“É possível prosperar sendo assalariada?”

Hoje vou responder à pergunta de uma leitora que representa a dúvida de muitas. Leia com atenção e tome a sua decisão!

 

CTPSPergunta enviada por mensagem particular via Facebook (a identidade da leitora será preservada):

“Sou assalariada, dizimista e ofertante. Como fazer para que esta promessa de Deus se cumpra na minha vida:

‘O SENHOR te abrirá o céu, o depósito do seu tesouro, para dar chuva à tua terra no seu tempo e para abençoar toda obra das tuas mãos; emprestarás a muitas gentes, porém tu não tomarás emprestado. O SENHOR fará de ti a cabeça das nações e não a cauda’.

Só é possível ter essa prosperidade se eu tiver a visão de ser empresária? É verdade que, como assalariada, a pessoa não tem grandes chances de ser próspera porque quando acaba o dinheiro ela não tem de onde tirar? 

Vamos lá!

É claro que Deus pode abençoar uma pessoa assalariada, porém, há alguns limitadores, como: salário fixo com teto salarial e um cargo máximo que se pode alcançar na empresa. Como alguém poderia ser “cabeça das nações” se está limitada a comparecer todos os dias, de 9h às 18h, na empresa em que trabalha?

Você pode viver bem sendo funcionária, porém, vai precisar adaptar sua vida ao seu salário, pois como a leitora mesmo comenta acima, quando acaba o dinheiro a pessoa não tem de onde tirar. Vejamos o exemplo de Abraão:

Em suas peregrinações, para poder fixar residência, Abraão cavava poços para obter toda a água necessária para sua sobrevivência. Podemos comparar os poços ao emprego e a água como o dinheiro (salário). É possível tirar a água necessária de um poço só (emprego), mas Abraão cavava vários poços (tinha várias fontes de renda).

Se ele tivesse um poço (emprego) só, poderia tirar água dele e Deus abençoaria, mas ficaria limitado àquele poço e correria o risco de, por exemplo, um inimigo vir à noite e entulhar aquele poço, deixando-o sem água (sem renda, desempregado).

Assim é nos dias de hoje: o seu salário pode atender às suas necessidades e Deus pode abençoar para que você viva bem, porém, você terá apenas essa fonte de renda, ficando limitada a ela e correndo o risco de perdê-la a qualquer momento.

Quando a pessoa decide ter várias rendas, está possibilitando que Deus a abençoe mais. Além do que, se uma das rendas estiver fraca em determinado momento, a outra suprirá. Era o que Abraão fazia quando um inimigo entulhava um poço: buscava água temporariamente do poço mais próximo, mas imediatamente começava a cavar outro. Ele não esperava Deus agir, mas agia para que Deus o fizesse encontrar água e tivesse ali mais uma fonte.

Você não precisa largar seu emprego e abrir um negócio para ser próspera, mas pode sim, ter uma renda extra para obter um ganho maior e possibilitar que Deus aja de uma forma maior na sua vida.

capa-livroPara terminar: não sabe ainda o que fazer da sua carreira? Não sabe se tem perfil empreendedor? OK, sem problemas, estou aqui para ajudar nisso!

O livro Lugar de mulher é onde ela quiser traz um teste para você saber se leva jeito para empreender e também como pode dar uma turbinada na sua carreira e tirar o máximo proveito dela.

Peça já o seu neste link e receba em casa autografado!

 

Nos vemos!

Jornalista com atuação no Brasil, Inglaterra, Argentina e Israel. Autora do best seller Bolsa Blindada e palestrante na Universidade de Harvard.

  • Charlene diz:

    Bom dia Paty… Nunca tinha pensado em Abraão desta forma. Muito interessante e inspirador!

  • YASMIN diz:

    No meu caso, não tenho vontade de ter um negócio próprio. Atualmente sou contadora e conquistei um cargo público com um ótimo salário na minha área (nos últimos 2 anos e meio), mas mesmo assim tenho uma renda extra onde atuo como professora de vez em quando e faço parte de um curso online onde ganho comissão nas vendas. Creio que é importante não ter apenas uma fonte de renda. Posso não ser rica, mas me considero uma pessoa próspera e bem sucedida! Só Deus sabe o que já passei para chegar até aqui, assim como você Paty, tive muitas superações! Parabéns pelo seu lindo trabalho!
    Ah, adquiri o seu novo livro e estou aguardando ansiosamente para chegar e lê-lo. Seus livros são sempre fontes de muita inspiração!
    Deus abençoe sempre a sua vida! =D

    • Patrícia Lages diz:

      É exatamente esse o conceito do livro, Yasmin: empreender não é apenas ter um negócio ou vender alguma coisa, mas é saber usar seus talentos para obter várias rendas, pois não devemos ter uma única fonte. Você tem seu próprio negócio: suas aulas nos cursos online! Que seja um sucesso e vc cresça ainda mais! Bjs

  • Gledis Souza diz:

    Minha mãe sempre orientou a mim e meus irmãos a nunca termos somente uma fonte de renda,ela foi funcionária pública por 31 anos,porém nos finais de semana vendia verduras,tomate e cebola para complementar a renda,(mesmo tendo um bom salário.Eu seguindo a orientação dada por ela também sempre tive mais de uma fonte de renda.
    Quero ter meu próprio negócio em um segmento novo no Brasil e para isso estou fazendo cursos e lendo muito sobre este ramo de negócio.
    Que o Senhor Jesus Cristo lhe abençoe todos os dias da sua vida.
    Excelente post como todos os que você escreve.

    • Patrícia Lages diz:

      As mães sabem das coisas! 😀

  • Maria Cristina diz:

    Paty. Por onde começar quando vc odeia o que faz perdeu muito tempo nisso e está frustrada e sem dinheiro para recomeçar.

    • Patrícia Lages diz:

      Oi, Maria Cristina. Eu creio que a primeira coisa é olhar para frente e não ficar lamentando o tempo perdido, afinal, toda experiência é válida. No seu caso, como vc está trabalhando, faça um planejamento para poupar dinheiro e poder começar a trabalhar com o que gosta. Não importa que leve algum tempo, mas vá desde já se programando e criando uma estratégia para fazer essa mudança de carreira. Beijos!

  • Daiany Alves diz:

    Obrigada Paty seu post foi muito esclarecedor!Que Deus te abençoe grandiosamente.

  • Marlene diz:

    Simplesmente amei, já estou tentando minha segunda fonte de renda.

  • Vanessa Olivares diz:

    Muito obrigada. Inspirador!!

  • Karla Nathane diz:

    Oi Patricia, vc trabalha com atendimento pessoal? Tipo, coach financeiro?

    • Patrícia Lages diz:

      Faço mais para empresas. Bjs

  • Mariana Constantino diz:

    Patty, estou lendo seu novo livro, e estou bem na parte em que você diz que as pessoas faziam perguntas ridículas sobre as suas conquistas,ou que sempre duvidavam e inventavam coisas do seu sucesso. Pois bem, eu trabalho numa produtora de cinema, porém sou bem “Caxias” como dizem, não bebo, não fumo, e nunca vi drogas na minha frente. Você acredita que na festa de fim de ano da empresa, eu saí às 22:00 andei até a estação de metrô com meus colegas de trabalho, peguei o metrô e meu marido foi me buscar na estação para eu não andar a noite na rua. No dia seguinte cheguei no trabalho no meu horário (diferente de muitos) e meu chefe me chamou pra conversar e disse que falaram que eu “sai carregada” da festa, que eu não conseguia nem andar de tão bêbada! Fiquei fula da vida! Como tem gente idiota!

    • Patrícia Lages diz:

      É o que eles gostariam que tivesse acontecido para não se sentirem idiotas. Rs… rs…

  • Marile Sousa diz:

    Marile Sousa

    Amei esse posts.Já estou colocando em prática a ideia de ter outra renda,eu já tinha isso em mente agora!Não resta dúvida;vou em frente.Obg,pelo incentivo.

  • GILVANA LIMA diz:

    Oba Paty, então estou no caminho certo, amém! Interessante este artigo. Gratidão!!

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*


Carreira Profissional

Cartão de Crédito

Investimentos

Pagamento de Dívidas

Faça uma busca no site:

Acompanhe também a Bolsa
Blindada nas redes sociais:


Receba todas nossas novidades!

Livros Bolsa Blindada:

Desenvolvido por: