomba pra Ele, e a minha vida que estava parada neste emaranhado de intrigas, passou a fluir e agora estou bem, melhor ainda estou em paz, e confiante de que a @aurorasleepwear1 vai arrebentar 🙂

  • Olá. Estou lendo o 11º e o desafio já está no 14º. Gentem!!! Me atraso porquê além do meu trabalho @bertagliadocumentos, não consigo ler somente o que o desafio traz + todos os comentários. Achei muito interessante a Cristina Fontes aproveitar o post para fazer o comercial da sua empresa. “Aproveitando as oportunidades” Uma das dicas do clube da leitura e de diversas falas da Patricia. Apesar de estar fora do Brasil já estou seguindo a página da Cristina no Facebook. Meu casamento também “atrapalhava” (passado) meu desenvolvimento pessoal, profissional e espiritual. Beijos à todas.

  • Boa tarde!

    Muito boa reflexão! É preciso estar atento constantemente aos atrasos que insistem em se instalarem em nossa vida, e que em boa parte das vezes, nós consentimos sem antes buscar a direção do alto. Parabéns!

  • É doloroso ter que se apartar principalmente de pessoas. Mas é necessário. A história de Abrão mostra isso. E podemos ler e sentir o amor dele pelo sobrinho quando Abrão clama a Deus para salvar Ló de Sodoma e Gomorra. E na história podemos ver que Ló não tinha esta consideração para com o tio principalmente no versículo de escolha para onde iria.

    E levantou Ló os seus olhos, e viu toda a campina do Jordão, que era toda bem regada, antes do Senhor ter destruído Sodoma e Gomorra, e era como o jardim do Senhor, como a terra do Egito, quando se entra em Zoar.
    Então Ló ESCOLHEU PARA SI toda a campina do Jordão, e partiu Ló para o oriente, e apartaram-se um do outro. (Gênesis 13:10,11)

    Ló não foi nada desprendido. Ele escolheu para si. Nem para ter consideração com o tio para o deixar escolher. Já que aquela riqueza toda veio graças ao tio ser abençoado. Penso que depois no final que teve ele deve ter pensado: – Eu deveria ter ficado com meu tio e mandado aqueles pastores embora!
    Assim como passamos por situações como: “-Eu deveria ter me afastado daquela pessoa do trabalho! ” ou “- Eu deveria ter me afastado daquele familiar fofoqueiro que me colocou em confusão! e etc.

    • Exatamente. Se ele tivesse falado o mesmo que Rute disse a Noemi: “De maneira nenhuma me apartarei de ti. Onde fores, irei eu…” Ele teria ficado com quem era a fonte de bênçãos, mas não foi o que aconteceu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *