Informação é uma arma poderosa

Informação é algo que nos economiza tempo, dinheiro e nos faz ter muito menos dor de cabeça. Veja um exemplo simples de quanto pode valer uma informação e arme-se!

Informação

Este sábado fui em um salão e pude ouvir a conversa de duas moças que estavam na sala ao lado. Não, eu não fico ouvindo a conversa dos outros, são as pessoas que falam incrivelmente alto!

Ao contrário, eu estava tentando relaxar enquanto fazia a sobrancelha, mas foi impossível. Menos mal que o incômodo todo vai render este post!

Ambas trabalham em banco e estava conversando sobre a forma que atendem os clientes, o que, cá entre nós, é de chorar…

Informação: quanto custa não ter

“O cliente veio me ameaçar de que seu eu não tirasse a tarifa bancária da conta dele, ele iria fechar e mudar de banco. Até parece que isso cola comigo… Falei na cara dele: ‘olha, é só zerar o seu saldo e pedir o fechamento, não seja por isso'”! – disse uma das bancárias.

Nisso, a esteticista que a atendia perguntou: “Mas não existe conta sem tarifa? Eu ouvi falar alguma coisa assim uma vez.”

A outra bancária responde: “Sim, existe. Mas a gente não fala porque… ah… sei lá… porque a gente não fala! hahahaha…”

A primeira volta a se pronunciar, com um tom de irritação:

“Chama pacote essencial, mas eu não sou obrigada a nada! Não vou ficar falando que tem tarifa grátis, deixa que paguem! Ainda mais esses chatos pra caramba… que vão pra outro banco mesmo e que não me encham o saco!”

As tarifas bancárias variam muito, mas geralmente giram em torno de R$ 15 ao mês (podendo ser bem mais). Considerando R$ 15 ao mês, a taxa vai pesar R$ 180 por ano no bolso do correntista.

Só nessa simples informação você pode economizar quase 2 mil reais em 10 anos Pense: há quantos anos você tem conta e paga tarifa? Quanto já perdeu de dinheiro nisso?

Saiba mais sobre o pacote essencial de serviços bancários (sem pagamento de tarifa), clicando aqui.

 

Defenda-se sabendo!

Você só pode se defender desse tipo de coisa se souber dos seus direitos, pois se depender de atendentes como essas, esquece!

Ouvindo aquela conversa – que piorou muito mais depois – fiquei imaginando duas coisas:

1. O que essas pessoas ganham em atender mal o cliente?

Se eu sou gerente de banco, vou querer ganhar muito mais do que 180 reais por ano do meu cliente. Isso mesmo!

Vou ganhar a confiança dele mostrando benefícios reais (como informá-lo de que ele não precisa pagar tarifa se os serviços essenciais forem suficientes) e levá-lo a investir em outros produtos, com os quais ele e eu ganharemos muito mais.

2. O que o dono do banco faria com essas duas?

As duas garotas diziam que são muito “pró banco”, mas estavam sendo totalmente “anti banco”… Afinal, para não dar o braço a torcer, ela mandou o cliente direto para os concorrentes.

Agora imagine o esforço que os bancos fazem (e todas as demais empresas) para ganhar UM cliente e essa amalucada joga fora como se o cliente não fosse nada!

O que quero dizer com isso é que temos que ser mais prudentes e não sairmos confiando em tudo o que dizem.

Informar-se sobre seus direitos com quem tem interesse de que você não saiba não é a melhor estratégia, concorda?

Não devemos confiar em tudo o que as pessoas dizem, mas em vez disso, devemos checar as informações para estarmos bem munidas para as horas de embate.

No nosso país as leis são muito boas e temos uma série de direitos, o problema é que eles estão guardados de baixo de sete chaves e nós é que temos que abrir uma a uma.

Por isso, aprenda, informe-se, pesquise e não tenha preguiça. Você não perde nada com isso!

Lançamento “O sucesso não cabe na bolsa”

CapaFaltam 2 dias para lançamento do meu quinto livro. Uhuuuuu!

“O sucesso não cabe na bolsa” já está em pré-venda e você pode garantir o seu exemplar no site da Saraiva, clicando aqui.

Você vai receber em casa e começar a traçar o seu sucesso, aquele que vai muito além da conta bancária!

E se você está em São Paulo, convido a estar comigo no lançamento que acontecerá na Saraiva do Morumbi Shopping, dia 12/04, às 19h30.

Nos vemos aqui ou na Saraiva!

 

Jornalista especialista em finanças, autora do best-seller Bolsa Blindada, colunista do programa Mulheres, TV Gazeta e youtuber.

  • Roseli4 diz:

    Parabens pelo seu trabalho, mas me tira uma duvida?
    Ficamos com serviço limitado no aplicativo do banco se nao pagarmos a tarifa?
    Beijos

    • Patrícia Lages diz:

      Eu tenho pacote essencial e uso tudo o que está disponível na internet e no aplicativo sem limitações. O que ficam limitados são os serviços com tarifa, como DOC e TED, que eu pago quando uso.

  • Alessandra Augusto diz:

    Muito bom saber dessas informações, vou procurar minha agência e falar pro meu esposo fazer o mesmo! Obrigada pelo seu belo trabalho, Deus a abençoe! 😍😙😙

  • Juliana diz:

    Oi Patrícia pura verdade, temos de saber dos nossos direitos no meu vanco a tarifa era 17.00 reais, eu nao pago mais a 3 anos quando fiquei sabendo do pacote essencial, mais não foi ninguem do banco que me avisou não… foi lendo uma matéria em um jornal. E essas duas que feio pra elas, tratando mal as pessoas, porém o que plantamos vamos colher… beijos Parabéns pelo post, várias pessoas serão beneficiadas com essa informação….

  • Marcela R Peres diz:

    Patrícia,
    obrigada pelos posts! A importância de ter consciência do que está fazendo, de como as coisas realmente funcionam, para saber se portar e como agir mediante as situações. Aqui no blog aprendemos um espírito excelente e como usar a informação a nosso favor, reivindicando nossos direitos e tendo mais disciplina quanto às nossas obrigações. Obrigada.
    Só mais uma coisa, recebi um e-mail do seu blog, pois assinei sua newsletter, e mostrou que tinha artigo novo ontem: “Autoconfiança: a chave para empreender”, mas quando clico no link ou procuro no seu blog diz que essa página não existe.
    Poderia repostar o artigo?
    Abraços,
    Marcela

    • Patrícia Lages diz:

      Obrigada! O post vai na segunda, tinha entrado em data errada!! Bjs

  • Daniele diz:

    Ótimo artigo. Fui ontem abrir uma conta e a gerente do banco informou que não seria possível abrir uma conta sem tarifa. Questionei por qual motivo. Ela não soube responder. Tinha lido a um tempo atrás aqui no blog mesmo, falando sobre mentiras que os bancos contam aos seus clientes.Como ela não me respondeu, questionei pela segunda vez. E falei para ela que teria direito a uma conta sem tarifa alguma. Não teve como, ela abriu a conta SEM TARIFA. As vezes sofremos por falta de conhecimento. Se fosse antigamente iria concordar com ela. Informação nunca é demais.

  • Elaine Cristina Gonçalves diz:

    É um absurdo o que muitas pessoas fazem quando no exercício da função: destratam os clientes, enganam… Como se fossem “atendentes de banco” o tempo todo. Quando querem algo, chegam de mansinho, pedindo com toda educação, mas quando está na responsabilidade delas fazer o seu trabalho da melhor forma possível, agem dessa maneira.
    Como você disse, os bancos, o comércio fazem um sacrifício para conquistar um cliente e os funcionários às vezes conseguem perder numa rapidez incrível. E se esquecem que são esses clientes que mantém os estabelecimentos abertos e consequentemente seu emprego. Acho muito triste quando vejo um comércio fechando, às vezes pelos funcionários “espantarem” a clientela.
    Mas vamos fazer nossa parte e lutar pelos nosso direitos que dá tudo certo!
    Beijos.

  • Marina de Lourdes D Ferreira Ferreira diz:

    E quanto ao banco virtual, não existe tarifa nenhuma , vc não usa ele Patrícia?

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*


Carreira Profissional

Cartão de Crédito

Investimentos

Pagamento de Dívidas

Faça uma busca no site:

Acompanhe também a Bolsa
Blindada nas redes sociais:


Receba todas nossas novidades!

Livros Bolsa Blindada:

Desenvolvido por: