“Raio problematizador”, você sabe o que é?

Há pessoas tão negativas, mas tão negativas que são capazes de criar um problema para cada solução lançando seu raio problematizador em tudo. Será que você é assim? Faça o teste!

 

raio

Há dois meses publiquei um vídeo no meu canal do YouTube falando sobre 5 coisas que os ricos fazem (e que nós devemos copiar). O vídeo foi um sucesso e, até o momento, já alcançou mais de 217 mil visualizações (clique no título para assistir).

Lendo os mais de 250 comentários, vi que a grande maioria das pessoas compreendeu o sentido do vídeo, que é mostrar hábitos que podem nos enriquecer e fazer nossa vida mais próspera. Algumas pessoas, porém, conseguem criar um problema para cada solução, pois de alguma forma, sentem-se “ofendidas” com conteúdos que veem a riqueza como algo bom.

Hoje não vou entrar na questão de que, mesmo às portas de 2018, ainda há quem pense que ser rico é ser explorador, fraudulento, desonesto etc. – esse assunto será desenvolvido amplamente no meu novo livro (sim, novo livro, aguardemmmmmm!). 😀

O que quero destacar hoje é esse negativismo de sempre destacar o lado ruim das coisas e de jogar um “raio problematizador” sobre toda e qualquer questão. Nesse vídeo, conto como foram criados os copos descartáveis, pois a ideia surgiu para resolver um problema de saúde pública nos Estados Unidos no ano de 1900. O objetivo desse exemplo é mostrar que cada problema traz em si uma oportunidade, mas houve que comentasse:

“Criaram os copos descartáveis, porém, começaram a poluir o mundo!”

Além de ignorar o fato de que, na época, foi um grande feito e resolveu um problema enorme de disseminação de infecções, a pessoa coloca essa única questão como causa do início da poluição mundial. Ou seja, o detergente que ela usa para lavar a louça não polui, o sabão que ela usa para lavar a roupa não polui, os meios de transporte que ela usa também não poluem…

Hoje, a oportunidade está em outras coisas, inclusive, em soluções mais sustentáveis para o meio ambiente. Quantas empresas estão lucrando atualmente com fralda de tecido, reciclagem de plásticos e coisas do tipo? Mas isso não importa, não é mesmo? Afinal, o que elas querem é apenas lançar seu “raio problematizador” e “justificarem” o motivo de continuarem na mesma vida de sempre.

A pergunta é: será que você está lançando “raios problematizadores” sem perceber? Faça o teste escolhendo a resposta mais próxima à sua realidade hoje (seja sincera, afinal, só você vai saber!).

 

Toda vez que você ouve uma história de sucesso qual é a sua reação?

  1. Buscar um motivo para diminuir o mérito da pessoa, pensando que ela deve ter tido alguma facilidade que você não teve;
  2. Se achar injustiçada, pois deveria estar no lugar daquela pessoa (mesmo não tendo feito o que ela fez);
  3. Sente-se desmotivada porque sua vida não é tão boa ou tão fácil como a daquela pessoa;
  4. Age com desdém, fingindo não ligar para o sucesso dos outros;
  5. Reconhece que deveria estar mais à frente, mas sente-se motivada a mudar.

Imagine que você acaba de receber flores, qual é a sua reação?

  1. Flores além de caras não duram nada. Poderia ter me dado outra coisa;
  2. Essa planta vai me dar mais trabalho do que eu já tenho;
  3. Que falta de criatividade… não é porque sou mulher que sou obrigada a gostar de flores;
  4. Até gosto de flores, mas não dessas que me lembram enterro;
  5. Escolhe um lugar onde possa vê-las na maior parte do tempo.

Imagine que um local que você frequenta com assiduidade (pode ser trabalho, academia, casa de alguma amiga, supermercado etc.) muda para um lugar melhor, mas fica mais longe da sua casa. Qual é a sua reação?

  1. Eu sabia… estava muito bom para ser verdade;
  2. Com certeza irei com menor frequência ou nem irei mais;
  3. Aposto que logo vão se arrepender de não terem ficado onde estavam;
  4. Devem ter mudado porque não davam conta de pagar as despesas;
  5. Vou fazer um esforço maior, mas se o local é melhor não tem problema.

Some os números das suas respostas. Se essa soma for inferior a 15, existe um raio problematizador em você que precisa ser desligado. Se você poderia ter escolhido mais de uma das opções de 1 a 4, seu raio problematizador não só existe, mas está em pleno funcionamento.

O que fazer?

Mude seus pensamentos! Você pode achar que pensamentos não mudam, mas mudam sim. É uma questão de posicionamento e determinação. Se você não quer mais ser uma pessoa negativa, decida não nutrir mais pensamentos negativos na sua mente.

É claro que pensamentos negativos surgem na mente de qualquer pessoa, mas cabe a cada uma de nós alimentarmos esses pensamentos ou fazê-los morrer de fome. Se você quer mudar, passe a pensar diferente, pois toda mudança começa pelo lado de dentro.

Nos vemos!

Jornalista especialista em finanças, autora do best-seller Bolsa Blindada, colunista do programa Mulheres, TV Gazeta e youtuber.

Categoria: Comportamento, Ética
  • Cidalia -France diz:

    AMEI este post Génial !!
    ! Vou guardar a frase : deixar morrer de fome maus pensamentos 👍
    Muito obrigada Patty 😘

    • Patrícia Lages diz:

      Como se diria isso em francês? 🙂

  • Regiane diz:

    Ola Patricia, eu estou assim com o raio ligado e me sentindo péssima, cada vez mais fico me comparando aos outros e não vejo minha vida mudar, nos ultimos meses não consigo nem levantar da cama, e ainda assim Deus tem tido misericordia, mas me sinto infeliz, vou lhe contar algo pra você ver como estou: semana passada teve em minha cidade o sorteio da nota fiscal 1000, o sorteio é de 200.000,00. Eu fui uma das ganhadoras com um cheque de mil reais, deveria estar pulando de alegria porque estou precisando muito, mais me deu uma tristeza enorme e passei a me comparar com outras 67 pessoas, uma moça ganhou 20 mil e mais dois cheques de mi, os demais ganhadores tiveram também dois, três cheques de mil, ate um que ganhou 15 cheques, vou ser sincera me peguei lamentando em vez de estar feliz, e olha que foi muita benção afinal eu cadastrei apenas uma nota… passei o ano assim remoendo coisas em minha vida que não dá certo e não consigo ajuda pra mudar, me fecho cada vez mais pra ninguém ver essa amargura, corro o risco de perder o emprego. Eu só murmuro 🙁

    • Patrícia Lages diz:

      Então você já sabe que deve fazer exatamente o contrário, não é mesmo? Ainda que você esteja com vontade de reclamar, comemore! Faça o seu cérebro raciocinar de outra forma, pois ele está viciado em reclamação. É preciso desintoxicá-lo desse negativismo e isso se faz com o esforço de não se render aos maus pensamentos, mas em buscar outros bons e positivos. Você consegue, tenho certeza!

      • Dani diz:

        Oi Paty, acesso seu blog todos os dias e amo! Suas postagens são maravilhosas e as da Isabela tb! Já que a Sra.Regiane tocou no assunto, você poderia fazer um post sobre a nota fiscal paulista, por favor?
        Beijos, muito obrigada!!!

  • Fernanda de Oliveira diz:

    Obrigada, precisava ler isto. Hoje é uma tipica segunda, em que não sinto estimulo e nem vejo possibilidades de melhoria.Apesar de gostar do meu trabalho, família e amniados, as vezes acabo achando que minha vida é sem graça (somente a minha.
    Não quero receita pronta, mas confesso que se disciplinar é muito dificil…

    • Patrícia Lages diz:

      Troque a palavra difícil pela palavra desafio. Disciplinar-se é um desafio e vc pode vencê-lo!

      • Fernanda de Oliveira diz:

        Deus lhe abençõe…

  • Andreza Rocha diz:

    Muito bom este post Paty, sempre com muita sabedoria e elegância, você aborda temas pouco comentados, conheço muitas pessoas assim infelizmente… Mas há sempre tempo para melhorar né, e isso é maravilhoso… Tenho todos os seus livros, e sigo seu blog, face, youtube rsrsrs, me ajudam muito, obrigada por dividir seus conhecimentos e experiências… beijos! mais e mais sucesso, Deus te abençoe 😉

    • Fernanda de Oliveira diz:

      Muito bem citado Andreza, a Patricia tem uma elegância ao tocar a alma e sabedoria ao compartilhar direcionamentos, nestas épocas em que muito facil é se perder pelo caminho de Deus oferece com tanto amor aos seus filhos.

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*


Carreira Profissional

Cartão de Crédito

Investimentos

Pagamento de Dívidas

Faça uma busca no site:

Acompanhe também a Bolsa
Blindada nas redes sociais:


Receba todas nossas novidades!

Livros Bolsa Blindada:

Desenvolvido por: