A época em que tudo vira ofensa

O que fazer quando tudo o que falamos pode ser considerado uma ofensa? Devemos viver pedindo desculpas por nossas opiniões ou simplesmente guardar o que pensamos para nós mesmas?

 Navegando pelo Facebook esta manhã, me deparei com uma postagem da Cris Cardoso que me chamou a atenção.

Este é o post e as traduções (livres):

Título da matéria: “Diretora de escola pede desculpas depois de ter dito que apenas garotas tamanho 34 e 36* deveriam usar leggings”. Artigo da Fox News (link em inglês).

* Tamanho aproximado ao equivalente no Brasil

Tradução do comentário da Cris: “Absurdo pensar que alguém não pode mais dizer a verdade, é muito ‘ofensivo’ (ou machuca muito)”.

Artigo

 

Vou resumir a matéria, pois além de estar em inglês, é um pouco extensa:

A diretora de uma escola americana, durante reunião com alunas do décimo ano (equivalente ao ensino médio no Brasil), disse o seguinte:

“Leggings são para serem usadas por baixo de uma camiseta longa que cubra o bumbum, ou uma blusa longa ou até mesmo um vestido. Não é para ser usada como calça com uma blusa até aqui (indicando a região da cintura), pois você estaria mostrando ‘tudo’. Sim, tudo! O triste disso, meninas – se ninguém disse isso a vocês, vou dizer agora – a menos que você seja tamanho 34 ou 36, ou ainda que não seja gordinha, (usando leggings) você vai parecer gordinha.”

Uma aluna gravou o comentário e o tornou público, dizendo o seguinte:

“Foi muito ofensivo (ou me magoou), porque senti que meu tamanho me faz parecer nojenta para as pessoas por causa das roupas que uso. Visto leggings fora da escola e para sair com meus amigos e pensar que alguém me vê como uma linguiça recheada é um pouco ofensivo (ou me deixa um pouco magoada).” 

Apesar de que a diretora teve o apoio de outras estudantes, da diretoria e até mesmo dos próprios pais de alunas, acabou tendo que se desculpar publicamente.

 

Minha opinião:

Se eu tivesse uma filha, teria o cuidado de alertá-la a vestir leggings com uma blusa mais comprida para não expor seu corpo. Eu mesma, que sou tamanho 36, só uso leggings (ou mesmo um jeans mais justo que gosto de usar com bota) com algo que cubra o bumbum e que me dê mais liberdade. Não gosto de expor meu corpo e acho que legging marca demais e mostra demais.

Tanto as mais magras quanto as mais cheinhas expõe o corpo usando leggingi como se fosse uma calça comum e, se há gordurinhas extras, celulites (quem não tem?) ou qualquer outra coisa que geralmente não queremos mostrar, legging é um tiro no próprio pé… Olha só!

Screen Shot 2017-09-04 at 13.36.35

 

Screen Shot 2017-09-04 at 13.36.09

 

O problema aqui vai muito além do uso inapropriado das leggings, ou  sobrepeso, ou ainda estar ou não na moda. A questão é não podermos mais dizer a verdade, simplesmente pelo fato de que alguns se sentem ofendidos. O ditado que diz que a verdade dói é realmente verdadeiro, mas agora, em nome de uma suposta “tolerância” não vamos mais poder falar a verdade?

Acho que muito mais “ofensivas” são as capas de revistas e anúncios cheios de Photoshop. Aquela pele e aquele corpo não existem, pois foram retocados exaustivamente em um programa de computador, mas mesmo assim, são “vendidos” como verdade, fazendo com que milhares de mulheres se sintam feias, inadequadas, gordas e nojentas!

Refresque a sua memória com algumas fotos que foram publicadas amplamente na internet de “antes e depois” do Photoshop.

Onde está mesmo a verdade? Com o que mesmo devemos nos ofender?

Para não perder nada aqui do blog, cadastre-se:

Cadastre o seu e-mail agora!
Cadastre o seu e-mail abaixo e receba todas as nossas novidades!

Nos vemos!

Jornalista com atuação no Brasil, Inglaterra, Argentina e Israel. Autora do best seller Bolsa Blindada e palestrante na Universidade de Harvard.

Categoria: Comportamento
  • Rebeca Beserra diz:

    Adorei, Paty! Realmente, está quase insuportável viver em sociedade atualmente. Ficamos sem saber como agir.

  • Kézia Chaves diz:

    Lembro que minha filho numa época não queria usar uniforme e m perguntou o motivo. Ok. Ela era BB e eu expliquei, que uniforme é para que todos estejam de única forma. Mas às vezes ter q explicar a adultos da área preguiça. Tá ficando puxado. Viu? Mas…

  • michelly diz:

    Concordo com vc quanto a adequação da legging ao ambiente. Também não me sinto bem com uma legging que marca demais. Sem falar nas leggings brancas ou que esticam tanto que qualquer movimento na academia dá pra ver tudo. Senhor!! Acho inadequado. Ainda assim, o comentário da diretora me pareceu gordofóbico. Ela poderia ter dito de outra maneira. Mas ao emitirmos uma opinião corremos de ser mal interpretado mesmo. Outra coisa é um mal de algumas mulheres quererem mostrar o corpo em qualquer ambiente, no trabalho e até na igreja. A roupa tem que ser adequada ao ambiente e isso não é caretismo, é educação mesmo.

  • Isabel Lima diz:

    Realmente as pessoas usam Leggings de maneira errada, claro que cada um faz o que quer, mas a discrição é tudo! A mulher discreta que sabe se vestir tem seu corpo como uma jóia valiosa, que não fica exibida a vista de qualquer um, mas pra quem da o seu devido valor.

  • Junia diz:

    Um comentário com o intuito de ajudar pode ofender por causa da maneira como é colocado. Neste caso a diretora estava se dirigindo a adolescentes que estão com o corpo em transformação e já lidam com seus próprio dilemas. Uma orientação bem colocada, talvez até chamar uma especialista em moda, em visagismo para falar do que é certo e errado no vestir para os diferentes tipos de corpo poderia ajudar a todos.

  • Ivana diz:

    Excelente post! Me encantó y adhiero completamente con el hecho de que ya no se puede hablar la verdad, especialmente en las redes sociales.
    Hace un tiempo, escribí un post en un blog de alimentación y bienestar en el cual colaboro. Fui (y hasta hoy lo sigo siendo) muy repudiada por hablar la verdad sobre un producto industrializado que se comercializa como “natural” y “saludable”.

    • Patrícia Lages diz:

      Me pasa a mi cuando hablo de los males de las gaseosas. La gente cree que no debemos “atacar” las cosas que les gustan, aún que les quite la salud… Paciencia! Saludos 🙂

  • Paulliane Santos diz:

    Tudo hoje é preconceito, é racismo…. Nossa tá difícil viu!!! Estou vendo a hora de acabar na prisão uma pessoa com dentes saudáveis sorrir para um banguela.

  • Mariza Magna Ribeiro de Souza diz:

    kkkkkkkkkkkk ta difícil!!!!

  • Vânia Maria Gabriel de Souza diz:

    Fico em silêncio, só observando….

  • gisele trocik diz:

    é realmente chocante a atitude de certas pessoas.Cade a liberdade de expressão????

  • LeilaVilela diz:

    Éh cada um quer fazer o q quer do seu corpo! Claro , mas q fica vulgar isso fica vulgar. E só vai atraí atenção d pessoas erradas. Usar c discrição além d elegante mostra q a mulher sabe se vestir c elegância.

  • Francis diz:

    Pois é! Sejam todos bem vindos a Era da Cegueira e Hipocrisia. Geração SD (Sensível Demais). Tudo é preconceito, tudo é exclusão, empoderamento até dos animais se bobear, mas que no fim todos continuam sem poder nenhum na hora que uma crise acontece em qualquer área na vida da pessoa.

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*


Carreira Profissional

Cartão de Crédito

Investimentos

Pagamento de Dívidas

Faça uma busca no site:

Acompanhe também a Bolsa
Blindada nas redes sociais:


Receba todas nossas novidades!

Livros Bolsa Blindada:

Desenvolvido por: