Ninguém me dá valor, mas… me dá qualquer coisa aí!

O comentário de uma leitora no post de ontem me incentivou a tocar em um assunto super importante: valorização. Você poderá se surpreender consigo mesma!

O comentário do post de ontem que me inspirou a escrever este texto foi o da Regina Miranda:

“Sábias palavras Paty…. Mas uma coisa não entendo, como pode as pessoas entregarem tanto as decisões de suas vidas nas mãos alheias? Seus conselhos são ótimos Paty, mas não podemos descarregar nossas frustrações e dúvidas como “caso ou compro uma bicicleta” nas suas costas, você já tem seus próprios problemas pessoais. Ainda bem que você está sempre disposta e com muita paciência para atender as leitoras. Mas fica uma dica… Não devemos cobrar respostas URGENTES das pessoas sobre algo que nos aflige, pois elas não tem obrigação alguma de lidar com nossos problemas, o fazem por uma questão de generosidade, como a Patricia tem feito aqui no blog.”

Antes de mais nada, obrigada Regina! 😀

Muitas mulheres reclamam que não recebem nenhum agradecimento pelo que fazem, uma leitora até me escreveu querendo ajuda para que o marido lavasse as próprias cuecas, provavelmente para aprender a dar valor ao trabalho dela…

OK, não há nada de errado em querer ser reconhecida, mas convenhamos: se eu fosse trabalhar por reconhecimento, já teria parado com o blog há muito tempo! Apesar de ser um trabalho que gosto muito, às vezes é bem estressante, pois tenho que ter muita criatividade para estar sempre inovando, sensibilidade com os problemas das pessoas e tempo, muito tempo.

Mesmo sendo um trabalho voluntário, não faltam pessoas para dizer “você deveria ter escrito assim e não assado”, “você deveria falar mais disso e menos daquilo”, “você deveria ser mais rápida em responder às pessoas”, “você deveria sortear consultorias financeiras gratuitas todo mês para provar que o que diz funciona” e por aí vai…

Mas eu não me foco nessas pessoas, mas sim nas milhares que já se beneficiaram com o blog, livros, o curso ou alguma das minhas palestras, independentemente de terem agradecido ou não. Meu trabalho não é baseado na espera de agradecimentos, mas sim, em realmente levar o que sei ao máximo de pessoas possível. Quando agimos assim, ainda que haja “mal agradecidos”, tudo vale a pena.

Não foque seus esforços nos outros, mas sim em si mesma. Sabe o que eu penso? Em dar o meu melhor, como seu estivesse fazendo para Deus. Se as pessoas não me recompensarem, melhor ainda, pois a recompensa virá do próprio Deus, quer coisa melhor do que essa?

casarPor outro lado, as mesmas pessoas que reclamam de não serem valorizadas são as que mais se desvalorizam, pois são capazes de entregar o poder de suas decisões nas mãos de outros. Como pode alguém querer que o marido valorize a lavagem de meia dúzia de cuecas, mas entregar aos outros o poder de decidir se deve ou não ter um filho? O que vale mais? O “obrigada por lavar minhas cuecas” ou ser firme e não se deixar levar pelas cobranças bobas dos outros? Onde está a coerência?

Quantas não são as mulheres que se casam sem nem mesmo estarem seguras do que querem só porque a família está pressionando ou a “idade está chegando”? Será que a família vai segurar as pontas quando o casamento começar a dar problemas?

Amiga blindete, não crie problema onde não há problema. Se seu marido lava ou não as cuecas, coloque-as de molho ou jogue-as no raio da máquina e pronto! Você vai gastar menos energia nisso do que em ficar discutindo. O importante é que vocês se unam para tomar as decisões que realmente são importantes e não que briguem por causa de besteiras. Não entregue suas decisões nas mãos de outros, foque no que vale a pena e não se distraia com bobagens!

O mesmo vale para outros casos. Não interessa se seu chefe é um ignorante que não vê nada de bom no que você faz. Faça o seu melhor, ganhe experiência, aprenda e receba seu salário. Olhe para as coisas grandes e passe por cima das picuinhas. É o que eu faço aqui no blog, ou você acha que eu vou parar por causa dos outros? Mas não me venham mais com assunto de cueca!! hahahahahaha…

Crop_EduKE falando em coisa boa: clique aqui e reserve já o seu lugar no meu próximo curso na EduK: “Como transformar seu hobby em negócio”.

Será transmitido ao vivo e gratuitamente pelo site da EduK nos dias 6, 7 e 8 de abril, das 19h às 22h.

E para não perder nada aqui do blog…

Cadastre o seu e-mail agora!
Cadastre o seu e-mail abaixo e receba todas as nossas novidades!

Nos vemos!

Jornalista com atuação no Brasil, Inglaterra, Argentina e Israel. Autora do best seller Bolsa Blindada e palestrante na Universidade de Harvard.

  • Jéssica Veríssimo diz:

    Já passei horas esfregando as cuecas de meu marido.. Até que um dia descobri um produtinho milagroso e não precisei mais sofrer com tanto esfrega-esfrega! Agora é só deixar um pouco de molho e depois simplesmente jogar na máquina! Uau!!
    Se servir pra alguem, O produto é o Ajax verde limão.

    • Patrícia Lages diz:

      hahahahahaha…

      • SUELANE SANTANA ASSUNCAO diz:

        amei o post, valeu pelas dicas

    • ELAYNE diz:

      Patrícia, você não sabe o quanto este post foi importante para mim 😀
      É exatamente as situações que vivo hoje em minha vida!
      Muito brigada pela direção.

  • Lais diz:

    Kkkk
    Amei o post Paty
    É verdade, nao precisamos esperar reconhecimento em nada que fazemos, pois com toda certeza virá de Deus.
    Seus posts tem me ajudado mto!

    Bjos

  • Sheila Macena diz:

    Amei o post, vou me valorizar e não mais perder tempo com picuinhas.

  • Luciana Bodini diz:

    Bom dia querida amiga virtual!rs!
    sabe, as vezes eu penso em alguma coisa sobre a minha vida, e isso vira um post aqui!!Eu penso q vc tem a direção d Deus para nos ajudar. Qualquer hora volto aqui com mais tempo para contar algumas coisas boas q me aconteceram devido aos seus ensinamentos.

    • Patrícia Lages diz:

      Opa, tô esperando!!

  • KENYA diz:

    kkkkkkkkkkk.. meu Deus!!!.. Nunca fiz nenhum comentário na vida em um blog, mas impossível não comentar. Pedir ajuda a lavar cuecas ou não?… affffff.

    Qto ao reconhecimento.. se tudo que fizer esperar ser reconhecido, vc corre o grande risco de parar ou ser eternamente uma pessoa frustrada. Antes de tudo reconheça o seu potencial na sociedade, na igreja e na família. Se vc se auto afirmar, não será necessário que ninguém o faça para vc prosseguir. Bjs

    • Patrícia Lages diz:

      Primeiro comentário e muito bom por sinal, continue!!!! 😀

  • Monalisa Gonçalves diz:

    oi Paty achei engraçado essa parte: “Se seu marido lava ou não as cuecas, coloque-as de molho ou jogue-as no raio da máquina e pronto!” kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Vamos descomplicar nossas vidas, pois já existem tantas coisas ruim que se não agirmos de forma inteligente nos tira do foco e ficamos frustadas. Bjos Paty, fique na paz do Senhor.

    • Patrícia Lages diz:

      Daqui a pouco vai aparecer alguém dizendo que não tem dinheiro para comprar uma máquina de lavar e que só “eu que sou dondoca” posso ter máquina… hahahahaha….!

  • Gessica diz:

    Oi, Paty!
    Acho seu blog muito enriquecedor e sempre traz algo novo pra aplicarmos a nossa vida… é a primeira página que abro no pc todas as manhãs, pq sei que daqui virá algo de bom.
    Inclusive comprei o Bolsa Blindada 2 e devorei de uma vez só rs… me formei há apenas 9 meses e de repente as coisas começaram a sair do controle!Faltava você pra fazer as pazes entre eu e as planilhas (especialmente a de gastos arbitrários!!!).
    Obrigada pela ajuda e por nos ensinar que é possível sim andar na contramão do mundo – mesmo na área financeira!
    Beijo grande

    • Patrícia Lages diz:

      Na semana que vem teremos mais uma ferramenta para ajudar nos gastos arbitrários, fique ligada!!

  • Vânia Maria Gabriel de Souza diz:

    Gostei! Parabéns, Paty!
    Beijos

  • Priscilla Santos diz:

    rsrsrsrs Pati, senti um “momento êpa” nesse post. Muito abençoador. Obrigada!

    • Núbia diz:

      Oi Paty,
      Esse blog é maravilhoso! Com ele e o livro bolsa blindada, aprendi fazer de um limão azedo uma limonada bem docinha…

    • Patrícia Lages diz:

      Deu pra perceber??? hahahahahahaha…..

  • Paula Campos diz:

    Patricia, obrigada pelos seu sábios conselhos fazem-me perceber que estou no caminho certo de me tornar uma mulher virtuosa.

    Beijokas.

  • Daniela diz:

    Patrícia querida, seu post de hoje veio ao encontro da minha necessidade. Como recompensa, saiba que o meu dia será melhor graças as suas sábias palavras. A frase “dar o meu melhor, como seu estivesse fazendo para Deus” será o meu lema daqui em diante, meu ânimo nos momentos de fraqueza. Que Deus a abençoe grandemente, assim como nos tem abençoado com as suas experiências. Abraços!

    • Patrícia Lages diz:

      😀 😀 😀

  • Thais diz:

    ótima mensagem, observação certeira (não entregue suas decisões nas mãos dos outros)
    obrigada Paty e obrigada a Regina também, rssrsrs…..

  • Regiane diz:

    Olá Paty!! Gosto muito de seu blog, pois você é objetiva e nos dá dicas práticas, infelizmente não é do ser humano agradecer, muitas vezes eu mesmo esqueço de agradecer por algo que alguém fez, mas se a gente se deixar levar por isso realmente não faremos mais nada de bom. O segredo é não nos contaminarmos com o veneno alheio. Obrigada por se dispor a nos ensinar, seu livro me ajudou muito a dar valor ao meu rico e suado dinheirinho..rs, vou adquirir o segundo e aprender mais ainda. Já emprestei o livro para minha irmã, acredite se você a conhecesse daria uma surra nela para deixar de ser gastona..kkkk, mas creio que seu livro vai ajuda-lá. E mais uma vez obrigada por sua ajuda. Tenho certeza que muitas blindetes são gratas por seus posts.

    • Patrícia Lages diz:

      Surra??? Coitada!! hahahaha

    • Regiane diz:

      kkkkkkkkkk, é porque você não a conhece..kkkk. Mas agora ela já está aprendendo.

  • Regina Sousa diz:

    Verdade sabias palavras!
    Todos os dias aprendo lendo os post de Patricia, mas não fico querendo respostas delas para os meus problemas e olha são muitos…kkk
    simplesmente cada leitura um aprendizado, cada historia de blindetes um aprendizado, cada sermão nas blindentes um aprendizado e assim por diante. Primeiro busco corrigir os meus defeitos e assim aprendo a conviver com os defeitos dos outros.
    Bjos!!

  • denise diz:

    perfeito… não vou me deixar levar pelos comentários de ninguém , quem decide a hora certa de ter filho ou não sou eu.

  • Danielle friash diz:

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK#Morri! Muito Engraçado.. È mole te mandar e-mail para essa coisas? Parabéns mais uma vez pelo jogo de cintura!! Como sempre nos incentivando a investir em nos!

    • Patrícia Lages diz:

      Ai, Dani… Vc não viu nada! hahahahahaha

  • Fernanda diz:

    Paty, parabéns pelo seu trabalho e graças a Deus que você não dá ouvidos as bobeiras e cobranças injustas que te enviam, para mim o bolsa blindada é uma escola, você lê, pensa e põe em prática. Tem tanta coisa que já li, me abençoou e eu nem comentei, agora que estou procurando escrever nos comentários.
    Quanto a dica da amiga Jessica de usar ajax vou experimentar. Valeu a dica.

    No bolsa blindada tem dica para tudo!
    é bom demais ser blindete!
    bjos

    • Patrícia Lages diz:

      Eu não ligo não, às vezes até me divirto!! rs…rs…

  • Fabi Moura diz:

    Patrícia, muito prazer. É a primeira vez que estou aqui comentando em seu blog :D. Bem…além de te elogiar pela imensa criatividade exposta em seus dois livros, quero te agradecer por abençoar tanto nossas vidas com textos que nos edificam grandemente. Um grande abraço de uma leitora que, mesmo a conhecendo a tão pouco tempo, já te admira muito. Beijos :-*

    • Patrícia Lages diz:

      Volte mais vezes!! 😀

      • Fabi Moura diz:

        ah…sim :D. já até me cadastrei para não perder nada, rsrs. Beijão 😉

  • MONICA LIMA diz:

    Apanhei muito da vida para aprender isso, que não devo esperar reconhecimento de seu ninguém. Mas apanhei heim… Mas depois não dói mais. Outra coisa que sempre ensino pros meus filhos: tenha foco, faça seus planos e feche a boca, e lembre-se sempre que se quer alguma coisa bem feita, faça vc mesmo. Não dá pra ficar culpando o universo e tudo o que há nele pelos seus problemas, não dá pra achar que as pessoas tem a obrigação de trazer a felicidade pra nossa vida, nós somos responsáveis pelo que cultivamos.

    • Patrícia Lages diz:

      Muito bom: foco e boca fechada!! rs…rs…

  • Vanessa (China) diz:

    Kkkk Paty, admiro seu senso de humor mas principalmente sua sabedoria, que vem fez Deus, para lidar com certas situações e nos ensinar tanto através delas. Você sabe, sou sua fã desde o primeiro contato com você através do blog 😀 ♡ . Beijos

    • Patrícia Lages diz:

      Obrigada, Vanessa! Se eu contasse tudo…. hahahahaha!

  • ju diz:

    Gostaria de lhe enviar um e-mail, em qual poderia???

    • Patrícia Lages diz:

      Pode ir em “contato” e mandar uma mensagem por lá. Não será publicada.

  • Paulliane Santos diz:

    Perfeito Paty!!!!
    Nada é mais frustante do que viver como se fossemos marionetes. Se a pessoa diz vai, nós vamos; Se diz não vai, ai não vamos. E o que acho mais preocupante é que essas pessoas querem ouvir a opinião de todo mundo, mas para a opinião que ela realmente deveria da ouvidos, ela simplesmente ignora: A opinião do nosso Deus!

  • Leiriane Pereira diz:

    Eu concordo totalmente contigo Patrícia. Eu sempre falo aos meus colegas de trabalho, que devemos fazer a nossa parte independente se os outros fazem a deles ou não. Também não gosto quando as pessoas fazem tempestade num copo d’água.
    Outro dia tive que intervir numa situação muito chata entre as duas merendeiras do programa que coordeno. As duas estavam brigando e tirando a paz uma da outra, e a minha também, por causa de panelas sujas. Sentei com as duas e falei: – Gente, vocês estão brigando por causa de vasilha suja? Por que vocês não conversam e tentem chegar a uma conclusão?
    Graças a Deus, tudo deu certo no final. Mas há pessoas que gostam de se comparar com os outros, e isso é super chato.

  • Regina Miranda diz:

    Já estava com isso engasgado na garganta a muito tempo, tive que falar. kkkk
    Quase não comento as postagens,e olha que te acompanho desde do seu primeiro post no blog da Cris.
    Vejo nos blogs muitos comentários de cobrança das leitoras, e isso me deixa louca da vida….Parece que as pessoas não percebem que além dos blogs vocês tem uma vida pessoal e profissional, tão atarefadas quanto as nossas,e ainda precisam pensar num texto com conteúdo para oferecer diariamente.
    Mas sei também que o motivo de tanta paciência ao responder cada e-mail é por verem a mudança e o crescimento de muitos. Isso deve ser recompensador.
    Bjos, e obrigada.

  • Nayana Eduarda diz:

    “Raio da máquina foi ótimo!” KKKKKKKKKKKKK
    Paty, finalmente eu pude comprar o seu livro Bolsa Blindada 2, confesso que achei que não iria me identificar com ele, por ter lido resenhas sobre os assuntos abordados, mas me surpreendi muito! Estou amando, quase acabando a leitura (e me acabando de rir com seu excelente humor sempre presente na escrita). As dicas servem não apenas para a vida financeira, mas para todas as áreas. Indico muito!
    Deus a abençoe cada vez mais!!!
    Obs.: Quanto aos comentários de mau gosto, só servem para uma coisa: SEREM IGNORADOS, por isso nem comentei muito sobre eles aqui rsrsrs

  • Flávia Priscila diz:

    Nossa Patrícia, você é guiada mesmo. Em muitas vezes me peguei implicando com pessoas por causa disso. Perdia de receber uma benção de Deus por causa das minhas cobranças e exigências por achar que tinha que ser correspondida pelas coisas que fazia. E uma delas foi essa daí mesmo, das cuecas kkkk, roupas fora do lugar, etc. Esse e-mail caiu do céu. Obrigada por mais uma vez abrir meus olhos. Que Deus abençoe muito você e sua família. Linda! (Você é um exemplo pra mim, quando eu crescer quero ser que sábia como você)

    • Patrícia Lages diz:

      Kkkkkkkk…. Eu não sabia que as cuecas “rendiam” tanto! Nunca foi problema pra mim, então nem imaginava que seria pra alguém. Vivendo e aprendendo 🙂

  • Fabiana diz:

    Olá Patricia,

    seus posts são ótimos e uma benção na minha vida e na vida de tantas outras pessoas. Que as bençãos de Deus estejam sempre sobre você, seu trabalho e sua vida.

    Um grande beijo!!
    E obrigada!

  • Aline diz:

    Paty, não estou escrevendo para comentar sobre teu post de hoje…só quero te agradecer por tirar um tempo pra nos ajudar tanto. São tantos assuntos que eu não dava tanta importância, só ia levando. Acabei de ler o livro Bolsa Blindada e já comprei o segundo. Louvo à Deus pela tua vida. Obrigada! Ficarei muito grata se você tiver um tempinho pra me responder. Bjs

    • Patrícia Lages diz:

      Obrigada pelas palavras, espero que goste do BB2 tb!! Beijos 🙂

  • Paula Nunes diz:

    Olá Patricia, desde que acompanho o blog tenho aprendido e muito sobre como me controlar mais, inclusive muitas ideas que tenho tido e colocado em prática com relação ao negocio do meu esposo, muitas são através do seu blog, aguardo ANCIOSA hahaha pelo curso já fiz minha inscrição e não perco por nada, até lá!!!

  • Jessica diz:

    Boa noite!
    Amei e verdade as pessoas tem medo das decisões.

  • TALITA diz:

    Paty, amo seus posts e todos já me ajudaram demais, principalmente o audio das 4 características de Daniel! Você é uma benção na vida de muitas pessoas (inclusive na minha!) Deus te abençõe e continue te abençoando mais e mais…..Obrigada!

  • Natalia (Chile) diz:

    Uyyyy he aprendido tannnnnto con usted, que lo único que le pediría es que nunca mire para los reconocimientos o para las exigencias!!!! Solo mire para la cantidad de personas que aprendemos gracias a sus post!!!! Gracias gracias gracias gracias!!!!! Ah y de paso decirle que sin querer hasta estoy aprendiendo portugués!!!!!!

  • patricia alvarenga de albuquerque diz:

    Bom dia, gostaria de dizer que seus posts me ajudam muito.Sou encarregada
    em uma firma, e tenho aprendido muito com você a ser firme, no emprego,
    além de dizer que tenho aprendido a ser firme comigo sem se levar por
    opiniões alheias, sabemos que muitos…. querem puxar nosso tapete temos
    que ter olhos abertos.
    Também seu livro e dicas econômicas me ajudaram muito.
    Que Deus te fortaleça e te inspire a ajudar-nos a cada dia mais.
    Desua amiga,
    Patricia, beijos

  • Susie diz:

    reconheço que tive essa fase, foi péssima… mas superei faz tempo!! Obrigada pelo texto 🙂 Adoro!

  • Alessandra Inacia diz:

    Valeu Paty.Cada dia aprendo mais e mais contigo.E também,sempre oro por você.

  • Jaqueline diz:

    Paty,essas abençoadas cuecas renderam e por uma simples pergunta rendeu também um texto maravilhoso como este,não é?Pude ate ver que outras mulheres implicavam com as cuecas de seus maridos tb,tivemos até dicas de como lava-las,que ótimo.
    Muito bom o texto,foi um puxão de orelha,em cada pergunta que faço e vc me responde as palavras ficam ecoando em minha mente,e sempre dão resultados,sempre vejo que realmente as coisas não são como eu as vejo,e tudo as vezes se resolve com boa vontade em executar as coisas,e é isso que vc me falou e estou fazendo,e agora faço não só por mim e sim por Deus.Chega de reclamar de picuinhas,lavo as cuecas,junto as roupas,cuido do meu filho com mais paciência e me apego mais ao Senhor,de onde esta vindo toda essa força pra mudar o meu caráter.
    um grande bjo Paty.

  • Erica diz:

    Foi pra mim! Valeu!

  • Gislene - Santos-SP diz:

    Meu Deus, imagine se a pessoa vivesse como antigamente, que não existia máquina de lavar roupas, reclamam por picuinhas, e quando surgirem problemas maiores, vai vendo só…taca (“mulher virtuosa”).rsrsrs.

  • Thamires diz:

    Nossa…tem gente que não tem o que fazer mesmo!!
    Se preocupa com as cuecas que o marido não lava…Vixe, se todos os problemas fossem esse!!
    Eita “nóis” em….

  • Joselene Lima diz:

    Muito bem! É isso aí!

  • Renata diz:

    Parabéns Patrícia,
    Amo seus posts, agora estou tendo força para crescer.
    Mas falta muito para ser mais organizada em todas as áreas, esse é meu foco.
    Infelizmente perdi seu curso online – Como transformar seu hobby em negócio”.
    fiquei muito triste. No momento estou começando a fazer personalizados com minha sogra e queria muito aprender mais com você, através desse curso, mas não tenho como pagar, pelo menos por enquanto.
    Você pensa em fazer outra reprise do mesmo?
    Você dá esses cursos no Eduk de quanto em quanto tempo?
    Obrigada por sua atenção.
    Espero algum dia te conhecer e dar uma pequena lembrança de agradecimento.
    Boa noite

    • Patrícia Lages diz:

      Olá, Renata. Sobre o curso, fica a critério da EduK a comercialização e possíveis reprises. Sei que às vezes eles promovem maratonas e reprisam alguns, mas os autores não têm controle sobre isso. De qqr forma, sei que o curso pode ser dividido em até 12 vezes e se vc se associar ao Clube EduK ainda tem mais desconto. Dá uma olhada clicando no link do curso aqui no blog! Bjs

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*


Carreira Profissional

Cartão de Crédito

Investimentos

Pagamento de Dívidas

Faça uma busca no site:

Acompanhe também a Bolsa
Blindada nas redes sociais:


Receba todas nossas novidades!

Livros Bolsa Blindada:

Desenvolvido por: