Guerra política: quem tem razão?

Mesmo que você não goste de política creio que já percebeu que o Brasil está dividido em dois grandes grupos. E não estou falando de PT X PSDB, mas de outra divisão muito pior. Veja de que lado você está!

povo

Primeiramente quero deixar claro que não sou a favor de nenhum partido especificamente, mas sim a favor do país. Significa dizer quando o governo faz algo bom, creio que é nosso dever apoiar, e quando faz algo ruim, creio que é nosso dever cobrar uma mudança, seja lá quem for que esteja no poder. Nenhum governo é 100% certo ou 100% errado e são esses radicalismos que têm me preocupado.

Mas a pior divisão que se instalou no nosso país não é de um partido contra outro, mas a divisão do povo contra o povo. Quando as pessoas começam a pregar que empresários são exploradores e funcionários são explorados cria-se uma divisão interna (povo contra povo) na qual forças que podiam somar, multiplicar e crescer acabam tornando-se inimigas, o que só contribui para um país cada vez pior.

Todo país depende de empresas que forneçam produtos e serviços, assim como todas as empresas dependem de seus funcionários para fazerem chegar até seus clientes esses produtos e serviços. São forças que dependem uma da outra e não forças inimigas como tem sido difundido por aí. Você há de convir comigo que há muitos empresários desonestos, porém, também há muitos funcionários tão desonestos quanto.

Dizer que todo mundo que tem uma empresa é coxinha, explorador e malandro é tão mentira quanto dizer que todo trabalhador é honesto, explorado e subjugado. Aliás, o equívoco já começa aí, pois o empresário também é um trabalhador, mas ele não é classificado como tal. Se nos deixarmos guiar por essa guerra empresários X funcionários, estaremos contribuindo para uma batalha do povo contra o próprio povo na qual todos perdem.

Se o governo – qualquer que seja ele – continuar massacrando as empresas com toneladas de impostos, os trabalhadores também vão sofrer, pois a primeira coisa que se faz quando as contas apertam é reduzir a folha de pagamento, gerando desemprego e desaceleração da economia. Por outro lado, se alguns empresários não abrirem mão de lucros exorbitantes e de sonegarem impostos, todo país sai perdendo.

Imagine se cada empresário tratasse seus funcionários e clientes com o devido respeito, cumprindo seus deveres e tudo aquilo que promete, ao mesmo tempo que cada funcionário fosse honesto, trabalhasse de fato todas as horas que lhe são pagas e passasse a trocar o “vou ver o que posso fazer” por “vou dar o meu melhor”. Se todo mundo agisse dessa forma nosso país seria ou não uma potência?

Mas será que isso é impossível? Será que precisamos de governo para implementar essa mudança? Ou será que precisamos de bolsa-qualquer-coisa para começarmos a agir dessa forma? Não! Isso depende de mim e de você. Depende de pararmos de apontar os erros dos outros, de colocar a culpa toda na política e de justificar que não fazemos o melhor porque os outros também não fazem.

Vi muito nesses últimos dias nas redes sociais pessoas postando que estão cansadas de serem “boazinhas” e que estão fartas de serem “tontas” por serem honestas. Pois é… fico pensando: o que essas pessoas vão ser então daqui para frente, ruins e desonestas? É essa a grande solução? Claro que não! Guarde essa frase para toda a vida:

Se cada um varrer sua calçada, a rua inteira ficará limpa. 

Faça a sua parte e não se canse de fazer o bem, pois quem faz o mal parece ter energia suficiente para não parar nunca.

Para não perder nada aqui do blog…

Cadastre o seu e-mail agora!
Cadastre o seu e-mail abaixo e receba todas as nossas novidades!

Nos vemos!

Jornalista com atuação no Brasil, Inglaterra, Argentina e Israel. Autora do best seller Bolsa Blindada e palestrante na Universidade de Harvard.

  • Liliane diz:

    Oi Patricia! Gostei muito do post de hoje, eu não tinha parado pra pensar nessas questões que você colocou como o empregado é sempre vítima e que o pior é colocar o povo dividido. Eu sou cristã, como tal só acredito no governo celestial este será 100% eficaz.
    É eu sou sua fã! Seus livros e posts no blog estão me ajudando a sair das dividas e ter uma vida financeira saudável. Obrigada!

  • Patricia diz:

    Esse post me fez lembrar desses versos que um dia aprendi pela minha mãe..

    Muitas vezes as pessoas são egocêntricas, ilógicas e insensatas.
    Perdoe-as assim mesmo.

    Se você é gentil, as pessoas podem acusá-lo de egoísta, interesseiro.
    Seja gentil, assim mesmo.

    Se você é um vencedor, terá alguns falsos amigos e alguns inimigos verdadeiros.
    Vença assim mesmo.

    Se você é honesto e franco, as pessoas podem enganá-lo.
    Seja honesto assim mesmo.

    O que você levou anos para construir, alguém pode destruir de uma hora para outra.
    Construa assim mesmo.

    Se você tem Paz e é Feliz, as pessoas podem sentir inveja.
    Seja Feliz assim mesmo.

    Dê ao mundo o melhor de você, mas isso pode nunca ser o bastante.
    Dê o melhor de você assim mesmo.

    Veja que, no final das contas, é entre você e DEUS.

    Nunca foi entre você e as outras pessoas.

  • Solcelio diz:

    Olá Patrícia, novamente não consigo encontrar melhor posicionamento sobre um assunto com o proposto no seu artigo! Parabéns pelo seu trabalho e sucesso! Amo seus artigos!

  • Francisca diz:

    É isso aí Paty!

  • maria Izaura Araujo diz:

    Seu pensamento politico e semelhante ao meu. sera que ainda tem jeito?

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*


Carreira Profissional

Cartão de Crédito

Investimentos

Pagamento de Dívidas

Faça uma busca no site:

Acompanhe também a Bolsa
Blindada nas redes sociais:


Receba todas nossas novidades!

Livros Bolsa Blindada:

Desenvolvido por: