Você já ouviu muitas dicas para economizar dinheiro, mas neste post vamos além, mostrando como mudar a sua mente para colocá-las em prática!

7 dicas para economizar dinheiro

Este é o assunto do vídeo publicado ontem no meu canal do YouTube e que você também pode conferir por aqui.

Em resumo, seguem as 7 dicas e, no vídeo, as explicações.

Mas como por aqui sempre temos um “algo a mais”, seguem abaixo conteúdo complementar que não está no vídeo.

Afinal de contas, minhas “blindates” e “blindados” merecem!

 

#1 – Nenhum valor é pequeno demais

Primeiramente, temos que considerar que o que é pequeno para você, pode não ser pequeno para mim.

Portanto, não considere que R$ 2 mal gastos não importam, pois além de ser muito para alguns, a longo prazo também poderá ser muito para você.

Se você joga fora R$ 2 por dia, serão R$ 14 em uma semana, R$ 56 em um mês, R$ 672 em um ano e incríveis R$ 3.360 em 5 anos.

Se você não tem o hábito de poupar e nem sabe por onde começar, aqui vai uma sugestão:

Desafio das 52 semanas, que você encontra neste link.

 

#2 – Pense em cada compra

Comprar não é o problema, mas sim, comprar mal.

Falo sobre isso no capítulo “Comprar bem, que mal tem?”, no livro Bolsa Blindada 2, que você encontra neste link.

Você também pode conferir mais dicas neste vídeo: 6 dicas para comprar bem.

#3 – Mantenha o controle dos seus gastos

Não adianta ganhar rios de dinheiro se você tem oceanos de maus gastos.

É preciso ter controle, anotar tudo o que você gasta e definir limites para cada categoria de gastos.

Obviamente você pode fazer suas anotações em qualquer lugar, mas o nosso Diário de Consumo pode dar uma ajuda.

#4 – Tenha objetivos para suas economias

Se você não definir o que vai fazer com os valores economizados, provavelmente vai fazer o que muita gente faz:

Ao ver dinheiro “sobrando” na conta, vai torrar como se não houvesse amanhã.

Tenha metas e, se preferir, baixe as tabelas de objetivos aqui do blog. Basta clicar aqui usando um computador (pode ser que o seu celular não dê acesso).

#5 – Invista no que você valoriza

Segunda-feira passada, indo para a Record, parei no sinal vermelho e vi uma moça visivelmente amedrontada no ponto de ônibus.

Estava bastante escuro e ela estava sozinha esperando o coletivo que, igualmente, estava parado no trânsito.

Pensei imediatamente que, se eu estivesse no lugar dela, também estaria com medo de ficar naquele local escuro, sozinha, com uma bolsa na mão.

Ainda mais porque todo mundo sabe que dentro de qualquer bolsa há, no mínimo, um celular…

Digo isso porque, na minha opinião, embora muitos educadores financeiros discordem, ter um carro para algumas pessoas chega a ser um item de segurança.

Não que isso vá evitar assaltos (na verdade o carro mesmo pode ser um objeto de assalto), mas eu me sentiria muito mais segura do que estar exposta daquela forma.

Ou seja, você deve investir o seu dinheiro naquilo que faz sentido para você.

Se é ter um carro, OK! Escolha a melhor forma de comprar (que nem de longe é financiamento) e vá em frente.

 

#6 – Tenha uma conta para investimentos

É importante separar as coisas e manter o dinheiro do dia a dia separado do dinheiro que você vai poupar para os seus objetivos.

Dessa forma ficará mais difícil de gastar à toa.

#7– Programe transferências automáticas

faça uma “poupança forçada” programando uma transferência todos os meses logo após receber seu pagamento.

Se fosse um boleto você pagaria, não é mesmo?

Então pague-se a si mesmo por meio desse serviço bancário.

Confira o vídeo!

 

Nos vemos!

 

 

Jornalista, especialista em finanças e autora de 5 best-selleres. Colunista do portal R7 e apresentadora do JR Dinheiro, no Jornal da Record.

  • Boa noite Patrícia, vc é muito inteligente, que os SENHORES DEUS PAI, JESUS e ESPÍRITO SANTO DE DEUS continuem te abençoando muito. Adorei seu vídeo de finanças.

  • Amo suas dicas, precisaria de uma consultoria, pois estou como vc bem lá no início, cheia de dívidas e problemas

  • Fabulosa ..como estou aprendendo com você. ..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *