Títulos de capitalização são investimentos?

Os bancos têm trabalhado pesado na divulgação desse produto e têm feito dos gerentes de agência verdadeiros vendedores de vantagens aos correntistas. Mas será que títulos de capitalização são mesmo um investimento vantajoso ou trata-se de desperdício de dinheiro? 

sorte

Para começo de conversa títulos de capitalização são investimentos do tipo #sqn, ou seja, não são investimentos! Pelo menos não para você, pois para o banco é um dos produtos que mais dão lucro. E como estamos na Semana Contra o Desperdício, vamos esclarecer alguns pontos sobre eles para que você não jogue dinheiro fora achando que está ganhando.

O produto é tão ruim para o correntista que, para ter um argumento de venda, os bancos oferecem prêmios em diversos tipos de sorteio. Com isso, muita gente acha que está fazendo um bom investimento e, de quebra, concorrendo a prêmios milionários.

Um dos exemplos mais populares é a Tele Sena, que recebe seu dinheiro e, depois de 12 meses, devolve apenas 50% do que você investiu. Porém, de todos os tipos de títulos de capitalização, a Tele Sena é o mais honesto em sua publicidade, pois deixa bem claro que o que está à venda é um sorteio e não um investimento como dizem os bancos.

Ao comprar um título de capitalização, o banco diz que você vai receber seu dinheiro de volta corrigido, mas o que eles não dizem é que esse rendimento não será sobre 100% do valor pago e, na maioria das vezes, fica abaixo da poupança, que já não é um bom investimento.

Ou seja, ao comprar um título de capitalização você está apenas adquirindo o direito de participar de sorteios por um determinado período. Ao final desse prazo terá parte do seu dinheiro de volta com uma correção bem medíocre. Ou seja, você pagou para concorrer a prêmios, mais ou menos como se tivesse comprado bilhetes de loteria. A diferença é que quem compra o bilhete de loteria sabe que não receberá nada de volta caso não seja sorteado…

Na verdade os bancos podem vender o produto que quiserem (e o Banco Central autorizar) e os correntistas são livres para adquirirem ou não. O problema é a forma como os títulos de capitalização são vendidos: como se fossem investimentos com ganho real, e isso eles não são!

Fique atenta e não desperdice seu dinheiro com esse tipo de produto financeiro. Leia todos os contratos de produtos que são oferecidos a você e, na dúvida, consulte alguém de confiança ou busque artigos na internet que expliquem numa linguagem mais clara. Fuja dessa roubada!

Nos vemos amanhã para mais um post na nossa Semana Contra o Desperdício!

Jornalista com atuação no Brasil, Inglaterra, Argentina e Israel. Autora do best seller Bolsa Blindada e palestrante na Universidade de Harvard.

Categoria: Investimentos
  • Gabriela Nunes diz:

    Bom dia, Paty!
    Obrigada por nos passar essas dicas tão valiosas!
    #naoaodesperdício ?
    Beijos! Te desejo muito sucesso! ?

  • Fabiane diz:

    Fiz um plano desses e depois vi que não tinha rendimentos nenhum pura enganação e os valores das prestações são baixa para enganar mesmo tem prestação de 23,00$ .

    • Patrícia Lages diz:

      Exatamente!

  • Rosangela Costa diz:

    Bom dia!
    Lendo o seu post, não pude deixar de observar acima”Invista no Tesouro direto”, seria um bom investimento ou é furada também?

    • Patrícia Lages diz:

      Esses anúncios são do Google e cada pessoa vê um anúncio diferente porque eles rastreiam não só os temas abordados no blog, mas tb o histórico de busca de cada um. Neste momento de mudanças preciso ver como vai ficar a questão do tesouro direto. Até onde se sabe é uma boa, mas não é tão simples de entender e, como vemos todos os dias, não dá só pra confiar no que os outros dizem…

  • Ana Carla Saud diz:

    Não é somente com os títulos de capitalização. Outro problema é a previdência privada. Há mais de 12 anos atrás, quando fiquei desempregada, resolvi fazer um plano de previdência privada, visando à garantir uma aposentadoria melhor, no futuro. Foi uma gerente de Banco que me convenceu, dizendo que o retorno seria muito bom, ao longo do tempo. Fez uma “previsão” que prometia um retorno econômico surpreendente. Mas surpreendeu-me o fato de que quando eu fazia depósitos mensais (de R$ 100,00) havia uma “taxa de carregamento” que retirava um percentual elevado de todos os “aportes” (os depósitos). Passado alguns anos nesse ritmo, comecei a acompanhar a evolução do investimento pela internet e tive outra surpresa: além da “taxa de carregamento” sobre os depósitos, havia a “taxa de administração”. Na época, essa taxa era de 1% sobre a rentabilidade. Diziam que a rentabilidade era maior que a da poupança, etc. Mas, na prática, a rentabilidade mensal ficava bem aquém da poupança. No plano previdenciário, meu parco saldo seria tributado, se fosse resgatado e optei pela modalidade que reduzia o percentual do tributo, conforme o tempo passava. E o valor do Tributo (no meu caso, 15%) não seria devolvido, nem restituído. Fui acompanhando e optei por deixar de contribuir mensalmente com o depósito de R$ 100,00 (para evitar as “taxas de carregamento”). Em um “belo mês”, comecei a perceber que a remuneração líquida era muito abaixo da caderneta de poupança e nos meses subsequentes, observei que a “remuneração” era “negativa”. Ou seja, em vez de remunerar o capital investido, depois de retirar a taxa de administração, o meu saldo final diminuía, ao inverso de crescer. Procurei o gerente e ele explicou que, mesmo tendo o perfil conservador-moderado, haviam fundos que não estavam se “comportando” bem no “mercado”, causando a diminuição do saldo, mas que isso era passageiro, etc… Acompanhei mais um pouco e o saldo só diminuía. Então, tomei uma decisão, resgatei o que sobrou e me dei ao trabalho de comparar se eu tivesse investido aqueles pequenos valores em uma caderneta de poupança pelo mesmo período investido na previdência e depositados nas mesmas datas. Meu prejuízo, contando taxa de carregamento, taxa de administração, valores de “rentabilidade” negativos e imposto pago e não restituído, foi de mais de 30% do que investi. Menos mal que o “investimento” era pequeno: R$ 100,00 ao mês, mas foi um desperdício de tempo e recursos, irrecuperáveis. Título de capitalização não é previdência, mas plano privado de previdência também tem suas “armadilhas” para o pequeno consumidor, como nós.

    • Patrícia Lages diz:

      Infelizmente as pessoas acreditam no que o gerente diz e não se dão ao trabalho de ler. E quando leem, não entendem porque está escrito com termos jurídicos que nem com dicionário se compreende. Mas estamos aqui para alertar e vamos falar mais de outras roubadas que existem por aí!

  • Paulliane Santos diz:

    Paty estou amando e muito atenta a essa semana contra o desperdicio. Pra mim tem sido uma ajuda e tanto, pois acho que devo ganhar o trofeu da pessoa que mais desperdiça dinheiro nesse mundo. Estou procurando mudar e seus posts tem mim ajudado muito. Gostaria de saber de você nos dias atuais qual o melhor meio de investimento? Ainda continua sendo a poupança?

    • Patrícia Lages diz:

      A poupança não é bom investimento faz tempo! As aplicações de renda fixa são melhores opções.

  • Liliane Corrêa diz:

    Paty, estou acompanhando as dicas contra o desperdício. E fiquei firme no Desafio Detox. Queria muito de entender um pouco mais sobre investimentos. Desde que aprendi com você a organizar minhas finanças têm sobrado um dinheirinho. O que fazer com ele? Já tenho lido algo na Internet, mas gostaria de ter suas dicas que são muito importantes para mim. Bjs

    • Patrícia Lages diz:

      Vamos abordar mais esse assunto de agora em diante! 😀

  • Cristina diz:

    Paty e os titulos de capitalizacao que oferecem retorno de 100% do valor pago + TR. Nao sao bons? Para quem pode guardar bem pouco por mes, como 20,00 ou 30,00 o que fazer? Poupança? Pergunto porque especialistas na TV dizem para nao colocar na poupança.

    • Patrícia Lages diz:

      Não conheço nenhum título que retorne 100% do valor pago. Vc tem certeza dessa informação? Leu em algum contrato? A poupança não é um bom investimento, mas geralmente a renda fixa (que é bem melhor) começa com um depósito de mil reais. Vc pode ir juntando na poupança mesmo até alcançar um valor maior e poder escolher um investimento mais vantajoso.

  • Cristina diz:

    Paty, nao li o contrato, li a descricao no site do banco Santander, que o retorno é de 100% do valor pago. Mas nao confiei muito. E o tesouro direto> é bom mesmo?

    • Patrícia Lages diz:

      É pra desconfiar mesmo… Sobre o tesouro direto vou estudar mais esse tipo de investimento porque tudo está mudando na economia, então tenho que ver como a coisa está e quais as previsões de como ficará. Logo mais falaremos sobre o assunto!

  • Andreia diz:

    Boa tarde, sempre me interessei por investimentos, mas até agora apenas ficou o interesse, queria saber mais dicas de como investir e ter um bom retorno, com pouco, mas que ir aprendendo ira crescer, como a maioria dos brasileiros que vivem com o salario minimo e não tem a minima ideia por onde começar a investir sendo que mal consegue pagar suas contas em dia.

    • Patrícia Lages diz:

      Olá, Andreia. Nenhuma aplicação está oferecendo grandes retornos, mas há algumas boas opções e estaremos falando sobre isso na próxima semana. Fique ligada! Bjs

  • elisangela diz:

    Patricia amo o seu trabalho ,não termino o dia sem ler seu blog parabéns, gostaria de saber se a previdência privada é um bom investimento .obrigado

    • Patrícia Lages diz:

      Olá, Elisangela. Vamos fazer um post sobre previdência. Fique ligada para saber a respeito! Bjs

  • Elizandra diz:

    Boa noite!
    Você tem algum conhecimento sobre consórcio? Entrei acho numa furada dessas há alguns anos e quando desisti me disseram que só receberei de volta parte do valor investido.

    • Patrícia Lages diz:

      Oi, Elizandra. O quanto vc receberá de volta vai depender do seu contrato. Seria bom vc dar uma lida. Vc vai receber no final do grupo descontando algumas taxas.

  • denise diz:

    o que vc acha sobre a previdencia Paty?

    • Patrícia Lages diz:

      Vamos fazer um post específico sobre o assunto, fique ligada!

  • Ndundila Lourenço diz:

    Bom dia a todas poderosas? amei este poste pois farei uma limpeza de pequenos pagamentos de serviços de que sei que nao tenho beneficios.
    D. Pati tenho muita pena que seus livros sao vendidos apenas no Brasil.
    Ate novo post sempre a aprender amooo.??

  • Maria Helena Garcia Gil diz:

    Gostaria de saber mais sobre a Previdência Privada…voce não poderia fazer um post nos orientando? O Banco fala maravilhas dessa modalidade…mas agora fiquei muito preocupada!

    • Patrícia Lages diz:

      Vamos fazer sim! 😀

  • Luciana Coto diz:

    Gostaria de saber mais sobre as Previdências Privadas e os Títulos de Capitalização, pois uma vez em comecei a pagar um título de 36 meses e no final recebi todo o dinheiro investido, que foi um meio que achei para pagar minha despesas de formatura, onde paguei a festa e o álbum da formatura. Esses investimentos realmente valem a pena e se tem retorno ou só foi uma maneira de juntar dinheiro???? seria viável pagar esses títulos que nunca ganhamos nos sorteios dos prêmios? Quero saber de sua opnião. Abraços.

    • Patrícia Lages diz:

      Oi, Luciana. Primeiramente vc precisa fazer as contad para ver se recebeu mesmo todo o dinheiro de volta, pois o comum é receber parte dele e não todo. Eu não pago esse tipo de título porque não são investimentos. Eu indicaria que vc buscasse investimentos com renda pré-fixada. Bjs

  • Luana diz:

    Eu caí nesse investimento.
    Fiz um título de capitalização taxa única de R$100,00.
    Dois anos depois fui resgatar o inacreditável valor de R$101,06
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Sendo que na primeira vez que fui solicitar a retirada do dinheiro o estacinamento do banco custou R$2,50.
    Na segunda vez….sim pq na primeira vez você apenas solicita e retira no dia seguinte esse montante de dinheiro, paguei novamente mais 2,50 de estacionamento.
    Quando vou comprar outro título de capitalização?
    NUNCAAAAAAA

    • Patrícia Lages diz:

      Valeu o aprendizado!!

  • Patricia (Noruega) diz:

    Ai como eu aprendo com esse seu blog Patricia. Nao sei como te agradecer, minha xará! 😉

    • Patrícia Lages diz:

      É só reservar um pedaço de tapete e uma almofada pra eu passar a noite quando for pra Noruega!! kkkkkkk

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*


Carreira Profissional

Cartão de Crédito

Investimentos

Pagamento de Dívidas

Faça uma busca no site:

Acompanhe também a Bolsa
Blindada nas redes sociais:


Receba todas nossas novidades!

Livros Bolsa Blindada:

Desenvolvido por: