Como lidar com os “nãos” que a vida nos dá

Ouvir um “não” atrás do outro pode ser muito desanimador e quase sempre deixa aquela dúvida: é sinal de que devo insistir ou desistir? Esse é o assunto de hoje!

dizer_nao

Quando aprendemos as regrinhas básicas de uma boa escrita, uma das primeiras coisas que somos ensinados é a evitar o não. “Começar um texto com a palavra não é afugentar os leitores na certa!”, diziam meus professores. Mas e na vida real? Há como evitar os “nãos”? Não, não há!

Na verdade, somos educados pelo “não” e não pelo “sim”, todos sabemos disso.

  • Não coloque o dedo na tomada!
  • Não coma de boca aberta!
  • Não deixe suas coisas jogadas!
  • Não fale assim com a sua avó!
  • Não grite!

Você já ouviu essas frases (e centenas de outras) dos seus pais, parentes ou educadores e, se hoje é mãe, certamente já repetiu muitas delas para os seus filhos! rs…rs…

Quando adultos, parece que os “nãos” se tornam mais cruéis, pois as questões não são tão simples quanto na infância e adolescência, porém, se formos parar para pensar, o “não” continua sendo nosso grande educador, em todas as fases da vida, ainda que de formas diferentes.

Na infância o “não” nos fazia chorar, mas passado o choro, aprendíamos algo importante, ainda que não nos déssemos conta disso. Na adolescência, o “não” nos fazia sentir raiva e achar que éramos as pessoas mais injustiçadas e incompreendidas do mundo, mas passada a comoção, alguma lição ficava e, assim, íamos crescendo e nos desenvolvendo.

Só que quando chegamos à vida adulta, o “não” age da forma mais negativa e prejudicial que pode existir. Nos esquecemos que o “não” nos educou a vida toda e passamos a permitir que ele nos faça desistir dos nossos sonhos, objetivos, desejos e metas. Vou esquecer da regrinha da boa redação nas frases abaixo, mostrando o lado positivo do não!

  • Não tenha medo do não.
  • Não esqueça que o não pode ser a melhor resposta em muitos casos.
  • Não deixe o não roubar seus sonhos.
  • Não deixe o não paralisar você.
  • Não veja o não como ponto final, ele é apenas uma palavra.

 

Eduque-se com o não, fazendo dele um combustível para a sua perseverança até encontrar o sim.

 

Se você está insistindo em algo que não está dando certo, pare e pense. Analise os motivos e busque entender se aquilo está acontecendo para “testar” a sua perseverança ou se é um sinal para que você busque outras opções.

Boa parte do meu trabalho consiste em apresentar projetos e, para a maioria deles, a resposta é não. Sempre que o não surge, analiso os motivos, reformulo o projeto, faço dele algo ainda melhor e, muitas vezes, o único resultado é receber mais meia dúzia de “nãos”. Diante disso, cabe a mim decidir o que fazer, mas desistir não é uma opção.

Posso deixar um projeto de lado, posso investir mais em outros, posso até considerar a possibilidade de abandonar uma determinada ideia, mas nada pode me fazer perder o ânimo, me achar injustiçada, nem muito menos me colocar na posição de coitadinha.

Não me dou a opção de desistir diante de um não ou de uma série deles. Não me esqueço de que fui educada pelo não e que ele me livrou de muitas roubadas. Mas nada me fará desistir de continuar buscando o sim. Desejo isso a você também!

CAPA-LME se você quer uma ajuda para saber qual é o seu lugar e como chegar lá, indico o livro “Lugar de mulher é onde ela quiser”.

Você pode pedir neste link e receber em casa.

Não perca essa oportunidade de buscar o seu lugar e lutar por ele! 😀

Nos vemos!

 

Jornalista com atuação no Brasil, Inglaterra, Argentina e Israel. Autora do best seller Bolsa Blindada e palestrante na Universidade de Harvard.

  • MARCELA diz:

    NÃO POSSO DEIXAR DE TE AGRADECER PELOS SEUS CONSELHOS CONSTRUTIVOS! BJOS

  • Vânia Maria Gabriel de Souza diz:

    Bom demais tomar um café lendo seus textos e também assistindo seus vídeos (hoje eu cliquei ali ao lado, rsrs).
    Beijos

  • Deise diz:

    É verdade Pati! Teve uma época que eu queria por que queria um crédito com o banco para abrir um negócio, não tinha a mínima condição, e nunca conseguia, só não! E graças a Deus por esse não! Hoje em dia vejo a enrrascada que eu ia cair! Rs

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*


Carreira Profissional

Cartão de Crédito

Investimentos

Pagamento de Dívidas

Faça uma busca no site:

Acompanhe também a Bolsa
Blindada nas redes sociais:


Receba todas nossas novidades!

Livros Bolsa Blindada:

Desenvolvido por: