Quero seu conselho (desde que você fale o que eu quero ouvir!)

A oferta de conselhos está mais abundante do que nunca, pois o Google nos leva a sites especializados sobre todo tipo de assunto e sob vários pontos de vista. Como saber a quem ouvir?

Trabalhar com o público é uma das tarefas mais difíceis que existem, pois cada pessoa é um universo. Aconselha-las então… nem se fala! É muito comum que eu receba pedidos de conselho, mas que a pessoa se ofenda com a resposta. Sim, elas pedem conselhos, se ofendem com a verdade e retribuem com respostas nada agradáveis…

Veja alguns casos, mas antes, vale o alerta: este post não é um desabafo, mas sim, um alerta para que você reflita se não está fazendo o mesmo com alguém que vem lhe aconselhando, mas você não está dando ouvidos.

 

mulher-com-duvida

Pergunta: “Patricia, me ajude! Não sei sei faço faculdade de direito, publicidade ou nutrição. Qual você acha melhor?”

Resposta: “Amiga, você precisa primeiro conhecer bem as 3 carreiras para poder fazer a sua escolha. Faça um teste vocacional para saber para qual carreira tem mais aptidão, mas não escolha por “votação”, levando em consideração a opinião dos outros, pois é você quem vai arcar com os custos e que vai queimar as pestanas estudando.”

Devolutiva da leitora: “E eu achando que você ia me ajudar… Affff….!”

 

Noivas-sem-Panico-247x247

Pergunta: “Patricia, como fazer um casamento dos sonhos com 8 mil reais? Recebi uma indenização e estava em dúvida se pagava uma dívida no banco (que existe há 3 anos e sujou meu nome). Mas como está em 12 mil, esse dinheiro não dá. Quero investir tudo na minha festa de casamento porque é o meu sonho. Me dá dicas para usar bem esse dinheiro?”

 

Resposta: “Amiga, você deveria usar esses 8 mil para negociar e quitar sua dívida no banco. Certamente, durante esses 3 anos, há muitos juros sobre esses 12 mil e você poderia quitá-la talvez até com menos de 8 mil. É melhor casar com seu nome limpo do que arrastar uma dívida por anos a fio por causa de um dia de festa. Quando você e seu marido tiverem melhores condições, aí sim você poderá dar uma festa e curtir sem preocupações.”

Devolutiva da leitora: “Pagar banco em vez de realizar meu sonho? Nem pensar! Casamento é uma vez na vida e o banco vai continuar lá, que se dane, meu nome está lá faz tempo e não morri por causa disso! Gosto muito do seu trabalho, mas dessa vez você errou feio…”

 

mulher-triste-710x270

Reflexão:

Nem sempre o melhor conselho é aquele que queremos ouvir. Muito pelo contrário, na maioria das vezes, a verdade incomoda, dói e nos deixa até tristes. Pedimos conselhos, mas o que buscamos mesmo é apenas consolo ou alguém que apoie nossa decisão, mesmo sabendo que não é a melhor.

Isso porém, só demonstra nossa infantilidade e o quanto estamos despreparadas para tomar uma decisão. O melhor caminho nunca é o mais fácil, esteja certa disso. E mais: você não precisa ficar pedindo conselhos a meio mundo, nem contando sua vida por aí. Pare, pense e reflita. Não haja por impulso, nem por ansiedade e muito menos pela cabeça de terceiros.

Você pode e deve buscar especialistas sim, mas não espere deles uma solução simples, imediata ou de acordo com a sua vontade. Saiba ouvir e tenha maturidade para refletir, sem levar para o lado pessoal.

Quando eu tenho dúvidas, recorro à minha fé e peço direção a Deus. Isso não quer dizer que não busco ajuda, mas que, depois de ouvir a orientação, reflito e consulto Àquele que sabe de todas as coisas. Quer melhor pessoa do que Ele para aconselhar alguém?

Se você tem alguma dúvida com respeito à vida financeira, deixe a sua pergunta clicando aqui (somente eu leio e respondo às questões enviadas, então tenha paciência, pois pode demorar um pouquinho!). Importante: o aconselhamento é dentro do tema de finanças.

Nos vemos!

Jornalista com atuação no Brasil, Inglaterra, Argentina e Israel. Autora do best seller Bolsa Blindada e palestrante na Universidade de Harvard.

Categoria: Comportamento
  • Cristina diz:

    Com dia D.Patrícia.
    Incrível! Hoje acordei com esse pensamento.
    Sou mãe e venho passando por uma situação assim.

  • Shoraya diz:

    Morri com esses casos!!!!! Você poderia também escrever mais “causos” nesse segmento. Acredito que daria mais de 10 livros!!!! Tô rindo até agora!

  • Maria Carolina Ramos diz:

    Haja paciência com essa gente incoerente, eu sou advogada, quando alguém vem consultar sobre algum assunto, se insistir eu lhe digo que não vou falar o que ela quer ouvir, por que é “assim, assim, assado….” Estou impressionada com a incoerência e irresponsabilidade desse segundo exemplo, eu com a minha educação britânica teria dito á ela, você faz a festa do seu casamento, não paga o banco, daí seu casamento acaba, vai descobrir que jogou seu dinheiro fora e ainda está com o nome sujo e uma dívida enorme!

  • Bruna diz:

    Bom Dia Paty, essas perguntas e devolutivas são verdadeiras? Porque se forem, meu Deus, que absurdo! Mais uma vez parabéns pelo seu trabalho, comecei a ler o seu último livro e estou simplesmente AMANDO, narrativa muito leve de fácil entendimento e situações engraçadas que quando aconteceram não devem ter sido tão engraçadas assim né hehe, beijos e sucesso.

    • Patrícia Lages diz:

      Com a realidade que estamos vivendo não é necessário inventar nada!

  • Mayara Matias diz:

    Patricia, amei suas respostas! Hahaha Os melhores conselhos são aqueles que nem sempre vamos gostar de ouvir! É como o não de Deus, sabe?! Seu trabalho é excelente! Abçs

  • Andréa diz:

    Adorei suas respostas Patrícia.
    Acompanho seu trabalho há uns dois anos e meio,e mais ou menos há dois foi que comecei colocar em prática o que tenho aprendido nos seus livros, e me arrependo de não ter colocado em prática bem antes.
    Nada é fácil, no início as mudanças radicais doem bastante, mas à medida que vamos praticando vai ficando mais fácil e doe menos rs..Eu e minha família temos crescido muito com suas dicas,obrigada por esse trabalho maravilhoso que você faz.
    Muito grata.

  • Camila Ogassavara Fernandes diz:

    Olha do jeito que está o mundo mimimi hj, não é de se espantar. É triste mesmo quando as pessoas não gostam de ouvir a verdade, principalmente qd elas que perguntam antes..chega a ser até contraditório rs
    Seu trabalho é maravilhoso! A parte difícil e só a graça de Deus pra te ajudar, é esse pessoal q não concorda, porém ao invés de apenas expressão sua opinião, já chega julgando e difamando rs..Deus no comando sempre

  • Hilda diz:

    No caso da primeira pergunta a pessoa não quer decidir sozinha, porque acha que você Patrícia, vai dar uma resposta baseada em vantagens econômicas, (qual das faculdades encheria o meu bolso de dinheiro?) .
    Da a entender que a pessoa não está preocupada em fazer algo que vai lhe fazer crescer profissionalmente e sim que esta somente querendo tirar vantagem de uma profissão para depois exibir um diploma que não vai mudar em nada a sua vida.

  • Flávia Luiza diz:

    Olá Patrícia, acabei de fazer minha matrícula na pós-graduação que será sobre Gestão Educacional. Estou seguindo suas dicas que são maravilhosas. O curso será oferecido gratuitamente por uma faculdade federal e ao concluí-lo estarei acrescentando bonificações ao meu salário. Obrigada pelos conselhos que me ajudam a refletir sobre os melhores caminhos. Um ótimo final de semana nas bençãos de Deus para você. Um grande abraço.

    • Patrícia Lages diz:

      Arrasou!!!

  • Juliana diz:

    kkkk A pior foi a do casamento, pra que pedir um conselho se já tem a idéia do que fazer formada na cabeça????
    Gostei muito desse post…Parabéns!

  • Carla Fernandes diz:

    Nossa, você como sempre arrasando nos posts com sua clareza e praticidade, rs. As pessoas que mais fizeram diferenças positivas na minha vida foram as que sinceramente abriram meus olhos pra verdades que eu não queria enxergar e me disseram as coisas como elas são, só isso de fato foi capaz de gerar a mudança que eu precisava para superar a situação. Parabéns por ser assim, seja sempre. E por falar nisso, eu lhe enviei uma pergunta, se você puder responder, pode falar mesmo, com certeza vai ser ótimo pra mim. Obrigada, bjsss

  • YASMIN FARIAS diz:

    Oi Paty! Fiquei chocada com os casos citados no post acima…realmente tem que ter muita paciência para lidar com o público. Ainda bem que Deus lhe dá força e discernimento para isso! Grande abraço! =D

  • Joselene Lima diz:

    kkkkk É cada uma héim Patrícia? Haja paciência com gente sem noção!

    • Patrícia Lages diz:

      😂😂😂

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*


Carreira Profissional

Cartão de Crédito

Investimentos

Pagamento de Dívidas

Faça uma busca no site:

Acompanhe também a Bolsa
Blindada nas redes sociais:


Receba todas nossas novidades!

Livros Bolsa Blindada:

Desenvolvido por: