Mulheres transformam o mundo

No Dia Internacional da Mulher preparei um post especial com  mulheres que facilitaram nosso dia a dia com suas invenções e que até salvam milhares de vidas. Confira!

É comum dizerem a nós, mulheres, que estamos  sempre “inventando moda”. E eu respondo da seguinte forma: “não só moda, nós inventamos muitas outras coisas”!

Veja o que essas mulheres criaram e que revolucionaram a forma como fazemos as coisas hoje. Você tem um lavador de arroz, celular ou dormiu numa cama dobrável? Isso não seria possível sem as mulheres! 🙂

therezinha-zorowich-escorredor-de-arroz-e1315155738551

Therezinha Zorowich

Escorredor de arroz

Foi criado por uma dentista brasileira chamada Therezinha Zorowich, em 1959. A empregada da dona Therezinha entupia periodicamente o encanamento derrubando arroz na pia. Para evitar o problema, ela acoplou uma redinha a uma bacia e viu que deu certo. Então, pediu ao marido que fizesse um protótipo e registrou a patente. A fábrica de brinquedos e utilidades domésticas Trol resolveu fabricar e lhe pagou dividendos por muitos anos.

 

Fibra de aramida Kevlar

Fibra de aramida

O material da foto acima parece uma linha comum, não é mesmo? Pedi uma amostra para esta matéria (sempre pesquiso bastante antes de publicar conteúdo para vocês aqui no blog!) e a DuPont me mandou. Posso dizer que, pegando na mão, não se nota diferença alguma com uma linha de costura, a não ser que é super-resistente. É tão leve quanto ao algodão, porém, é mais resistente do que o aço!

O-Que-e-Kevlar-13

Com essa fibra é feito o Kevlar® (foto acima), que é utilizado para confeccionar produtos de proteção como  coletes à prova de bala, blindagem de veículos, capacetes de proteção balística e vários outros.

BxgbD4VCQAAEj_j

A invenção é da americana (de família polonesa) Stephanie Kwolek (foto acima), em 1965, e já salvou e protegeu milhares de vidas ao longo dos 50 anos em que se fabricam produtos com o Kevlar®.

Luva_Kevlar

Recebi como amostra da DuPont um par de luvas que diz proteger de cortes e que não pega fogo. O que eu fui fazer? Testar! Peguei minha faca mais “perigosa”, a que me marido deixa super afiada para cortar peixe e passei na luva sem dó. Resultado: a luva ficou intacta! Quando ao fogo… acendi um isqueiro e coloque a luva diretamente sobre a chama e… nada! Não pega fogo de jeito nenhum. É claro que o tecido fica escuro por causa da chama, mas fora isso, se mantém totalmente inalterado. É realmente incrível!

F2C8D08A-DDE5-4F21-BFEF-9C6F2C167212

Mandaram também um mini-colete a prova de balas que eu não pude testar… hahahaha! Mas vou levar hoje na minha pauta no programa Mulheres da TV Gazeta para ilustrar. Vesti no meu ursinho da Harvard, fofo, né?

Sara E. Goode

 

Cama dobrável

Sara E. Goode foi a primeira mulher afro-americana a receber uma patente nos Estados Unidos. Ela criou a cama dobrável (foto abaixo) que, quando desmontada, virava um gabinete. Eu queria uma dessas! 😀

cama dobrável invenção

 

 

 

hedy_lammar

Tecnologia para sistema wireless

Hedy Lamarr, essa lindíssima austríaca radicada nos EUA, parece uma atriz de Hollywood, não? E foi mesmo! Mas além disso, ela criou o “frequency hopping”, durante a Segunda Guerra Mundial.

É um sistema de comunicação sem fio que, mais tarde, serviu de base para a criação da telefonia celular. Levou mais de 20 anos para que ela fosse levada à sério e recebesse a patente de sua invenção. Nós, mulheres, sempre temos de provar duas ou três vezes  mais que somos competentes… Mas vamos em frente!

Hedy Lamarr costumava dizer: “Qualquer garota pode ser glamourosa, basta ficar quieta e fazer cara de burra”. Querida, Hedy, as coisas ainda não mudaram!

Meu objetivo com o post de hoje é que você veja que essas mulheres não são de outro planeta e que, assim como eu e você, vivem para resolver problemas e lutar contra um sistema que, historicamente, não nos valoriza.

Porém, antes de reclamarmos disso, vamos nos valorizar primeiro. Talvez você tenha lido essas breves histórias e achado que não é tão genial quanto elas, mas você está enganada. Elas apenas se empenharam em resolver problemas, em fazer algo de valor e que fizesse a diferença. Você também pode fazer isso aí na sua casa.

Dar o melhor aos seus filhos e à sua família, criar soluções para os problemas simples do dia a dia (em vez de reclamar deles) e se valorizar em tudo. Que você aproveite esse dia para reconhecer o seu valor e passar a respeitar mais quem você é (muito mais do que o que você faz).

Feliz dia, feliz mês, feliz ano! 😀

Nos vemos!

Jornalista especialista em finanças, autora do best-seller Bolsa Blindada, colunista do programa Mulheres, TV Gazeta e youtuber.

  • Vânia Maria Gabriel de Souza diz:

    Paty….. enquanto lia a história do colete à prova de balas… e logo vi o ursinho…. respirei!! ah,ah,ah….
    Somos incríveis mesmo, até sem haver registrado patente…. no dia a dia, no nosso jogo de cintura, inventamos modelos de bem viver e que dão super certo!
    Beijos, amiga!

  • Rebeca diz:

    Que incrível. Adorei a história dessas mulheres hoje. Obg, Paty 😘

  • PATRICIA INFANTI diz:

    Paty, vc assistiu o filme “Estrelas Além do Tempo”? São de 3 mulheres afroamericanas que trabalharam na NASA. Se não assistiu, assista!

  • adriana vaz de oliveira diz:

    Muito legal ter todas estas informaçoes sobre mulheres coisas que nao tinha ideia que foi uma mulher que inventou ou descobriu, muito bom tambem o que vc faz passar todas estas informaçoes.Obrigada

  • Janeide Santos diz:

    Patricia boa tarde.
    Eu gostaria de uma orientação sua.
    Eu trabalho por conta com o meu esposo e tenho um salário de 100,00 por dia.
    Estou querendo fazer o desafio das 52 semanas.
    Como faço para guardar dinheiro para o desafio é deixaruma parte para as contas e gastos na semana me ajude por favor

    • Patrícia Lages diz:

      Oi, Janeide! Não tem segredo: é separar o valor da semana (se vc tem essa condição) e pagar as contas com o restante. Bjs

  • Blenda diz:

    Parabéns a nos, mulheres! Como você disse, quantas vezes não precisamos provar que somos competentes, capazes…
    Ah, amei saber de onde surgiu a inspiração do meu avô: minha mãe se chama Hedy Lamar e só conhecia a história sobre a atriz de cinema!
    Beijos

    • Patrícia Lages diz:

      Que legal seu avô ter homenageado essa mulher tão incrível! 😀

  • Lilian Luna de Souza Ierardi diz:

    Gostei do post, realmente as mulheres estão mostrando toda sua garra e determinação para resolver situações do cotidiano.
    Somos merecedoras de muita prosperidade.
    Parabéns, mulheres guerreiras!
    Parabéns, Patrícia!
    Você é uma grande incentivadora de todas nós!

  • Rayza Tavares diz:

    Nós mulheres somos mais capazes do que pensamos. Q post maravilhoso!

  • suelane santana diz:

    Olá pessoal, eu li uma vez que quando ford, vez o 1° carro, apenas com aceleração e freio, a esposa dele perguntou, e aí já testou, ele disse que estava com medo de subir no automovel,ai ela subiu e andou, então o 1° ao testar foi a mulher.

  • Deise diz:

    Boa tarde, Patricia

    Gostaria que fizesse um post ou vídeo falando sobre Seguro de Automóvel.
    Renovei o meu recentemente, e para diminuir um pouco o valor acabei tirando algumas coberturas.
    Se possível, fale sobre os tópicos abaixo

    Carro Reserva
    Assistência Dia e Noite
    Danos Materiais
    Danos Corporais
    Danos Morais

    Obrigada

  • Liliani diz:

    Nós somos maravilhosas mesmo….

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*


Carreira Profissional

Cartão de Crédito

Investimentos

Pagamento de Dívidas

Faça uma busca no site:

Acompanhe também a Bolsa
Blindada nas redes sociais:


Receba todas nossas novidades!

Livros Bolsa Blindada:

Desenvolvido por: