Todos nós temos sonhos, porém, é preciso saber avaliar se os nossos sonhos podem virar pesadelos financeiros. Esse é o assunto de hoje!

Sonhos ou pesadelos?

É provável que algum dos seus sonhos já tenham se tornado pesadelo.

Faço essa afirmação porque recebo muitos comentários de pessoas endividadas que estão nessa situação por causa de um sonho.

Por exemplo:

  • Compra da casa própria sem planejamento que acabou na perda do imóvel e do dinheiro
  • Festa de casamento que custou caro e os noivos se arrependeram
  • Compra de carro zero que saiu uma fortuna e na hora de vender não valia nem um terço do valor pago
  • Abertura de um negócio que acabou em dívidas

Enfim, os exemplos são muitos, por isso, gostaria de fechar esse Desafio Desatola com essa reflexão.

É difícil como educadora financeira dizer para as pessoas que os sonhos que elas alimentam desde crianças tem a possibilidade de virar pesadelo.

Mas, depois de ter perdido um negócio e ficado com uma dívida imensa, sempre penso que se alguém tivesse me orientado eu não teria vivido o inferno que vivi.

Por isso, prefiro falar a verdade (que as pessoas não gostam de ouvir) do que vê-las passando perrengues mais tarde.

O desafio hoje é que você analise se os sonhos que vem nutrindo desde a infância fazem sentido na vida adulta.

Será que hoje, na sua condição de vida e na sua rotina uma casa própria é necessária mesmo ou só atrapalharia a sua vida?

Por exemplo: um casal recém-casado vai e compra um apartamento minúsculo, que mal cabem os dois, pois é o que dá para pagar.

Só que eles pretendem ter filhos e, naquele espaço, simplesmente não cabe mais nada.

Então, eles terão que vender o apartamento que está financiado (o que pode levar muitos meses e até anos) e adiam a gravidez.

Ou, pior, a esposa engravida e eles acabam vivendo super mal e “presos”a um imóvel que não atende às necessidades atuais.

Isso sem falar que o orçamento é extremamente apertado justamente por causa das prestações do financiamento.

Ou seja, um pesadelo!

Você pode pensar: mas eles não teriam que pagar o aluguel?

Sim, teriam, mas eles poderiam alugar um imóvel mais adequado e, quando estivessem com uma vida mais definida e estabilizada, comprar um imóvel.

Por isso, reflita e pensa – racionalmente – se o sonho que você tem faz sentido.

Como esse assunto é extenso, vou propor a você o seguinte:

Nos próximos posts vou falar dos sonhos um a um, com mais detalhes e até cálculos.

Você topa?

São cinco assuntos que eu creio serem de grande importância para a maioria das pessoas:

  • Casa própria
  • Carro zero
  • Festa de casamento
  • Festa de criança e 15 anos
  • Filhos

Se você tiver outras sugestões de assuntos nesse sentido, deixe nos comentários. 😀

Nos vemos nos próximos posts!

Jornalista, especialista em finanças, autora de 5 best-selleres, colaboradora dos programas Mulheres (TV Gazeta) e Escola do Amor (Record TV). Colunista do portal R7 e youtuber.

  • Nossa Paty, o post de hoje foi uma “segunda” resposta pra mim né (rsrs). Louca pelos próximos!

  • Top!!! Amei esse desafio (Como todos!), e adorei sobre o post dos sonhos!!!

  • Muito bom esse desafio !!!!
    Acho q todos tem servido p orientaçäo tanto financeira como emocional da vida de muita gente.
    O post de ontem e de hoje achei o máximo.

  • TÔ dentro. combinado.
    obrigada por tudo. bjss

  • Olá..

    Abrir um negócio próprio também pode ser um bom tema.

    Bjs

  • Fantástico o tema. Minha sugestão Patrícia, para depois dos já relacionados, a viagem dos sonhos. Como planejar direitinho e não virar um pesadelo.

  • É verdade Patrícia… Como é verdade… Pena que muitas vezes por essa falta de orientação acabamos errando tanto… Meu sonho sempre foi empreender, mas vi na prática que não é fácil… Gostaria de acrescentar nessa listinha o abrir o próprio negócio na base do sonho, sem ter recurso.

  • Olá!
    Poderia também falar acerca do próprio negócio que como você bem falou também pode virar um pesadelo.
    Bjos!

  • Maravilhoso esse Desfio. Nove dias de muita reflexão. Várias idéias maravilhosas.
    Em 2020, se Deus quiser, nada de atolação, muito planejamento, foco e direção.
    Quero mais aaaaaaulas.
    Gratidão, Patrícia, Linda.

  • Eu topo, é legal também falar da viagem dos sonhos, e do pesadelo que se torna, com as dívidas que ficam pra pagar após a viagem.

  • Ameei este post e já estou super ansiosa pelos demais!! Meu marido e eu pretendemos adquirir uma casa e eu estou com medo exatamente disso, do sonho virar pesadelo…
    Beijos Paty!

  • Excelente post.
    Gostaria que falasse sobre abrir um negócio e a viagem dos sonhos.
    Estou vivendo esse dilema…abrir minha lojinha sem sair do atual emorego e viajar pra Buenos Aires .

  • Olá Patrícia. Você se esqueceu do casal que casa, quer festa, lua de mel, viagem pro exterior, abrir o próprio negócio! Muitos são os sonhos. Eu vivi isso muito tempo, mas sempre tive meus pés bem no chão. Acredito que meus sonhos eram alcançáveis: casa própria e faculdade. Isso quando a cabeça se deu conta que a festa de quinze anos era besteira, que ter um carro zero é uma coisa de se pensar muito. Enfim, eu conclui minha faculdade com uma bolsa que ganhei ( não gastei nem a condução!) E tenho meu apartamento que comprei de outra pessoa semi-novo, pois o morador morou apenas seis meses no imóvel e teve de se mudar as pressas. Foi um ganho. Pago uma prestação bem baixinha que qualquer Co sigo pagar sem o menor esforço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *