Como alcançar o equilíbrio?

Hoje em dia parece que tudo tem que ser “muito”: comer muito, trabalhar muito, comprar muito, se conectar muito… Será que é possível encontrar equilíbrio? Esse é o tema de hoje!

burguerO que me inspirou a escrever esse post foi uma pesquisa que aponta que, no mundo, mais de 42 milhões de crianças abaixo dos 5 anos de idade estão obesas ou acima do peso. Quer dizer, não basta vivermos a cultura do “muito”, estamos ensinando as crianças a fazerem o mesmo!

Infelizmente isso não ocorre apenas com comida, mas em quase tudo. Quando ouvi o caso de uma mãe cujo filho havia colocado um balde debaixo da mesa do computador só para não ter que sair da internet para ir ao banheiro, vi que a coisa realmente está feia… Para não desgrudar do computador o menino reinventou o penico, meu Deus!

E o que dizer das pessoas que estão altamente endividadas por gastar demais? Diversas pesquisas apontam que o brasileiro está endividado pela perda de controle nas despesas e não por necessidade. Concluímos isso ao ver que as dívidas não são nas farmácias, por conta de um tratamento médico ou em material escolar para garantir o estudo dos filhos, mas sim em lojas de eletroeletrônicos, roupas, calçados e por aí vai.

Será que temos mesmo que comer demais, gastar demais e depois trabalhar demais para cobrir esses excessos? O “raciocínio” é: estou muito feliz, então vou comer muito e gastar muito para comemorar. Estou muito triste então vou comer muito e gastar muito para compensar. Depois vou me estressar muito porque vou ter que trabalhar muito para tapar o buraco na conta bancária que ficou muito grande!

Equilíbrio se tornou uma palavra apenas dita, mas não vivida. Todo mundo fala em ter uma vida em equilíbrio, mas pouca gente faz algo para alcançar essa vida. Você precisa saber que o comando da sua vida é seu. Se você está fazendo alguma coisa nesse “raciocínio” do muito, tome a decisão de diminui-la.

  • Comendo muito? Modere, é para o seu bem. Não é uma questão de privação, mas de equilíbrio.
  • Gastando muito? Reveja suas contas. Não se trata de passar vontade, mas sim de não criar um problema para si mesma.
  • Internet demais? Coloque um horário para navegar. Não é viver alienada, mas sim viver de verdade!
  • Trabalhando muito? Analise se realmente vale a pena. Não é questão de se tornar preguiçosa, mas de trabalhar para viver e não viver para trabalhar.

orange-treeTudo no universo existe em equilíbrio perfeito, mas nós, que somos a obra-prima da natureza, estamos nos permitindo degradar ao abandonarmos a ordem natural das coisas. Uma laranjeira, mesmo quando repleta de frutas, não fica exageradamente carregada a ponto de quebrar os galhos e perder as laranjas.

Se você se sente sobrecarregada demais, é hora de parar e refletir. O ponto de equilíbrio existe, o controle está com você, então mãos à obra em busca de uma melhor qualidade de vida!

Aproveito para agradecer a todos os internautas (e às minhas blindetes, claro!) que acompanharam estes 3 dias de curso na EduK. Foi sensacional ver a participação de vocês no chat, mandando perguntas e ficando até o finalzinho. Muito obrigada a todos! 🙂

E para não perder nada aqui do blog….

Cadastre o seu e-mail agora!
Cadastre o seu e-mail abaixo e receba todas as nossas novidades!

Nos vemos!

 

Jornalista com atuação no Brasil, Inglaterra, Argentina e Israel. Autora do best seller Bolsa Blindada e palestrante na Universidade de Harvard.

  • Nilsa diz:

    Uau eu tenho que mudar porque gasto muito.

  • Vânia Maria Gabriel de Souza diz:

    Bom dia, Patrícia,
    Você está certa quanto ao equilíbrio. Eu tenho estado perdida com tantas questões pessoais e adoeci.
    Agora, o problema é bem outro: relacionamento e eu não consigo viver a misericordia de Deus.
    Tá difícil, amiga, bem difícil.
    Beijos

    • Patrícia Lages diz:

      Vamos nos encontrar, conte comigo!

      • Vânia Maria Gabriel de Souza diz:

        … munidas de lápis e papel para traçar novos caminhos!
        E já é muito bom contar com você diariamente através dos “posts”!
        Beijos

  • Shirley Martins Portugal diz:

    Olá Patrícia, moro em Portugal e acompanho o seu blog desde o início e quero agradecer por partilhar conteúdos tão interessante e úteis para o dia-a-dia de todas as mulheres e não só, eu também partilho alguns conteúdos com o meu irmão 🙂 , bem, passei aqui mesmo para deixar o meu muito obrigada, pois os conteúdos fazem-me refletir e colocar em prática o que tem melhorado muito a minha qualidade de vida. Beijos e muito sucesso para você!

  • fernanda cruz diz:

    Eu precisava ler isso .muito obrigado.

  • Bethania diz:

    Matéria muito bom essa! estamos vivendo exatamente assim e o pior é que nem percebemos… Parabéns suas matérias são demais!

  • Cidalia -Tunisia( Africa do Norte) diz:

    Bom dia Patty, antes de ler seu post estava meditando sobre o “nosso muito” é o pouco de Deus para nós.
    Chegou seu post abençoado que veio confirmar -me .
    Mas aqui está , Ele dá-nos com equilibrio , com a medida justa sem exageros e até mesmo no momento certo..
    Mas o ser humano, não quer seguir Seu exemplo , faz tudo de forma desiquilibrada e aí está o que está : diversos sofrimentos causados por nós-mesmos sempre na ansia do muito e Já !!!
    Reflexão de extrême importancia para quem deseja realmente uma vida equilibrada

    Quem dá muito merece receber , que a Graça de Deus a acompanhe a cada instante .
    Bisouss-Cidalia

  • Jaqueline diz:

    Tenho que me policiar com os gastos com supérfluos,e tenho que aprender a me satisfazer com tudo o que já consegui até aqui.Pois sempre que conquisto algo mal comemoro e já vou ver o que quero agora em diante.Isso não é correto.

  • vanessa diz:

    Bom dia! Encontrei vc através da EDUK. Amei o curso e agora o seu blogue, com dicas muitos especias.
    Parabéns! !! Que Deus te ilumine a cada dia mais!

  • Janaina Moura diz:

    Bom dia!!!! Infelizmente não assisti ao curso pq estudo e fica difícil. Bom realmente temia que ter equilíbrio em tudo na vida. Depois que eu li os dois livros Bolsa blindada agora a minha cabeça é outra, até o meu noivo percebeu rs. Na Terça Feira eu estava saindo do curso quando uma amiga me mostrou uma mala cheia de produtos do exterior e perguntou se eu queria comprar algo, eu olhei tudo mas disse : amiga eu não vou ficar com nada pq senão não caso! Ela simplesmente me chamou de MÃO DE VACA!!!!!! AFF…. Paty lembrei de vc na hr. Fiquei muito brava disse: eu não AOU mão de vaca, o dinheiro é meu e eu não vou comprar algo sem necessidade! Nossa as pessoas querem forçar a gente comprar as coisas, antes eu comprava pra ajudar, agora só compro se realmente estiver precisando.

  • Juliana Alves diz:

    O curso foi muito legal, recomendo a todos! Temas atuais, explicações práticas, exemplos excelentes, carisma da professora, boa mediação da apresentadora. Tudo muito bacana! Obrigada, Paty, por disponibilizar grátis esse curso!

  • Charlene diz:

    O curso foi simplesmente enriquecedor! Muito Obrigada Paty. É só colocar tudo em prática agora né? bjs.

  • Déia diz:

    Que coisa!?
    Tenho andado assim em desequilíbrio constante, comendo demasiadamente,sei que isso é de fundo emocional, e nem sinto tanto prazer nisso. Mas está difícil controlar, por um tempo até consigo, mas, se acontece algo inesperado e ruim, já era o esforço….

  • Jéssica Veríssimo diz:

    Realmente, isso às vezes é bem difícil. Uma única compra, por exemplo, pode comprometer seu orçamento e trabalho por um bom tempo, sobretudo quando imprevistos acontecem. Vivi isso e estou ralando pra colocar tudo em dia e poder sim reduzir minha carga de trabalho. Chega de viver pra trabalhar! Quero trabalhar com a mente e não com a força do braço!

  • Elisangela diz:

    Ola Patricia!
    Essa questão do muito é bem interessante, dês de 31/12/2013 que achei seu livro em uma banca e comprei para presentear uma amiga e li antes de entregar o presente, q estou no processo de educação financeira rsrs… descobri através do seu livro blog e video q o meu problema é um consumismo disfarçado de boa ação.Eu não compro sapatos, roupa, coisas pra casa (na verdade eu preciso comprar rsrs).
    O meu problema é exatamente o MUITO: Tudo que ouço minhas irmãs comentar que esta querendo eu compro, empresto meu catão pra minha irma ela me paga quando pode dai a fatura chega e pago total, quando ela me da o dinheiro eu gasto sem ver, meus sobrinhos a mesma coisa, amiga, pessoas da igreja,o mes passado paguei 1100,00 de fatura e meu mesmo era somente 104,90 reais, estou tentando por ordem neste MUITO, e não esta fácil rsrsrs…com minha mae nem se fala, mas eu fazia isto sem perceber, depois que estou neste estudo frenético kkk de blindagem de bolsa que fiz esta descoberta ao anotar os gastos, e o outro fator e comer lanche na rua 🙁 …. Deus continue te abençoando e te usando pra trazer luz nesta aérea, pq são atitudes simples q não percebemos muitas vezes é que não nos permite avançar para o alvo…… Muito obrigada de coração….

  • Juliana Venancia diz:

    Boa tarde Patricia
    Gostaria de agradecer pelo seu trabalho, li o Bolsa Blindada 1 e 2, acompanho o seu site e fiz o curso. Adorei todo aprendizado, digamos que seu trabalho mudou minha vida e visão de futuro. Era uma consumista compulsiva consciente, e desde o ano passado venho melhorando cada dia mais e cuidando das minhas finanças com mais responsabilidade. Sei que cada novo dia será um novo aprendizado e tenho certeza que melhorarei cada dia mais em relação a organização das minhas finanças, graças a DEUS e aos aprendizados proporcionados pelo seu trabalho. Que Deus abençoe infinitamente sua vida e continue fazendo de você instrumento da sua Obra! Parabéns ! Sou fã de carteirinha do seu trabalho!

    • Patrícia Lages diz:

      😀 😀

  • Dayane Joon diz:

    Assisti ao curso todo e foi muito bom, aprendi muitas coisas que estava mesmo precisando, pois também estou começando meu próprio negócio e as aulas me ajudaram muito mesmo! Obrigada, Patrícia, por tudo que você tem me ensinado, aprendo algo novo a cada dia, e divido com minhas amigas sempre, por que vale a pena. Que Deus continue te iluminando! O que você faz por nós não tem preço, vai além de um simples Blog, pois, pra mim, existe luz em cada palavra escrita aqui! Um grande beijo. Day.

    • Patrícia Lages diz:

      Eu que agradeço por estarem sempre aqui! 😀

  • Amanda diz:

    Adorei o post! A mais pura verdade, mas na correria do dia a dia a gente nem para pra pensar nisso, ainda bem que a gente tem você!!!

  • Gislaine diz:

    Foi muito legal o curso.
    Parabéns

  • Ana Paula diz:

    Boa tarde Patricia.
    Eu me encaixo perfeitamente neste poste de hoje, pois vivo cheia de tantas coisas a fazer. Preciso encontrar um equilíbrio em minha vida antes que minha cabeça de uma pani. São tantas responsabilidades que tenho que fica muito, dificio. Eu assisti os três dias de curso e foi maravilhoso Parabéns,que Deus te dê sabedoria a cada dia mais para continuar nos ajudando um BEIJÃO.

  • Paulliane Santos diz:

    Hoje em todas as minhas orações, até mesmo quando a realizo em espirito meu pedido a Deus é apenas um: Conceda-me Senhor sabedoria.
    Minha vida é hoje fruto da falta de sabedoria.
    E viver uma vida desequilibrada é um grande sinal da falta dessa virtude tão fundamental: Sabedoria!!!

  • Patricia diz:

    Patricia,

    vc ja viu a nova modinha nas redes sociais, em que as pessoas escrevem: “Eu to é morta!; Morri!; To desmaiada!” etc, quando elas querem expressar algum sentimento de espanto ou susto? Ou quando ficaram “impactadas” com alguma coisa.

    Acho que vc poderia escrever sobre isso. O desequilíbrio da sociedade sendo expressado em palavras, em comentários. As pessoas perdendo a noção do poder das palavras e profetizando, ainda que ironicamente, suas vidas.
    E não são poucas não, são centenas de pessoas que usam esse tipo de frase irracional.
    Não sei se voce ja reparou nas redes sociais, mas acredito que seria super útil falar sobre isso aqui.

    Beijos no coração.
    Patricia

  • Daniela diz:

    Assisti seu curso na Eduk, adorei, me acrescentou um conhecimento e tanto! Muito obrigada! E sobre esse post, sobre o “muito”, o “exagero”, tenho que te dizer, hein?! Seu blog é um exagero de bom!! Muuito bom, rsrsrsrs! Nós, blindetes simplesmente amamos. Obrigada por doar seu conhecimento e seu tempo pra nós, Deus te abençoe.

    • Patrícia Lages diz:

      Hahahahahahahahahaha…. Adorei!

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*


Carreira Profissional

Cartão de Crédito

Investimentos

Pagamento de Dívidas

Faça uma busca no site:

Acompanhe também a Bolsa
Blindada nas redes sociais:


Receba todas nossas novidades!

Livros Bolsa Blindada:

Desenvolvido por: