Desafio Detox #3 – Pratique o silêncio

Ele está cada vez mais raro e cada vez menos respeitado. Por que o silêncio tem se tornado um item de luxo e por que devemos pratica-lo? Esse é o assunto de hoje!

Creio que você já notou que o mundo está cada vez mais barulhento, mas talvez você não tenha percebido que isso pode ser um grande problema. Todo mundo sabe que não dá para raciocinar direito com barulho, por isso, quanto mais barulho, menos as pessoas conseguem raciocinar. Entendeu a gravidade do problema?

Em meio a essa confusão toda, cada vez mais as pessoas fazem as coisas sem pensar, apenas seguindo a multidão (lembra-se do desafio #1?). Por que você acha que as lojas são barulhentas? Elas passam a sensação de urgência, de que você tem que comprar logo, ser rápida na sua decisão e, de preferência, que compre sem pensar. Para isso, o barulho é um super aliado. A música alta se junta às vendedoras que ficam atrás de você a cada passo perguntando: “Gostou? Serviu? Quer ver esse modelo em preto? Quer ver uma blusinha além da calça? Quer um café? Quer aproveitar essa outra promoção? Quer parcelar?” É um blábláblá sem fim e você sai atordoada da loja e… cheia de sacolas!

Os restaurantes também deram de fazer o que antes era um local tranquilo em uma barulheira total, com televisão ligada e tudo. Sério que a gente precisa ver TV enquanto come? E quanto aos consultórios médicos? Essa vou até aproveitar para contar a experiência desta manhã…

Hoje cedo percebi que o Desafio 3 não tinha subido no blog. Eu havia gravado um áudio, mas não deu mais para usá-lo, então tive que transforma-lo neste texto (por isso ele está mais longo que o normal…). O problema é que eu tive consulta médica esta manhã e não deu tempo de escrever antes de sair. Pensei: no consultório, enquanto espero, vou preparando o texto, assim adianto meu lado. Que nada!

Havia uma família com uma criança: mãe, avó e tio faziam tanto barulho que a criança – que estava quieta – ficou super agitada. Eram barulhentos, falavam alto e riam em um volume inexplicável e totalmente desnecessário em um ambiente onde havia diversos consultórios com plaquinhas como essa:

placa-silencio-por-favor-4609-MLB4921600246_082013-F

Por que se deve fazer silêncio em consultórios e hospitais? Porque as pessoas já não estão sentindo-se bem, então, respeite-as não incomodando ainda mais! Mas parece que as pessoas não estão mais considerando esse respeito… Conclusão: além de atrapalharem minha concentração, tornaram o ambiente super desagradável para todos os demais pacientes. Só dá para resumir essa conduta como uma tremenda falta de educação. Os médicos estavam aborrecidos, as atendentes olhavam de cara feia e os pacientes se sentiram incomodados, ou seja, a falta de silêncio estragou a manhã de muita gente.

Mas além da falta de educação está o problema da falta de concentração. O barulho distrai, perturba, incomoda e faz com que a gente tome atitudes sem pensar. E é aí que mora o perigo!

Várias pessoas já me disseram que não têm como estudar em casa porque a família é barulhenta. Todo final de semana o som está nas maiores alturas, junto com a TV ligada para as crianças (que são obrigadas a gritar para serem ouvidas) e os vizinhos entrando e saindo o tempo todo. Ao pedirem silêncio para estudar, muitas delas ouvem: “Estudar pra quê? Você acha que é melhor do que nós?” E aí fazem mais barulho ainda… Veja que coisa mais esquisita: estudar virou uma atitude esnobe!

Ligue a TV e veja como os programas são barulhentos. É música alta, o apresentador gritando, o auditório aplaudindo, assoviando, berrando, até sirene eles tocam! E eu pergunto: para quê? A troco de quê? O que se aprende com isso? Você trabalha a semana inteira para depois, no final de semana, “descansar” na frente da TV assistindo a esse tormento? Com razão as pessoas estão mais estressadas do que nunca!

Sei que muitas pessoas não vão gostar deste desafio (e vão me achar uma esnobe!), mas meu compromisso é leva-la a pensar, a tirar o melhor de si mesma, a crescer e a ser uma profissional melhor, pois fazendo isso, a prosperidade será uma consequência na sua vida.

quietPor isso, o desafio da semana é: pratique o silêncio. Em algum momento do dia, reserve um momento para si mesma e faça silêncio. Aproveite esse tempo para pensar, simplesmente pensar. Pense na sua vida, no que quer para si, nas atitudes que vem tomando, no que deve mudar, em como poderá alcançar aquilo que quer. Pense, simplesmente pense.

Se não der para fazer isso na sua casa, vá a outro lugar. Quem sabe a biblioteca do seu bairro, que deve estar bem vazia! Você vai ver o quanto o silêncio é importante e irá tirar proveito do que ele fala. Sim, o silêncio fala muito. É nele que você consegue ouvir a si mesma, a raciocinar e a tirar conclusões do que é melhor para si.

Este é um dos desafios mais difíceis promovidos até agora e, realmente, vai ser só para as fortes. Ainda que só você esteja praticando o silêncio no seu trabalho ou em casa, não deixe de fazê-lo. Tudo começa com uma pessoa, uma ideia, uma atitude. Você merece um momento só seu. Na quarta-feira veremos a importância do silêncio segundo a Bíblia, será muito bacana, não perca!

Aliás, para não perder nada que acontece aqui no blog, cadastre-se:

Cadastre o seu e-mail agora!
Cadastre o seu e-mail abaixo e receba todas as nossas novidades!

Nos vemos!

Jornalista com atuação no Brasil, Inglaterra, Argentina e Israel. Autora do best seller Bolsa Blindada e palestrante na Universidade de Harvard.

  • Cidalia -Tunisia( Africa do Norte) diz:

    Patty não creio em coincidencia ,mas creio na Voz do Alto….Olha esta manhã comecei o dia no escritório a falar sobre a importancia de se fazer silencio para que possa-mos estar atentos a Voz de Deus nas diferentes situaçoes do dia ,e seu post agora vei-o confirmer esta necessidade !!
    Deus falou , e eu aceito a messagem do dia !!
    Vai arrebentar !!
    Um lindo dia de Aniversário Querida

    • Patrícia Lages diz:

      Muito obrigada, querida Cidália. Com certeza é no silêncio que Deus fala! Bisou!

  • Mislene diz:

    Mto bom o post, realmente tem momentos em que precisamos de silêncio, de um tempo somente pra nós…….sem saber que o post de hoje seria sobre silêncio, ontem tive meu momento de silêncio, de ficar sozinha em casa, sem o barulho que meus filhos fazem junto com meu sobrinho, que já é adulto mas um crianção rsrsrs…..fiquei sozinha das 17h as 23h, nossa tudo de bom, descansei minha mente, descansei meu corpo físico e me senti renovada para uma nova jornada de trabalho…..obg pelos posts……bjos

  • Geanepontes diz:

    Bom dia
    com certeza será bem aproveitador este desafio, preciso mesmo fazer uma grande reflexão sobre tudo que esta acontecendo em minha vida.
    Estou a fazer muitas coisas mas sei que precisam de mais qualidade.

  • Mãe Consumista diz:

    Ai Paty, nem me fala, como sinto falta de um pouco de silêncio na minha vida. Morei por 10 anos sozinha, era uma tranquilidade. Casei, tive filhos, meu marido não fica quieto por um único momento, ele não para de falar, fala e grita e berra o dia inteiro. Fora os filhos, criança já é agitada e barulhenta por natureza, olha, seu desafio é maravilhoso, mas para quem tem filhos, ele é impossível, sorry. Não posso me livrar da minha família, né? E eu tento fazer essa casa ficar em silêncio, desligo tv, som e qualquer coisa, quero que as crianças brinquem e não fiquem na frente da tv o dia todo. Meu marido está em casa sai ligando todas as tvs e eu atrás desligando e parece que a louca sou eu porque peço um pouco de silêncio, ainda me chama de chata, a ruim ainda sou eu. Não é fácil…

    • Patrícia Lages diz:

      Eu sei que não é fácil, mas a mulher é a que mais influencia dentro da casa. Você tem um poder que seu marido não tem que é justamente o poder da influência. Em vez de só sair desligando as TVs inutilmente, faça-os entender o quanto é legal ter um momento de silêncio. Converse, explique e influencie sua família a começar a praticar o silêncio nem que seja por alguns minutos. Com a persistência na prática, dentro de um tempo eles acostumarão com isso. Vc pode!

      • Mãe Consumista diz:

        Nem tudo é culpa da mulher… Não tenho poder sobre atitudes e personalidade de outras pessoas, nem mesmo meu marido e filhos… Meu único poder é sobre as minhas atitudes. Eu converso, eu explico, eu sou calma, eu tento, nada funciona… Só Deus mesmo pode me ajudar.

        • Patrícia Lages diz:

          Culpa, nããããããããããããão!!! De jeito nenhum!!! Se eles são barulhentos vc não tem a menor culpa… O que eu quero dizer é que nós temos o poder de influenciar nossa família e de inserir melhores práticas. É claro que se eles não querem fica mais difícil, mas com jeitinho a gente acaba conseguindo. Meu marido, por exemplo, adora cozinhar, mas ele sempre fazia “panelões” de comida e dizia que não sabia cozinhar em quantidades menores. Conclusão: ia um monte para o lixo. Eu sempre mostrava para ele, com calma, o tanto de comida que estávamos jogando fora e, às vezes, ele falava: “Tá bom, então eu não cozinho mais!”. Mas com jeito consegui que ele fosse enxergando que podia cozinhar menos e que era muito melhor não desperdiçar. Com o nosso “jeitinho” nós conseguimos!! rs…rs…

          • Mãe Consumista diz:

            Obrigada minha amada!!!! Vou continuar, persistir! Dias melhores virão!!! Beijos! Love you!

            09/03/2015 em 13:46
          • Patrícia Lages diz:

            Com certeza virão!! 😀

            09/03/2015 em 14:01
  • Ana Côrte diz:

    Patrícia,
    estou acompanhando o desafio desde o início, e partilhei com uma amiga, porque achei que também lhe ajudaria, e que se fizéssemos juntas e semanalmente partilhássemos as experiências pessoais que vamos tendo, isso iria motivar-nos a fazer o desafio com maior motivação e perseverança.
    Desde o primeiro dia, ela e eu estamos AMANDO! MUITO OBRIGADA POR ESTA OPORTUNIDADE!
    Até eu não comentei as mensagens deste desafio, mas hoje eu não posso deixar de fazê-lo.
    Sabe, hoje eu tirei o dia para descansar e me reorganizar interior e exteriormente. Os meus pais foram trabalhar e o meu irmão foi para as aulas, e eu sabia que a casa ia estar EM SILÊNCIO, por isso EU TERIA QUE APROVEITAR A MINHA OPORTUNIDADE!
    Logo pela manhã dei pela falta do seu post, pois eu queria aproveitar o tempo hoje para ouvi-lo e não adiar para quando tenho montes de tarefas para fazer e consequentemente muito ruído. Isto porque, se eu ouvir os áudios ou até ler a mensagem com ruído e preocupações, eu não sou capaz de pensar em NADA DO QUE ESTOU A OUVIR, E A MINHA CABEÇA PARECE UM CAOS!
    Quero lhe dar os PARABÉNS por esta mensagem, pois ela foi MUITO BEM CONSEGUIDA!
    Ao longo destas 3 semanas, tenho sentido que este desafio me encaixa como uma luva, pois por vezes sinto-me o ser mais estranho da face da Terra, e nestas mensagens passei a sentir que afinal há mais alguém no mundo que pensa como eu!
    O barulho incomoda-me muito. O barulho do rádio, da Tv, das lojas, das pessoas a falar alto e a brigar constantemente. E já fui tida como anormal em minha casa, por conta disso. O que a senhora diz é verdade: nós conseguimos influenciar positivamente as pessoas, se formos firmes com a nossa decisão! Pois no início eles gritavam comigo, dizendo que eu não era normal, mas hoje em dia, o meu irmão (de 24 anos), por exemplo, já é capaz de pedir para apagar a Tv na hora da refeição e de escolher um café calmo para irmos quando saímos juntos.
    Prezo MUITO O SILÊNCIO.
    E vou agora dedicar um pouco a fazer o que a Patrícia orientou a fazer!
    Porque, apesar de ainda não ter começado, eu sei o quanto isso será importante para mim espiritual, emocional, psicológica e fisicamente.
    Muito obrigada mesmo!
    Um beijo com carinho*

    Ana (Ilha da Madeira, Portugal)

    • Patrícia Lages diz:

      Muito obrigada pelo comentário e por ter tido a iniciativa de partilhar com uma amiga. Certamente é melhor quando estamos acompanhadas! beijos

      • Ana Côrte diz:

        Eu é que tenho muito a agradecer!
        Já agora, soube que faz anos hoje. FELIZ ANIVERSÁRIO! Que o Espírito Santo a abençoe muito, em todos os aspectos da sua vida interior e exterior.
        Um abraço*

        • Patrícia Lages diz:

          😀

  • Sula Laiane diz:

    Com certeza não perderei.

  • Gilvana Lima diz:

    Eu aceito o desafio e vou começar hoje mesmo. Ontem eu estava comentando sobre isso com meu esposo. Eu preciso do silêcio, principalmente nos finais de semana para descansar. Abraço

  • Luciana diz:

    Patricia, boa tarde.
    Adoro seus textos e estou lendo seu primeiro livro ainda… pq comprei há 1 ano, mas ele havia sido abdusido pelo meu pai rsrsrsrs. Agora que já leu tudo, ele me devolveu!
    Enfim, adorei o texto sobre o silêncio. Trabalho a maior parte do tempo sozinha no escritório, no silêncio total.
    AMO!
    Consigo trabalhar, estudar, assistir minhas vídeo aulas, pesquisar sobre vários assuntos… e tudo isso fica impraticável na minha casa, com gêmeas de 8 anos que agora deram para discutir sobre tudo!

    • Patrícia Lages diz:

      Que bom que vc achou seu livro e seu momento de silêncio!! Crianças discutindo sobre tudo é o máximo, sinal que são interessadas e isso é um bom sinal!! Beijos

  • Mariana Constantino diz:

    Nossa Patrícia, eu amo o silêncio! Amo amo.
    Fico até feliz quando meu marido não esta rsrsrs.
    Assim posso curtir meu silencio em paz, pensar, falar com Deus,fazer as coisinhas que gosto, até pra faxinar gosto do silêncio.
    Passo por isso justamente na casa da família do meu marido. É gente gritando, tocando violão, falando, cozinhando, TV alta, tudo ao mesmo tempo, chego a me sentir enjoada! Não sei o que fazer mais, pois meu marido fica chateado e percebe que eu não gosto de visitar a família dele que é em outra cidade. Ou seja, nunca consigo ir rapidinho, sempre que vamos é pra passar o fim de semana :(. Como devo agir nessas situações?
    Muito obrigada!

    • Patrícia Lages diz:

      Eu creio que você deve conversar com seu marido e deixar claro que vc não tem nada contra a família dele, pois pode ser que ele pense dessa forma. Diga que é o barulho a incomoda e não as pessoas, assim vc evita que ele pense que vc não gosta deles. Deixar de ir lá não creio que seja a solução, nem mesmo reclamar com a família, afinal, eles estão em casa e teoricamente podem fazer o que quiser… Busque ter os seus momentos a sós mesmo no meio do caos e tente não fazer disso um problema no seu casamento Beijos!

      • Mariana Constantino diz:

        Muito obrigada <3
        Te admiro demais!

  • Ione Linhares diz:

    amei esse desafio!

    É tanto barulho desnecessário que incomoda a gente.

    Onde trabalho, muitas vezes, preciso fingir que estou ouvindo música, com fones de ouvido, para desfrutar de um pouco de silêncio.

    O silêncio acalma. O silêncio fala. O silêncio é tudo de bom!
    psiu!

  • Claudia Cirino Rodrigues diz:

    Oi Paty!
    Vou participar desse desafio!

    Beijinhos que Deus a abençoe!!

  • Bárbara de Kássia diz:

    Jornalista paulistana com mais de vinte anos de carreira na área de comunicação. Aquela mulher que em um ano caiu, foi humilhada. E com muita FÉ, Aplicando conceitos simples e introduzindo hábitos economicamente saudáveis, deu a volta por cima, pagando mais de 400 mil reais de dívidas. Onze meses e 20 dias foi o tempo que ela levou para liquidar os débitos e reconquistar a dignidade perdida. PATRICIA LAGES é um exemplo a ser seguido. Com suas Experiências, Ela começou a compartilhar com o máximo de mulheres e hoje é reconhecida no Mundo Inteiro. Com 02 Livros MARAVILHOSOS, Cursos, Blog e Palestras. Patrícia Lages Hoje ensina a todas as mulheres que a seguem como ser uma BLINDETE. Paty Que DEUS te abençoe SEMPRE e realize todos os desejos do seu coração, Muuuuuuuuuitooo Sucesso, você merece. Ahh Levo sempre comigo essa frase: Se eu pude, você pode! #SouBlindete…

    • Patrícia Lages diz:

      Que lindo, Bárbara! Me deu um presentão 😀 Beijosssss….

      • Bárbara de Kássia diz:

        Quero um dia poder te conhecer e te dar um grande ABRAÇO.Beijos

        • Patrícia Lages diz:

          Espero que sim!!

  • Danielle friash diz:

    Uhuuuu!! Òtimo Post Paty! Mas o silêncio infelizmente em casa ele é raro devido a nossa visinhança :(… Quando não é o Funk e a minha querida Tia cantando o dia inteirinho…..rs..rs.. ou os carros .. onibus… Helicopteros…Mas não ha nada como o silêncio… Eu e meu esposo apreciamos muitissimo!! Abraços!!!

  • Rosângela Nascimento diz:

    Particularmente adoro o silêncio. Em casa ouço rádio, músicas baixas e ao assistir tv também. Para mim, este desafio será mais que prazeroso! Bjs.

  • Vânia Maria Gabriel de Souza diz:

    Paty, você está certíssima!
    Preciso lembrar todos os dias que o silêncio vale ouro!
    Beijos

  • Joana diz:

    Primeiramente, desejo a você um feliz aniversário!!!!

    A palavra silêncio me lembra dos momentos antecedentes as reuniões do Templo de Salomão. E no Templo, podemos comprovar que o silêncio fala e muito!
    Vou procurar colocar esse desafio em prática na minha semana.
    Abraços!

  • Priscila de Paulo diz:

    E verdade ouvimos muitos barulhos desde a hora que levantamos , e isso dificulta a ouvirmos a voz de Deus, temos que fazer essa faxina espiritual sempre.

  • Andreia Albernaz diz:

    Parabéns mais uma vez Paty !!! Post Perfeito !

  • Vanessa Olivares diz:

    Olá Patrícia, gosto muito dos seus posts; você nos ajuda muito. Queria ainda agradecer de escrever esse texto pois quando é em áudio invariavelmente não escuto. Acho mais monótono e perco a vontade.

    Deus abençoe.

    • Patrícia Lages diz:

      Nos áudios eu consigo passar uma ideia mais completa que num texto, dependendo do tema. E como os desafios tinham que ser mais bem explicados, optei por eles. mas vou tentar gravar alguns mais dinâmicos! 😀

  • Susi diz:

    Adoro suas publicações, mas hoje tenho que comentar que acordei muito muito rouca… resultado, minha voz sai super baixa e obriga meu marido e minha folha a fazerem silencio para me escutar…desligar o som da TV super alto! rs, olhar e prestar bem atenção! Esta sendo interessante, e acho que mesmo que a voz volte, vou continuar falando baixinho para apreciar o silencio, ao invés da tv+musica+conversas+gritarias…

    • Patrícia Lages diz:

      hahahahaha… Adorei a estratégia!! 😀

  • jessica carvalho diz:

    estou dentro patyy

  • Tatiane diz:

    Parabéns Patrícia!

  • Jarlenys Dias- Portugal diz:

    Querida Paty,
    posso dizer que sou muito incomodada pelo barulho da minha cabeça. Sou muito pensativa e dai não concentrava nada e nem nas coisas do Alto, só para abaixo (problemas).
    Quanto mais ouço barulho das vozes do mundo, mais a minha mente fica confusa.
    Como faço me concentrar quando quero estudar para exames e meditar nas Escrituras Sagradas?
    Por favor, me ajude. Ando muito distraída e confusa
    Obrigada.
    Que Deus a abençoe muito 😉

    • Patrícia Lages diz:

      Oi, Jarlenys. Vc precisa ver qual é a causa dessa distração toda, pois podem ser muitas coisas. Talvez vc não esteja dormindo bem ou ansiosa, ou ainda ande muito preocupada. É necessário avaliar a causa para poder cortar o mal pela raiz’

  • shirlei diz:

    Ola dona Patricia
    Venho te desejar um feliz aniversario, e muitos anos de vida. E q Deus continue te usando para nos abencoar.Beijos

  • Edilane Xavier diz:

    Nossa que bacana, não tinha pensado dessa forma, eu amo o silêncio,mas não estava dando tanto valor a isso
    .ah estou super feliz me presentiei com seu livro hoje, amei o 1, e logo de cara já gostei do 2, eu falo de vc pra todo mundo,vc fala a minha lingua..BJ minha querida..obg por tudo..

  • Fátima Marajó diz:

    Eu sempre gostei do silêncio. Quando preciso de silêncio falo para o meu marido e meu filho e eles respeitam diminuindo o volume da tv ou do som. Vou fazer esse desafio, com certeza.
    Até a próxima.

  • Vanessa (Shenzhen - China) diz:

    Amooo desfrutar dos momentos de silêncio, exatamente para esvaziar a minha mente por uns instantes e depois entao voltar a pensar na minha vida, me organizar, mas principalmente ter esse momento para falar com Deus e meditar, é tão bom! Como tenho duas filhas e as vezes, é um pouco difícil manter o silêncio quando elas estão em casa kkk, então procuro fazer isso num momento em que fico sozinha, mas mesmo quando elas estao em casa e o barulho passa a me incomodar, desligo todo tipo de barulho sonoro q estiver ao meu alcance e peço que façam uma brincadeirinha sem muito barulho, tenho que por ordem na casa rsrs… Para falar bem a verdade eu não gosto nada do barulho, nunca me acostumei com ele rs, nem consigo mesmo raciocionar direito. Pra mim esse vai ser um ótimo desafio!

  • Sandra Lages diz:

    Amo o silêncio, e realmente sou muito mais produtiva quando estou em um ambiente relaxado e sem barulheira! Ambiente esse, difícil de encontrar, mas sempre tiro esse tempinho para refletir e realmente, esse tempinho é precioso e surte grande efeito quanto ao tomar decisões e colocar no papel novas ideias. Vamos todas praticar o silêncio! Amei!

  • Roberta Miranda diz:

    Bom dia eu também amei o desafio e concordo com tudo que você disse.
    Estou dentro.

  • Iolanda Santos diz:

    E verdade o silencio faz a gente pensar mais e ate em situações gastar menos por que barulho, musicas traz emoção, sentimentos é ai que erramos compramos muitas vezes sem necessidade.

  • Giselli diz:

    “A palavra é prata, o silêncio é ouro ”
    Realmente, precisamos de silêncio para nos concentrarmos, nos conhecermos e ouvir a voz de Deus.
    Como ouvir a Deus, com tantas vozes ao nosso redor? Difícil, não é mesmo?

  • Bianca diz:

    OI Paty,

    sinceramente eu falo demais,rsrs… 🙁 acredito que me passo por inconveniente muitas vezes. O silêncio vai fazer bem à mim e as demais pessoas também.

    Bjuss… Obrigada pela dica.

    • Patrícia Lages diz:

      😀

  • Érica Priscila diz:

    Oi Paty, é um prazer enorme fazer a leitura de seus posts aqui no blog. Realmente o silêncio me agrada muito.
    Eu pensava que silêncio era coisa de gente mais velha, até perceber que o silêncio esta relacionado à paz. E quão a paz é maravilhosa para nossa vida. Vivemos em uma rotina de trânsito com buzinas, transporte público lotado, além de ter pessoas que não falam suavemente em seus celulares, mas torna o seu assunto a conhecimento de todos que estão no mesmo transporte que ele. Afirmo isso, pois vivo essas situações diariamente ao ir e voltar do meu serviço.
    Sei que a falta de educação das pessoas é nítida em muitas situações, mas pego o mal exemplo para não fazer igual, e devido a uma experiência ruim que vivi em minha casa nesse final de semana, farei esse desafio com prazer, pois quero silenciar os meus erros e ser agradável à quem esta ao meu redor!

  • Camille Lago diz:

    Achei muito bacana esse desafio! Sempre dizia que não trocaria a cidade grande pelo interior, porque sempre gostei da agitação, da movimentação. Hoje penso que loucura! Quero mais ir morar numa fazenda, ouvir apenas os animais, as árvores…As pessoas estão muito mal educadas, é barulho a qualquer hora, não dá pra ter paz. Trabalho com áudio e ano passado passei alguns meses trabalhando por muitas horas seguidas, e nessa função não tem como ouvir som baixo. Eu fiquei com o que eu chamo de estresse auditivo rsrs, todos os barulhos me incomodavam, parei de ouvir as músicas que eu gostava, parei de ver televisão, tudo que eu queria era silêncio absoluto e na maioria das vezes não encontrava. Como eu aprendi a apreciar o silêncio! O silêncio é uma das melhores músicas que existem! rsrs Vai ser ótimo resgatar esse silêncio!

  • Steffanie diz:

    Oi Paty eu aceito o desafio. Normalmente qnd estou em casa tenho a tv desligada, rádio tbm e meu passeio favorito eh a biblioteca justamente pelo silêncio…não curto mto a natureza pois tenho alergia ao pólen. Tbm já tinha chegado à conclusão das lojas barulhentas com objetivo de inibir o raciocínio e me surpreendi com isso n
    o post! Mas vou me esforçar ainda mais para manter o silencio, principalmente dentro da minha cabeça q está sempre a mil por hora.Tenho certeza q vamos arrebentar!!!

  • Luciana diz:

    É verdade, não é a toa que existe uma frase que diz assim: “o silêncio fala mais que mil palavras” Isso é só uma prova que ele vale ouro e é importante. a sra. como é muito usada por Deus, sabe muito bem usar isso a nosso favor!!!

  • Fernanda diz:

    Amo o silêncio, trabalho em um escritório, é bem silencioso, gosto porque consigo pensar para trabalhar e consigo fazer muitas outras coisas também. Em casa gosto de música para as tarefas de casa, mas no geral amo o silêncio, hoje tenho este privilégio em casa também, moro em um local onde os vizinhos são silenciosos também. Sei o quanto o barulho atrapalha, na época da faculdade eu tinha que ir para biblioteca, era impossível estudar em casa, o problema era que domingo não abria, olha não era fácil, mas segui em frente, passou. Este desafio é ótimo. Inclusive sobre as lojas você tem razão, estava lembrando a ultima vez que fui ao supermercado (agora encaro como campo minado), sabe que a musica estava me atrapalhando! bjos
    Paty parabéns pelo seu niver!!! Sucessooooo

  • Cristina Fontes diz:

    Eu sou uma vitima do barulho ensurdecedor e não digo enlouquecedor porque o Espirito Santo tem domínio total dos meus nervos, mas confesso que tem dia que me pego contando até mil pra não arranjar confusão com meus vizinhos de comercio.
    É praticamente impossível se concentrar, telefone preciso ficar pedido pra pessoa repetir 1, 2 até 3 vezes impossível de eu ouvir, conversar com meus clientes somente aos berros dentro da loja, organizar a parte financeira só ficando depois do horário comercial onde o barulho diminui e eu consigo me concentrar,as leituras dos blogs que acompanho são feitas mais de uma vez pois a voz do cantor irritante penetra nos meus tímpanos no meio da minha leitura, áudios nanani nanão só depois que tudo estiver absolutamente fechado. Eu sou totalmente a favor do silencio, eu valorizo tanto o silencio que todas as quintas feiras eu faço questão de chegar 2 horas antes da Terapia do amor começar no Templo de Salomão só pra eu poder ficar em silencio o audível claro, porque o Espiritual fica lá em total sintonia com o meu Senhor, lá nosso papo vai longe… A quinta feira é o dia que mais amo na semana com certza rsrsr

  • Maria Isabel diz:

    Muito legal, as lojas estão assim mesmo, super barulhentas, agora entendi o motivo, na verdade se vejo uma loja barulhenta só entro se precisar mesmo, porque destesto barulho, fico atormentada.
    Ja pratico mas vou praticar ainda mais o silêncio.

  • Vilma diz:

    É bem isso mesmo que acontece…novelas sem nexo,programas sem produtividades pra nada,comerciais bobos,por isso que não tenho paciência
    Pra sentar e assistir mais nada. Desde que minha filha nasceu,há 4 anos
    Não sei o q é uma Tv. Me apeguei a ler livros e me apaixonei,faço coleções
    Hj…e lojas prefiro ir pela manhã que to com minha mente vazia tranqüila,
    Pq se escolho ir num final do dia sou capaz de ser inconveniente ate mesmo
    Com os atendentes

  • Vilma diz:

    O silêncio é uma sequência de pensar…
    Amo estar sozinha porque tudo que me faz está em silêncio
    Me traz produtividade. Viajo com meus pensamentos…e esse desafio
    Veio na semana certa! Precisamos as vezes nos desligarmos do 220.
    Deus abençoe esse trabalho maravilhoso,que tem tirado muitas pessoas da zona de conforto e nos fazem ver outros horizontes em relação a vida.

    Um grande abraço!

  • Tamara Rodrigues diz:

    Nossa verdade, hoje em dia até se a gente sentar numa praça que costumava ser tranquila e silenciosa, você vê pessoas sem noção que gostam de barulho e acham que todos são obrigados a gostar também, atendem o celular e falam tão alto que fazemos parte da conversa, fora aquelas musicas vulgares, chatas e desnecessaria que somos obrigadas a ouvir. Eu acho que mais que uma falta de educação, falta de simancol, de respeito ao próximo. Eu gostei muito desse desafio vou práticar mais vezes!

  • Makelly carvalho diz:

    Realmente o silencio é uma boa opção na maioria das vezes,pois quando estamos em silencio conseguimos pensar mais,refletir sobre nossa vida e como tem sido a nossa conduta,conseguimos definir as nossas metas e deveres e principalmente ouvir a voz de Deus.Irei praticar mais vezes o momento de silencio no meu dia a dia.

  • Joselene Lima diz:

    Muito bom!

  • Amanda Macedo diz:

    Bom dia Paty!!!
    Eu estava sendo uma pessoa totalmente desorganizada financeiramente, e por conselho da minha irmã comecei a acompanhar este desafio e o mais imprecionante é que desde o primeiro post minha mente já se abriu. Ja tenho vinho a mudança na minha mente. Muito obrigada!
    Lendo hoje sobre o silêncio surgiu uma dúvida: eu sou uma pessoa calma e tranquila, gosto de silêncio, gosto de tranquilidade dentro de casa, mas minha mãe e meu irmão são pessoas muito nervosas, falam muito alto, têm vício de tv, chamam pessoas pra entraram e ficarem falando alto também dentro de casa como se não bastasse eles! O que faço para mostra-los a importância do silêncio?
    Beijinhos…

    • Patrícia Lages diz:

      Oi, Amanda. Que bom que vc está vendo resultados. Eu creio que vc deve fazer a sua parte, pois mudar os outros não vai ser possível. Procure ficar na sua e, na medida do possível, pedir que eles colaborem com menos barulho. Bjs

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*


Carreira Profissional

Cartão de Crédito

Investimentos

Pagamento de Dívidas

Faça uma busca no site:

Acompanhe também a Bolsa
Blindada nas redes sociais:


Receba todas nossas novidades!

Livros Bolsa Blindada:

Desenvolvido por: