Ontem nosso site ficou fora do ar por mais de 12 horas, então, vamos aproveitar o fato para falar sobre imprevistos! Confira o post de hoje.

Como lidar com imprevistos

Quando você vai comprar um carro, quais dessas coisas você considera:

  • Conforto
  • Beleza
  • Preço
  • Acessórios
  • Sistema de som
  • Valor do seguro
  • Data de validade do extintor de incêndio
  • Estado do estepe
  • Funcionamento do macaco
  • Chave de roda

Acredito que os 4 últimos itens a maioria das pessoas não faz a menor questão de checar.

Aliás, muitos nem sabem onde fica o extintor de incêndio!

 

Eu mesma só percebi que roubaram o macaco do meu carro – provavelmente em algum estacionamento – quando meu marido foi trocar um pneu…

Mas ainda que a gente não pense nesse tipo de coisa, as montadoras de veículos têm que pensar em todo tipo de imprevisto que pode acontecer.

Meu marido um dia inventou que eu tinha de aprender a trocar pneu, porém, ainda que eu quisesse, não tenho força suficiente para soltar um parafuso sequer. Haha!

Ele disse que eu podia usar uma técnica que é ficar em pé sobre a chave de roda para que o meu peso fizesse o parafuso soltar, mas para quem pensa 48 quilos não funciona!

Por isso, incluo sempre o serviço de socorro na apólice de seguro.

É o tipo de imprevisto que eu não tenho como resolver sozinha e nem posso ficar pedindo ajuda na rua por questões de segurança.

E é nesse ponto que eu queria chegar: há imprevistos que nós podemos resolver, mas nem todos.

Nesses casos, é preciso ter um plano B.

 

Quando você não consegue resolver imprevistos

Só para ilustrar, vou usar o exemplo do site que ficou fora do ar neste sábado por mais de 12 horas.

Inegavelmente, questões de programação, hospedagem, atualizações etc., para mim são grego.

Os técnicos até tentam explicar, mas as tentativas são sempre em vão!

Por isso, preciso ter pessoas que me deem esse suporte.

Mas não só isso, pois esse suporte precisa ser rápido e abranger sábados, domingos, feriados, madrugadas…

Primeiramente eu não achava que isso seria necessário, mas quando tive a primeira queda e a assistência demorou dias, percebi que precisava de um plano B.

Algumas pessoas disseram que eu deveria aprender para que eu mesma resolvesse, mas nesse caso, não seria uma solução.

Isso porque nós não vamos aprender tudo de tudo e, além disso, não podemos abraçar o mundo.

O que fiz foi buscar profissionais que me desse o suporte necessário ANTES que viesse a ter problemas novamente.

Alguns orçamentos eram simplesmente impagáveis, mas não desisti até que encontrei bom atendimento, conhecimento e preço.

E é isso que precisamos fazer: ter um bom network – ou seja, uma rede de pessoas – que nos assegure tranquilidade nos momentos de imprevistos.

 

Desenvolva seu network

É preciso considerar que imprevistos acontecem, afinal de contas, por mais que sejamos disciplinados, jamais estaremos livres deles.

Portanto, aproveite para pensar quais áreas da sua vida estão sem nenhum plano B, incluindo a vida financeira.

Você tem uma reserva de emergência para imprevistos?

Se vier a perder o emprego ou ter sua renda diminuída, o que vai acontecer com as suas contas e compromissos?

Se você não puder levar seu filho à escola ou ao médico, tem alguém que possa fazer isso por você?

Caso precise de um pedreiro, encanador ou mecânico, você saberia a quem chamar?

Pense nisso ANTES de precisar e vá montando o seu network e guarde este provérbio (27:10):

Não abandone o seu amigo nem o amigo de seu pai;
quando for atingido pela adversidade não vá para a casa de seu irmão;
melhor é o vizinho próximo do que o irmão distante.

Aliás, esse provérbio é tão interessantes que poderíamos voltar a falar dele no próximo post, o que acham?

Recado importante sobre a promoção do planner

Como tivemos esse problema no site, a loja virtual também ficou fora do ar.

Por isso, vamos estender a venda com preço promocional do Dia do Leitor.

Temos 28 unidades em promoção de R$ 149,90 por R$ 129,90.

Clique aqui e garanta o seu!

 

Nos vemos amanhã!

 

Confira o post anterior clicando aqui.

 

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Jornalista, especialista em finanças e autora de 5 best-selleres. Colunista do portal R7 e apresentadora do JR Dinheiro, no Jornal da Record.

  • Olá Patrícia, bom dia! Muito providencial este post de hoje. Acabei de me dar conta que estou mesmo precisando de vários planos “B” e preciso iniciar uma boa reflexão sobre esse assunto já!!! Abraços!

  • Bom dia, temos que aprender máximo possível, e outras fazer como a você falou termos plano B. Tenho aprendido muito com você, ( desculpa, certo chamo você ou prefere senhora?) Principalmente a poupar valor para emergência. Quando eu era jovem me falavam para não fazer isso, pois era como seu eu tivesse “prevendo doenças”, como eu era bobinha e não usa razão para pensa, gastava tudo com besteira, e não obtive na para mim. Hoje é uma guerra.
    Provérbios tem muitos ensinamentos. Com certeza fale mais.

  • Bom dia querida! É verdade, melhor um vizinho amigo do que um irmão distante, eu mesma moro no estado se SP e td minha família em Olinda-PE. Temos sempre que ter um plano B 😊😍😘

  • Ahhh…. livro de Provérbios…. providencial, mesmo a passagem de hoje!
    Já vou dar uma geral na minha lista de prestadores de serviços antes de pagar por algo que poderá me sair caro!
    Obrigada!

  • Obrigada pelos post, Patricia. Cada dia tenho aprendido mais. Sempre andava com a conta no negativa, usando cheque especial. Com seus conselhos, já estou economizando e com a conta positiva. Agora o próximo passo é montar minha reserva de emergência 😊 Eu também acho interessante você falar mais de Provérbios. Bjos

  • Muito bom provérbio! Temos a mesma altura e o mesmo peso (não é tão fácil encontrar essa semelhança)!

  • Seja você o seu próprio banco. Reserva de emergência, de segurança, de oportunidades futuras. Antigamente, as pessoas guardavam dinheiro em casa, conseguiram comprar o seu pedaço de chão.

  • Boa tarde, ótima idéia.
    Este provérbio tem muito assunto a ser tratado.
    Senti sua falta ontem, abri o email várias vezes. 🤗🤗.
    Que bom que tudo se resolveu.
    Eu tenho o costume de fazer tudo e sem planos b.
    Vamos mudar😊.
    Hoje comprei no templo o livro do bispo Renato Cardoso.
    Vamos estudar e levar a sério as mudanças.
    Att amanhã

  • Hoje, foi um dia muito legal, porque o Clube da Leitura me ajudou com algumas dificuldades que estava tendo. Agora, já vou escrever e planejar a ação dessas atividades.
    E quando entrei aqui no blog, veio de cara esse post para me ajudar em mais uma coisa que eu estava pensando em como resolver. Muito legal!
    Quando você define que vai resolver algo e ainda não sabe como, ao buscar vai encontrar a resposta.
    Que Deus abençoe seu trabalho!
    Eia!!!!!!!!!

  • Olá Patricia! Bem que ontem entrei no site várias vezes para ler o post de ontem e não aparecia nada…
    Concordo e apoio um post sobre provérbios! É fundamental saber trazer a Palavra de Deus para a nossa vida de forma prática. A mesma coisa, não basta ter uma consciência, é preciso praticar.

    Criar um networking onde há sinergia leva-nos mais longe. Não basta querer ter um networking excelente, também temos de ser aquela pessoa que vai acrescentar positivamente no networking do nosso próximo.

  • É verdade Paty.. existem situações que somente quando passamos é que vemos que precisávamos de um plano B, e tudo volta a disciplina. Quando temos a disciplina, temos organização, planejamento e com isso sim, podemos nos precaver de imprevistos.

  • Muito bom, obrigada.
    Porque eu tenho que me vigiar para não desesperar quando há imprevistos.

  • Plano B C D… para as horas de emergências, sempre acontece imprevistos e quando estamos preparadas é mais fácil combater. Esse ano com todo seu aprendizado sobre finanças (grata a Deus por ter colocado você no meu caminho), conseguir me organizar para fazer meu plano B financeiro.
    Gosto muito do livro de provérbios, sempre tem a ensinar, vai ser maravilhoso falar aqui.

    Grande abraço.

  • Paty bom dia!
    Gosto de te chamar assim porque me sinto próxima, já que te acompanho desde do início; o post de hoje me fez refletir; sabe as vezes não dá para economizar em tudo porque ..”Isso porque nós não vamos aprender tudo de tudo e, além disso, não podemos abraçar o mundo.” é preciso desenvolver a mente para definir o que abraçar….o que definir….tipo plano de saúde que agente paga e usa 2 vezes no ano e o restante pede para Deus para nem precisar.
    Preciso de plano B para algumas coisas.
    Bjos e obrigada por compartilhar conhecimento.

  • É importante termos um plano B. Principalmente nas coisas que não podem parar. Bjs

  • Oi Patrícia!
    Como escrevi no chat do clube: quase mandei um direct para saber se vc estava doente, pois não recebia o desafio no email.
    Depois pensei: se estiver doente vai atender direct tonta. Deve ter acontecido algo. Só esperar. Eita ansiedade. Consegui segurar.kkk
    Eu não troco pneu, nunca quis aprender. Cada um no seu quadrado. No Brasil morava no interior de SP, perigo reduzido. Aqui o seguro cobre o guincho.
    Minha família está a 12000 km.
    Plano B é tudo.
    Lembrei de um causo:
    Estava sozinha em casa, abri os olhos e tudo começou a girar.
    Nunca tinha tido labirintite [emocional], como não podia dirigir e a família longe, na hora pensei: e agora?
    Poderia ter pedido para qquer vizinho, mas não conseguia levantar, pois em cada tentativa o mundo girava.
    Em vez de chamar vizinho, marido, filho ou parente (que não tinha). Lancei mão do celular “bendita tecnologia” e chamei a ambulância. 🚑
    Beijos!

  • Olá Patrícia,
    é verdade, precisamos ter sempre um plano B, pois os imprevistos acontecem mesmo até aos mais disciplinados e até mesmo a maneira de lidar com eles faz toda a diferença no nosso dia e ambiente em que estamos, ou seja, precisamos escolher ficar calmos para resolver a situação, ou deixar o stress tomar conta da situação e estragar o nosso dia!
    Bjns

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *