Desafio Detox #3 – Ajude-se a se ajudar! Parte 2

Vamos ver hoje outro tipo de problema recorrente que tem atingido muitas pessoas e conhecer algumas estratégias para não cairmos neles. Confira!

leite-2

Dando sequência ao post de ontem (para ler, clique aqui), seguem mais amostras de comentários e e-mails que recebo para avaliarmos as razões de alguns problemas recorrentes para muitas pessoas. Hoje veremos os problemas da “classe 2”: as pessoas que choram o leite derramado, ou seja, as que sabem que não deviam fazer, fazem mesmo assim e depois se arrependem.

Nota: nunca comento os nomes das leitoras, pois meu objetivo é ajudar e não expor. Fique à vontade para mandar suas dúvidas, pois você sempre será respondida (ainda que demore) e com o devido respeito.

 

Classe 2 – Pessoas que choram pelo leite derramado

  • “Li seu post sobre não emprestar o nome a ninguém, mesmo a parentes próximos etc. Mas minha irmã pediu e eu não consegui dizer não. Estou arrependida porque provavelmente ela não vai pagar. E agora?”
  • “Escrevi para você perguntando se devia aceitar que meu namorado de poucos dias pagasse uma viagem para mim. Você disse que não era bom viajar com uma pessoa que eu mal conhecia, mas eu fui porque ele me pressionou. Descobri que ele só queria se aproveitar de mim (e eu cedi, se é que me entende…). Estou me sentindo uma tonta… Por que fiz isso?”
  • “Meu marido ficou decepcionado quando descobriu que faço compras escondida dele. Compro demais e não consigo pagar. Ele já me socorreu uma vez pagando meu cartão, mas descobriu que eu continuo comprando e ficou chateado. Fiquei tão nervosa que saí e comprei mais coisas. Tive que deixar na casa de uma amiga porque ele não pode ver de jeito nenhum. Agora estou mais nervosa ainda porque vou precisar esconder também a fatura do cartão e não sei direito que dia chega na caixa do correio. E se ele ver? Estou com ódio de mim mesma…”
  • “Minha mãe colocou minha filha de castigo porque ela xinga, chuta e joga tudo o que vê na frente. Mas eu tiro do castigo e levo para passear de sábado, compro o que ela quer porque tenho dó. Não é a primeira nem a segunda vez que faço isso. Eu SEMPRE desautorizo a minha mãe e agora ela cansou… Eu saio 7h e volto depois das 21h, com quem vou deixar minha filha agora? Babá nenhuma vai cumprir esse horário e eu nem posso pagar, estou endividada de tanta tralha que compro para mim e para a minha filha. Não sei o que fazer, pois tenho que trabalhar e minha mãe nem me atende mais no telefone. Me ajude!”

Todos os casos acima – e muitos outros que recebo diariamente – relatam problemas que as pessoas causaram a elas próprias. Elas não ajudaram a se ajudar!

Quem não sabe que emprestar CPF é roubada? Até a Bíblia alerta sobre isso e nos aconselha a fugir de empenharmos nosso nome (Provérbios 6:1-5). E por que, em pleno século 21, as mulheres ainda caem na conversa mais manjada de homens que só querem sexo sem compromisso? Como eles ainda conseguem comprar o que querem? E que esposa não sabe que não deveria fazer nada escondido do marido, ainda mais quando já foi pega e recebeu nova chance? E qual mãe não sabe que mimar os filhos vai fazer deles verdadeiros vilões e colocá-las em situação difícil?

Ter uma vida bem-sucedida é para as fortes e isso você já sabe. Enquanto você fraquejar diante de situações como essas, não alcançará o sucesso. Ao contrário, viverá uma vida de péssima qualidade, intoxicando a si mesma pelas próprias atitudes.

A dica é que você saia da posição vulnerável e se coloque em outro plano, ou seja, fuja das atitudes que podem prejudicá-la e pense no amanhã. Por exemplo:

Estão pedindo seu nome emprestado e colocando você contra a parede? Saia daquela situação e diga que não vai responder sem pensar a respeito. Pronto, você saiu da pressão. No dia seguinte ou depois de alguns dias, responda que pensou bem e que concluiu que não pode fazer isso, ou vai se prejudicar. As pessoas não vão gostar, mas isso não é um problema seu.

Seu namorado está pressionando para você fazer o que não quer? Afaste-se dele, afinal, que amor é esse que não respeita a sua decisão? É fácil? Não, mas você não correrá o risco de se envolver ainda mais com alguém que age por puro interesse.

Você compra o que não pode? Deixe o cartão em casa, não vá ao shopping nem a locais de compra e não se coloque em situações tentadoras. Poupe a si própria.

Seu filho está manipulando você e fazendo sentir pena dele? Seja firme, pois caso contrário, você estará prejudicando toda a família. Não é razoável que os pais se deixem controlar por crianças que agem descontroladamente. Se o seu filho está impossível, é porque está pedindo limites e não querendo que você ceda ainda mais. Assuma o comando enquanto ele ainda é pequeno e lhe deve obediência.

Resumindo: tenha controle sobre si mesma. Ajude a se ajudar!

Amanhã vamos para o desafio #4, quem topa?

Nos vemos!

Jornalista especialista em finanças, autora do best-seller Bolsa Blindada, colunista do programa Mulheres, TV Gazeta e youtuber.

Categoria: Desafio
  • Laura diz:

    Bom dia lindíssima Patricia!

    ja fui uma compradora compulsiva tambem como esta pessoa que voce orientou!

    e houve uma altura em que para colocar em ordem a minha vida que estava um caos, cheia de dívidas, tive que ser radical.

    parei de ir ao shopping, mesmo que fosse para ver, eu não ia.

    meus colegas me chamavam pra ir comer fora, eu simplesmente dizia: nao posso! e sabe o que ouvia? nossa o que voce faz com seu dinheiro?

    mas nesse momento tive que ser forte pra nao desviar do meu foco que era limpar meu nome.

    se formos tentar agradar a todo, estamos perdidas.

    na altura não foi fácil dizer não a tantos convites.

    eu nao queria desagradar ninguém.

    mas tive que optar: e optei me organizar, pois o nome que estava sujo era meu.

    e pouco a pouco consegui pagar tudo o que devia.

    Hoje não tenho nenhum medo de dizer não, seja pra que for.

    As caras feias vão surgir isso nao tem jeito, mas ficar com prejuizo por causa dos outros jamais.

    Abraço.

  • Rafaele diz:

    Ola querida estou amando seus posts,já faz um tempo que te acompanho e tenho conseguido mudar os meus hábitos (não totalmente ,mas estou evoluindo rs)Eu era uma consumidora compulsiva,nunca conseguia poupar um dinheiro,estava sempre comprando,na minha cabeça eu sempre estava precisando de alguma coisa.Mas graças a Deus que a sr existe,para nos orientar e ensinar.O rogada dona Pati

  • Mayara Rodrigues diz:

    Estou dentro, Patrícia! Esse desafio creio que pode me ajudar muito! Estou com dificuldade no trabalho, são 8h diárias mas parece que não há tempo suficiente para fazer tudo que é necessário, não entendo como meu coordenador consegue ser tão produtivo. Contudo, se alguém consegue eu tenho que conseguir também! Isso acaba afetando minhas tarefas pessoais, pois estou sempre atrasada. Lendo o posto de ontem e de hoje, tive algumas ideias para me ajudar a melhorar a produtividade. Me recuso a esperar o leite transbordar! Rs Beijos!

    • PATRICIA INFANTI diz:

      Mayara, bom dia! Tem um canal no youtube, de um rapaz chamado Albano, que acho que pode te ajudar bastante tb, assim como a Patricia. O nome do canal é “Seja uma pessoa melhor”. Bem bacana mesmo. Dá uma olhada e faça uma análise. Espero que te ajude!

  • Klewer diz:

    Por isso que eu digo: psicoterapia não é gasto, é investimento! Todos, em algum momento de nossas vidas, precisamos de ajuda de um profissional para “sarar” certos desvios. Obrigado pelo post!!

  • Ana Karoline diz:

    Nossa, percebo que todas essas mulheres precisam de ajuda psicológica. Além do sofrimento que esses erros causam, muitas delas podem estar em algum quadro de depressão ou ansiedade, com algum vício ou patologia.
    Talvez fosse válido orientá-las a buscar uma ajuda de um profissional de saúde mental.
    Sucesso com o blog.

  • Adriana Oliveira diz:

    Eu topo!!! E estou enviando para as minhas amigas da fé cada post publicado do Desafio Detox, elas estão gostando muito pois quando achamos coisas que nos faz bem queremos repartir com todo mundo esse bem. Bjs e aguardando o próximo post.

  • PATRICIA INFANTI diz:

    Bom dia! Vi só hoje, mas, por enqto estou cumprindo os desafios! O que mais tenho procurado fazer é buscar ajudar a mim mesma. Mesmo que cambaleando e tropeçando, estou seguindo em frente!

  • Vilma diz:

    Ótimos conselhos !!!!

    Não seguem…quem não quer e ponto final.

    Amooooo seus posts 😘💞

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*


Carreira Profissional

Cartão de Crédito

Investimentos

Pagamento de Dívidas

Faça uma busca no site:

Acompanhe também a Bolsa
Blindada nas redes sociais:


Receba todas nossas novidades!

Livros Bolsa Blindada:

Desenvolvido por: