10 dúvidas mais frequentes sobre o seu dinheiro

Será que a nova regrado cartão de crédito é a salvação da lavoura? Ainda dá para fazer o desafio das 52 semanas para juntar dinheiro? A técnica dos envelopes é só para pagar contas? Confira essas e outras dúvidas frequentes de leitoras!

ee

Top 10 das perguntas mais frequentes sobre finanças

cartões-de-crédito1) O que mudou com a nova regra do cartão de crédito?

Antigamente as operadoras de cartões de crédito e os bancos não eram obrigados a oferecer um plano de parcelamento para pagamento de uma fatura que o cliente não está dando conta de pagar. Isso fazia muita gente entrar no rotativo (pagamento mínimo ou menor do que o total) e ver seu dinheiro descer ladeira abaixo. Com a nova regra (que entra em vigor em abril para as faturas de maio em diante) acontece o seguinte:

Após 30 dias de o cliente ter entrado no rotativo, as operadoras de cartão e os bancos são obrigados a colocar – já na fatura do mês seguinte – uma proposta de parcelamento com uma entrada (que pode variar e ser definida pelo devedor) e em vários planos de parcelamento (a maioria vai até 12 parcelas).

No que isso ajuda? No fato de poder parcelar a fatura já no mês seguinte à entrada no rotativo e isso faz com que haja menos juros sobre juros.

É a salvação da lavoura? Não! Os juros do cartão continuam sendo um dos mais altos do mercado, então a salvação mesmo é não gastar mais do que se pode pagar e sempre quitar integralmente a fatura.

 

maxresdefault2) Na compra de um carro o que é melhor: financiamento ou consórcio?

O financiamento tem juros altos e o consórcio não (apenas taxa de administração). Mas para quem precisa do carro imediatamente o consórcio não é a saída, pois não tem data de entrega. Para poder receber o carro será preciso dar um lance vencedor (o maior lance do grupo) ou ser sorteado. Já para quem pode esperar ou quer reunir recursos para trocar de carro, o consórcio é ume ótima opção.

 

desaio 52 semanas3) Ainda dá para fazer o desafio das 52 semanas para juntar dinheiro?

Dá sim! Quem começou desde a primeira semana de janeiro já tem um saldo de R$ 91,oo. Então, quem quer começar agora e chegar ao valor de R$ 1.378,00 no final do ano, pode depositar R$ 91,oo em sua caixinha e ir seguindo a tabela para depositar semana a semana. Se você quer um modelo da tabela, clique aqui e veja como fazer o desafio e baixar uma das tabelas de modelo.

 

Poupança14) Ainda vale guardar dinheiro na caderneta de poupança?

Sempre vale a pena guardar dinheiro (mais ainda receber rendimentos), mas no momento há opções melhores do que a poupança, pagando rendimentos maiores. Quem está no desafio das 52 semanas, por exemplo, já está na hora de investir os R$ 91 reais poupados, ainda que seja na poupança e, depois, mudar para uma aplicação melhor.

 

Envelop-Article_photo5) A técnica dos envelopes serve só para pagar contas?

Não, a técnica pode também ser empregada para compras a curto prazo.

Clique aqui para conhecer a técnica dos envelopes.

 

 

aaa6) Fui demitida e recebi minha indenização, devo pagar todas as minhas dívidas mesmo se ficar sem nada?

Não, pois se você ficar sem nenhum recurso vai acabar se endividando de novo e voltando à estaca zero! Primeiramente deve-se gerar renda (ou com a recolocação no mercado de trabalho ou empreendendo algum negócio próprio). Depois deve-se negociar as dívidas de forma que se possa pagar sem ter que se endividar novamente (parcelada ou à vista com desconto). lembre-se: ainda que demore para quitar e custe um pouco mais caro (que se tenha que pagar um pouco mais de juros), essa ainda é a melhor forma de pagar dívidas e não livrando-se dela hoje para voltar a ela amanhã.

 

7) O que faz as dívidas crescerem tanto?

Os juros compostos que parecem baixos às vezes, podem fazer as dívidas crescerem absurdamente. isso porque eles incidem todo o mês sobre o saldo devedor e não param nunca, até que se quite ou que a dívida seja renegociada. Veja como as dívidas crescem neste vídeo.

 

poupanca8) Por que os rendimentos das aplicações variam?

Tudo depende da relação quantia X tempo. Quando maior a quantia e maior o tempo que o dinheiro ficará aplicado, maior o rendimento. É sempre bom consultar um especialista (que pode ser o gerente da sua agência bancária ou um corretor) e ver todas as opções disponíveis e o que melhor se encaixa no seu estilo de vida, na quantia que vai investir mensalmente e no tempo que esse dinheiro ficará aplicado.

 

como-sair-das-dividas-do-cartao-de-credito-019) Estou pagando o parcelamento do meu cartão de crédito, por que meu limite foi cortado?

Na verdade o limite não é cortado, mas o valor da dívida compromete o limite até que ela vá sendo paga, pois o limite é usado para o financiamento da dívida. por exemplo: se seu limite é de R$ 3.000, mas você parcelou R$ 2.500, esse valor parcelado sairá do seu limite, restando para você um valor de R$ 500 disponível para novos gastos. À medida que você vai pagando o limite vai retornando.

 

nome-sujo10) Quando se paga uma dívida, o que deve ser feito para limpar o nome e tirar do cadastro de devedor (SPC/Serasa/Boa Vista)?

O ex-devedor não precisa fazer nada, pois próprio credor tem a obrigação de pedir a exclusão do nome dos serviços de proteção ao crédito.

 

Quer adquirir meus livros?

Confira abaixo as promoções e faça já o seu pedido pagando com cartão, boleto ou depósito em conta.

FullSizeRender-3Bolsa Blindada + Bolsa Blindada 2

De R$ 55,80 por R$ 49,90 + frete único para todo Brasil. Prazo de entrega em até 4 dias úteis.

Clique aqui para fazer o seu pedido.

FullSizeRender-1

Bolsa Blindada 2 + Virada Financeira

De R$ 55,80 por R$ 49,90 + frete único para todo Brasil. Prazo de entrega em até 4 dias úteis.

Clique aqui para fazer o seu pedido.

FullSizeRender-2Bolsa Blindada + Bolsa Blindada 2 + Virada Financeira

De R$ 87,90 por R$ 79,90 + frete único para todo Brasil. Prazo de entrega em até 4 dias úteis.

Clique aqui para fazer o seu pedido.

FullSizeRenderBolsa Blindada + Bolsa Blindada 2 + Virada Financeira + Lugar de Mulher é onde ela quiser

De R$ 119,60 por R$ 115,00 e frete grátis! Prazo de entrega em até 4 dias úteis.

Clique aqui para fazer o seu pedido.

Nos vemos!

Jornalista com atuação no Brasil, Inglaterra, Argentina e Israel. Autora do best seller Bolsa Blindada e palestrante na Universidade de Harvard.

  • Rosângela Nascimento diz:

    Bom dia Paty! Como sempre suas dicas são maravilhosas. Bjs

  • Gilvana Lima diz:

    Oi Paty, ótimas dicas.
    Qual o melhor meio de aplicação hoje?

    • Patrícia Lages diz:

      Essa está na resposta 8! Beijos

  • Ysa diz:

    Esse ano comprei um cofrinho e estou ajudando pra minha primeira viagem internacional .😄😄😄😄 Tô super feliz no mês de maio vou ver o passaporte o visto ,quero para os EUA .Meu Deus tem dicas pra mim?

    • Patrícia Lages diz:

      Oi, Ysa! A primeira dica é informar-se sobre as taxas, não só para tirar o passaporte, mas tb a do visto americano (que não é nada barato). Tenha tudo em mãos, pois essas taxas são à vista! Depois é só escolher o destino e pesquisar as atrações! Beijos

  • Mariana diz:

    Oi Patty, faz um post sobre os gastos financeiros no ambiente do trabalho? Por exemplo, no meu trabalho duas funcionárias estão grávidas, então o pessoal organizou um chá de bebê, cada funcionário deveria levar 2 fraldas e contribuir com R$ 10,00 para os comes e bebes. Como escapar dessa? Sendo que quem não contribui é mal visto, só nessa brincadeira se foi R$ 60,00 que eu poderia ter investido em mil outras coisas, e ter até poupado.O problema é que vira e mexe existem esses “eventos” em que devemos contribuir com algo. Sei que o ideal é contribuir, mas se somar tudo dá uma quantidade considerável de dinheiro 🙁

    Obrigada

    • Patrícia Lages diz:

      Olá, Mariana. Vou fazer sim, fique de olho no blog!
      Bjs

  • MARCIA VALERIA MAGALHAES ALMEIDA diz:

    Oi Patrícia. Ótimas explicações, mas ainda tenho dúvidas com relação à nova regra do cartão. Sei que o bom é pagar tudo, mas as vezes a coisa desanda e não dá pra fazer o desejável. Se optar pelo parcelamento e depois quiser pagar tudo antes de terminar as parcelas eu posso? O que acontece com os juros nesse caso? Essas novas regras realmente são melhores do que as antigas?

    • Patrícia Lages diz:

      Oi, Marcia! A regra nova é melhor porque agora as operadoras são obrigadas a disponibilizar parcelamento após 30 dias e não podem mais ficar arrastando a dívida no rotativo. Se vc quiser quitar antes, os juros do período restante serão descontados e vc pagará menos. Beijos!

      • MARCIA VALERIA MAGALHAES ALMEIDA diz:

        Sempre atenciosa. Obrigada querida. Aprendo muito com vc.

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*


Carreira Profissional

Cartão de Crédito

Investimentos

Pagamento de Dívidas

Faça uma busca no site:

Acompanhe também a Bolsa
Blindada nas redes sociais:


Receba todas nossas novidades!

Livros Bolsa Blindada:

Desenvolvido por: