Ditadura da beleza e do “você vale o que tem”

Há revistas que parecem mais catálogos gritando para comprarmos de tudo! O exagero no uso do Photoshop tem feito mulheres perseguirem um padrão de beleza que não existe. Confira o post e pasme com os dados!

Tenho visto o quanto as mulheres têm se deixado levar pelas imagens das revistas femininas mesmo sabendo que estão cheias de retoques feitos no Photoshop. Há algum tempo o vídeo abaixo circulou pelas redes sociais, mas nunca é demais rever. Nele, Sally Gifford Piper foi transformada em uma mulher que nem ela mesma pode ser!

E o que dizer do que foi feito com a modelo Filippa Hamilton em uma campanha da Ralph Lauren em 2009? A foto da direita é a original, onde vemos uma mulher linda e bem magra. Quer dizer, para os padrões da marca ela estava gorda e seu corpo teve que ser desfigurado manipulado em Photoshop para que ela parecesse um ser extraterrestre magra. Ela inclusive foi demitida!

854ec6_7fd4e6ffba43409e935b8ef9984be88f

Agora veja esta experiência que fiz com uma revista feminina espanhola: de suas 218 páginas, quase 100 são de anúncios, que eu retirei um a um:

img_0634

Veja como a revista é ficou “magrinha” de conteúdo! Isso porque deixei um monte de páginas que traziam produtos, preços etc., mas que davam algum tipo de informação, então considerei “conteúdo”… #sqn

comparativo

Essa quantidade enorme de anúncios grita, o tempo todo, que precisamos:

  • ter lábios sensuais – com batons de 50 euros (mais de 170 reais)
  • ter as sobrancelhas da moda – valha-me Deus, agora tem isso?
  • ter axilas perfeitas, macias e mais claras – oi?
  • ter pele de pêssego e não de casca de laranja – será por isso que tem tanta mulher-fruta por aí?
  • ter corpo escultural para curtir o verão – embora o da modelo da foto tenha sido criado no computador
  • exalar o perfume do momento – à bagatela de 500 reais o frasco
  • fechar nossos poros – afinal, poros são coisas horríveis, né gente? Eu, hein! Poros…
  • ter unhas perfeitas – bastando usar um removedor de resíduos, um ultra-hidratante de cutículas, lixa especial, base coat, esmalte color extra shine, top coat diamond fixador anti-descascador e spray extra brilho… É para pintar as unhas ou cegar alguém? Decidam-se!
  • desintoxicar pele, cabelo, células, mente, estômago, intestinos – menina, onde arrumamos tanta toxina?

Isso sem falar que você tem que ter aquela bolsa, aquele sapato, aquelas joias, aquele carro, aquele marido, fazer aquela viagem etc.etc. etc. A cada página nos deparamos com mais uma ordem: compre, compre, compre; consuma, consuma, consuma; gaste, gaste, gaste. Agora! Hoje! Não espere mais!

Ah! E claro… Dizendo sempre que possível que você faz TUDO errado, pois agora temos que lavar o cabelo com uma “rotina invertida”, onde primeiro se passa o condicionador e depois o shampoo. Pai do céu…!

img_0639

São textos escolhidos palavra por palavra para convencê-la de que você está por fora! Veja alguns fatos que pesquisei:

  • 85% do conteúdo de algumas revistas são dedicados a fazer você parecer inadequada ou imperfeita (afinal, gente perfeita não compra um monte de coisas para se sentir melhor!)
  • 70% das mulheres se sentem envergonhadas ou culpadas por serem como são depois de lerem revistas de moda (afinal, temos obrigação de sermos perfeitas com tanta variedade de produtos ao nosso dispor!)
  • A H&M, uma loja americana, admitiu que usa corpos criados por computador em seus anúncios (ou seja, corpos que nem sequer existem!
  • Mais de 30% das mulheres que leem revistas têm mais de 40 anos (mas não há nenhuma mulher de 40 anos nos anúncios)
  • A idade média das modelos em anúncios de revistas é de 21 anos (por isso o horror que as mulheres hoje em dia têm de envelhecer)
  • Modelos pesam, em média, 25% menos do que a maioria das mulheres (quando não é uma questão genética, várias – literalmente – se matam, para entrarem em roupas que parecem feitas para criança)
  • Modelos têm, em média, 18 cm a mais de altura do que a maioria das mulheres (por isso aquela bota acima do joelho não fica tão bem em nós, reles mortais!)

E esse anúncio com a atriz espanhola Paula Echevarría? É impressão minha ou no anúncio ela aparece com muito mais cabelo do que na foto da direita? Ou seja: você tem que ter muuuuuuito cabelo, pois a quantidade normal não é suficiente!

paula_echevarria

Sem falar nesse anúncio que me deu náuseas: a brasileira mais uma vez sendo representada no exterior pela imagem de uma mulher sem roupa…

img_0637

Para finalizar, quero deixar esta imagem de uma capa de revista montada pela minha querida amiga Ana Lucas que, além de ótima designer, também está na luta incansável para que mulheres parem de acreditar em toda propaganda que veem pela frente!

Se as revistas falassem a verdade, as manchetes seriam estas:

CAPA 1.indd

Se você gostou desse artigo, compartilhe em suas redes sociais para que mais mulheres passem a valorizar o que possuem e deixem de dar ouvidos às mentiras que estão tentando nos forçar goela abaixo!

E para não perder nada aqui do blog, cadastre-se!

Cadastre o seu e-mail agora!
Cadastre o seu e-mail abaixo e receba todas as nossas novidades!

Inscreva-se também no meu canal do YouTube clicando aqui.

Nos vemos!

Jornalista com atuação no Brasil, Inglaterra, Argentina e Israel. Autora do best seller Bolsa Blindada e palestrante na Universidade de Harvard.

  • Vanessa Sotério diz:

    Verdade!! Estamos cercadas de anúncios e matérias na mídia que nos fazem sentir inadequadas, feias e que fazem nossa auto-estima despencar. Para quem pode comprar o creme revolucionário caríssimo, ou o shampoo milionário, menos mal (digo menos mal pois ela não vai ficar endividada, mas ainda assim vai continuar se achando feia, amanhã vão inventar que a gente tem outro defeito! É um ciclo vicioso. Se acha feia, compra, usa, inventam outra coisa, se acha feia, compra). E pra aquelas que não tem condição? Pior ainda! Além de pobre é feia ainda!! E vai continuar feia pois não tem dinheiro pra comprar o tal creme! Sem falar naquelas mulheres que estouram os cartões de crédito e o limite do cheque especial pra comprar estas coisas. É muito triste esta realidade. O mundo quer que a mulher tenha carreira, seja mulher de negócios, seja inteligente, lindíssima (porque não pode ter defeito!), dê conta da casa, dos filhos, do marido… Uff, já pensaram que isso é um tanto… impossível de conseguir e ser feliz ao mesmo tempo????

    • leiliane gonçalves diz:

      Verdade!

  • Ana Claudia Dias diz:

    Bom dia Paty,ótimo post.A mais pura vdd,por isso deixei de seguir alguns blogs de it girls…Beijos.

  • kimberly diz:

    Arrazou muito legal nos se iludimos mesmo , não so as mulheres mais velhas mas as jovens também com essas revistas de modelo, e esse cabelo era meu sonho , como fui cega , mas graças a você as escamas caiu dos meus olhos bjos <3

  • Larissa Lemes diz:

    Este post foi perfeito, adorei sua coragem como jornalista de criticar as revistas femininas, sempre fui assinante das revistas como nova, claudia e sempre me deparava com uma incapacidade de ser tão perfeita em tudo, na moda, na vida.. Parabéns

  • Diana Carvalho diz:

    Patricia, me identifico muito com sua forma de ver e analisar as coisas. Belo post. Parabéns pelo sucesso.

  • Ida Nisia Lopes da Silva diz:

    Muito bacana este post Paty, já compartilhei em minhas redes para alertar outras pessoas.
    Um beijo,
    Ida

    • Patrícia Lages diz:

      Aé tno LinkedIn, arrasou!!!

  • Bethania diz:

    Excelente matéria!

    Parabéns pela matéria, você escreve em uma linguagem tão natural Patrícia, esse texto é pura verdade, só que infelizmente muitas mulheres nem percebem, a propaganda está tão impregnada no nosso dia a dia e em tudo, que as vezes nem nos damos conta do tamanho da manipulação, e cito um exemplo disso, eu acompanhava uma blogueira de moda, pois queria aprender a me arrumar e me maquiar melhor, até aí tudo bem, acompanhar as dicas, mas um belo dia me vi pesquisando maquiagens caríssimas importadas só porque a fulana estava dizendo que eram maravilhosas, e eu me sentia na necessidade de ter aquilo, sendo que tem marcas brasileiras muito boas por um preço muito inferior, ainda bem que abri os olhos a tempo de fazer aquele gasto idiota…

  • UEDINA diz:

    muito ótimo parabéns

  • Jacqueline diz:

    Parabéns Paty, você como sempre arrasa!

  • Vanessa Aparecida do Santos Souza diz:

    Boa tarde Patrícia, Muito bom esse Post. Nunca fui de ligar para essas coisas não…mas confesso que de algum tempo pra cá, estou reparando muito nessas coisas…Acho que minha auto estima está baixa. Preciso começar a focar em coisas que realmente vale a pena. Obrigada Patrícia.Bj.

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*


Carreira Profissional

Cartão de Crédito

Investimentos

Pagamento de Dívidas

Faça uma busca no site:

Acompanhe também a Bolsa
Blindada nas redes sociais:


Receba todas nossas novidades!

Livros Bolsa Blindada:

Desenvolvido por: